segunda-feira, abril 17

Direitos dos pais e das mães trabalhadores



A legislação portuguesa define e consagra os direitos dos pais e das mães em situação laboral, desde a licença de maternidade/paternidade ao acompanhamento dos filhos em caso de doença, entre outros. Mas será que todos os cidadãos têm presente os direitos que lhes assistem? Sabem como reivindicá-los e deles fazer bom uso?

3 comentários:

Miguel Sacramento disse...

Como pai trabalhador vejo os meus direitos cingidos a 5 dias para acompanhar o meu rebento. Será que estes dias são suficientes para um casal se habituar a uma nova vida, com os hábitos completamente alterados?

Cristina Pelaio disse...

Sou mãe de 5 filhos, trabalhadora, e sempre consegui conciliar o meu emprego com os meus filhos.
Já há algum tempo que se ouve falar da falta de tempo para cuidar das crianças: as mães têm direito a 4 meses e os pais a 5 dias. Será que é necessário mais tempo? Acho que não!

Pedro Guedes disse...

Os homens hoje, são ensinados, mesmo "pressionados" socialmente a ajudar em casa, a tratar dos filhos, a colaborar , a tomar conta dos filhos, atudo .

Os filhos também se habituaram mais que nunca.
Evidentemente que é pouquissimo, os 5 dias dados aos Pais .
E os filhos com o tempo, sentem falta do Pai