quinta-feira, março 27

Insegurança Aumenta?

O clima de insegurança parece ser a expressão mais mediática do momento. Jornalistas questionam-se, políticos comentam e justificam-se com as estatísticas dos números.

Mas, afinal, o que é que os portugueses na sua maioria sentem? Será que se consideram menos protegidos pelas forças de segurança? Ir a um jogo de futebol é sinónimo de receio? Estacionar o automóvel à noite ao pé de casa pode ser um exercício aterrador?

Neste Sociedade Civil queremos avaliar as consequências que o “clima de insegurança” está a ter na vivência das pessoas? O que muda no seu dia-a-dia? Reforça-se o zelo pelas crianças e idosos? Haverá razões para tal?

Analisamos os dados, comparamo-los com outros anos, e tipificamos a criminalidade. Será esta mais violenta?

31 comentários:

anonimo disse...

Acho que este país está cada vez pior. ainda ontem ouvi uma história de uma pessoa que foi agredida com 80 titos de caçadeira e tem de trabalhar ao pé do agressor para poder sustentar os fihos. as autoridades não fazem nada pois dizem que não podem fazer nada, pois a vítima não morreu agora deixo uma questão:
a vítima tem de morrer para se fazer justiça?
depois de morta não será preciso!

.lado errado do coração disse...

Estudo e passo a maior parte do meu dia em Rio de Mouro, concelho de Sintra; onde ocorreram aqueles homicidios de dois jovens à cerca de umas semanas atrás que foi muito badalado nos telejornais.

É verdade que é uma zona insegura e sempre foi, passo todos os dias no local onde ainda se vêm as manchas de sangue na estação de comboios e digo para mim mesma que tenho sorte por nunca me ter acontecido nada.

Mas é uma questão de pura sorte, tenho muitos amigos, conhecidos e até o meu namorado que foram atacados/esfaqueados com armas brancas e assaltados na zona. Ve-se pouco policiamento nas zonas mais perigosas de dia, e de noite é nem ve-los.

Nós, estudantes da secundária, somos o principal alvo dos agressores, na sua grande maioria também estudantes que se juntam em gang's e onde os ataques acontecem à luz do dia à frente de todo o mundo.

Com isto que anda nas nossas ruas é impossivel sentirmo-nos seguros!

AXFDASILVA.BLOG disse...

boa tarde

AXFDASILVA.BLOG disse...

FICAMOS TODOS A SABER NESTE INICIO DE DEBATE QUE SOMOS UM POVO CHEIO DE SORTE, PORQUE NO EUA, NA INGLATERRA, NA ALEMANHA E NO IRAQUE O ÍNDICE DE CRIMINALIDADE É MUITO MAIOR, POR ISSO POVINHO CALAI-VOS E AGRADEIS AOS DOUTORES E ESPECIALISTAS, PELO ÍNDICE DE CRIMINALIDADE QUE TENDES. FRANCAMENTE.

AXFDASILVA.BLOG disse...

ESSE ARGUMENTO, PARA RELATIVIZAR E DESVALORIZAR O PROBLEMA DO MEDO E DO INDICE DE CRIMINALIDADE, CHEGA A SER OFENSIVO PARA QUEM VIVE AS SITUAÇÕES DE VIOLENCIA NA PELE E NÃO SÃO 1,2 NEM 100 PESSOAS A DIZER O MESMO, É UMA POPULAÇÃO QUE NÃO SE DESLOCA DE CARRO E NÃO TÊM SEGRANÇA PESSOAL, A SOFRER DO TAL INDICE DE CRIMINALIDADE MENOR QUE NO RESTO DO MUNDO, COM O MAL DO RESTO DO MUNDO POSSO EU BEM.

AXFDASILVA.BLOG disse...

AH, ESQUECI-ME DE MENCIONAR UM PEQUENO PORMENOR, NÃO TENHO NENHUM DOS MUITÍSSIMOS, IMPOSTOS EM DIA, ISTO É, NÃO DEVO NADA AS FINANÇAS.

AXFDASILVA.BLOG disse...

P.S. JÁ ANDO HÁ SEIS (6) ANOS A PAGAR UMA CRISE QUE NÃO CRIEI, E A SOFRER NA PELE.

AXFDASILVA.BLOG disse...

NO ANO PASSADO FUI A LONDRES, E PASSEI PELA CIDADE COMPLETAMENTE RELAXADO E COM O SENTIMENTO DE SEGURANÇA, ANDEI POR COMBOIOS E METRO ALGUNS CHEIOS DE GENTE, COM UM SENTIMENTO DE ESTAR SEGURO E SEM MEDO DE CARTEIRISTAS. E ESTIVE 8 DIAS POR LÁ.

AXFDASILVA.BLOG disse...

SERÁ QUE ALGUM DOS EXMOS. SENHORES AI PRESENTE, VIAJA DIARIAMENTE PELOS COMBOIOS DA LINHA DE SINTRA OU DE CASCAIS, A 00H00 OU 01H00, E EXPERIMENTOU ANDAR PELAS RUAS DO CACEM, RIO DO MOURO OU TAPADA DAS MERCES? NÃO COM COMITIVAS NEM COM SEGURANÇA PESSOAL, NEM EM DIA DE VISITA OFICIAL, MAS SIM SOZINHOS E TODOS OS DIA COMO QUALQUER MORADOR DESSAS ZONAS, QUANDO VÊM DO TRABALHO???

Rkardo disse...

reposta a axfdasilva:

ainda bem que nenhum metro expoldiu.

Rkardo disse...

vivo em rio de mouro.

sinto me inseguro.

fui obrigado a adoptar medidas de protecçao.

recentemente a gnr deu lugar a psp e eu enquanto habitante da zona de juridiçao ainda nem sei qual o novo numero da esquadra e se este foi alterado?

Rkardo disse...

trabalho num centro comercial e vejo de 3 em 3 dias os trabalhadores das tranportadoras de valores carregarem os MB de uma forma que convida ao assalto.

Porque?

e se o assalto corre mal?

e se alguem inocente for morto ou ferido num tiroteio?

PROJECTO "LEUCEMIA" disse...

correia
rc
geraledgarSou da zona de Samora Correia onde também por vezes esta zona é um pouco conturbada.
Para combater esta onda de criminalidade que abala Portugal neste momento é preciso não só mais patrulhamento das ruas diariamente de dia e de noite, como também é urgente o aumento de policiamento nos locais onde á partida se sabe onde existe mais criminalidade e violência. Parte também de cada cidadão comum seguir as regras já mencionadas no programa!

PROJECTO "LEUCEMIA" disse...

Sou da zona de Samora Correia onde também por vezes esta zona que julgo segura mas com esta onda de violência sinto-me menos seguro nas ruas da minha terra.

Para combater esta onda de criminalidade que abala Portugal neste momento é preciso não só mais patrulhamento das ruas diariamente de dia e de noite, como também é urgente o aumento de policiamento nos locais onde á partida se sabe onde existe mais criminalidade e violência. Parte também de cada cidadão comum seguir as regras já mencionadas no programa!

AXFDASILVA.BLOG disse...

ESTATÍSTICAS ????????!!!!!!!! SENHOR GENERAL (DESCULPE SE ESTOU ERRADO), SABE O QUE DIZ A ESTATÍSTICA? EM 10 TRABALHADORES, SE 1 GANHA 10.000 € E OS OUTROS 9 GANHAREM 100 CADA UM, DIZ AS ESTATÍSTICAS QUE OS 10 TRABALHADORES GANHAM EM MEDIA 1.090€ CADA UM.

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger Rkardo disse...

reposta a axfdasilva:

ainda bem que nenhum metro expoldiu.

NEM PONTE DE ENTRE RIOS CAIU, NEM COMBOIO/METRO DE MIRANDELA, CAIU AO RIO.

Rkardo disse...

eu gostava antes de mais retirar lhes a sensaçao de impunidade.


o tribunal pode nao ser soluçao. talvez um maior poder as policias para poderem intrevirem sem que se levantem questoes absurdas sobre direitos civis seja um bom primeiro passo.

Ana Ferreira disse...

Há uma clara ideia que o crime aumentou ao longo do tempo. Contudo, a noção e a natureza de crime sofreram algumas alterações num longo percurso. Por exemplo, a violência só seria crime quando vista publicamente. Todavia, com a sensibilização e consciencialização, em matéria de violência doméstica e intrafamiliar, o crime ganhou novos contornos, ou seja, deixou de ser pensado na esfera pública para se estender à esfera privada.
Além disso, as estatísticas ligadas ao crime valem o que valem. Há, efectivamente, as chamadas cifras negras que mostram a clara contradição entre o que é declarado e o vivido. Apesar de as estatísticas nos darem alguma informação acerca do fenómeno, o mesmo tem problematizações e construções que ultrapassam a dimensão dos números.
No que diz respeito à Justiça, é sabido que, infelizmente, a lei tem vindo a proteger os agressores e as vítimas ficam sempre “debaixo da moeda no caras e coroas da vida” (expressão de um especialista da APAV).
Deixo apenas alguns conselhos:
• A violência atinge todas as sociedades e muitas famílias, por isso, deverá haver um compromisso social no sentido de reconstruir sociabilidades e reorganizar as redes sociais (essencialmente as que se encontram destruídas);
• A sociedade deve seguir a linha de uma mudança de mentalidades, essencialmente, no combate a um conjunto de estereotipos e preconceitos em torno do crime. Como por exemplo, a ideia de que o crime atinge apenas os indefesos e as famílias com perturbações mentais que desafiam o crime;
• Deverá haver uma rede inter-institucional no sentido de dar resposta a crimes tão vergonhosos.

ricardo disse...

Portugal diz que tem falta de policiamento,falta de agentes entao eu pergunto porque é que neste pais ao contrario de outros da comunidade europeia uma pessoa para concorrer para agente da autoridade policial so o pode fazer até aos 26 ou 27 anos, quer dizer que uma pessoa com 30 ou 35 já é velha para (abater) reformar? enquanto noutros paises nao há limite de idade? Porque? e vamos aceitar javens de 18 e 23 anos que ainda nem á tropa foram para serem esses os policias que nos vao proteger na rua? que maturidade tem esses jovens? e diz o estado que tem falta de agentes

Rkardo disse...

gostava de relembrar o caso dos 2 homicidios na estaçao de rio de mouro.

no dia a seguir aos crimes vi e ouvi os familiares e amigos do criminoso dizerem que sabiam o ia acontecer.

porque nao foram presos por associaçao criminosa?


ou negaçao de auxilio?


porque razao nao havia policia em frente ao predio de uma das vitimas se la acorreram dezenas de populares e a situaçao foi muito tensa?

Diogo disse...

Aconteceu de dia a regressar da queima do porto qdo fui abordado no meio da multidao por 3 miudos q me roubaram o tlm,mas n tinha reparado. Quando me apercebi fui atras e apanhei, pq afinal n so eram 3 mas 6. pedi ajuda a multidão q regressava mas ninguem fez nada, de referir q a policia estava a 500m do local. Li no jornal q nesse mm local no dia anterior algurem tinha sido espancado...Ainda assim tive sorte. Acontece todos os anos em matosinhos à saída da queima.

Bahamuth disse...

ando na linha de sintra todos os dias para ir para a escola...vocês falam muito em medidas de prevenção, pois então digam-me quais devo adoptar?!
não uso jóias nem roupas ou valores à vista, levo apenas o material essencial para as aulas tal como o meu pai que sai do trabalho à meia-noite e tem de usar os transportes públicos...apesar dos acontecimentos mais recentes não se vê policiamento nem na estação do cacém nem no comboio...e ainda dizem que nós é que somos os cobardes? nós não somos porque apesar do sentimento de insegurança continuamos a utilizar os transportes. vocês, o peixe graúdo, é que são cobardes que não têm a minima noção da realidade do país...vêm-na através da janela do carro na marginal de cascais...e falam de responsabilidade civil?! eu não me vou meter entre um gajo armado e uma suposta vitima e nem quero que o meu pai o faça porque não quero ficar sem um pai por ele ter tentado evitar um crime ou perder a minha vida pra o fazer, para além disso sei que esse agressor não será punido, ou porque é menor ou porque a lei sofre de tantas lacunas que permite que apesar de ter cometido vários crimes mantém-se nas ruas e vai-se lembrar da minha cara. isso é tarefa vossa...a nossa e de não cometer crimes e trabalhar para descontar para o vosso bolso...só espero que os vossos filhos quando forem para a faculdade, tal como eu, não sejam assaltados ou esfaqueados como testemunhamos todos os dias. nem todos podem de carro para o trabalho e também não é desejavel andarmos todos armados para segurança, como nos estados unidos, pois sabemos que essa não é a solução ideal e só serve para para instigar a violência. não relativizem a situação actual.

AXFDASILVA.BLOG disse...

NÃO É PRECISO "DAR FORÇA" A POLICIA, NEM POR UM POLICIA EM CADA ESQUINA, BASTA QUE QUEM SEJA APANHADO EM FLAGRANTE DELITO E NOS JULGAMENTOS ONDE SE PROVA OS CRIMES COMETIDOS, CUMPRAM PENAS DE ACORDO COM O CRIME COMETIDO, MAS CUMPRAM MESMO E NÃO INDIVÍDUOS QUE DEPOIS DE SEREM APANHADOS EM FLAGRANTE DELIRO E OUTROS COM 10 OU 20 PROCESSOS PENDENTES PARA JULGAMENTOS CONTINUEM CÁ FORA A COMETER OS MESMOS CRIMES IMPUNEMENTE.

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger Bahamuth disse...

ando na linha de sintra todos os
ELES QUEREM DIZER POR PALAVRAS MAIS SIMPLES: TORNE-SE INVISÍVEL...
É ISSO O QUE ELES QUEREM DIZER, MAS DEIXE ESTAR QUE PARA O ANO ASSIM QUE COMEÇAR O PERÍODO ELEITORAL, VÃO BABA-LA ATÉ METER NOJO COM PROMESSAS, NÃO DE 72 VIRGENS, MAS DO PARAÍSO CERTAMENTE QUE VÃO.

Rkardo disse...

quam da segurança aos cidadaos e a policia nao os tribunais.


um delinquente que sabe caso seja apanhado em flagrante vai ser tratado pela policia com paninhos quentes vai continuar com os crimes.

ricardo disse...

Portugal diz que tem falta de policiamento,falta de agentes entao eu pergunto porque é que neste pais ao contrario de outros da comunidade europeia uma pessoa para concorrer para agente da autoridade policial so o pode fazer até aos 26 ou 27 anos, quer dizer que uma pessoa com 30 ou 35 já é velha para (abater) reformar? enquanto noutros paises nao há limite de idade? Porque? e vamos aceitar javens de 18 e 23 anos que ainda nem á tropa foram para serem esses os policias que nos vao proteger na rua? que maturidade tem esses jovens? e diz o estado que tem falta de agentes

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger Diogo disse...

Aconteceu de dia a regressar da queima do porto qdo fui abordado no meio da multidao por 3 miudos q me roubaram o tlm,mas n tinha reparado. Quando me apercebi fui atras e apanhei, pq afinal n so eram 3 mas 6. pedi ajuda a multidão q regressava mas ninguem fez nada, de referir q a policia estava a 500m do local. Li no jornal q nesse mm local no dia anterior algurem tinha sido espancado...Ainda assim tive sorte. Acontece todos os anos em matosinhos à saída da queima.

PELA TEORIA DELES: SE TIVESSE IDO NU NÃO LHE TINHA ACONTECIDO ISSO...

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AXFDASILVA.BLOG disse...

NUM PAÍS EM QUE UM PEDÓFILO, ABUSA 100 UMA CRIANÇA, MAS É JULGADO COMO SE FOSSE PRIMÁRIO, ISTO É, SÓ TIVESSE ACONTECIDO UMA VEZ POR ACASO, SEM DAR POR ISSO, TÃO A VER, NÃO TÃO? ESTA TUDO DITO DOS POLÍTICOS DESSE PAÍS....

Lisbon, disse...

Este aumento da criminalidade (que existe, eu e quase todos os meus amigos já fomos assaltados)

Não tem a ver com medidas policiais mas com medidas politicas/administrativas na minha opinião.

Vejamos:

1º Redução do uso da prisão preventiva,
(ex:aquele polícia do algarve foi morto por um individuo que aguardava julgamento por assalto a um banco. Isto faz sentido???

2º Não há controle nas fronteiras na U.E.
(ex: o individuo, que falei escondia-se em espanha. ex: de onde apareceram tantas armas? ex: grupos de criminosos movimentam-se com facilidade provocando a morte a algumas pessoas em Portugal. Isto faz algum sentido, num espaço com cerca de 30 países???

3º Ninguêm gosta de falar acerca disto, mas na zona da grande Lisboa, houve uma grande tolerância perante a pequena criminalidade provocada pela 2ª geração de emigrandes de bairros degradados. Que nos últimos anos foi-se tornando criminalidade grave mesmo provocada por adolescentes.
(eu sei do estou a falar a minha escola era em frente a um bairro destes e muitas pessoas percebem o que eu estou a falar. Ex: faz algum sentido não se responsabilizar os pais destes jovens??? Quando no canada (julgo não errar), basta um filho não ir à escola para a familia poder ser expulsa. Não é preciso exagerar mas se não se fizer nada só vai aumentar o sentimento de ódio e racismo

AXFDASILVA.BLOG disse...

A injustiça avança hoje a passo firme
Os tiranos fazem planos para dez mil anos
O poder apregoa: as coisas continuarão a ser como são
Nenhuma voz além da dos que mandam
E em todos os mercados proclama a exploração;
isto é apenas o meu começo

Mas entre os oprimidos muitos há que agora dizem
Aquilo que nòs queremos nunca mais o alcançaremos

Quem ainda está vivo não diga: nunca
O que é seguro não é seguro
As coisas não continuarão a ser como são
Depois de falarem os dominantes
Falarão os dominados
Quem pois ousa dizer: nunca
De quem depende que a opressão prossiga? De nòs
De quem depende que ela acabe? Também de nòs
O que é esmagado que se levante!
O que está perdido, lute!
O que sabe ao que se chegou, que há aì que o retenha
E nunca será: ainda hoje
Porque os vencidos de hoje são os vencedores de amanhã