quarta-feira, julho 12

Doenças do sono

Os distúrbios do sono afectam centenas de milhar de portugueses e de forma transversal todas as faixas etárias. A apneia e a insónia são, provavelmente, os mais divulgados, mas há outros. Neste programa pretendemos explicar o que se pode fazer a nível profiláctico e terapêutico.

5 comentários:

Rui Duarte disse...

Sou estudante universitário e durmo em média 5h por dia, como tenho muito sono durante o dia, tomo em média 6 cafés dia, nesta altura de exames estou a tomar um medicamento chamado Rubifen que adquiri em Espanha e sinto-me muito mais alerta.

Este género de medicamentos são seguros ou muito prejudiciais á saúde?

c minorca disse...

O meu pai sofre de apneia de sono, diagnosticada há alguns anos. Já utilizou ventilação nocturna, no entanto a sua adaptação a este sistema foi difícel pelo que a sua utilização nunca foi muito regular, até que actualmente foi totalmente abandonada. Há pouco tempo ouvimos falar de uma cirurgia inovadora realizada na Hospital de São João no Porto que para além de rápida tem uma recuperação muito rápida. Também já ouvi dizer que os resultados da mesma não são assim tão satisfatórios pelo que gostaria de saber a opinião dos especialistas presentes. Gostaria ainda de saber qual a instituição na região de Lisboa para proceder ao estudo e ao tratamento adequado da apneia de sono.
Para terminar gostaria de felicitar a RTP por apostar em programas de qualidade como a "sociedade Civil" e tantos outros.

Fátima disse...

Tenho um filho com quase cinco anos sob suspeita de apneia nocturna. Está a ser acompanhado por um pediatra e um otorrinolaringologista e encontra-se em fase de diagnóstico da asma.



Apresenta além disso sintomas como transpiração excessiva durante a noite, sono irrequieto, dorme de boca aberta e por vezes ressona (sobretudo nas alturas de crise). É um pouco hiperactivo e acontece com alguma frequência ter olheiras durante o dia. Não tem quaisquer problemas de desenvolvimento. Nestas últimas semanas surgiu enurese, algo que tem sido extremamente raro nele. Estamos a considerar a hipótese de fazer um estudo do sono, mas implica ficar internado para o efeito.



Entretanto, tenho-me dedicado a observar o seu sono. Gostaria de saber quando é que a frequência e duração das pausas na respiração durante o sono de uma criança desta idade devem inspirar cuidados e suspeitas?

Sociedade Civil disse...

informação sobre o Rubifen:

1. Tente dormir o nº de horas que o seu organismo necessita
2. Não se exceda no nº de cafés por dia
3. Quanto ao Rubifen existem várias dosagens. Espero que não esteja a tomar doses muito elevadas.
a. Este medicamento só deve ser usado por prescrição médica pelo que não o devia tomar se não lhe foi receitado.
b. Este medicamento é usado para crianças hiperactivas para lhes melhorar a atenção
c. É uma substância que estimula o sistema nervoso
d. Não deve ser usado por grávidas e mulheres a amamentar
e. Não deve ser tomado por pessoas que tenham problemas graves de ansiedade, tensão nervosa, agitação, glaucoma, entre outras situações
f. Não deve ser tomado por pessoas a tomar antidepressivos
g. Preferencialmente deve ser tomado após as refeições ou imediatamente antes, para que não tire o apetite.
h. Se o comprimido for de acção prolongada deve tomá-lo de manhã
i. Como pode ocasionar interacções com muitos outros medicamentos não o deve tomar sem receita médica e sem se informar com o seu farmacêutico. As interacções podem ser graves
j. Deve ir a uma urgência hospitalar ou consultar imediatamente o médico se surgir: reacção alérgica com comichão, batimentos cardíacos irregulares ou rápidos, alterações do humor e comportamentos estranhos, movimentos musculares descontrolados, formigueiro, vómitos, agitação, confusão, transpiração, febre ou tremores, etc.
k. Deve falar com o médico se sentir: nervosismo, falta de descanso, náuseas, perda de apetite, dores de estômago, tosse, dor de garganta, dificuldade em dormir e perda de peso.
l. Não deve tomar uma dose elevada. Geralmente não mais do que 1 comprimido por dia

QUIM disse...

Tenho andado a ser acompanhado por um médico de medicina geral que me disse que eu sofria de ansiedade, mas n compreendo o pk, recentemente tenho associado que talvez sofra de ronco e apneia do sono.

Será que a apneia possa causar essa ansiedade?

Gostaria que me indicassem um especialista em sono para que posso realizar os exames próprios, dado ao meu estado clínico agradecia a maior brevidade possivel.