terça-feira, outubro 17

MAGRAS FORA DAS PASSERELAS


Aparentemente, o mundo da moda começa a demonstrar alguma preocupação com o facto de a exibição de manequins demasiado magras poder promover a anorexia.

9 comentários:

Spyder disse...

É Verdade Que a Anorexia Se Enquadra Numa Espécie Venenosa de Aracnofobia?

Anónimo disse...

Boa tarde. Não sei se é a melhor forma de o fazer ,mas soube que dia 17 do corrente mês, falaram sobre gravidez na adolescencia. Poderei ter acesso ao que foi discutido? Quais as informações que deram? Obrigada Parabens pelo programa

Spyder disse...

Gravidez Na Adolescência

Search "Ciência"

Anónimo disse...

Fala-se tanto em dietas, no facto das mulheres quererem emagrecer, há milhares de receitas para emagrecer mas nunca se fala na tristeza que é uma mulher ser demasiado magra sem o querer. Toda a gente quer ser magra e há mulheres excessivamente magras que sofrem por não conseguir engordar e por não haver ajuda neste campo.
No meu caso é um desespero comer bastante, e bem, e nunca conseguir engordar nem um grama. Devido a isso, já nem periodo menstrual tenho. Já deixei inclusivé de fumar e nem assim consegui engordar!
Já repararam que não existe quase nada que ajude uma pessoa que passe por esta situação? Tudo em excesso é mau. Assim como a magreza!

Cumprimentos,

Anónimo disse...

Parabéns pelo programa de hoje porque este assunto é tb importante para todos nós por ter a ver com o nosso bem estar.
O meu IMC é muito baixo. N tenho nenhuma doença que o provoque, como mt bem e gosto de comer tudo aquilo q engorda infelizmente n consigo engordar nem um bocadinho. Tudo isto é mau para a minha auto estima porque não gosto de ser assim tão magra, a roupa n me acenta bem e só quem passa por isto é q sabe.

Anónimo disse...

Para estar bem basta não fugir muito ao estilo da apresentadora. Ela está de facto muito bem. A não ser que tenha colesterol ou coisa assim...mas tudo leva a crer que não...
MFL

Spyder disse...

Ora Aqui Está Um Bom Modelo!!!

Anónimo disse...

Tenho 17 anos. Tenho um IMC de 16,9. Tive complexos com o meu corpo.
Quando tinha 10 anos uma obesa invejosa chamava-me todo o tipo possível de nomes. Eu nunca abri a boca para lhe chamar gorda. Apesar de ter mudado de turma para lhe fugir, o mal já estava feito. Chorei durante anos todos os dias. Não queria ser magra.
Finalmente, ao chegar aos 16, compreendi que afinal não sou feia. E que ser magra não tem mal nenhum. Quem não gosta não olha, até porque não sou uma montra e não estou à venda. Se querem ser bonitas por causa dos rapazes vão ver que com o tempo isso passa. O ano passado apaixonei-me por um obeso. Continuo a gostar imenso dele, enquanto amigo. É claro que a beleza importa muito. Mas o mais importante é sermos bonitas para nós próprias, e fazer um esforço por isso. A maior parte das pessoas tem um corpo bonito, dentro do seu estilo. E eu sou bonita, e muito magra. Como muito. E sou finalmente feliz.

Anónimo disse...

Sera que a medida é a pensar nas modelos ou na moda?