sexta-feira, julho 9

Cancro de pele

Dez mil novos casos de cancro de pele surgem em Portugal todos os anos.
Os especialistas concordam que não devemos entrar em radicalismos contra o sol, mas os cuidados devem ser redobrados, dado que nos últimos anos tem surgido em pessoas cada vez mais jovens.
Os cuidados não devem ser circunscritos aos períodos de melhor tempo, mas também para quem sai durante o ano nas chamadas “férias tropicais”, quando a pele não está preparada. Todos alertas, com os melhores especialistas do SC.

Convidados:
Isabel Jacinto
, Farmacêutica
Luís Filipe Nunes, Responsável Área Observação Meteorológica e Clima do Instituto de Meteorologia
Leonor Girão, Médica Dermatologista
Ricardo da Luz, Médico Oncologista e Presidente da Sociedade Portuguesa de Oncologia

13 comentários:

Pedro de Castro disse...

Boa tarde ao Sociedade Civil e painel de convidados,
Este tema diz-me muito pessoalmente pois já tive melanoma. Felizmente foi detectado numa fase inicial e foi removido na totalidade. Gostaria de enviar os meus cumprimentos à Drª Leonor Girão, pois na altura, foi a Drª que me fez a cirurgia para remoção de margem, no Hosp. Militar de Belém.
Passados 5 anos (na altura tinha 25 anos) já retirei mais 6 nevos, mas felizmente todos eles revelaram-se benignos.
Esta experiência fez-me despertar para o descuidos que tive ao longo da adolescência e que associados a um tipo de pele sensível levaram ao aparecimento precoce deste tipo de problemas de pele.
Hoje em dia não existe de facto desculpa para não se proteger a pele contra os efeitos nocivos do Sol. Desde usar óculos de sol, chapéu com abas largas, t-shirt, protector solar, etc.. todas as medidas estão ao alcançe de todos.
Gostaria que os protectores solares estivessem a preços mais acessiveis pois são um bem essencial nas latitudes em que Portugal se encontra. Os protectores solares com factor protector elevado, 30 e mais, têm uma função altamente preventiva de lesões prematuras de pele. E a sua utilização não é exclusiva para quando se vai para a praia, mesmo na cidade e sempre que se vai estar no exterior em horas de maior intensidade solar é algo essencial.
Gostaria de saber se existe a preocupação de conseguir junto do poder central, tornar os protectores solares mais baratos, nem que seja com iva reduzido ou mesmo isento de iva.

Pedro Castro
Lisboa

Pedro de Castro disse...

ainda sobre os tipos de protectores solares, seria possível esclarecerem as diferenças entre protectores de ecrãn mineral e os de ecrãn químico e para que tipos de pele se recomendam.

João disse...

JOÃO

Julgo que poderia-se instalar postos de venda de protetores solares em todas as entradas dos areais das praias mais utilizadas do país.
Poderia-se também há saída das praias oferecer folhetos informativos completos da maneira como se proteger do sol bem como imagens de cancros da pele com impacto há imagem do que é feito nos pacotes de cigarros em alguns países.

JRTrader disse...

Boa tarde,

Gostaria de saber se na compra de um protector solar, se pode confiar nas marcas brancas, por exemplo nas marcas produzidas por determinadas marcas de hipermercados?

Dado que há uma grande diferença entre os preços, será que podemos confiar a saúde nestes produtos?

Obrigado

Francisco
Lisboa

JRTrader disse...

Boa tarde,

Gostaria de saber se na compra de um protector solar, se pode confiar nas marcas brancas, por exemplo nas marcas produzidas por determinadas marcas de hipermercados?

Dado que há uma grande diferença entre os preços, será que podemos confiar a saúde nestes produtos?

Obrigado

Francisco
Lisboa

Pedro Coto nº17 disse...

Boa tarde,Sociedade Civil.
Sou o Pedro, tenho 12 anos,e vejo sempre o voso programa.
Todos os anos vou para a praia e nunca apanhei um escaldao,embora ficasse bastante moreno...
Este Ano apanhei um nas costas o que me intrigou...
Queria saber porque é que todos os anos nao apanhava escaldoes(e nao colocava protector solar)e este ano apanhei um?

Pedro Côto

Braga

cristadegalo disse...

P=Gostava de saber se o protector solar deve ser usado continuamente, e para além da praia, no dia a dia devemos utiliza-lo? Com o calor sinto me desconfortável com o produto sobre a pele.

Tino_Lomboy disse...

Eu sei que o rosto é a parte do corpo mais exposta à radiação solar, mesmo não fazendo praia ou solário, mas existe algum motivo além deste para o meu tom de rosto ser tão díspar da cor dos meus antebraços?

JPF1977 disse...

Boa tarde!

Porventura se calhar é uma questão demasiado teórica e extensa na explicação, mas:
- O que é que mudou?
Antropologicamente, o Homem sempre esteve exposto ao sol. Claro que os registos oncológicos serão recentes, mas... Começámos por andar nus ao sol, e a dormir nas cavernas, certo? Não estamos "programados" geneticamente para sermos resistentes? Já estivemos? Temos vindo a perder essa protecção natural? Ou, é só "culpa" do ozono?
E os outros seres vivos? Como se estão a comportar relativamente à exposição solar? (Curiosidade: Há mais registos de problemas derivados da exposição solar nos animais?)

Lamento, mas volto a ficar com a ideia de que o que importa e é valorizado, pelo menos em termos económicos/financeiros, é a Doença e não a Saúde! A prevenção eficaz seria então a não exposição solar, esta gratuita e geradora de saúde. Mas, mais uma vez os laboratórios químico/farmacêuticos, entram em jogo, e alteram as regras, seja nos "protectores" solares e nos tratamentos oncológicos, que geram e movimentam, milhões de euros ao bolso dos cidadãos e ao Serviço Nacional de Saúde!

Johnny disse...

Boas,
A melhor protecção é estar à sombra nas horas de maior radiação. Há uma tendência para abusar do sol devido à confiança que as pessoas dão aos protectores solares. Os protectores solares são nocivos e podem contribuir para o cancro ou outros problemas de pele.
Não se devia utilizar este tipo de veneno na pele pois bloqueia os poros.

Ana Diniz disse...

Boa tarde a todos. De facto muitas pessoas utilizam óleo jonhson na praia e isto é sem dúvida é uma péssima ideia. Não só por não proteger de modo algum a pele, mas também porque é um producto tão nocivo e tóxico pois contem uma gigante quantidade de parafina líquida. Deviam fazer um programa relacionado com os químicos altamente nocivos contidos em tantos productos vendidos para aplicação cutânea. É incrível como até os productos para bebés estão tantas vezes cheios destes productos. Como é que isso é possível? E as pessoas não têm consciência nem informação, infelizmente, em relação a este assunto. Há que falar no assunto e educar o consumidor, pois não nos podemos esquecer de que a nossa pele é um orgão e tudo o que lhe colocamos vai ser absorvido e passar para o nosso sangue e tornar-se uma parte de nós. Daí é essencial que prestemos o máximo de atenção ao colocamos em nós e nos nossos filhos.

Filipe Carvalho disse...

Boa Tarde!

Hoje, é mais um dia daqueles que ultimamente se tem vivido no nosso país em que um calor abrasador nos incomoda e, se não forem tomadas as devidas precauções pode muito bem causar sérios problemas de saúde como o tema que hoje esta em debate no vosso programa "Cancro de pele".
Estes são dias em que a última coisa que nos apetece é estar fechados em casa, mas lembre-mo-nos de que, se sairmos à rua, o façamos com segurança de modo a zelar pela nossa saúde que é a coisa mais preciosa que podemos possuir.

Cumprimentos ao vosso programa, a todos os convidados e espectadores.

Ana Diniz disse...

Boa tarde a todos. De facto muitas pessoas utilizam óleo jonhson na praia e isto é sem dúvida é uma péssima ideia. Não só por não proteger de modo algum a pele, mas também porque é um producto tão nocivo e tóxico pois contem uma gigante quantidade de parafina líquida. Deviam fazer um programa relacionado com os químicos altamente nocivos contidos em tantos productos vendidos para aplicação cutânea. É incrível como até os productos para bebés estão tantas vezes cheios destes productos. Como é que isso é possível? E as pessoas não têm consciência nem informação, infelizmente, em relação a este assunto. Há que falar no assunto e educar o consumidor, pois não nos podemos esquecer de que a nossa pele é um orgão e tudo o que lhe colocamos vai ser absorvido e passar para o nosso sangue e tornar-se uma parte de nós. Daí é essencial que prestemos o máximo de atenção ao colocamos em nós e nos nossos filhos.