sexta-feira, dezembro 7

PORTUGAL - ÁFRICA: QUE OPORTUNIDADES?

A cimeira União Europeia-África, que amanhã começa, tem estado centrada na vinda, ou ausência, de Robert Mugabe. O que é absolutamente estratégico para Portugal são as relações com os PALOP, e é nestas que queremos centrar a discussão e o esclarecimento neste Sociedade Civil. A larga maioria das iniciativas de apoio ao desenvolvimento e de ajuda humanitária portuguesas, estão canalizadas para os cinco países de língua oficial portuguesa. Continuam os protocolos de formação superior de estudantes desses países, o apoio ao tratamento médico de algumas patologias em Portugal e incentivos de desenvolvimento e promoção das artes, como o levado a cabo pela Fundação Gulbenkian. Para além das oportunidades de negócio com os PALOP, a área não-lucrativa do nosso relacionamento com África é certamente a mais profícua. Vamos conhecê-la no Sociedade Civil de hoje.

15 comentários:

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Portugal é um país pacato, de bem com todos, e isto talvez porque é um país tão pequeno e logo facilmente destrutível.
Convém manter boas relações com os Palop, mas quanto a mim quem tem mais a ganhar com este estreitar de relações é África, pois nós podemos ajudá-los em termos de formação escolar e de tratamentos hospitalares.
Espero que esta cimeira não sirva só para dirigentes passearem, gastar uns cobres dos nossos impostos e poluir o ambiente com tanta viagem aérea.

CC

Maria Mendes

Anónimo disse...

África está na situação que está, pobre, sociedades divididas, com guerras civis e entre países, severas violações dos direitos humanos, com uma corrupção massiva e com muitos milhões a passar fome e a morrer, devido a todo o seu passado e mesmo ao seu presente, devido ao pesado e terrivel legado que alguns paises europeis, que os EUA e a ex-URSS e agora Russia fizeram no tempo das "descobertas", na colonização, e ainda fazem agora com o neo-colonialismo, com a globalização económica... Exploram, manipulam e destroiem África em nome do dinheiro, do poder e dos "ideais" distorcidos.


Se África é como é, a responsabilidade é em especial da Europa, incluindo de Portugal.

cd

Anónimo disse...

Sobre a cimeira europa-áfrica, basta dizer que muitos dos lideres africanos (e mesmo alguns europeus), quando chegassem ao aeroporto deveriam ser presos de imediato e extraditados para Haia, por crimes de guerra e/ou contra o seu povo e a humanidade.

Esta cimeira parece ser em grande parte uma hipócrisia e um "lavar de face", tanto de alguns paises europeus que querem é continuar a explorar África, e de países africanos onde graves crimes s
ao cometidos.

cd

rkardo disse...

Seria importante uma boa parte da opiniao publica ocidental fazer as pazes com o passado e olhar para o futuro com olhos de esperança.
Nao me parece justo que os erros gravissimos cometidos no passado devam ensombrar o progresso que tarda a chegar aos africanos num todo.

rkardo disse...

Na minha opiniao os erros cometidos actualmente sao bem mais pesados que o passado herdado.
Por um lado Africa continua mergulhada em guerras fratricidas muito por culpa de todos os europeus porque e facil opinar neste blog sobre o que parece mas vejo diariamente fortalecerem as posiçoes de quem explora o continente africano como se este lhe fosse devido.

rkardo disse...

Por outro 'Africa continua a ser vista como o continente desgraçado, atrasado e a EU continua apostada na minha opiniao em fornecer "ajuda-esmola" que africa nao precisa, a europa da com uma mao mas tira com a outra, os acordos comerciais bi-laterais servem aos palop exclusivamente para nao escuarem a produçoes proprias deixando a sua produtividade nas prateleiras por aumentar a competitividade dos produtos importados.

rkardo disse...

E e moral exportar a falta de moral que reina nas empresas portuguesas para África? Não e condena los ainda mais? Qual e o pais Áfricano onde o legislador vai por os direitos dos trabalhadores a frente do investimento estrangeiro?

Anónimo disse...

África é um óptimo mercado para europreu e americano continuar a explorar.
Boa para venda de armas, pois é bom para a Europa e a América manterem também este continente em situação de guerra.
Boa para tráfico de pessoas e orgãos.
Boa para pedófilos.
Tem tudo que é bom para qualquer "bem sucedido" europeu e americano, político ou administrador de empresa publica e privada.
Tudo que é bom para os gangsters explorar.

Ocram disse...

Se a Europa, no seu conjunto de países com a Suíça incluida, congelasse os fundos dos dirigentes Africanos e empresas, Africanas e Europeias, que comprovadamente beneficiam directamente da corrupção, empobrecimento e conflitos nesses países, se a Europa desse esse exemplo, e devolvesse esses fundos aos países, através das ONG que aí operam e outros meios legitimos, estou certo que em África muito mudaria.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
rkardo disse...

Estranho aparecerem muitos comentarios anonimos.
OS ditos gangsters so exploram porque lhes e pemitido. Nao fora a falta de participação civica verdadeiramente activa e talvez alguns problemas domesticos e de politica externa poderiam ser mitigados.

rkardo disse...

Pela experiencia, muito pouca, que tenho de áfrica parece me complicado esse tipo de acção. A corrupção mina áfrica a todos os niveis desde os mais altos cargos ate as fileiras no terreno.

rkardo disse...

conheço pessoalmente casos de empresas angolanas que alem dos impostos devidos ao estado necessitaram de pagar a alums generais e alguns militares pra que as obras de construção civil que tinham em curso podessem "prosseguir em segurança".

rkardo disse...

E bom que não esqueçamos que onde ha um corrupto ha um corruptor. Mas onde co-habitam varios corruptos formasse um carrossel de agiotas.