terça-feira, março 13

MICROCRÉDITO

Muitas pessoas acomodam-se à situação de pobreza e entram numa espiral comportamental que as faz estagnar socialmente. Um simples crédito bancário está-lhes interdito porque não podem apresentar garantias, não têm fiador. Como solução deste paradigma económico, Muhammad Yunus criou o microcredito e foi galardoado com o Prémio em Portugal.

7 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde a todos!

No resto do país, onde nos pudemos dirigir, sem ser pelo telefone. A que entidades?

Obrigada!

Anónimo disse...

Boa tarde,
agora já é possivel a qualquer cidadão emprestar dinheiro (não é donativo) (quase)directamente a quem dele precisa. Basta ir ao site www.kiva.org e escolher o projecto que quer apoiar. Pode emprestar a partir de ($)25,00 através de uma conta Paypal. Este projecto é patrocinado tecnicamente por várias empresas como por exemplo a Microsoft. Agora todos podemos participar no combate à pobreza no Mundo.

Helder Loureiro

Mário disse...

microcredito não e o credito "para o que voçê quiser" esse so traz despesa desnecessaria para bens desnecesarios. o microcredito e feito a taxas muito pequenas para incentivar as pessoas a fazer algo para tentar ser alguem. devem esclarecer isto pois o credito "para o que voçê quiser" e entendido por muita gente como microcredito

Alexandre disse...

Infelizmente vou passar a fazer parte da percentagem de desempregados deste país. Sou bastante novo (23 anos) boas qualificações académicas.

Tenho um projecto em mente. Mas não tenho qualquer dinheiro para investir. Estou a falar de um investimento de cerca de 25000€

O micro-crédito é solução? Quais poderão ser as alternativas?

Agradeço antecipadamente a vossa atenção.
Alexandre Pinto

Sociedade Civil disse...

Em resposta ao primeiro comentário:
Associação Nacional de Direito ao Crédito
www.microcredito.com.pt
Esta associação tem parcerias com a Caixa Geral de Depósitos e com o Millenium BCP. Talvez sejam também fontes que o podem auxiliar.

Sociedade Civil disse...

Em resposta ao Alexandre o melhor será consultar directamente a Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANCD) em www.microcredito.com.pt

Anónimo disse...

boa noite! sou uma jovem mãe de 24 anos, estou desempregada e o meu marido ganha 600euros por mês. Eu tenho andado á procura de emprego, tentei fazer créditos, de forma a tentar abrir um pequeno negócio de industria hoteleira, mas não tenho dinheiro para investir, pelo menos incialmente, pelo menos por agora. A minha filha vai fazer um ano e ate agora ainda nao consegui arranjar emprego. Agradecia que se fosse possível me dessem uma resposta de forma a me poderem a ajudar.
obrigado pela atenção...
CARLA RODRIGUES

CONTACTAR EM:
kanuka_8@hotmail.com