terça-feira, março 20

Trabalhar em casa

O mundo da internet e das redes sociais online vieram alterar a forma com as sociedades modernas se organizam. O mundo encheu-se de mais informação e mais oportunidades, e também se tornou mais acessível no mercado laboral. Procurar emprego na China ou nos EUA, fazer compras sem sair de casa, criar uma empresa exclusivamente online ou laborar em regime de teletrabalho são algumas das possibilidades ao alcance do comum cidadão. Mas que vantagens existem para empregadores e empregados no teletrabalho? Contribui para um aumento de produtividade? Que formas de trabalho e negócio podem ser desenvolvidas exclusivamente online? Hoje, no SC, mostramos novas oportunidades de carreira e de negócio.

CONVIDADOS:
Márcia Lourenço, Empresária (via ANJE)
Etelberto Costa, Representante APG
José Lagarto, Representante UCP
Margarida Rebelo Pinto, Escritora

5 comentários:

Paulo Freixinho disse...

E porque foi com um blogue que muita coisa mudou na vida, não quero deixar também aqui o meu testemunho... Há mais de 20 anos que trabalho em casa... a maior parte deles, num sótão... com a Internet abri uma "sucursal", na sala... ;-)... contras: isolamento (minorado com as Redes Sociais que permitem bastantes contactos, não só virtuais)... vantagens: tendo uma profissão criativa, não tenho um horário rígido... isto dos horários... na prática trabalho desde que acordo até que me deito com muitas pausas para estar com a família... não troco esta forma de trabalhar por nenhuma outra... amplexos e ósculos!... ;-)...

Paulo Freixinho disse...

E porque foi com um blogue que muita coisa mudou na vida, não quero deixar também aqui o meu testemunho... Há mais de 20 anos que trabalho em casa... a maior parte deles, num sótão... com a Internet abri uma "sucursal", na sala... ;-)... contras: isolamento (minorado com as Redes Sociais que permitem bastantes contactos, não só virtuais)... vantagens: tendo uma profissão criativa, não tenho um horário rígido... isto dos horários... na prática trabalho desde que acordo até que me deito com muitas pausas para estar com a família... não troco esta forma de trabalhar por nenhuma outra... amplexos e ósculos!... ;-)...

M. João Lourenço disse...

faz falta uma tradutora nesse programa, para falar do seu ofício... e de como a Virginia Woolf escreveu sobre a importância de a mulher trabalhar num quarto que seja seu :) a boneca japonesa chama-se Kokeshi
bjs
Maria João Lourenço

SMS disse...

Experimento neste momento o trabalho a partir de casa.Por motivos de saúde, vi-me obrigada a vir para casa, mas, dadas as minhas funções, não poderia "desligar-me" do trabalho. Assim, desde há mês e meio que apoio a empresa no que é necessário e dentro das minhas possibilidades físicas, no entanto, cheguei à conclusão que realmente é preciso muita disciplina, pois entre respostas a dar ao trabalho, os afazeres de casa e todas as outras coisas que normalmente fazemos no dia a dia...ufa!não é fácil...
Por outro lado, é uma situação que pondero, pois considero que em muitas situações trabalho melhor sozinha, pois necessito de algum sossego para estimular a concentração, e que, no local de trabalho, nem sempre é possível.
é pena ainda termos um país cheio de burocracia e que obriga em muitas situações a presença física de pessoas e papeis, que poderiam bem ser dispensáveis.

maria disse...

E aqueles que já passaram dos 60 mas que gostariam de se manter ativos, valorizados, e, SE POSSIVEL, amealhar uns trocos para repor materiais.
é o meu caso. Só procuro mesmo estar ocupada com sentido, e sempre que possível servir os outros. Só não posso é ter prejuízo!!! Mas nao procuro propriamente o lucro!!
Quem me puder dar alguma dica....eu ficarei muito grata por isso.
Parabens pelo programa que continuuuuo a achar dos melhores no meu dia-a-dia de telespectadora!
graaaaande abraço.
Maria