sexta-feira, julho 20

COMER PEIXE DÁ SAÚDE?



HOJE, DEVIDO AO DEBATE NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA, O PROGRAMA SERÁ EMITIDO EM DIFERIDO, APÓS O FINAL DA DISCUSSÃO NO PARLAMENTO.
NO ENTANTO, O BLOG FUNCIONA EM TEMPO REAL, SENDO USADAS AS VOSSAS QUESTÕES AO LONGO DA EMISSÃO


É sabido que são atribuídas ao peixe várias propriedades benéficas para a saúde, como efeitos anti-inflamatórios, através do ómega 3, e a capacidade para fornecer ao organismo o dito “bom colesterol”. Sabia que o consumo de peixe reduz o risco de enfarte nas mulheres? Mas até onde vão as propriedades “milagrosas” do peixe? Uma pergunta que muitos espectadores quererão saber, numa época em que este é o alimento de eleição.

Agradecemos que os comentários sejam sintéticos (máximo 300 caracteres c/ espaços) .

140 comentários:

Anónimo disse...

Rute:
Bom dia a todos.
Nos dias que correm tenho as minhas dúvidas que os benefícios do peixe superem os malefícios da sua ingestão.
Só se apenas comermos peixe de aquacultura biológica. Pois caso contrário a presença de metais pesados e os antibióticos que dão aos peixes podem afectar demais a nossa saúde.
Eu sou flexitariana, ou seja, sou uma vegetariana flexivel. Descobri recentemente que existem os Peixetarianos, pessoas que simplesmente retiraram a carne da sua alimentação e comem de vez em quando peixe, sendo tendencialmente vegetarianos.

Anónimo disse...

Comer peixe dá saúde? NÃO

A CONTAMINAÇÃO NOS PEIXES:

Talvez isso fizesse sentido há muitas décadas atrás, numa altura que o Planeta não estivesse fortemente poluido, mas no presente deixou de ser verdade.

Hoje em dia quando se come peixe, também se ingere metais pesados como mercurio, dioxinas, quimicos sintéticos e outros contaminantes que muito mal fazem à saúde.

Isto acontece porque os mares e oceanos tornaram-se literalmente no esgoto da Sociedade. A maior parte da poluição que fazemos vai de alguma forma lá parar (mesmo os gases através da chuva que será ácida).

É muito raro conseguir encontrar peixes que não estejam contaminados, mesmo se estiverem no "oceano profundo". Neste momento praticamente TODOS os rios e costas do planeta estão contaminados, e a maiora parte dos os mares e oceanos, muito ou pouco também o estão.

E será que pelo menos os polos estão livres desta poluição? Não, por ironia em comparação com outras zonas, os polos estão fortemente poluidos pois os poluentes da Sociedade, por mar e pelo ar, vão lá parar e concentrar-se. Segundo estudos já feitos, há provas que dizem que no Polo Norte TODA A VIDA está contaminada, desde as micro-plantas, passando pelos peixes, pequenos animais e concentrando-se mais ainda nos esquimos, o que está a causar imensos problemas de saúde e fertelidade, muitos estão a morrer e já se teme que os esquimos se possam extinguir devido à poluição lá existente. Ironia.


A alternativa de peixes de aquacultura/piscinicultura, esses estão muito mais contaminados que os que existem no mar, por isso são uma pior alternativa. Uma investigação independente provou que as pisciniculturas que existem na espanha por exemplo, têm concentrações de poluentes dezenas ou centenas de vezes superiores ao permitido por lei (quimicos, matéria organica ou fezes, antibióticos, etc). Para além do mais estes locais poluem muito os rios e mares.


Por isso pergunta-se, com todos estes factos, como é que hoje em dia o peixe pode fazer bem???

Anónimo disse...

SAÚDE:

Sobre os ditos benefícios do peixe para a saúde relativo aos seus nutrientes:

- Omega 3 pode ser facilmente encontrado em frutos secos. As plantas têm todos os nutrientes que as carnes possam ter e muito mais ainda, e de melhor qualidade, como é o caso da proteina.

- Sobre o bom colesterol, para evitar ter "colesterol mau", basta deixar de comer qualquer tipo de carne (peixe incluido) e comer plantas, pois ao contrário das carnes as plantas não têm colesterol mau e têm gorduras essenciais como o azeite que é considerada como a melhor gordura.

Por isso, mesmo se o peixe não estiver contaminado (o que é raro encontrar), porque comer peixe se as plantas fornecem todos os nutrientes?



----


PROBLEMAS AMBIENTAIS E EXTINÇÃO DE ESPÉCIES:

O facto de se comer peixe ou outros animais provenientes no mar, representa uma catástrofe ambiental no mar.

Isto acontece porque devido ao enorme consumo de animais do mar para satisfazer a gula, existem já muitas espécies em vias de extinção, desde o famoso bacalhau, ao atum, ao salmão, etc etc etc.

Para se pescar atum por exemplo, também se mata muito golfinhos através das redes de pesca, outros problemas é pescar peixes pequenos, e outro grande problema é a pesca por arrasto, que é das piores e mais destructivas formas de pescar que existe.

Neste caso as redes são colocadas numa distancia de centenas de metros ou alguns kms, elas tocam no "chão" dos mares e literalmente "varrem" TUDO à sua frente, desde animais a plantas e corais. Biólogos estimam que, os ecossistemas marinhos de pelo menos uma área oceanica do tamanho da Russia, tenha sido completamente destruida. Seria o equivalente terrestre a "planar" e destruir por completo toda a superficie da Russia e a transformar num deserto do sahara.

A responsabilidade disto vem directamente da industria pesqueira e claro, das pessoas que comem animais provenientes do mar. a maneira de evitar que isto aconteça e que nós sejamos também responsáveis por isto, é de não comer peixe.



Assim fica a pergunta:
Vale a pena extinguir espécies e destruir o Planeta para satisfazer a gula?


cd

Erika disse...

Gostaria de saber:

1) se os peixes da aquicultura são menos saudáveis que os peixes do oceano?

2) Grelhado ou cozido? Qual forma conserva mais as propriedades benéficas dos peixes?

Anónimo disse...

"Nos dias que correm tenho as minhas dúvidas que os benefícios do peixe superem os malefícios da sua ingestão.
Só se apenas comermos peixe de aquacultura biológica."


Cara rute,

se for dentro de "piscinas" não naturais, não existe aquacultura biológica, nesse sentido TODA ela é industrialmente intensiva, muito poluente e utiliva varios tipos de químicos para tratar e alimentar os peixes, como já disse na 2ª mensagem.
Aquacultura biológica só pode ser possível se isso for feito em "piscinas"/lagos naturais. Não conheço nenhum caso desses, e mesmo que os haja, serão num numero tão pequeno que serão irrelevantes e o preço por peixe seria astronómico.




"Eu sou flexitariana, ou seja, sou uma vegetariana flexivel. Descobri recentemente que existem os Peixetarianos, pessoas que simplesmente retiraram a carne da sua alimentação e comem de vez em quando peixe"


Desculpe dizer mas isso não existe, ou se é vegetariano (excluir *TODO* o tipo de carnes) ou não se é. No seu caso não é vegetariana mas pode-se dizer que é "TENDENCIALMENTE vegetariana" (não é oficialmente reconhecido este termo mas serve para designar alguém que reduz muito o consumo de carnes), mas mais uma vez, isto não significa que seja vegetariana.

Não existe nenhuma associação/instituição vegetariana, ou mesmo um vegetariano veterano na matéria, que reconheça e mesmo admita essas palavras/definições. Isso do "flexitariana", "semi-vegetariana", "peixivegetariana", são termos INCORRECTOS e não oficiais que foram inventados e são usados por pessoas que não são vegetarianas mas que reduzem o consumo de carnes. Claro que reduzir muito o consumo de carnes já é muito bom, mas isso não é o equivalente a dizer que a pessoa se torna "semi-vegetariana".

Se for a qualquer site de alguma organização vegetariana, não encontrará o reconhecimento oficial de tais definições.

Mais uma vez, ou se é ou não, vegetariana/o.

Cumprimentos
cd

Daniela Gonçalves disse...

Há que desmistificar o ditado português “Peixe não puxa carroça…”, já que ainda serão, certamente, muitos os portugueses a acreditar que, de facto, comer peixe, regularmente, não alimenta devidamente e não dá energia suficiente para trabalhar. E o pior é que esta “crença” condiciona a saudável e correcta socialização alimentar das crianças…

Daniela Gonçalves, Socióloga disse...

A solução para “quebrar” este “falso mito” passa pelo desenvolvimento e implementação de programas de comunicação em saúde, que articulem a acção de médicos de família, da família, da escola, da comunidade em geral e dos media, num esforço conjunto de educação para a alimentação e de promoção da saúde.

Anónimo disse...

"Erika disse...
Gostaria de saber:

1) se os peixes da aquicultura são menos saudáveis que os peixes do oceano?"


Como já expliquei mais acima, normalmente estes peixes estão mais contaminados que a maioria dos que são apanhados nos oceanos.

Podem estar é menos contaminados em relação aos que são apanhados nos rios e perto de costas onde haja cidades por perto, porque ai esses peixes estarão muito mais contaminados que aqueles que vivem nos oceanos onde a concentração de poluentes é menor.

lady_blogger disse...

A nossa alimentação deve ser sobretudo variada, sem exagero de consumo de nenhum alimento em específico.
Se dissermos que comer peixe não é saudável devido à poluição de rios e mares,também teríamos de dizer que tudo o resto nos faz mal, pois tudo está sugeito aos efeitos nefastos do nosso ambiente contaminado por dióxido de carbono, pesticidas, etc, etc...
Que fazer? Deixar de comer?
Claro que não! Coma de tudo (excepto o que o médico lhe diz mesmo que não ingira), mas sem exageros.
O peixe é fundamental na nossa alimentação, sobretudo os ricos em Omega 3, que nos protegem de determinadas doenças e diminuem a incidência de depressões.

A única coisa que me preocupa é o provável desaparecimento de algumas espécies.

C Civis

Maria Mendes

lady_blogger disse...

E no Verão sabe tão bem um peixinho grelhado ou assado!

Maria Mendes

Anónimo disse...

Rute:
Bom...passo a explicar: Sou Flexitariana porque por vezes em sociedade é muito dificil ser-se vegetariano. Em casa sou vegetariana. Aliás já nem consigo mexer em peixe ou carne morta.
O problema surge quando tenho de ir almoçar a casa de algum familiar e por forma a não causar discussão, como o que há.
Dai o termo, Flexivel. É muito dificil alterar mentalidades antigas. Dizer à minha avó que NÃO como peixe ou carne, é dar-lhe umas noites mal dormidas e uma preocupação desmedida.
O que tento é, aos poucos, transmitir-lhes que devem comer menos proteina animal e mais vegetais e cereais. Não há necessidade de confrontos. Sou pacifica por natureza.

Maria (ª_ª) disse...

O objectivo do tema de hoje não é de falar de opções de alimentação (vegetariana ou omnívora), como a Fernanda disse ontem, mas sim apenas de falar dos benefícios do peixe na alimentação (para quem come).

Sem dúvida que o peixe está cheio de benefícios e para quem não sabe, assista ao programa para descobrir.

Para além de todos os benefícios, é também muito saboroso. :)

Anónimo disse...

"Se dissermos que comer peixe não é saudável devido à poluição de rios e mares,também teríamos de dizer que tudo o resto nos faz mal, pois tudo está sugeito aos efeitos nefastos do nosso ambiente contaminado por dióxido de carbono, pesticidas, etc, etc..."


Pois, por vários lados tem razão, mas para isso e por vários motivos é que existe a alimentação biológica que só tem vantagens a todos os níveis.

Mas há uma diferença grande nesta questão, é que os peixes têm concentrações MUITO MAIS elevadas que qualquer planta que seja produzida por agricultura quimico-intensiva.

Não só os peixes, mas igualmente todos os animais, que devido à gordura e por estarem mais acima na cadeia alimentar, possuem niveis de contaminação muitissimo mais elevados que as plantas.



Sobre o Omega 3, como já referi o omega 3 existe em frutos secos, então proque comer peixe e ajudar na deestruição do Planeta?



"A única coisa que me preocupa é o provável desaparecimento de algumas espécies."


Não é provável, é CERTO. Se se continuar assim, milhares de especies serão extinctas. Recentemetne saiu um estudo cientifico que afirma que até 2050, mais de metade das especies marinhas serão extinctas devido à pesca industrial.

E os culpados: As empresas e todos os que comem esses animais.


Se queremos proteger o planeta deve-se adoptar um regime alimentar mais sustentável.

cd

lady_blogger disse...

Olá Maria!

É natural que a Fernanda neste tema não pareça tão imparcial, digo isto, por que se a memória não me falha, ela já terá assumido publicamente ser vegetariana.

Maria Mendes

Anónimo disse...

Para terem uma ideia da gravidade da situação ambiental.



(...)

A recent major study predicted that all commercial fisheries could die out by 2050*21. This four-year analysis is the first to examine all existing data on ocean species and ecosystems in order to understand the importance of biodiversity at the global scale. The results revealed that the global trend is a serious concern and projects the collapse (90% depletion) of all species of wild seafood that are currently being fished by the year 2050. The study concluded that marine biodiversity loss is increasingly impairing the ocean’s capacity to provide food, maintain water quality, and recover from small changes in the physical environment.


(...)

The fishing industry is responsible for some of the most environmentally damaging practices affecting our seas and oceans today. Bottom-trawling (trawling for fish on the ocean floor) and dredging (to harvest oysters, clams and scallops) destroy the fragile ecosystem of the seabed. Dynamite and poison are used to catch fish in South East Asia, including the use of explosives on coral reefs in the Philippines, where shock waves can kill fish up to 50 metres from the site of blast.*25

Aquaculture (fish farming) is also responsible for pollution and endangering wildlife.

Farmed fish have to eat, and the feeding of carnivorous fish intensifies pressure on the oceanic fisheries. For example, it takes 5 tonnes of wild caught fish to feed each tonne of farmed salmon*26. Farming also produces waste and reports indicate that Scottish salmon farms alone have breached pollution limits more than 400 times in the past 3 years*27. ‘Genetic pollution’ is also a serious problem, with wild salmon populations weakened by breeding with farm escapees.


(...)

lady_blogger disse...

Ao Sr. anónimo:

Então num almoço de Verão em vez dum arroz ou outro acompanhamento com um peixe grelhado, substituiriamos este por uns cajus ou amendoins. Até que gosto de arroz de pinhões, mas isso para mim não dá...

Maria Mendes

Maria (ª_ª) disse...

Olá Maria Mendes! Mais uma vez aqui estamos nós a comentar ;)

Sim, a Fernanda é vegetariana, também já a ouvi dizê-lo, mas acima de tudo é uma profissional e como tal deve ser imparcial. Pelo que tenho assistido, a não ser no programa sobre vegetarianismo, tentou sempre ser imparcial (podendo dar uma ou outra opinião, mas inofensiva) e também disse logo ontem que o programa de hoje seria apenas para falar nos benefícios do peixe e não sobre opções alimentares como o vegetarianismo, o propósito não seria esse. Mas o que acontece é que há pessoas aqui no blog (anónimas) que parecem que estão sempre em campanha…e sempre que se fala de alimentação, seja quais forem os motivos, vêm para aqui deixar sempre o mesmo discurso, transcrevendo sites sobre vegetarianismo e não sei mais o quê.

Não estou contra o vegetarianismo, até acho bem, mas não é disso que se fala aqui hoje!

Maria (ª_ª) disse...

Espero que valha a pena o adiamento do programa por causa do debate na AR. Pelo menos uma coisa boa já ouvi, apoio à maternidade. :)

lady_blogger disse...

Maria, hoje talvez nem assista ao programa, pois tenho o dia super-ocupado.

C Civis

Até Segunda!

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Óptimo, se realmente for adiado!

Maria Mendes

Anónimo disse...

"Bom...passo a explicar: Sou Flexitariana porque por vezes em sociedade é muito dificil ser-se vegetariano. Em casa sou vegetariana. Aliás já nem consigo mexer em peixe ou carne morta.
O problema surge quando tenho de ir almoçar a casa de algum familiar e por forma a não causar discussão, como o que há."



Cara Rute,

Compreendo o que quer dizer e percebo que tenta fazer o que pode.
Isso é uma questão de incompreensão e pressão social e acontece bastante (acho que todos passam por isso), pelo menos durante os primeiros meses com pessoas (principiantes)que queiram ser vegetarianas, como depois a familia e amigos não compreendem os porques e acreditam nos falsos mitos que carne é necessária, começam a colocar muitas dúvidas e entraves, complicando a vida da pessoa, o que testa e bem a força das convicções da pessoa.

O que lhe aconselho é mostrar estudos cientificos das vantagens, documentários (mostre o "carne é fraca" que é em portugues), ou sites.

Pode também dizer que existem milhões de vegetarianos pro todo o mundo sendo que muitos são-o há decadas, o que é a melhor prova que pode haver que comer carnes nao é preciso :-p

Pouco a pouco as pessoas começam a perceber as vantagens e deixam de fazer pressão.
Apesar de tudo e como já referi, esses termos não são reconhecidos oficialmente, e vegetariano é aquele que não consome nenhum tipo de carne.

Siga os seus ideias e não deixe que a pressão social a faça mudar.

Boa sorte para essa "aventura" e cumprimentos
Carpe Diem.

Anónimo disse...

Provavelmente o programa deverá começar depois da "lenga-lenga" e da tristeza de comentários na Assembleia da Républica.

Tristeza ver que os trabalhadores a nivel geral perdem cada vez mais direitos para que as empresas sejam beneficiadas.

lady_blogger disse...

O tema dos apoios à maternidade davam um bom tema para o SC. Já terá sido abordado?
Apoios a partir do 3.º mês de gravidez... vejo isso como um incentivo a que não abortem. Os apoios são irrisórios, são meras migalhas. Gostaria de ver os políticos na situação económica da maioria dos portugueses... se isso fosse possível, sentiriam na pele a parca ajuda proveniente dum abono familiar paupérrimo. Daí que eu ache que tudo isto são falsas ajudas. É só um rebuçadito...

Maria Mendes

Pedro Duarte disse...

Olá Boa tarde Fórum? Falámos já do peixe como principal fonte de alimentação. Mas devemos não esquecer, e por isso preservar, os laços que este alimento tem com a nossa cultura. O peixe desde há muito anos que está ligado a nossa forma de ser; as varinas, os mercados de peixe do Algarve, as mulheres da Nazaré, as lotas, as peixeiras, os pregoes populares, os pescadores de Matosinhos, os trajes dos pescadores, os azulejos lindíssimos com motivos da faina, o fado e as sardinhas assadas com pimentos, os bairros populares, as sardinhas em lata, Portugal e os Oceanos, Tudo isto é nosso! Devemos manter as nossas tradições e perpetuar estes costumes como símbolos de identificação! Pedro Duarte

Pedro Duarte disse...

Olá Boa tarde Fórum? Não podia deixar passar este tema, sem colocar uma questão. Sou um grande apreciador de Sushi, no entanto fala-se muito sobre este prato, da moda nas culturas ocidentais, sem se conhecerem muito bem os seus benefícios ou malefícios, será possível comentar os cuidados a ter, na preparação e selecção, desta especialidade? Os restaurantes japoneses são alvo regular das inspecções da ASAE? Obrigado Pedro Duarte

Anónimo disse...

"Sim, a Fernanda é vegetariana, também já a ouvi dizê-lo, mas acima de tudo é uma profissional e como tal deve ser imparcial."


Posso estar errado, mas que eu tenha reparado, ela sempre foi profissional e tentado sempre ser imparcial.

Para mim, é uma das melhores moderadoras/apresentadoras de programas de debate.

Por vezes pode ser dificil mas lá terá de ser.

carpe diem.

Maria (ª_ª) disse...

Era isso que eu estava a tentar dizer, caro anónimo.

Maria (ª_ª) disse...

Sabem dizer-nos a que horas vai o programa para o ar, SC?

Anónimo disse...

"programa de hoje seria apenas para falar nos benefícios do peixe e não sobre opções alimentares como o vegetarianismo, o propósito não seria esse. Mas o que acontece é que há pessoas aqui no blog (anónimas) que parecem que estão sempre em campanha…"


Caso não tenha reparado, o assunto sobre vegetarianismo começou pela Rute e o comentário seguinte sobre o mesmo foi *apenas* como resposta para a Rute.


A questão da saúde já foi rapidamente analisada, vendo-se que os nutrientes existentes no peixe podem ser encontrados noutros lados e que existe sim perigo de risco de saúde pois os peixes na sua grande maioria estão contaminados... para além disso também é preciso analisar os impactos no ambiente de se comer peixe, que são desastrosos (ler acima).

cd

Anónimo disse...

"O tema dos apoios à maternidade davam um bom tema para o SC. Já terá sido abordado?
Apoios a partir do 3.º mês de gravidez... vejo isso como um incentivo a que não abortem. Os apoios são irrisórios, são meras migalhas."


Concordo completamente, seria um excelente tema e muito daria que falar.

Sabia que nos ultimos tempos o apoio à maternidade, hospitalar/médico, apoio a crianças e mulheres, etc, tem diminuido muito?

E porque... porque os fundos usados para esses apoios sociais e médicos estão a ser utilizados noutros sectores menos relevantes...

Este é um tema muito polémico que tem muito que se lhe diga.. e a corrupção também está bem patente.

Exemplo:

O governo fecha centros de saúde, hospitais e maternidades publicas, em vilas e pequenas cidades, onde depois deixa de haver esse apoio publico às populações, e entretanto muitos meses antes de esses fechos virem a público, já havia empresas a construir hospitais e centros de saúde privados nos locais onde iam deixar de existir esses apoios do estado!!! Depois as pessoas são obrigadas a ir a esses locais e pagar muito mais.

Coincidência ???
Claro que não.

cd

Anónimo disse...

"Tudo isto é nosso! Devemos manter as nossas tradições e perpetuar estes costumes como símbolos de identificação!"


Seguindo a sua lógica,

Devemos manter as touradas só porque também fazem parte da nossa cultura? e o touro não sofre?

Será que a Itália deveria ter mantido os jogos do colisseu e do circo máximo, porque eram parte da sua cultura durante muitas centenas de anos?

E com certos povos que costumavam sacrificar pessoas para os seus deuses?

etc etc


Só porque faz parte da cultura não significa que seja correcto e que devemos fazé-lo. Se não evoluissemos em termos de mentalidade (CULTURA), ainda viveriamos na idade média.

cd

Maria (ª_ª) disse...

Caro CD,

A Rute levantou a questão, mas você aproveitou para deixar o discurso do costume, para além disso, se não me engano, a Rute não é uma espectadora habitual de há muito tempo, ao contrário de mim e de si. E como já venho sou assídua há muito tempo, sei perfeitamente que há um espectador vegetariano que vem sempre aqui deixar o discurso do costume sempre que se fala em alimentação e saúde. E neste caso, apenas aproveitou ter sido outra pessoa a pegar nessa questão para poder deixar o seu discurso.

Não me interprete mal, eu não sou contra o vegetarianismo nem contra os vegetarianos, mas acho que é escusado de vir sempre deixar o seu discurso aqui.
Os problemas do planeta já todos conhecemos, seja com animais ou vegetais, e não julgue que é mais preocupado do que as outras pessoas.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Segundo o rodapé que tem passado o SC vai para o ar às 16H

Anónimo disse...

Caso ainda haja programa hoje, aqui fica umas questões destinadas aos nutricionistas no programa:


- Em que outras fontes vegetais se pode encontrar óleos e gorduras essenciais como o omega 3 ou outros nutrientes que possam ser considerados importantes?
(Afinal não é somente o peixe que contêm esses nutrientes.)

- Sabendo que a grande maioria dos peixes estão contaminados devido à poluição por acção humana, o que fazer para evitar isso? (tendo em conta o que foi dito no inicio).


Cumprimentos, carpe diem.

Anónimo disse...

Relativo ao comer peixe so pq tem ômega 3 isso n é exclusivo! Até pq nem todos os peixes teem o dito cujo! Só os peixes gordos..

"Podemos encontrá-lo nas nozes, peixes gordurosos, rúcula e nos óleos vegetais."

Erika disse...

Não vai ter mais programa?????????????????????

Sociedade Civil disse...

O Sociedade Civil de hoje (20.Jul) é emitido às 16h.

Anónimo disse...

Rute:
Tentando centrar-me mais no tema do programa de hoje (as minhas desculpas por ter levado a outras conversas, também importantes não há dúvida...):
Segundo o que sei, o peixe não só tem a fama de ser uma optima fonte de omega 3 e omega 6, como também é rico em vitamina B12 e em iodo.
Quanto ao peixe cru - utilizado para sushi e sashimi - há sempre o risco de contaminação por parasitas, pois os peixes em geral deterioram-se rapidamente.
Por sua vez, o peixe fumado ou enlatado pode adquirir compostos através destes processos de defumação ou de conservação, que estudos provaram serem carcinogénicos quando ingeridos em excesso.

Maria (ª_ª) disse...

Muitas vezes o problema é no que se coloca no peixe, como é o caso do sal a mais. Deveria optar-se por colocar ervas aromáticas e reduzir no sal.

Anónimo disse...

Tinha uma questão a colocar acerca das ditas latas de conservas das famosas conservas de sardinhas, cavalas, atuns e outros peixes/moluscos...

Se os ditos peixes e moluscos usados forem do mais natural possivel (estou simplesmente a supor!) o tipo de processo de conservação pode "estragar"/deteriorar as propriedades benéficas do alimento?

obr

p.s.: e diz-se "carcinogéneos" na vez de "carcinogénicos"

Anónimo disse...

hj afinal o SC n é em directo!

:P

Anónimo disse...

Gostava tb de saber quais são os nossos peixes?os peixes "portugueses"?os que são pescados nas nossas costas?!
Ja que temos fomentado a politica de consumir o que é nacional, gostava que fosse mais divulgado pq acredito que muito do peixe que nós pescamos n é do nosso conhecimento e n é de pior qualidade de o importado!

obrg

Anónimo disse...

Acho um bocado irónico o facto de muitos dos nossos famosos pratos gastronomicos, conhecidos mundialmente sejam à base do bacalhau, peixe esse importado à Noruega, Islandia..

Anónimo disse...

fikei sozinho a falar neste fórum? :(((

Maria (ª_ª) disse...

“Acho um bocado irónico o facto de muitos dos nossos famosos pratos gastronomicos, conhecidos mundialmente sejam à base do bacalhau, peixe esse importado à Noruega, Islandia..”

Concordo consigo, acho que os nossos pratos típicos deveriam ser à base de produtos portugueses, mas no caso do bacalhau não há outra hipótese, porque não temos bacalhau nas nossas águas.

Anónimo disse...

Para o senhor nutricionista, proteina animal faz mal à saúde.
Também deveria ir verificar estudos que falam sobre excessos de vários tipos de contaminantes nos peixes.


Sobre a aquacultura, para te ser uma ideia do problema grave que isto representa para a saúde das pessoa e o ambiente, basta ver o programa BIOSFERA de há 2 ou 3 semanas, sobre o projecto da pescanova que vai ser feito a norte de portugal, que será a maior aquacultura do mundo, e que muito irá prejudicar o país.

A reportagem feita pelo BIOSFERA é surpreendente e muito revela os mitos que existem na aquacultura.

Anónimo disse...

Como é que nós sabemos que o peixe congelado que vamos consumir foi congelado no alto mar (congelado industrialmente) e n congelado depois de ter chegado à lota ou segundo uma congelação tradicional? Acho que devia haver rotulaçao/informaçao ao consumidor acerca dos tipos de processos envolvidos!

Mas acredito que muitas vezes o maior problema do peixe congelado, n é o seu processo de congelaçao inicial, mas sim o seu transporte e exposiçao! Devido a grandes problemas de acondicionamento do mm ,ate chegar às maos do consumidor, este pode ter sido congelado/descongelado inúmeras vezes!

Anónimo disse...

"mas no caso do bacalhau não há outra hipótese, porque não temos bacalhau nas nossas águas."



Isso acontece porque o bacalhau que existia na zona maritima portuguesa extinguiu-se, devido ao consumo do mesmo pelas pessoas. A responsabilidade é como sempre dos consumidores (todos nós).

Perto de Marrocos também havia muito peixe, neste momento existe pouco, na Terra Nova (Canadá) existia grandes quantidades de bacalhau e outras variedades e neste momento os stocks estão em profunda crise, e tanto que alguns sectores industriais aproveitam para ridiculamente culpar as focas pela falta de bacalhau e andam a as matar às centenas de milhar para depois venderem as suas peles.

Como já foi referido, até 2005 cerca de 90% dos animais pescados podem extinguir-se.

O ser humano está a destruir o planeta para motivos egoistas, neste caso só para a gula.

cd

Anónimo disse...

"Como já foi referido, até 2005 cerca de 90% dos animais pescados podem extinguir-se."

ERRATA:

até 2050

Anónimo disse...

A Fernanda tem de dar umas dicas e truques, na cozinha ao vapor,! Como é essa de aromatizar o peixe qdo o cozinhammos ao vapor!..n ouvi bem, mas aromatizar o peixe c canela?! lol

Existe tantos truques e "jogos" c ervas aromáticas que o cidadão comum desconhece e que talvez podessemos usar e substituir usar outros temperos em exagero co é o caso do sal que só nos faz mal, quer em excesso ou n!

Fernanda: qdo tivers 5minutos e vieres aki ao forum, deixa-nos umas dicas de cozinha ao vapor! ;)

Maria (ª_ª) disse...

O bacalhau é um peixe de águas geladas, coisa que não temos aqui em Portugal.

Anónimo disse...

Sobre o que foi referido que os esquimos comerem só peixe e terem boa saúde, isso não é verdade.


A média de esperança de vida dos esquimós é somente de 40 anos, e ultimamente o que está a acontecer é que a maioria deles está a ficar doente, por cancros, problemas de fertilidade, etc, devido à quase total contaminação da cadeia alimentar do polo norte (referido mais acima), pois todo o peixe e outros animais que os esquimos comem está contaminado.



Sobre a aquacultura por exemplo da mostrada na reportagem, basta referir que a água que é utilizada nese local está muito contaminada por substancias provenientes da cidades por perto, como setubal. E depois admitem que administram certas substancias quimicas nos peixes.
Dizer que é seguro é estar a enganar os consumidores.

cd

lady_blogger disse...

Agora pude voltar e como neste momento estou sem tv fui ao site onde costumo ver o programa mas estão a passar música brasileira. O programa está realmente a dar na tv? Se não for directo perde um pouco o interesse. De qualqer das maneiras a vontade de ver o SC é sempre muita, mas outros afazeres nõ posso hoje descurar para segundo plano.

Até Segunda.

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria (ª_ª) disse...

É verdade, está a dar mas não em directo, o que realmente não é a mesma coisa…

Até segunda Maria Mendes e bom fim-de-semana ;)

Luis disse...

Boa tarde a todos.
Hoje em dia já se questiona qual o peixe mais fresco/melhor:
- se aquele que foi pescado na véspera do dia em que está à venda no mercado;
- se aquele que assim que foi pescado, foi congelado e chega até nós embalado e congelado.
Gostaria de ver comentado.
Obrigado.

Ladeira disse...

Gostaria de saber quais as caracteríscas mais importantes que devemos procurar ao comprar peixe fresco e congelado.
Obrigado.

Anónimo disse...

Não se esqueçam que o programa é em diferido.

Anónimo disse...

o que quer dizer que até podemos estar em directo mas c algum delay!

Helena Batista disse...

Boa Tarde a todos os intervenientes,

Gostaria de complementar a questão abordada anteriormente sobre o valor nutricional do peixe proveniente de aquacultura e do mar. Talvez não se recordem, mas há algum tempo atrás foi noticiado no telejornal que o IPIMAR elaborou um estudo no qual analisou a qualidade nutricional do peixe de mar versus de aquacultura. A conclusão foi de que o valor nutricional do peixe de aquacultura é igual ao do pescado do mar. Aqui fica o esclarecimento!

Anónimo disse...

Rute:
Caro Anónimo, eu até agradeço que me corrija quando estou errada, mas no meu dicionário lê-se "Carcinogênicos".
Agentes carcinogênicos, são aqueles capazes de promover dano genético.
Aproveito ainda para agradecer os conhecimentos que me transmitiu acerca de Aquacultura Biológica, entre outros. Desconhecia alguns pormenores.
Tive pena que no programa não esclarecessem melhor para que serve o omega 3 e omega 6 (apesar de eu saber).
No entanto o que me preocupa mais é a insuficiencia de vitamina B12 na alimentação vegetariana. Sei que a levedura de cerveja é uma óptima fonte da mesma, mas custa-me um bocadinho a ingerir :-((

Anónimo disse...

acabei de ouvir a dica de despejar os oleos em uma garrafa..

Eu costumo fazer isso, evito smp deitar pelo cano abaixo, qq tipo de óleos/azeites qdo estão fora de serem consumidos ou e impróprios (p.ex. qdo renovo os oleos das frituras) e costumo despejar dentro dum garrafao de 5litros.. mas depois co me "livro" (no bom sentido) destes óleos? Costumo deitá-lo fora conjuntamente co lixo dosmético nos contentores de lixo comum. Estarei a proceder a correctamente?existem eco-pontos virados para a reciclagem de oleos? sei que existem serviços do género para restaurantes, mas e para o cidadao comum?

Maria (ª_ª) disse...

No concelho de Sintra há “oleões” para esse efeito, é possível que haja em mais concelhos, mas é uma questão de se informar sobre isso.

Anónimo disse...

Rute: aparece em dicionario Português de Portugal? eu acho k n! :)

Mas foi uma correcçao sem querer ofender!

Maria (ª_ª) disse...

Uma sugestão ambiental, também pode ser aproveitar a água da chuva (quando chove), para posteriormente (quando não chove) poder regar as suas plantas ou horta.
Eu faço isso em minha casa, é simples, mas eficaz. ;)

Anónimo disse...

Cara Rute,

Isso dos Agentes carcinogênicos não fui eu que o disse, foi outra pessoa. :p

Sobre a questão da B12, é o seguinte:

A B12 é produzida por bactérias que se encontram por todo o mundo natural (solo, plantas, animais, etc). O problema da falta de B12 nas plantas é que as que não são biológicas muito dificilmente têm alguma B12, porque as bactérias BENÉFICAS são mortas pelos produtos quimicos. Se se comer alimentos biológicos, já é possível obter alguma B12.

É muito mais fácil obter B12 nos produtos de origem animal devido á enorme falta de higiene, que ajuda a proliferar de forma exorbitante as bactérias fora e dentro dos animais.

Para quem é vegetariano só pode haver algum risco de falta de B12, para os que forem veganos, aqueles que não consomem NADA de origem animal. Mas isto pode ser facilmente resolvido se comermos alimentos enriquecidos com B12 (ver rótulo), comer alimentos biológicos, com certas plantas/alimentos, como a levedura, o miso (etc), ou comprando comprimidos que têm B12. Há muitas opções e maneiras de resolver este problema.

Atenção que há uma forma de B12 que é inactiva e por isso não serve como nutriente, para se confirmar se o alimento tem ou não a forma activa é preciso confirmar isso com alguém que o saiba.

Em teoria até pode obter toda a B12 se lamber as mãos antes de as lavar, mas isto não é aconselhável. :-p

carpe diem

Sociedade Civil disse...

olá a todos!! daqui Fernanda Freitas!
hoje foi de facto estranho estar a gravar... mas felizmente já tinha muito material no blog quando comecei, pelo que foi "quase" igual... mas prefiro sempre estar em directo convosco!
quanto aos óleos usados, o uso de um garrafão/garrafa para os ir armazenado é uma boa tecnica. quanto á entrega, há municipios que já fazem essa recolha... há restaurantes que também não se importam de o fazer. que tal consultar os sites dos nossos parceiros de Ambiente?
quanto às dicas de culinária :-)
adoro cozinhar a vapor- e os legumes ficam maravilhosos... broculos, cenouras, cebolas, batatas etc... tudo a vapor, durante pouco tempo, com água no fundo do tacho( suficiente mas de forma a não chegar aos legumes durante a fervura)... gosto de aromatizar a agua com canela -um ou dois pauzinhos... e os legumes ficam ainda mais gulosos! e sem sal...
para o peixe, sugiro juntar a esta água um pouco de vinho branco ou ervas aromáticas...
o mesmo em papelotes - colocar os legumes a cozinhar no proprio suco, em papel aluminio, com ervinhas aromáticas é excelente!
um bom fim de semana para todos e todas!!

Anónimo disse...

"costumo despejar dentro dum garrafao de 5litros.. mas depois co me "livro" (no bom sentido) destes óleos? Costumo deitá-lo fora conjuntamente co lixo dosmético nos contentores de lixo comum. Estarei a proceder a correctamente?existem eco-pontos virados para a reciclagem de oleos?"


questão dificil de resolver em muitos dos casos.

Em certos locais em portugal já existem Oleões próprios para isso, mas cobre uma muito pequena percentagem do território. No futuro as coisas irão ser diferentes.

Colocar os óleos no lixo normal é ainda assim muito mau, mas muito pior seria despejar pelo cano, por isso dos males o menor.

Quem puder e saber, pode usar esses óleos (depois de um processo simples de refinação) para alimentar carros com motores a diesel. Procurem na net.

carpe diem

Anónimo disse...

Eu acho um bocado esquisito deitar-se os ditos garrafoes c os oleos usados/improprios em contentores de lixo genérico ou irem no lixo comum, ate pk se forem recolhidos por camioes estes podem fazer estoirar os garrafoes e la vai o oleos misturado com todo o lixo e o pior este nunca a vir ser separado! E se forem recolhidos porta-a-porta como acontece em algumas cidades, eu n vejo os funcionarios a separarem os garrafoes do lixo comum...vai tudo pra dentro da barriga do camiao do lixo!

Eu acho que devia ser implementado, em casos em que exista recolha porta-a-porta, na recolha selectiva de lixo reciclavel podendo-se deixar tb esses garrafoes ate pq esses lixos dpx de serem recolhidos vao para centros de separaçao e assim os oleos poderem ser separados e encaminhados correctamente para o seu destino "mais correcto".

Maria (ª_ª) disse...

É normal que não consigamos distinguir quem diz o quê, pois não se identificam.
Mesmo que não digam o nome verdadeiro, podem optar por se identificarem de outra forma, nome fictício, siglas, números, ou qualquer outra coisa, como se identificaou agora o comentador “carpe diem”. Acho que não custa nada e facilita tanto a Fernanda como a conversação aqui no blog.

Maria (ª_ª) disse...

Obrigada pelas sugestões Fernanda. :)
Bom fim-de-semana também para si e toda a equipa.

Anónimo disse...

Boa tarde e cumprimentos para si Fernanda.

Concordo com (quase) tudo o que diz, e acho que cozinhar a vapor será a melhor técnica de cozinhar que existe, porque ajuda a conservar os nutrientes nos alimentos. Os tipos de panelas para fazer isso existem já em muitas lojas.

Já agora não usem panelas com teflon (aquela coisa preta dentro da panela para evitar que pedaços de alimentos fiquem "presos" na panela) porque estudos comprovam que este material provoca cancro.

Ideal seria comer os alimentos crus (excepto os que não se podem comer crus está claro), porque isso tem imensas vantagens nutricionais e de saúde. Procurem na net para mais infrmações sobre CRUDIVORISMO.


Fernanda, só não concordo com um ponto e do qual a devo alertar, de que não se deve de forma alguma usar papel aluminio para cozinhar seja o que for, pois o alúminio é um metal muito negativo para a saúde, que a longo prazo provoca problemas na saúde como falta de memória, entre outros. O ideal para cozinhar deverá ser sempre INOX.

Abraços/cumprimentos, obrigado pelos bons programas
e carpe diem

Anónimo disse...

Rute:
Ora...aqui está uma boa explicação sobre a vitamina B12, agradecida.
Em relação aos óleos usados, tenho os óleos dos fritos de Natal do ano passado guardados, na esperança de um dia encontrar um Oleão!! Sei que existem, lá para os lados de Sintra, mas nunca vi nenhum. Já "andei" na net à procura doutra solução e até enviei um mail para uma empresa que faz reciclagem de óleos que supostamente aceita óleos usados. NADA! Ninguém em respondeu ao mail. Esta peugada ecológica por vezes é muito sofrida.
E por fim, Fátima e Equipa e a todos os bloggers desejo-vos um bom fim de semana.
Carpe Diem, amigo anónimo vegetariano.

Anónimo disse...

Para a Rute:

Alimentos ricos em B12: Carnes vermelhas, Ovos, Leite, Fígado, Peixes

"A Vitamina B12 e a dieta vegetariana estrita (veganismo):

Este é o único nutriente que talvez não seja possível sua ingestão no caso dos veganos(as).Inúmeros estudos demonstram que vegetarianos têm níveis sanguíneos mais baixos de B12. Então, deve ser feita uma suplementação da vitamina em cápsulas (via oral) ou injetável.

Os não-vegetarianos não possuem dificuldades de consumir a B12 já que os animais, uma de suas fontes de alimentação, ingerem microorganismos tais quais bactérias e fungos, produtores exclusivos da vitamina B12. É importante lembrar que o corpo humano já possui um certo suprimento da vitamina, mas a reposição da substância diariamente é altamente recomendável para quem deseja obter uma saúde bem regulada. Porém, se uma anemia ocorrer devido a falta de B12 no organismo, o recomendável para quem ingere carnes é fazer uso de bifes de fígado, onde são armazenados cerca de 50% ou mais do stoque de B12 do animal. No caso de vegetarianos, suplementos de via oral ou injeções com grande dosagem da vitamina é a melhor opção para fazer a reposição da substância."

de resto n sei "dizer" mais, mas tb ja o fez, e bem, o outro anónimo! Que ate parece ser bom conhecedor! ;)

Eu sou mais o anónimo das muitas duvidas! :P

Cumprimentos

Maria (ª_ª) disse...

Cara Rute, se for ao site da Câmara Municipal de Sintra, pode verificar tudo sobre os óleões e o projecto biodiesel:

http://www.cm-sintra.pt/Artigo.aspx?ID=4145

bem como a localização dos óleões no concelho:

http://www.cm-sintra.pt/Anexo/633082620797223042Localiza%C3%A7%C3%A3o%20de%20oleoes.pdf

Quanto aos outros concelhos, não lhe posso ajudar porque também não sei.

Sociedade Civil disse...

ola de novo... à sexta tenho mais tempo :-)
carpe Diem:
é verdade que não se deve usar o aluminio - mas se usar uma ou duas vezes por ano, não é fatal.... usemos então massa folhada!!
FF

Maria (ª_ª) disse...

Fernanda, estou a ver que tem que lançar um livro com as suas receitas. ;)

Sociedade Civil disse...

boa ideia maria (ª_ª) até já pensei nisso mas há pessoas tão melhores do que eu para editar livros de receitas... mas posso partilhar algumas receitas convosco!!
( mas não concordo nada com editar um livro sobre algo em que não sou "perita" só porque sou conhecida, percebe?)
uma confissão: este mês de Agosto vou trabalhar num livro sobre uma temática que me é muito querida - a defesa dos direitos humanos, nomeadamente das mulheres... espero que este seja um trabalho importante para denunciar certas situações!

Anónimo disse...

Rute:
ó Srs. Anónimos, identifiquem-se porque senão é complicado dirigir palavra desta forma:
Caro Anónimo das muitas dúvidas, é esse mesmo o meu medo, o da anemia decorrente da falta de B12 no organismo. E acrescento que também sou assaltada por muitas dúvidas constantemente.
Pois não é que noutro dia fui dar sangue e a Sra.Dra. não me deixou porque eu tinha a hemoglobina um pouco baixa (11,5).
Nunca tal me tinha acontecido e eu até me sinto tão porreira. Sou dadora há algum tempo e sempre tive excelentes análises!
Mas o que é facto é que para se ser vegetariano convém saber como combinar e escolher os alimentos. Apesar de eu só comprar produtos biológicos.
Maria, obrigado pelo link da câmara de Sintra. Lá terei eu de fazer um rallypapper para levar os óleos da Parede até Sintra.

Maria (ª_ª) disse...

Concordo plenamente consigo Fernanda, agora parece que está na moda lançar livros, mesmo sem se ser perito… Mas a intenção era mesmo essa, partilhar as suas receitas connosco, mesmo não sendo perita. Até porque apesar de ser conhecida, pode ser boa cozinheira e partilhar as suas receitas. ;)

Sempre me apercebi que a Fernanda era uma grande ser humano (no verdadeiro sentido da palavra) e que dava muito de si aos outros (dai o voluntariado), para além de, está claro, ser uma excelente profissional, mas agora até fiquei sensibilizada quando fez essa confissão. Tenho a certeza que será um excelente livro e ficarei à espera que saia para as bancas. :)

Maria (ª_ª) disse...

Cara Rute, se é da Parede, então não é uma viagem assim tão grande. ;)
Era bem pior se vivesse mais longe. E já agora, obrigada por contribuir para um ambiente melhor. :)

Anónimo disse...

Rute:
Fátima, e esse seu livro será de que género? Um livro-documentário? Na vertente de jornalismo?
E focará defesa direitos humanos apenas em Portugal?

Maria (ª_ª) disse...

Fátima? Acho que se queria referir à Fernanda, certo?

Anónimo disse...

anónimo carpe diem:

"Quem puder e saber, pode usar esses óleos (depois de um processo simples de refinação) para alimentar carros com motores a diesel. Procurem na net."

Acho que isso poder ser perigoso dito dessa forma!:) Ja tou a ver o ppl a pegar nos garrafões de oleos que teem a amontoarem na despensa e pegar num pano e a coarem directamente para o depósito de combustivel do carro! lol

Eu acho que o processo n deve ser assim de tao simples, nem para todos os motores diesel e mto menos sem usar outras misturas ou em percentagens de combustivel! E segundo deu à tempos no jornal (num reportagem sobre), os ditos motores ate precisavam dumas certas alterações! :\

Mas gostava de saber mais sobre isso, interessa-m o tema e pouca informaçao consigo obter e a que existe é mto "supercifial" e pouco praticável...

E qto ao papel de aluminio, eu n sabia dessa! :/ é mm verdade que é perigoso usa-lo em contacto c a comida? mas n se trata de um metal pesado co o chumbo.. ou é mais um mito!? :P
Pena entao n haver folha de inox! ;P ...mas tb se for assim: tb devemos deixar de beber os ditos cafes das máquinas pk "qdo o café sai a escaldar para os copinhos de plástico o dito cujo plastico dos copinhos(PP, PS ou outro polikk), libertam "substancias" toxicas/cancerígenas para a bebida"..
N sei se existem estudos e se está provado isso ou n, mas é dakelas coisa que estamos smp a ouvir..

A do teflon, ja tou aquela, mas n sei se é por causa da historia dos copinhos de plastico do café :P..
..visto que, para quem n saiba, o teflon é um "plástico" (polímero, mais propriamente um PTFE-Politetrafluoretileno)
Mas segundo o que sei, o teflon é dito como um dos polimeros com uma grande virtude de ser uma substancia praticamente inerte!

transcrevo:
"A principal virtude deste material é que uma substância praticamente inerte, não reage com outras substâncias químicas exceto em situações muito especiais. Isto se deve basicamente a proteção dos átomos de fluor sobre a cadeia carbônica. Esta carência de reatividade permite que sua toxidade seja praticamente nula sendo, também, o material com o mais baixo coeficiente de atrito conhecido. Outra qualidade característica é sua impermeabilidade mantendo, portanto, suas qualidades em ambientes húmidos. Por estas características especiais, além da baixa aderência e aceitabilidade ótima pelo corpo humano, ele é usado em diversos tipos de prótese."


Rute:
Desculpa a correcçao!mas é mania minha faze-lo!tenho esta panca!:P N é k eu saiba escrever melhor, senao n andava smpr agarrado a um dicionario, mas é por assim dizer um "vicio"!:P

Sociedade Civil disse...

ainda não posso divulgar, desculpem. só depois de ir para o editor. mas é uma analise a nivel nacional. agora vou para casa, passem todos e todas um bom fim de semana!! beijinhos
FF

Maria (ª_ª) disse...

Obrigada por este bocadinho aqui connosco, Fernanda, nem todos têm esse privilégio. ;)
Bom fim-de-semana para si também e bom livro, espero que corra tudo bem. :)

Anónimo disse...

Mas a Fernanda n precisa de editar um livro para poder partilhar algumas receitas connosco! ;)

Pode sempre escrever num forum, blogspot, ou homepage... tem é dpx de nos deixar o link para darmos co o sitio! ;)

Anónimo disse...

Rute:
É verdade, ENGANEI-ME. Fernanda e não Fátima.
É o que faz estar a trabalhar e a escrever no blog ao mesmo tempo.
Cá fico à espera do livro. E compreendo perfeitamente que não possa divulgar.
No que toca às correcções, não levo nada a mal. Nem fico envergonhada. Só assim poderei melhorar, não é verdade?
O problema é quando as correcções não estão correctas, como foi o caso lá mais para trás.
Já agora, pergunto à Maria o seguinte: Para se ter uma identidade no Blog, necessito abrir uma conta Google é isso? Eu já tenho um Blog pessoal, posso usar a identificação da conta Blogger? Independentemente de não ser blogspot?

Anónimo disse...

Afinal ja fiquei a ser reconhecido e n precisei de "assinar"!

Acho que é mais importante o que se escreve do que quem escreve o quê aqui..

Claro que tb compreendo que pode ser confuso, qdo queremos dirigir a alguem especificamente, mas responder à pessoa fazendo um transcrito dela evita que haja conversas cruzadas e por assim mm a um boa continuidade ao diálogo e acima de tudo evitar diferentes tons de diálogo..

ass: anónimo das muitas dúvidas :P

Anónimo disse...

"Acho que é mais importante o que se escreve do que quem escreve o quê aqui.. "


Concordo a 200%.

O importante nao é o mensageiro mas sim a mensagem.

Anónimo disse...

Rute diz...
Seja feita a vossa vontade! Assim nos Blogs como eu qualquer outro sitio são livres de se apresentarem como quiserem :-D
Claro que...Anónimo das muitas dúvidas ou Anónimo Carpe Diem é um Nick. E no fundo estão identificados, pelo menos por hoje :-P
Mas o que importa é sem dúvida o conteúdo dos vossos comentários.
Bem Hajam por partilharem connosco algumas das vossas ideias e do vosso conhecimento.

Anónimo disse...

Cara Rute,

Continuando o tema da B12:

Para quem não é vegano, esta questão pode parecer complexa, e em certa medida é, mas por outro lado não o é, quando a pessoa já tem informação suficiente.

O melhor que pode fazer é consultar sites de associações vegetarianas (portugues ou ingles), falar com VEGANOS que percebam do assunto, aconselhar-se em com pessoas em lojas de produtos naturais que PERCEBAM do assunto, ou seja, não ser qualquer um.


Dando mais algumas dicas:

No seu caso, como ainda come carne por vezes e muito provavelmente bebe leite e come ovos, não tem quaisquer problemas de falta de B12. Esse problema que indicou tem a ver com alguma outra coisa que faz de errado na sua alimentação. Como não faço a minima ideia que tipo de alimentação tem diáriamente, só lhe posso dizer para comer de forma diversificada e para se aconselhar com médicos e nutricionistas que percebam mesmo de vegetarianismo (posso dar contactos), pois caso contrário só lhe vão dizer para comer carne e leite que só faz mal (irónico não é verdade).


O consumo mínimo diário no organismo de B12 é de 1 micrograma, sendo que deveremos ingerir 2 microgramas de forma a garantir que esse 1 micro é ABSORVIDO, pois pode-se perder muita B12 se nos alimentarmos mal, e não sabermos combinar bem os alimentos, por exemplo, ingerir cebola juntamente com algum produto alimentar com B12, vai dificultar muito a sua absorção no organismo pelos intestinos.

Para aqueles que forem veganos há pouco tempo, não têm preocupações de falta de B12 porque o nosso figado tem grandes concentrações do mesmo que pode durar vários anos.

Para quem vive no campo e se alimenta de produtos biológicos, o problema de B12 certamente não existe, mas na cidade a questão é muito diferente, pois vivemos num ambiente que de natural tem muito pouco.


Cumprimentos e carpe diem.

Anónimo disse...

ao anónimo "carpe diem":

...parece-m que se ausentou, mas se pudesse responder mais tarde:

gostava que me desse alguma informaçao acerca dos "oleos em motores diesel"...

E gostava tb: qdo fizesse uma declaraçao co a do teflon, q foi provado em estudos... se pudesse deixava link's acerca desses estudos, pk dpx começamos a ler umas coisas que sao completamente contraditorias, uns dizem q é seguro e outros dizem q n, e ficamos na duvida entre uma e a outra versao e podemos tender para a versao, que ate pode ser a errada ou a mais errada, pk ele disse que existe um estudo que prova..!

Co nunca "vemos" propriamente esses estudos, ficamos na duvida acerca da credibilidade da info...

E dpx, nem tudo o que é dito na net é verdade! Neste caso as fontes podem a ajudar fazer validar ou n a informçao!

"neste caso o mensageiro pode ser importante para a mensagem" ;)

p.s.: "carpe diem": n quero julgá-lo co conhecedor ou n das afirmaçoes q tem proferido, mas se pudesse deixar d vez em qdo uns linkezinhos...ate pk às vezes torna-s mto dificil encontrar a informaçao correcta na net!

admd

Anónimo disse...

afinal n se ausentou! :P eu é que me esqueci de fazer um refresh! ;)

bem, vou-me ausentar, dpx passo cá mais tarde ou amanha para ver se "ha correio para mim" :p

abrços

Anónimo disse...

"Bem Hajam por partilharem connosco algumas das vossas ideias e do vosso conhecimento."

Bem "palavreado"!

assim as dúvidas deixam de ser tão muitas! ;)

Anónimo disse...

" Ja tou a ver o ppl a pegar nos garrafões de oleos que teem a amontoarem na despensa e pegar num pano e a coarem directamente para o depósito de combustivel do carro!"


lol

O sistema não é assim TÃO simples, porque é necessário filtrar o oleo (usado) e calibrar qualquer coisa no motor do carro que é fácil de fazer para quem percebe. Parece-me que para motores a diesel de carros muito recentes, isso já não funciona ou pelo menos não funciona bem porque os motores têm algumas modificações que o impossibilitam.

Existem sites em portugues e ingles que explicam como isso funciona e qualquer um pode-o fazer em motores a diesel... pode-se procurar por biodiesel por exemplo.

Não sei dizer mais porque o meu "carro" funciona a energia metabólica, a mais limpa e renovável do planeta :-p




"E qto ao papel de aluminio, eu n sabia dessa! :/ é mm verdade que é perigoso usa-lo em contacto c a comida?"


É bem verdade, claro que também queria dizer panelas de aluminio, que é o metal mais usado para fazer panelas e um erro crasso.

Como a Fernanda disse, fazer 2 vezes por ano não vai ter diferença, mas o problema é que fazemos isso todos os dias.

As moléculas do alúminio passam para a comida muito especialmente através do aquecimento dos alimentos e também de se usar talheres de metal para mexer nos alimentos (raspar na superficie do metal).


Basta fazer a seguinte experiencia:

- Cozinhar com panelas inox e comer em pratos inox (ou outro material inofensivo).

- Cozinhar a mesma comida em panelas e pratos de aluminio, com talheres de aluminio, no gosto vai fazer uma diferença ENORME.

Ou então experimente beber água em copos de INOX e de aluminio (esperando algum tempo), mesmo neste caso onde não se cozinha, vai logo sentir uma grande diferença no gosto, e uma muito ruim.
Essa diferença é o sentirmos as moléculas do aluminio na comida e nos labios e lingua, e se conseguimos sentir de uma forma bastante clara, imagine o que isso não faz na saúde.
Basta procurar na net por artigos sobre os problemas do alúminio.




"qdo o café sai a escaldar para os copinhos de plástico o dito cujo plastico dos copinhos(PP, PS ou outro polikk), libertam "substancias" toxicas/cancerígenas para a bebida".."


EXACTO. Isso está mais do que provado cientificamente.

Usar o plástico para aquecer alimentos ou mante-los quentes é outro erro muito grave, se calhar ainda mais grave que o aluminio, pois para além de outros quimicos nocivos, os plásticos libertam dioxinas, que são substancias quimicas muito perigosas.

Tomar o café num copo de plástico é muito mau para a saúde (e para o ambiente).



"o teflon é dito como um dos polimeros com uma grande virtude de ser uma substancia praticamente inerte!"


Isso é mentira, quem o disse foi a empresa que o inventou , que é a Dupont (empresa conhecida por ter inventado quimicos muito perigosos para o ambiente e a saúde, que levou à morte de muitas pessoas). A fonte onde foi buscar esses "dados" é da dupont.
Há cerca de 3 anos veio a publico estudos independentes que comprovavem que o teflon afinal era cancerigeno. O teflon é muito mais perigoso que o aluminio e passa para a comida de uma forma muito mais facil (por isso é que é obrigatório o uso de talheres de madeira).



ass: outro "anónimo" que não aquele das muitas dúvidas :P

mais uma vez, carpe diem

Anónimo disse...

Para ajudar na busca de artigos que falam sobre o aluminio e o teflon, aqui ficam alguns exemplos de sites para pesquisarem:


ALUMINIO:

http://www.google.pt/search?num=50&hl=pt-PT&newwindow=1&q=aluminium+health+problems&meta=


TEFLON:

http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=teflon+and+cancer&meta=

http://www.abc.net.au/worldtoday/content/2006/s1556743.htm

http://www.tuberose.com/Teflon.html



--------

Unlike iron, aluminum is not known to have any direct, positive health effects on humans. Adverse effects of aluminum are currently known to be far more chronic (occurring over the long term) than acute (occurring in the short term). Aluminum has been shown to be a neurotoxic compound if it is allowed to enter the bloodstream. Long-term exposure of patients to dialysis water high in aluminum may cause encephalopathy (defect of the brain) and/or bone mineralization disorders.

(...)



--------


(...)

In two to five minutes on a conventional stovetop, cookware coated with Teflon and other non-stick surfaces can exceed temperatures at which the coating breaks apart and emits toxic particles and gases linked to hundreds, perhaps thousands, of pet bird deaths and an unknown number of human illnesses each year, according to tests commissioned by Environmental Working Group (EWG).

(...)


"There's worrying news today about the high levels of a potentially carcinogenic chemical, which is found in most of our kitchens.

Teflon and other non-stick substances contain a compound that the Environmental Protection Agency in the United States has warned may cause cancer and birth defects.

The US regulator has now moved to stop the use of the chemical by manufacturers in the US. But The World Today has obtained a copy of an official Australian Government report showing this country has the second highest recorded levels of the chemical, behind the United States.
And as Tom Iggulden reports, there are now calls for the Australian Government to ban the chemicals immediately.


Teflon and other non-stick substances use a type of chemical called perfluorochemicals. They're also used to make stain-resistant clothing and a host of other domestic products.

Dr Mariann Lloyd-Smith, an advisor to the National Toxic Network, which lobbies government on the issue of toxic chemicals, says there's research to show perfluorochemicals may lead to cancer and birth defects.

MARIANN LLOYD-SMITH: They are pretty much impossible to get rid of. And that is their big problem: their persistency, their ability to bioconcentrate up the food chain, or bioaccumulate in humans, and their ability to travel in water and air across the globe. So we find they have contaminated basically the whole globe.

(...)

Sara disse...

"No entanto o que me preocupa mais é a insuficiencia de vitamina B12 na alimentação vegetariana. Sei que a levedura de cerveja é uma óptima fonte da mesma, mas custa-me um bocadinho a ingerir :-(( "

Olá! Também sou vegetariana (o que não interessa nada aqui para o tema de hoje...), ou melhor, flexitariana como você, já que em certas situações, como o bom português se reúne à mesa, às vezes cedo para não chocar demais... Posso-lhe dizer que há à venda leite de soja enriquecido com vitamina B12 e que é muito bom (costumo comprar o da marca pingo doce (por ser o mais barato que encontrei até agora e porque o sabor também me parece melhor)e bebo com cereais ou simples cerca de 2 ou 3 copos por dia), fiz análises à pouco tempo e os meus níveis de vitamina B12 estão dentro dos parâmetros normais, tal como tudo o resto.

Cumprimentos! =)

FE disse...

Certamente que o peixe contendo o dito "omega 3" é uma mais valia para a nossa alimentação saudável, o grande problema fulcral é a incrementação da aquacultura, que a meu ver não passa de uma produção dita sustentável de um recurso que cada vez mais é dizimado pela excedente procura do recurso piscicula que dizima o recurso natural existente nos oceanos por povos ditos evoluídos! Talvez seja um ponto de pós e contras semi-avaliados por uma mentalidade que está a levar ao extremínio de espécies. Valerá a pena continuarmos com a dizimação de espécies por aclamação saudável do omega 3?

FE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Voltei cá hoje só para dar uma olhada... Os comentadores falaram sobretudo em óleos e vegetarianismo, quando o tema era o efeito do consumo de peixe na saúde.

"Existem eco-pontos virados para a reciclagem de oleos? sei que existem serviços do género para restaurantes, mas e para o cidadao comum?

17:25 " _ estive para responder a este post mas houve muitos comentadores que já o fizeram sabiamente.

Quanto às iguarias da Fernanda, eu adoro hortaliças, faço pratos deliciosos com elas, mas essa da canela... tira-me o apetite (talvez porque não gosto nada de canela). Quando estava grávida só tinha desejos de sopas de vegetais e de iogortes de avelã da Yoplait(este último acabei por não comer). Como vê gosto muito de vegetais, mas por exemplo não sou adepta deles crus em saladas.

Sobre um comentário da Rute:
"Em relação aos óleos usados, tenho os óleos dos fritos de Natal do ano passado guardados, na esperança de um dia encontrar um Oleão!"- não posso crer nisto... Ó Rute já passou mais de meio ano. O lixo não se deve guardar tanto tempo. Sei que é reutilizável, mas terá a Rute feito tantos docinhos natalícios que tenha necessitado de uma dose considerável de óleo, quantidade essa que se justifique ser guardada tanto tempo? Procure um oleão, os outros comentadores já lhe deram dicas para encontrá-los. Eu só sei que há oleões em Sintra, e só os vi ainda na televisão. Mas sou da opinião que se colocassem sistemas similares de recolha de óleos domésticos junto de bairros residenciais em todos os municípios.

Bom fim de semana à Maria que já aqui hoje me desejou o mesmo, estes são votos extensíveis aos restantes comentadores e ao SC

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

lady_blogger:

"Voltei cá hoje só para dar uma olhada... Os comentadores falaram sobretudo em óleos e vegetarianismo, quando o tema era o efeito do consumo de peixe na saúde."

È natural que as conversas comecem a evoluir noutras direcçoes... mas nunca se deixou de falar/comentar/perguntar coisas acerca do tema de hj!...ate co disse a FF:

"hoje foi de facto estranho estar a gravar... mas felizmente já tinha muito material no blog quando comecei, pelo que foi "quase" igual"...

..e a propria n se queixou!;P

..e se evoluiu na direcçao dos óleos entao culpa a Fernanda!foi ela k puxou pelo tema, qdo deu a uma dica, acerca dos oleos, aqdo comentavam sobre as conservas!
Para quem n viu o programa a dica foi a seguinte: "n despejar os óleos das conservas pela pia abaixo!guardar esses oleos e outros em garrafas e dpx levá-los para pontos/centros de reciclágem dos mm"...mais ou menos isto!:P

..eu acho que este forum é pra todos e pra quem quiser participar independente do tema evoluir ou n noutras direcçoes...desde q n seja por más direcçoes! pk tb s n o fosse este blog fechava qdo acabava o programa!

E os temas aqui nunca deixaram de estar interligados!e tdo o que vier à rede é peixe! ;)

cump

Anónimo disse...

ao anónimo "carpe diem":

fiquei estupefacto co toda essa info! desconhecia tais perigos para a nossa saúde, o contacto do aluminio e do teflon com os alimentos!! |oo|

...mas quanto ao aluminio em panelas eu acho que usam aluminio nos tais fundos térmicos...mas a carcaça é toda em aço inox mm..

Ja nem quero pensar nos recipientes de plástico, silicone, que se usam para aquecer/confecionar os alimentos no micro-ondas!

Tenho de aprender a cozinhar e pdx tb virar-me pras empadas co disse a FF! lol

..qto à cena de usar utensílios de madeira acho-o um pouco anti-higiénico!

Se n morremos das toxinas das bactérias, morremos das dioxinas dos materiais! lol
Certo certo é morrermos tdos no fim!

Anónimo disse...

"um recurso que cada vez mais é dizimado pela excedente procura do recurso piscicula que dizima o recurso natural existente nos oceanos por povos ditos evoluídos! Talvez seja um ponto de pós e contras semi-avaliados por uma mentalidade que está a levar ao extremínio de espécies. Valerá a pena continuarmos com a dizimação de espécies por aclamação saudável do omega 3?"


claro que não, ainda por cima que esses nutrientes podem ser encontrados em vários frutos secos.

Como eu tinha dito anteriormente, enquanto espécie no MUNDO INDUSTRIALIZADO (porque nos paises pobres a situação é muito diferente), só matamos animais às várias dezenas de bilioes por ano apenas para satisfazer o "nosso" pecado pela gula, "estamos" a ser muito egoistas sem pensarmos sequer nas consequências extremamente negativas no ambiente, sem contar com a parte de saúde.

Há muito de bom que se pode fazer pelo planeta, mas as pessoas não se apercebem ou querem-se aperceber (para não terem de mudar), que a alimentação é um dos MAIS IMPORTANTES factores nesse aspecto, uma das que maior pegada ecológica provoca.


Então "preferimos" destruir o Planeta só para satisfazer a "nossa" gula??



Carpe diem ...

Anónimo disse...

"O que é necessário para que o mal triunfe, é que as pessoas boas não façam nada"

Edmund Burke

Anónimo disse...

"...mas quanto ao aluminio em panelas eu acho que usam aluminio nos tais fundos térmicos...mas a carcaça é toda em aço inox mm.."


Pode as haver, mas nunca vi uma panela que só tivesse o fundo de aluminio e o resto inox. Quando vejo panelas em locais de cozinha, a maioria delas é de aluminio, em TODO o corpo.




"Ja nem quero pensar nos recipientes de plástico, silicone, que se usam para aquecer/confecionar os alimentos no micro-ondas!"


Aqui são logo dois erros, o plástico, mesmo aquele "próprio" para microondas contêm produtos que fazem mal à saúde, e depois o uso do micro-ondas, uma radiação que também prejudica a saúde e modifica de forma negativa os nutrientes dos alimentos.


"..qto à cena de usar utensílios de madeira acho-o um pouco anti-higiénico!"


Talvez, depende. O problema no uso de talhares ou outros de madeira na alimentação, é o verniz e colas (se o tiverem), outros produtos que também fazem mal à saúde.



Realmente o Homem não aprende, faz tanta coisa que faz mal à saúde e ambiente porque só pensa no dinheiro e no comodismo e não nas consequencias. Ainda me lembro quando inventaram o DDT há poucas decadas, um quimico muito perigoso, que literalmente foi colocado por todo o lado e era obrigatório as pessoas tomarem "banho" nele para matar mosquitos, pulgas, ou fosse o que fosse, isso ficou registrado em video. Adivinhem que anos depois descobriu-se as preversas consequencias da inconsciencia humana. É apenas um pequenissimo exemplo.


Já não vivemos num mundo/local natural, mas podemos tentar ter uma vida o mais natural/saudável possivel.


carpe diem para todos.

Anónimo disse...

Esqueci-me de referir que essa questão dos óleos/fritos tem uma solução MUITO fácil, que até poupa dinheiro, ajuda a saúde e o ambiente:


Simplesmente não fritem alimentos

:p

Anónimo disse...

anónimo "carpe diem":

Mas tu co sobrevives!? N usas panelas, n usas micro-ondas, n comes carne, n comes peixe! És um esquilo e sobrevives comendo nozes? ;)

vou xonar q já é um cadinho tarde! :P

Anónimo disse...

Rute:
Isso é que foi uma conversa pegada até às 4 da manhã, hein!
Sara, eu já bebo leite de soja enriquecido, mas por acaso gosto mais de outras marcas brancas. Pois ainda não entendi se o leite do Pingo Doce contém OGM. Na embalagem nada diz (agradeço no entanto a informação).
Maria, realmente o óleo que tenho guardado para entregar no óleão não é assim tanto, nem têm vindo a aumentar pois eu não faço fritos (excepto os de Natal). Mas custa-me dar-lhe outros destinos para além da reciclagem.
Anónimo das muitas dúvidas, aprenda mesmo a cozinhar pois é uma das melhores maneiras de saber o que come. Já me deram várias receitas de bolos que eu adorava comer e que quando verifiquei o que continham, nunca mais lhes toquei. É só gordura e mais gordura!!
Eu tenho-me divertido imenso a aprender a fazer tudo caseiro. Desde manteiga, pão, iogurte de soja, tofú, seitan, pasta fresca...tudo HOME MADE.
Bom fim de semana e até segunda. Voltem sempre :-))

lady_blogger disse...

Que verdadeiros notívagos...

Maria Mendes

Anónimo disse...

CUIDADO!! NEM TODAS AS FONTAS DA INTERNET SÃO FIDEDIGNAS!!

Anónimo disse...

"eu já bebo leite de soja enriquecido, mas por acaso gosto mais de outras marcas brancas. Pois ainda não entendi se o leite do Pingo Doce contém OGM. Na embalagem nada diz (agradeço no entanto a informação)."


Procure bem em toda a embalagem, se não estiver a dizer "geneticamente modificado", em letras pequenas, então não há problemas. Por lei é obrigatório que acima de 0,9%, tenha esse aviso.




"Já me deram várias receitas de bolos que eu adorava comer e que quando verifiquei o que continham, nunca mais lhes toquei. É só gordura e mais gordura!!"


Não é só os bolos (a maioria deles pelo menos), é também grande parte da comida transformada e outros tipos de "comidas" que na realidade são produtos artificiais.
É sempre bom ver os rótulos.




"Mas tu co sobrevives!? N usas panelas, n usas micro-ondas, n comes carne, n comes peixe! És um esquilo e sobrevives comendo nozes?"


Descobriram o meu segredo :-p

Tento ter uma vida o mais ética e ecológica possível em *todos* os níveis. Existem alternativas mais éticas, ecológicas e saudáveis para TUDO que seja relevante na vida, é só estar informado e saber procurar.

PS: Peixe É carne. Carne são os musculos de TODOS os animais.


Carpe diem 4 u

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

"Rute:
Isso é que foi uma conversa pegada até às 4 da manhã, hein"

Isto é o resultado de qdo se encontra um anónimo com muitas dúvidas com um anónimo bem informado! ;)

"Dá-se o nome de carne ao tecido muscular dos animais,"..."No sentido alimentício, geralmente a palavra "carne" só é usada para se referir à carne de mamíferos e répteis. Nos casos de aves, anfíbios e peixes, geralmente diz-se apenas o nome do animal de onde provém."

Foi neste sentido que usei a palavra carne.. ;)

"Tento ter uma vida o mais ética e ecológica possível em *todos* os níveis. Existem alternativas mais éticas, ecológicas e saudáveis para TUDO que seja relevante na vida, é só estar informado e saber procurar."

Com esse discurso deixas muita gente curiosa!
E isso é fazendo o quê e como? Queres partilhar algumas dicas?ou tás a pensar lançar um livro? ;)

Acho que "ouvi-te" falar em crudivorismo num dos teus post's.. és considerado um?
Eu acho um bocado esquisito qdo se fala em ser-s "vegetariano", "vegano", "crudívoro".. pq o homem sendo um omnívoro o seu organismo n funciona da mm maneira que o organismo dos herbívoros ruminantes, carnívoros (comer a carne crua).. por isso é q o homem inventou o fogo à milhares de anos, para poder confeccionar os alimentos e facilitar a absorção dos nutrientes pelo nosso organismo!e n para acender cigarros e pegar fogo às matas! ;)

...

Anónimo disse...

"Com esse discurso deixas muita gente curiosa!
E isso é fazendo o quê e como? Queres partilhar algumas dicas?"



Isso é muito complicado, pois envolve tanta coisa que mal se sabe por onde começar. Posso dar alguma palavras chave para depois procurarem pela net (em portugues e ingles). Podem também verificar programas anteriores do SC que tenham a ver com ética, sustentabilidade e saúde.


Palavras:

- ambiente / ecologia
- sustentabilidade ambiental
- reduzir, reutilizar, reciclar (os 3Rs... que na realidade são 6)
- eco-comunidades / eco-aldeias
- permacultura
- casas de banho secas
- fornos/duches solares
- alternativas ecológicas
- energias alternativas
- vegetarianismo
- produtos naturais
- agricultura biológica
- bicicleta
- comércio justo
- direitos dos animais
- direitos humanos
- transgénicos / ogm´s
- compostagem
- reflorestação / viveiros
- água
- produtos não testados em animais
- produtos biodegradáveis e reutilizáveis
- produção local e regional
- poluição, químicos
- biodiversidade, ecossistemas
- etc


Só para dar uma pequena ideia.

Anónimo disse...

"Acho que "ouvi-te" falar em crudivorismo num dos teus post's.. és considerado um?
Eu acho um bocado esquisito qdo se fala em ser-s "vegetariano", "vegano", "crudívoro".. pq o homem sendo um omnívoro o seu organismo n funciona da mm maneira que o organismo dos herbívoros ruminantes, carnívoros"



Crudivoro é uma pessoa que só come alimentos crus. Pode parecer estranho para quem não percebe do assunto mas este regime alimentar (que normalmente é sempre vegetariano) é bom em especial para a saúde, por causa dos nutrientes e outros assuntos mais complexos. O ser humano é o único animal que come alimentos cozinhados, e na realidade o nosso corpo não está habituado para isso, o que tem tendencia a causar alguns pequenos problemas. É melhor ver sites sobre crudivorismo que explicam melhor o que isto é e os beneficios.
E desengane-se aqueles que pensam que este tipo de alimentação "não tem sabor" ou "variedade", pois iriam ficar de boca aberta e água na boca se vissem o tipo de receitas que se pode fazer.


Crudivorismo e veganismo (vegetarianismo puro), mais ovo-lacto-vegetariano e frutivoro, são tipos de alimentação que estão dentro do vegetarianismo, que têm diferenças entre si que já foram explicadas.


O ser humano é omnivoro, o que significa que pode consumir plantas e animais, OU só plantas, mas NUNCA só animais, pois resultaria na morte da pessoa. Só os carnivoros é que conseguem viver só com carne porque o seu organismo evoluio para tal.
Por isso o ser humano comer só plantas é mais do que natural e é MAIS SAUDÁVEL do que comer pedaços de animais.

Anónimo disse...

O seu "palavreado" é extremamente viciante e pecador! Pecador no sentido de ser mto tentador em uma pessoa se "converter" a esse tipo de estilo de alimentaçao! :) ..acho que daria um bom "pastor"! ;)

A motivaçao duma pessoa pode ser até alguma, mas muitas pessoas precisam de um bom "pastor"! A informaçao é pouco divulgada e na internet, onde se consegue encontrar mta dela, está mto "espalhada" ou é impraticável.. e parecendo que n este estilo de alimentaçao pesa mto na carteira duma pessoa!
p.ex: os leites enriquecidos, custam 3 a 4 vezes mais que os outros e pelo que dizem os nutricionistas, estes leites pouco ou nada enriquecem-nos pk o nosso organismo expulsa mais do que absorve..ou é pk n temos vitamina D suficiente para absorver o dito calcio, ou pk o omega3 é ou n transgénico, ou pk a B12 é inactiva e n é na forma activa...
Acho que em geral somos muito enganados com estas formas de publicidade denominadas como pseudo-nutricionais!

Rute disse:
"No entanto o que me preocupa mais é a insuficiencia de vitamina B12 na alimentação vegetariana. Sei que a levedura de cerveja é uma óptima fonte da mesma, mas custa-me um bocadinho a ingerir :-(("

Um bocado é a favor! tb decidi experimentar, misturando 1 ou 2 colheres na sopa...só sei que qdo levei a 1º colher de sopa à boca fui logo a correr para a casa de banho!! lol

"carpe diem": casas de banho secas!? ! ..essas devem ser as casas de banho dos nómadas do deserto do sahara! "vou só ali atrás dakela duna!" ;)

Uma coisa estranha de perceber é tb co os ditos alimentos biológicos chegam às nossas mãos a um preço tão alto!?
Sendo ditos como produtos naturais, sem aditivos, isto é: que n levam corantes nem qq tipo de conservantes (é irónico às vezes num só produto, existirem mais de uma dúzia de tipos diferentes de conservantes e a maior parte serem denominados como perigos e n proibidos!) e que são provenientes de uma agricultura biológica onde n se usam fertilizantes químicos, pesticidas, herbicidas e outros químicos, como é que os produtores fazem-nos chegar estes produtos a um preço 2 a 3 vezes mais caros!?

E claro, qdo vamos às compras vamos aos produtos menos naturais e cada vez mais estes sao produtos n nacionais, para além de prejudicarmos a nossa saúde, prejudicamos a nossa economia!

Sao politicas do "pagar para n produzir", como p.ex.: a de pagar a vinicultores para deitarem vinhas abaixo, multar os produtores de leite dos Açores por terem produzido leite em excesso o ano anterior(excesso 2º as cotas da UE!)...

Bem aproveito para deixar aqui uma lista de conservantes perigosos à nossa saúde ou duvidosos, por isso estejam bem atentos aos rótulos!

Cancerígenos:
E131
E249
E250/1/2
E320/1

Perigosos e n proibidos:
E130
E142
E152/3/4
E171/3
E181
E210-227
E230-233
E236/7/8
E240/1
E249-252
E260/1/2/3
E270
E280/1/2
E310/11/12/20

Retirei duma fonte, n sei se é informaçao fidedigna ou n, mas co se costuma dizer: "onde ha fumo ha fogo!"..

p.s.:e que chegue rápidamente segunda-feira senao neste forum vamos falar de temas que cobrem os proximos assuntos do SC durante uns meses! ;)

admd

Margarida disse...

Os peixes gordos sao mais saudáveis?

Anónimo disse...

Margarida:

A gordura saturada é proveniente
da gordura animal: manteiga, natas, queijos gordos, carne vermelha, enchidos.
Estas são aquelas gorduras
que devemos reduzir no
nosso plano alimentar.

A gordura insaturada pode ser
dividida em duas categorias:
mono-insaturada e poli-insaturada.
A gordura mono-insaturada tem como principal
representante o azeite. O azeite
é a gordura que devemos
eleger para utilizar no
tempero e confecção dos
alimentos!

A gordura poli-insaturada encontra-se principalmente
em óleos de peixe,
óleos vegetais, nozes e
sementes. É uma gordura
fundamental ao organismo pois
contém ácidos gordos (Ómega-
3
e Ómega-6) que têm de ser
fornecidos pela alimentação
pois não são produzidos pelo
nosso organismo, sendo por essa
razão chamados de ácidos
gordos essenciais.


É por isso que os ditos peixes com altos teores destes ácidos são chamados de "peixes gordos" e pelo facto de serem ácidos essenciais ao nosso organismo os "peixes gordos" são sim mais saudáveis! :)

p.s.: os ómega-3 e ómega-6 tratam-se duma gordura (ácidos gordos) e n duma vitamina co mta gente pensa... ;)

admd

Anónimo disse...

Aproveito tb para deixar a seguinte informação, em parte para desmitificar ideias erradas ou menos certas..

Fontes de Ómega-3:

Alimento(100g) - Ómega-3(mg)
Cavala - 2500
Arenque - 1700
Salmão - 1200
Sardinha - 780
Atum - 400

Principais fontes dos ácidos gordos:

Ómega-3: n só em peixes gordos, mas tb em nozes, rúcula e óleos vegetais.

Ómega-6: peixes gordos, cereais e óleos vegetais.

Ómega-9: óleos vegetais.

admd

Anónimo disse...

"parecendo que n este estilo de alimentaçao pesa mto na carteira duma pessoa!"


Esse é outro mito. É muito mais barato um kilo de frutas (uns 2 euros) do que um kilo de carne (uns 6/8 euros). É apenas um exemplo mas só por aqui já se ve o quanto se poupa se comprar apenas plantas e alimentos não transformados, mais de 50% é de certeza.

Sobre o leite vegetal, esse custa cerca de 30/40% mais, mas é de muito melhor qualidade e não se está a explorar animais. Mas nem sequer é preciso comprar "leite" vegetal, pois o ideal é FAZER com frutas, sumo natural (os de pacote são raros os que são de qualidade)para adicionar aos cereais ou outros, muito mais barato e é até melhor para a saúde.

Quantos aos alimentos vegetais TRANSFORMADOS "parecidos" aos de carnes e derivados, a maioria deles é ou mais barata ou ao mesmo preço.

Só alimentos biológicos é que custam cerca de 20% mais do que os não biológicos (depende, em alguns casos até é ao mesmo preço ou mais baratos) mas valem bem a pena para quem pode.





"estes leites pouco ou nada enriquecem-nos pk o nosso organismo expulsa mais do que absorve..ou é pk n temos vitamina D suficiente para absorver o dito calcio"



Nós não precisariamos de "alimentos enriquecidos" se tivessemos uma alimentação mais diversificada, natural e saudável. Mas é preciso ter cuidado com a publicidade porque há muita manipulação nisso.
Sobre a vitamina D, basta apanhar alguns minutos de sol por dia. Cálcio pode ser obtido em várias fontes vegetais com grandes quantidades do mesmo, e a proteina animal prejudica muito a absorção do cálcio.



"qdo vamos às compras vamos aos produtos menos naturais"


Devido aos lobbies de empresas e à publicidade "atraente e enganosa", cada vez mais a "alimentação" basea-se isso sim em produtos mais sintéticos que outra coisa.




"Uma coisa estranha de perceber é tb co os ditos alimentos biológicos chegam às nossas mãos a um preço tão alto!?"


Ainda são produzidos em pouca quantidade, a certificação custa muito dinheiro, parece que recebem poucos ou nenhuns subsiduos do estado, e pode haver outros motivos. Mas há produtos biológicos que são ao mesmo preço ou mais baratos, em especial se não forem certificados. Quanto mais se comprar, mais se produz e mais baratos ficam.

Há uma coisa que as pessoas também não percebem, é que se formos colocar o PREÇO REAL de TODO o custo (em especial para o ambiente) que implica produzir plantas de forma quimico-intensiva, destruindo as terras e o planeta, então os produtos seriam muitissimo mais caros que produtos biológicos. Sem perceber-se já estamos a pagar um alto preço por isso mesmo, e este será cada vez mais alto.




"é irónico às vezes num só produto, existirem mais de uma dúzia de tipos diferentes de conservantes e a maior parte serem denominados como perigos e n proibidos!)"


Grande parte dos produtos transformados têm algum tipo de aditivo sintético, e a maioria deles é prejudicial à saúde. Há ainda muitos produtos à venda (alimentares ou não) que SABE-SE provocarem graves problemas de saúde, mas, as empresas abafando um estudo aqui, inventando outro ali, dando um envelope ali, etc, controla governos e instituições e continua-se a vender os produtos perigosos.




"óleos vegetais, nozes e
sementes. É uma gordura
fundamental ao organismo pois
contém ácidos gordos (Ómega-
3 e Ómega-6) que têm de ser
fornecidos pela alimentação"


Pois, se podemos encontrar todos os nutrientes no reino vegetal, não faz sentido matar seres sensiveis e destruir o ambiente (ler acima para mais dados).


cumprimentos e carpe diem

Anónimo disse...

Rute:
Este fórum ganhou vida própria!!
Que interessante chegar de fim de semana e verificar que mantiveram a "chama acessa".
ADMD, não tem um blog pessoal que nós possamos visitar? Se não tem, aconselho-o a escrever um. Era importante partilhar o seu ESTILO de vida. Não quer dizer que se consiga atingir essa perfeição ecológica mas podiamos ficar mais informados e porque não copiar alguns dos seus bons exemplos?
Anónimo das muitas dúvidas, aprendi um molho de saladas com levedura de cerveja, espetacular ;-) Se quiser dou-lhe a receita.
NOTICIA DE ÚLTIMA HORA: Daqui a 30 minutos já é Segunda-feira (isn´t it great?). Outro dia de SOCIEDADE CIVIL !!!!!
Boa noite a todos, fiquem bem.

Anónimo disse...

Rute:
Só mais umas palavrinhas...
Quanto aos legumes, vegetais e frutas biológicas, para além de mais saudáveis, têm maior riqueza nutritiva e são mais vitaminados (segundo estudos que li). Saborosíssimos.
Pelo que mais vale gastar dinheiro na alimentação do que na farmácia.
Eu sou uma pessoa que nunca estou doente, e nunca tomo qualquer medicamento quimico.
O único senão dos produtos biológicos é limitar-nos às frutas e verduras da época. Embora faça mais sentido. A natureza é muito inteligente e dá-nos o que precisamos na altura certa. Não vale a pena complicar, deixemo-nos levar.

Anónimo disse...

Rute:
Ups! ADMD e Anónimo das muitas dúvidas, é a mesma coisa.
Quando referi ADMD queria dirigir-me ao Carpe Diem, ok?
Estes anónimos dão-me cabo da cabeça LOLOLOL

Anónimo disse...

Cara Rute:
acho que queria referir-se ao anónimo "carpe diem"...pk adma é o acrónimo de "anónimo de muitas duvidas" ;)
..ate pk a minha estreia em escrever blog's é recente e foi neste mm da SC e foi à umas 3 secçoes atrás!:P

E sim, eu tb sou da sua opiniao!tb estou bastante curioso no estilo de vida que aki o nosso "colega" "carpe diem" tem!;)

Tda a info que costumo deixar, a maioria, sao transcrições que encontro na internet e acho interessante em partilhar.. mas n é por responder a algumas questões que eu deixo de ter ainda mtas duvidas! ;)

Abrços

p.s.: qto à receita do molho ate gostava de saber!:) é que dpx da má experiência k tive com a dita levedura, nunca mais toquei nela e está-me a "ocupar" despensa!;)

admd

Anónimo disse...

errata: 3ª linha
admd e n adma com escrevi em bold :P

Anónimo disse...

"Era importante partilhar o seu ESTILO de vida. Não quer dizer que se consiga atingir essa perfeição ecológica mas podiamos ficar mais informados e porque não copiar alguns dos seus bons exemplos?"


O que tento fazer aqui no SC é partilhar um pouco do pouco que sei para alertar as pessoas sobre os "problemas e soluções" dos diferentes estilos de vida que Humanos têm no planeta, se queremos o proteger (e a nós também claro).
É impossível colocar aqui sequer 5% daquilo que se poderia falar, são demasiados temas e muito vastos, por isso o melhor mesmo é cada um partilhar um pouco e depois ir pesquisar (por isso as palavras chave) o resto a várias fontes de confiança. O próprio programa tem feito isso bastante bem.
Além do mais não se pode aprender "tudo" de um momento para o outro, tem de ser aos poucos. aprender uma coisa por dia já é positivo.





"Quanto aos legumes, vegetais e frutas biológicas, para além de mais saudáveis, têm maior riqueza nutritiva e são mais vitaminados (segundo estudos que li). Saborosíssimos.
Pelo que mais vale gastar dinheiro na alimentação do que na farmácia."


Pois é.
O que faz com que as plantas para alimentação (de qualquer género) não sejam tão ricas em nutrientes e tenham um sabor mais fraco, é que a agricultura quimico-intensiva é produzida em terrenos de baixa qualidade (devido aos efeitos negativos dessa mesma agricultura), as plantas são como que forçadas a crescer o mais rápido possível para dar mais lucros o que impede que consigam absorver melhor os nutrientes do solo, para além dos quimicos em si que também prejudicam a qualidade nutricional.

Se formos a falar dos efeitos no ambiente, isso então é muito pior.


E os efeitos na sociedade no geral?
Basta dizer que os solos onde é produzido esse tipo de agricultura à base de grandes mono-culturas quimico-intensivas, ao longo dos anos perdem a maioria dos nutrientes no solo, os solos ficam assim fortemente contaminados, com o passar do tempo ficam estereis e desertificados... depois em vez de se recuperar os solos parte-se para explorar e destruir outros solos noutros lados, fazendo os mesmos erros...

E o resultado a longo prazo? Mais desertos no planeta, menos solos para plantar, menos alimentos, e claro = FOME MUNDIAL = morte de milhoes e colapso total das sociedades (se não acontecer antes devido ao problema energético).



E então, não vale a pena proteger o Planeta????


carpediem

Anónimo disse...

O Homem consciencializa-se mto tarde dos erros que faz e fez no passado e dpx, só mto tempo dpx, é q tenta corrigir os seus erros! O que por vezes ja pode ser ou ter sido tarde demais em algumas coisas!
Mas ainda estamos a tempos de corrigir mtas coisas, mas primeiro que tudo temos de "ganhar" consciência!

Até amanhã! Ou melhor: até hj mais tarde!:P

admd

Anónimo disse...

Rute diz:
Bom dia :-))))
A receita do molho de levedura de cerveja é bem simples.
Ingredientes: Azeite, Molho de soja, Alhos, Levedura de cerveja e Mangericão.
Preparação: Numa tijela, com uma vara de arames, coloque azeite q.b. e levedura (pouca quantidade de inicio) e vá batendo. Conforme mistura o preparado vá aumentando as quantidades. De forma a que fique homogênio e líquido. No final junte o Shoyu para conferir sabor a sal (mas não junte sal, hein!) e 2 dentes de alho esmagados. A terminar, uma erva aromática picadinha (eu juntei mangericão).
Deixe repousar no frio e sirva para temperar saladas. No entanto também é óptimo para molhar o pão (especialmente se o azeite for bom e se o pão for caseiro. Com pão de grão é espetacular por exemplo).
Até logo, Caríssimos.

Anónimo disse...

Rute:
Esqueço-me sempre de dizer mais alguma coisa...
Ainda comentando o preço dos produtos biológicos, chamo à atenção para o seguinte:
Quanto mais pessoas aderirem aos produtos biológicos maior será a necessidade de produtores biológicos. Alargado este mercado, por certo, estes itens irão descer de preço.
E subscrevo as afirmações do CARPE DIEM - 1 kg de Carne ou Peixe custa muito mais caro.
Mesmo que se opte por consumir carne ou peixe biológico, convém mudar o hábito de colocar no prato tanta proteina animal. Deveriamos de reduzir para 1/4 a quantidade de carne ou peixe e aumentar a quantidade de legumes, frutas e cereais.
Inclusive a Roda dos Alimentos conhecida por todos nós já tem nova versão, dando maior importância ao reino vegetal e à água como elemento central.

Anónimo disse...

Rute:
Eheheheh, ainda não é desta que se vêem livres de mim.
Outro erro é o de comprar quantidades exageradas e depois deixar estragar tudo no frigorifico. Assim sim, podemos apelidar os biológicos de dispendiosos.
Eu optei por contratar os serviços das empresas de cestas biológicas e estou super satisfeita.
Todas as semanas trazem-me a quantidade certa só para aquela semana. Em vez de comprar uma melancia inteira vem 1/4 ou metade, por e.x.
A frescura dos alimentos é importante para a alimentação e não tão só o serem biológicos.
Mais ainda, os produtos biológicos permitem-nos comer casca e tudo. Portanto rendem mais. As cascas tem inúmeros beneficios. Cá em casa os residuos orgânicos são pouquíssimos. Comemos quase tudo com casca.

Anónimo disse...

" As cascas tem inúmeros beneficios. Cá em casa os residuos orgânicos são pouquíssimos. Comemos quase tudo com casca. "



Em produtos biológicos CONVEM comer a casca porque contêm concentrações mais altas de nutrientes, nos produtos "convencionais" não se deve porque contêmconcentrações mais elevadas de quimicos.

Anónimo disse...

"Esse é outro mito. É muito mais barato um kilo de frutas (uns 2 euros) do que um kilo de carne (uns 6/8 euros)."

Certo, mas com os 6€ de carne conseguimos comprar um equivalente/substituto nutricional?

É q hj em dia os preços dos legumes e das frutas tendem a ter aumentos de preços cada vez maiores..

Eu sou estudante, e no tempo de aulas costumo almoçar em cantinas, e nas cantinas a k costumo ir costumam ter o prato vegetariano...algumas vezes almocei esse prato. Mas acho q mtas vezes esses pratos parecem mto longe de ter uma boa quantidade nutricional! E que diga o nosso organismo!pq qdo almoçava o dito prato vegetariano, passado uma hora tinha de ir lanchar!...

Qto ao uso de frigideiras ou grelhadores com o dito teflon, passei a usar pk tenho abdicado cada vez mais dos fritos e tendido para os grelhados...e ao usar estes grelhadores c teflon alia-se o facto de evitar usar margarinas ou oleos nos grelhados! Acho que torna os grelhados mais saudáveis para o nosso organismo e para o ambiente, evitando assim deitar os oleos pela pia abaixo e o uso de maiores qtidades de detergente na lavagem dos mm!

anónimo "Carpe diem": se me puder informar outro soluçao de k n o uso destes utensilios c teflon...ate gostava de saber!

Gostava tb de o desafiar a expor, neste forum, a sua lista "alimentacional" de um dia completo, cronologicamente datada! Assim ao estilo co estivesse a escrever ao seu diário o que comeu ao longo do dia. Por curiosidade ;)
Isto se quiser partilhar, claro! :)

Cara Rute:
agradecido pela receita, um dia destes vou experimentar!mas ate lá gostava de ser informado +/- acerca das qtidades...n em mililitros nem em gramas, mas mais ou menos em colheres.. :P
E outra dúvida: e a receita para o molho de soja? ou refere-se akeles molhos de solha ja veem em garrafinhas?...é que olhando para os rótulos desta ditas, uma pessoa pensa que o dito sal tvz seja mais natural do que usar propriamente o molho de soja..

Por acaso tenho um frasco de soja no frigorifo...mas co me aconteceu c a levedura de cerveja, aconteceu-m o mm c este molho..."fui correr logo para a casa-de-banho"! Dou-m um bocado mal com estes substitutos ditos mais saudáveis.. um dia destes apanho um trauma! lol
Mas só para dar que pensar, vou transcrever os ingredientes k veem no rótulo:
Molho de soja (Soya Sauce - Ramazzotti)
Ingredientes: água, molho de soja (15%), açúcar, SAL, corante E150a, farinha de trigo, ácido láctico, conservante E202.

E agora Info sobre o corante e o conservante:

E150
* Caramelo
* Colorante amarronado. se obtiene en presencia de amoníaco.
* Provoca alteraciones sanguíneas en ratas experimentadas.
* Alimentos: chocolate, bebidas, salasa de soja, etc.
* Toxicidad: Evitarlo.

E202
* Sorbato de Potasio.
* Conservante natural o artificial.
* Se obtiene de la naturaleza, aunque se fabrica artificialmente.
* El organismo lo asimila perfectamente.
* Alimentos: leche fermentada y yogur.
* Toxicidad: ninguna

Este conservante parece que é inofensivo, mas só o facto de este puder ser fabricado artificialmente já dá que pensar!...

Abraços

admd

Anónimo disse...

"Certo, mas com os 6€ de carne conseguimos comprar um equivalente/substituto nutricional?
É q hj em dia os preços dos legumes e das frutas tendem a ter aumentos de preços cada vez maiores.."



Obviamente que sim, com o preço de 6 euros é possível comprar alimentos suficientes para cozinhar almoço e jantar bem diversos, com "todos" os nutrientes necessários, enquanto que as carnes poucos nutrientes oferecem e comparado com as DUAS refeições veg, uma pessoa ficaria com muita fome.

O preço das carnes vão subir cada vez mais, até que daqui a 20, 30 anos, só mesmo pessoas abastadas é que vão poder comprar, porque os efeitos negativos no ambiente na criação de carne são tão graves, que se tornará muito mais caro produzir isso.

Ou seja, nas próximas decadas por questões económicas a maioria das pessoas vai ter de se tornar vegetariano ou quase, à força.




" Mas acho q mtas vezes esses pratos parecem mto longe de ter uma boa quantidade nutricional! E que diga o nosso organismo!"


Pode ser que não sabem cozinhar e/ou põe poucas coisas (o que acontece muito).
A alimentação vegetariana também é de mais fácil digestão (o que é positivo claro), por isso também pode ajudar à falsa sensação que se está com fome porque o estomago fica vazio mais rapidamente, por demorar menos tempo a processar os alimentos.




"se me puder informar outro soluçao de k n o uso destes utensilios c teflon...ate gostava de saber!"


Para isso não uso teflon, uso inox, depois é só passar logo por água e lavar que sai sem problemas.






"a sua lista "alimentacional" de um dia completo, cronologicamente datada! Assim ao estilo co estivesse a escrever ao seu diário o que comeu ao longo do dia. Por curiosidade ;)"

LOL

Desculpe mas assim não dá, exige tempo e tudo o mais. Tento só ter uma alimentação diversa, muito baseada mais em legumes, vegetais, cereais e o mais possível muitas frutas, tudo o menos transformado possivel.
O melhor mesmo é procurar na net por receitas vegetarianas que existem centenas de grande qualidade.



cumprimentos

Anónimo disse...

Tentei! ;) Ok!

"Desculpe mas assim não dá, exige tempo e tudo o mais."

Deve comer mm mta fruta! :)

Mais uma vez agradecido pelas suas sugestões e esclarecimentos!
Vou ficar mais atento à informação que possa existir acerca desse tipo de alimentação e ao co prepará-la de modo a termos uma refeição o mais saudável e equilibrada possível!..

Qto a essa de grelhadores de inox, tenho k descobri-los então!;)

Cumprimentos!

p.s.:e até qdo surgirem novas duvidas!:P

admd

Anónimo disse...

mensagem teste

Anónimo disse...

Rute:
ADMD, o molho de soja convém ser também biologico e sem esses E´s.
O meu molho de soja apenas diz na parte dos ingredientes: Grão de soja, água e sal marinho.
Quantidades:
1/2 copo de azeite, 2 a 3 colheres de "sopa" de molho de soja (conforme o gosto a sal que se pretenda), 1 alho e 2 colheres de "sobremesa" de levedura de cerveja.
Desta última vez que fiz o molho, optei pela "varinha mágica" (não sei se no Porto se diz assim!). Foi muito pratico, juntei os ingredientes todos e triturei. Ficou optimo. Guardei no frigorifico e só adicionei o mangericão na hora de temperar a salada.

Paulinho disse...

Bom Dia a todos!
Quando o peixe esta contaminado com metais pesados, existe alguma forma de descontaminação desses peixes.
Existe a possibilidade de levar esses peixes para uma água limpa e estes com o tempo se descontaminarem?
Obrigado!