quinta-feira, julho 27

O que lemos nas férias?


A silly season é também caracterizada pelo consumo da chamada literatura light, envolvendo tanto livros como revistas e jornais. Independentemente do género, o facto é que se lê mais nesta época. Mas será que o lazer está dissociado de um maior esforço intelectual?

6 comentários:

Anónimo disse...

Eu tenho 17 anos e "desligo-me" um pouco do fenómeno Harry Potter. Em alternativa, escolhi ler um livro do João Aguiar chamado "Sétimo Herói" que se lê muito bem. Acho estranho não falarem muito deste livro que é muito bom, talvez porque hoje em dia só mandam os livros comerciais.

Inês Machado Pereira disse...

Boa tarde,
Quando foi referido no programa o facto do primeiro livro no top actualmente ser sobre um cão, lembrei-me de um outro livro sobre um cão que, sendo de uma leitura bastante simples, creio que provavelmente nunca se tornaria um livro de top. Esse livro é o Flush, da Virginia Woolf.
As minhas leituras de Verão só diferem das de Inverno pelo tempo que posso dispensar a livros sem objectivo de estudo. Assim, vou acumulando durante o ano uma pilha de livros que ficam à espera do Verão para os poder ler. Este ano a pilha conta com vários títulos Tess of the d'Urbervilles,de Thomas Hardy, Anna Karenina, de Tolstoy, O Coração das Trevas, de Joseph Conrad, Mrs. Dalloway ,de Virginia Woolf.
Creio que o incentivo da leitura se faz na infância, mas que começa antes de se saber ler (ou mesmo falar). O hábito de um qualquer adulto ler a uma criança é, na minha opinião, um dos grandes meios de plantar numa criança a semente do gosto pela leitura.
Este assunto extravaza o âmbito de um problema dos livreiros ou do Ministério da Cultura. Acredito que uma boa parte do insucesso escolar que se sente se deve, em grande parte, à falta de hábitos de leitura frequente. Durante o meu percurso no ensino secundário e superior (onde ainda estou a estudar) conclui que uma boa parte do insucesso se deve á pura e simples incompreensão do que é pedido no enunciado. Pode parecer caricato, mas é frequente as pessoas não conseguirem perceber o que lêem ou o que lhes é pedido. Essa comprensão não se consegue a ler os livros técnicos, mas sobretudo a ler textos literários. Como dizia uma professora minha: quem lê Shakespeare, lê tudo.

http://toknit.wordpress.com

Manuel Augusto Antão, PMP disse...

TOP 5 para as férias
1 - Albert Einstein - Albrecht Fölsing

2 - Das Versprechen - Friedrich Dürrenmatt

3 - The Closers - Michael Connelly

4 - Die Brandmauer - Henning Mankell

5 - Gravity Rainbow - Thomas Pynchon

Cpts,

--

Erika disse...

Boa tarde a todos.
Infelizmente não comecei a ver o programa de hoje do início.
Sou uma jovem que gosta muito de ler.
O meu ultimo livro foi do Chico Buarque "Budapeste" e que aconselho vivamente(ainda que nao seja o meu favorito).
Como leitura de férias(e não só!) aconselho vivamente a lerem Jô Soares(qualquer um dos seus livros é simplesmente FENOMENAL!) e,para aqueles que seguem a leitura dos PALOPs, aconselho o ultimo de Pepetala "Predadores" (um livro inesquecivel).

Até breve :)

Anónimo disse...

Chamo-me Alexandre Pereira, tenho 26 anos e admiro muito o vosso programa.
Referente ao tema de hoje, gostaria apenas de referir a minha experiência com a leitura, eu e um grupo de amigos de varias idades fazemos tertúlias descontraídas sobre os livros que lemos e que acabamos por fazer sempre uma ligação o os assuntos da nossa sociedade. Fazemos uma ou duas vezes por mês e num café com ambiente calmo. Acho importante as bibliotecas em Portugal estarem abertas aos fins-de-semana e até mais tarde e com um ambiente mais tranquilo.
Em Portugal temos bibliotecas que não passam de 4 paredes com prateleiras de livros empilhados em que não se pode falar nem tossir.
Parabéns pelo óptimo programa.
Já agora estou a ler um belo romance de Katy Garner das Edições Asa Chamado Viagem sem regresso.

Anónimo disse...

Olá!
Parabéns pelo conteúdo abordado no vosso programa. Ando a surfar há que tempos para encontrar informação + detalhada sobre o programa de 2ª feira-24 Julho-Como prevenir estados depressivos- podem dar as dicas necessárias?