terça-feira, janeiro 22

Colombo era português?



O novo filme de Manoel de Oliveira, «Cristovão Colombo - O Enigma», colocou na actualidade a teoria de que o descobridor da América era português, nascido na vila alentejana de Cuba (daí ter dado à maior ilha por ele descoberta no mar das Antilhas o nome da sua terra natal). A longa-metragem estreou um dia depois de Manoel de Oliveira completar 99 anos e é inspirada no livro «Cristovão Colon era Português», de Manuel Luciano da Silva e Sílvia Jorge da Silva. Já em 2006, aquando do 500º aniversário da morte de Cristóvão Colombo, especialistas da Universidade de Granada e de cinco outros centros de estudos genéticos mundiais recolheram mais de 120 amostras de ADN em Espanha e Itália que compararam com os dados genéticos dos restos mortais de Colombo, mas não chegaram a nenhuma conclusão. A maioria dos pioneiros dos mares eram portugueses – falta ao orgulho nacional o nome maior de Colombo. O debate ganha mais actualidade no ano em que se assinala do 200º aniversário da chegada da corte ao Brasil.

22 comentários:

lady_blogger disse...

Se falassem do filme onde a protagonista é a Soraia Chaves, dada a correria às bilheteiras, certamente haveria muitos mais comentadores para o tema.
Não vi nenhum dos filmes, mas não foi com o Manoel de Oliveira que tomei conhecimento da hipótese de Cristovão Colombo ser cubano, ou melhor, alentejano. Essa questão havia sido colocada há muito, e foi por intermédio de uma reportagem televisiva que fiquei a saber da dúvida inerente à nacionalidade de Colombo.
Pergunto como é que as análises feitas ao ADN de Colombo não levaram a conclusões sobre este assunto. Terão nuestros hermanos descoberto que Colombo era português e escondido esse facto?
Nós lusos é que fomos os grandes aventureiros por esses mares adentro, descobrimos e colonizámos, e hoje resignamo-nos...

CC

Maria Mendes

AlémTejo disse...

Quando é que vão focar na verdade histórica? Já leram o livro de Manuel Rosa e Eric Steele? O Mistério Colombo Revelado arrasa toda a história de Colombo ter sido Genovês.

patio disse...

Realmente, com tanta tecnologia disponivel é curioso ainda este "romance" à volta da nacionalidade de Cristovão Colombo.Aproveito o facto para dar os parabéns ao realizador Manoel de Oliveira pelos seus 99 anos.Fantástico, para quando um oscar pela carreira deste Português?

pedro oliveira
http://vilaforte.blog.com

j disse...

Boa Tarde.

Folgo em ver José Rodrigues dos Santos em pleno na RTP, sem processos.

2anD disse...

realmente as duvidas sao muitas!ja li algumas coisas sobre este dilema incluindo o livro de Jose Rodrigues dos Santos. Penso que se este for bem adaptado ao cinema (espero que os senhores de hollywood nao o destorçam) e isso proporcie um novo levantar do tema que os traga a verdadeira historia.

j disse...

Vai ser mais uma para reclamarmos junto dos espanhóis, se for como a de Olivença não vejo quando vai ser possível.

lady_blogger disse...

Fernanda pergunte directamente aos seus convidados se eles acham que Cristovão Colombo era português, e peça-lhes uma resposta directa, um sim ou um não.

CC

Maria Mendes

P.S. O meu CC não significa Cristovão Colombo. Os comentadores habituais sabem o significado.

Miguel disse...

Porquê o 4ºmundo se chama América e não Colombia? José Lopes

j disse...

Tenho muita consideração pelo Professor José Hermano Saraiva, mas pergunto ao professor, quantas estórias imaginadas fazem parte da História Mundial?

Muitas professor, por isso é que se deve ter espirito aberto a novas descobertas, e muitas vezes é necessário reescrever a História.

2anD disse...

O sr Jose hermano saraiva diz que apareceram por ai um escritores fantasiosos, mas quem o é é ele, ele sim inventa a sua historia a casa programa. neste comentario nao disse basicamente nada de novo. dor de cotovelo?

Miguel disse...

Porquê a visita de Colombo após a viagem ao 4ºmundo ao nosso rei? José Lopes

Miguel disse...

D.João foi talvez o rei mais visionário, inteligente. Após a viagem de Colombo e tendo à sua frente o Almirante nâo lhe moveu qualquer "represália"? José Lopes

j disse...

José Manuel Garcia, se calhar devia conheçer toda a documentação!

Pedro disse...

Boa tarde. Eu acredito que Colombo fosse português. Toda a nossa história da nevegação está envolta em alguma controvérsia, mas não acredito que sendo Portugal um país que estava fortemente empenhado em descobrir um caminho marítimo para a India e fazendo-o de forma a prevenir-se da cobiça dos outros reinos Europeus, houvesse um Genovés que conseguisse acesso quer à corte Portuguesa ou Espanhola. Penso que teria de ser alguém que já fizesse parte dessas cortes. 2º Ponto, hoje em dia também se supõe que tenham sido marinheiros portugueses a chegar à Austrália ainda antes do Cpt Cook. A nossa tradição maritima parece-me bem marcada

Nequinhas disse...

Adoro História, especialmente de Portugal, apesar de me ter formado na área das ciências exactas. Tive dois excelentes professores de História que não se limitavam a ensinar o conteúdo do livro adoptado, também nos motivaram a questionar... Por isso, foi-me apresentado, à cerca de 12 anos atrás, um Colombo genovês e um Colombo português... e todos os argumentos que uma e outra vertente defendem... Existem por isso, pessoas licenciadas em História que não se coibem de falar de um Colombo português

Inês Sousa

Pedro disse...

Não seria Colombo um rival português de Vasco da Gama, ambos da mesma corte, que consciente das beneçes que poderia alcançar chegando à India e podendo tornar-se vice-Rei se lá chegasse ainda antes do seu concorrente. Talvez daí a sua grande pressa em afirmar que chegou à India quando afinal tinha chegado a outro continente

Lígia disse...

Vivo em Itália há um ano,por razoões profissionais do meu marido(militar) e temo-nos divertido imenso a " provocar" os Italianos com esta história e a deixar os outros internacionais com cara de ponto de interrogação. Digo provocar porque os Italianos têm uma soberba cultural que nos temdado muito gozo desmontar. No Natal passado oferecemos vários codex 632 (que felizmente já está traduzido cá) , a amigos Italianos e quando nos juntamos com Espanhóis e Italianos a conversa é Muiito animada ( já para não falar das discussões sobre a origem de doces como o torrão e os nossos doces do Algarve que os Sicilianos dizem seus). Só para concluir tudo isto é muito interessante e este programa vai-me ajudar nas minhas argumentações.

P. Mendes - Viseu disse...

O Senhor Cristóvão Colombo foi trabalhar como muitos para Itália e sentiu o que é ser bastardo e emigrante. Magoado com a coisa, assumiu a condição italiana, mas perdoou a Portugal ao casar com uma portuguesa (que por acaso até descendia de italianos).
Depois de se especializar em Itália, arranja uma boa colocação em Espanha e é por aí que vence na vida. possivelmente até deu para ser espião de D. João (talvez em part-time ou até mesmo por orgulho nacionalista). No entanto quem lhe pagava o ordenado de almirante era Castela e, tal como hoje, qualquer português nestas circuntâncias aceitaria a dupla ou a tripla nacionalidade.
Por isto tudo eu acho que Portugal ainda é um grande mar de Cristóvãos Colombos.

CaveMan disse...

Como professor de História que sou devo possuir uma 'mente aberta' perante questões que não me parecem completamente encerradas e que, provavelmente, nunca o serão...
A questão sobre a nacionalidade de Colombo (ou Colon, como queiram...) está, de novo, na ordem do dia e já tem cerca de um século (para mais informações consultar http://www.aph.pt/nao_perder/index.html).
Se nós portugueses, de uma forma pacífica, aceitamos que D. João II pode ter omitido o facto de conhecer o Brasil por razões político-estratégicas, também deveremos admitir que poderia interessar a Portugal omitir a identidade portuguesa de Colombo, quando ele foi autor de um feito histórico, ainda que obra do acaso.
Uma coisa é certa: a beleza da História está no facto de ela poder ser investigada, trabalhada, discutida e alvo de controvérsia ainda que os factos, esses, sejam incontestados...
Helder Graça

POESIA LUMIÚNICA disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
AlémTejo disse...

Só para quem ainda não leu o livro de Manuel Rosa "O Mistério Colombo Revelado" é que o descobridor continua a ser Colombo e Genovês e pelo que eu sei o Prof. José Hermano Saraiva recusou-se a ler o livro embora esse fosse entregue na sua casa pelo próprio autor quando esteve em Lisboa dos EUA para uma entrevista para o Discovery Channel (www.colombo.bz/events_novidades2007.htm).
O Mistério Colombo Revelado
desmonta o genovês pela raíz e deixa a porta aberta a um nobre Colon Português que jamais será fechada.

Parabéns á equipa do programa Sociedade Civil pela capacidade de prever que o Enigma e o Mistério merecem de ser discutidos.

ypsolon disse...

Estou de acordo que Colombo era português. De todos os livros que li nos últimos 20 anos sobre o Colombo português somente os de Manuel Rosa e de Mascarenhas Barreto mostram provas documentais

Mas no Mistério Colombo Revelado, Manuel Rosa dá um passo gigantesco além dos outros todos em entroncar o Almirante das Índias na sua familia portuguesa e na corte de D. João II.
O livro de Luciano da Silva nem compara e foi uma má escolha de Manoel de Oliveira.
Gostava de ver mais debates sobre o Colombo Português mas desta vez com Mascarenhas Barreto e Manuel Rosa contra José Saraiva :)
A história vai mudar é só uma questão de tempo.