sexta-feira, dezembro 27

Economia social

A economia social é considerado o 3º setor da economia portuguesa. Basicamente inclui dois tipos de organizações: aquelas que funcionam como empresas, embora não visem ao lucro (liminarmente relacionadas com o movimento cooperativo), e as organizações privadas mantidas por donativos, quotizações, trabalho voluntário, doações e recursos públicos, tais como associações e fundações. Representa cerca de 3,8% do PIB e emprega perto de 5% da população ativa. Que exemplos podemos encontrar deste setor? Como pode o cidadão comum dele beneficiar?

1 comentário:

Catarina Fonseca disse...

Sou mediadora de seguros e é com extremo prazer que vejo no meu sector de atividade, empresas que embora sejam alvo de queixas do cidadão comum, têm alguma consciência social e praticamente todas, levam a cabo programas de responsabilidade social, apoiando pessoas e instituições.
São muitos os casos. Vejam-se algumas dessas iniciativas de responsabilidade social.