quarta-feira, julho 11

ALIMENTOS FUNCIONAIS



A expressão já entrou no léxico dos portugueses. Trata-se de alimentos que estão disponíveis nas prateleiras dos supermercados, nas mais variadas formas – iogurtes, bolachas, leites, margarinas enriquecidas, etc. – e apresentam-se como panaceias para a saúde. Vamos separar o mito da realidade e esclarecer com os responsáveis da indústria alimentar e com os médicos especialistas, a verdadeira função destes novos alimentos.
Agradecemos que os comentários sejam sintéticos (máximo 300 caracteres c/ espaços) e que coloquem questões. De outra forma é impossível ler os comentários em directo. No fundo da página consulte outras recomendações.

84 comentários:

lady_blogger disse...

Olá.

Antes de começarmos a debater o tema de hoje, gostava de vos falar de algo sobre o tema de ontem e enviar uma mensagem à comentadora Maria (da zona entre Sintra e Cascais)que ontem "bateu um lero" comigo no blog.
Ontem quando ía perto do CCB, vi uma dessas carrinhas do Easy Bus (já conhecia o serviço através de uma reportagem televisiva), e vi que na carrinha tinham inscrito um n.º de telefone começado por 707... Quer dizer que é um serviço só para alguns, o telefonema para lá sai caro (chamada de valor acrescentado) e o serviço segundo me parece ronda os 40 euros. Tudo isso?

Agora para a Maria:
Olhe não ando em maré de sorte com as praias da sua zona. Há semanas que é só vento, e ontem o vento foi outro. Vá ao meu blog tudoportudo do blogspot ver o que se passou em Carcavelos. Tenho fotos do sucedido e ainda não vi o assunto noticiado em nenhum lado.

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Para o SC:

Ontem houve um comentador que disse que não deram grande atenção ao blog. Eu subscrevo-o. Havia tanto para dizer sobre o tema da sinistralidade... e estava quase tudo no blog.

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Foi a satisfação de necessidade nutritiva que agora aliada a um intuito de benefício fisiológico deu origem a que nos anos 80 se começasse a falar de alimentos funcionais.
Por acaso, mas só por acaso a única coisa que hoje já ingeri foi um iogurte com bifidus activo. Comprei destes iogurtes porque estavam em promoção e ficavam mais em conta que os habituais (lembrem-se que o euronios é sobre poupança, e eu em tudo tento poupar saudavelmente).
Antigamente ninguém necessitava de produtos funcionais da nova era com ingredientes tais como bifidus activos, fibras, ou suplementos alimentares, e as pessoas raras vezes se queixavam de problemas de trato intestinal, ou de cancros tão comuns como os de hoje em dia.
Os nossos antepassados comiam alimentos que provinham das suas culturas, alimentavam-se de produtos funcionais naturais não adulterados, onde quase nem usavam químicos. Isso é que era comer de modo saudável.
Agora só se fala em barritas que servem de refeição ou em produtos bilógicos com preços exurbitantes.

Introduzam mais produtos funcionais naturais derivados de leite e mais frutas e leguminosas (estas ajudam na diminuição do mau colesterol) nas vossas refeições, e assim o vosso organismo estará mais protegido e funcional. Evitem fritos, deêm primazia a grelhados. Comam mais peixe rico em ómega 3 (tal como atum e salmão) e menos carne, nas carnes não exagerem no seu consumo e prefiram as de bovino e ovino. Evitem as gorduras em excesso e bebam muita água.


Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

"Os nossos antepassados comiam alimentos que provinham das suas culturas, alimentavam-se de produtos funcionais naturais não adulterados, onde quase nem usavam químicos. Isso é que era comer de modo saudável."


Exactamente, devido a esse aspecto de comerem produtos naturais ( = BIOLÓGICOS) em geral tinham uma melhor saúde do que a maioria das pessoas têm hoje e não precisavam de "alimentos funcionais".

Os Alimentos funcionais existem por dois motivos:

- Para compensar a falta de consumo de certos nutrientes, pois hoje em dia é só fast food, carnes, fritos e refrigerantes.

- Principalmente por estratégia comercial, porque regularmente as empresas alimentares (e todas as outras) precisam inventar novos produtos de forma a convencer os consumidores de que precisam desses produtos, mas NÃO precisam se tivessem o minimo de cuidado com a alimentação.




"Introduzam mais produtos funcionais naturais derivados de leite e mais frutas e leguminosas (estas ajudam na diminuição do mau colesterol)"


Hoje em dia o leite (nem carnes) NAO É um produto natural, nem imagina a quantidade de químicos sintéticos que são colocados no mesmo. Além do mais o leite animal NÃO previne a osteoporose mas sim ajuda a provoca-la devido à proteina animal em especial (e outras coisas), impede a absorção de cálcio nos intestinos e interfere com o mesmo no sistema sanguíneo, o que ajuda a provocar descalsificação. Segundo estudos feitos, quem consome mais leite e outros produtos de origem animal, por consumirem grandes quantidades de proteina animal tem muito mais tendencia a sofrer problemas de osteoporose, e outros mais.

Para evitar o colesterol mau, o que a pessoa terá de fazer é evitar comer quaisquer produtos de origem animal, pois TODOS eles (leite, carnes como o peixe, etc) têm gordura com colesterol mau, em especial os ovos.

Na gordura vegetal isso já não acontece, gordura vegetal tem sim é colesterol BOM, a não ser que se modifique essa gordura como fritar.
Basta verem produtos de origem vegetal (leites, gorduras, etc) em que alguns dizem claramente: 0% de Colesterol mau.




"Comam mais peixe rico em ómega 3 (tal como atum e salmão) e menos carne, nas carnes não exagerem no seu consumo e prefiram as de bovino e ovino."


1º: Peixe É carne.

Alguns frutos secos também têm omega 3, para além do mais que recentemente saiu um estudo que dizia que ingerir muito omega 3 podia ser prejudicial.

Para além do mais, o peixe mesmo pescado em alto mar hoje em dia já não é natural, pois os mares e oceanos em todo o mundo estão muito contaminados pela poluição do Homem.

Atum, salmão, bacalhau e outras especies estão em vias de extinção porque as pessoas comem esses animais. A única solução é parar de matar e comer esses animais.

As carnes fazem mal à saúde devido aos produtos toxicos que são introduzidos pelos criadores na alimentação dos animais e directamente nos seus corpos, porque contêm muita gordura, porque proteína animal faz mal, etc etc.




Em vez de se procurar comer alimentos funcionais na falsa esperança que isso resolva os nossos problemas nutricionais, devia-se sim procurar ter uma alimentação mais natural, saúdavel e diversificada, como já se tinha falado em programas anteriores.

Anónimo disse...

ARTIGO DE GRANDE QUALIDADE

CONSELHOS PARA UMA ALIMENTAÇÃO NATURAL, VIVA E SAÚDAVEL


http://www.vegetarianismo.com.br/crudivorismo/alimentacao-viva.html

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Caro anónimo, eu aconselhei o consumo de prudotos funcionais naturais.
Além disso não recomendei o abuso de nenhum alimento em específico, pois todos sabemos que por mais benéfico que um alimento possa ser, quando se consome em demasia qualquer um passa a maléfico.
Quanto ao leite, nada melhor que o leitinho fervido extraído da vaquinha para quem possa. Já sei vai falar dos produtos químicos na alimentação das vacas? Pergunto-lhe eu: e o que hoje em dia não os tem? Directa ou indirectamente eles estão em tudo. A nós só nos resta seleccionar do mal o menos mal.
E no caso dos bebés, nada melhor que o leite materno.

O SC certamente agradece que não fale no anonimato.

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

"Pergunto-lhe eu: e o que hoje em dia não os tem? Directa ou indirectamente eles estão em tudo. A nós só nos resta seleccionar do mal o menos mal.
E no caso dos bebés, nada melhor que o leite materno."



Leite materno é sem dúvida o *MELHOR* e mais completo alimento que existe para bebes (não serve para jovens e adultos), o "leite" de fórmula e outros do género para bebes, representam um crime de saúde. Está mais que provado que por exemplo, os produtos lacteos para bebe da Nestle (para substituir o leite materno) já provocaram graves problemas de saúde e alguns casos mesmo a morte, no entanto essa empresa (e outras) recusam assumir responsabilidades e só querem é convencer os consumidores pais que estes produtos são necessários quando não são.

O leite materno só tem um único problema, é em relação ao tipo de alimentação que a mãe pode ter. Se fumar, comer açucares, fritos, carnes e outras porcarias, para além de viver sempre em stress, isso vai-se reflectir no leite materno, degradando imensamente a sua qualidade e o bebe irá ingerir alguns ingredientes nocivos.



Sobre selecionar o menos mal, por alguns lados é bem verdade, isso deve-se à constante exploração, manipulação e poluição do Ambiente por todos nós.

Sabia que no entanto as carnes contêm em média concentrações de poluentes pelo menos 18 vezes mais que fontes vegetais?!


Sobre o leite, mesmo se for biológico, o que claro é sem dúvida muito melhor que o "convencional", apesar de tudo continua a fazer mal à saúde, devido à proteina animal e ao colesterol mau.


Comparando:
O leite materno é muito bom para o bebe porque é um leite ESPECIFICO para o ser humano, e apenas o ser humano. O leite de vaca é ESPECIFICO apenas para o bezerro e não para o ser humano, por isso mesmo é que este leite (mesmo se for magro) contem imensas quantidades de gordura.


A cada um o seu.



Já agora aproveitar dizer que outros "alimentos", como as novas águas "energéticas" com aditivos que supostamente seriam melhores que as águas minerais normais (como se diz na publicidade da tanga), no geral são muito más.

Só foram inventadas UNICAMENTE porque as empresas precisam inventar novos produtos para vender, mesmo se estes forem desnecessários e mais para a saúde.

Para convencer basta um pouco de publicidade... enganosa.

lady_blogger disse...

Se não existir tem de se inventado, deve ser o lema de muitas empresas que visam o lucro fácil, com total descuido pela utilidade/funcionalidade dos produtos alimentares que comercializam.

CCivis

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Diz-me com quem andas e te direi quem és.
Agora inventei eu a máxima: diz-me o que e como comes e te direi como és!

Ao sr. que ainda continua anónimo: O que come? E se acha que quase tudo faz mal então porque continua a comer?! ;-)

CCivis

Maria Mendes

Anónimo disse...

tá-se mesmo a ver que o sr anonimo é o sr Paulo com as manias dos vegetarianismos e que são mais saudáveis que os outros

Fábio Coelho disse...

Uma coisa que acho relevante sao os leites que se dizem enriquecidos com calcio e outros compostos! lembro-me que quando andava no secundário fiz experiencias de laboratorio e chegavamos a conclusao que esses leites que se diziam enriquecidos tinham a mesma quantidade de calcio que o leite normal! quem diz o calcio diz os outros componentes! Pergunto aos convidados se isot nao será apenas markting ?

Anónimo disse...

"E se acha que quase tudo faz mal então porque continua a comer?!"


lol


Tentar (e em certos casos é mesmo tentar) ter uma alimentação o mais saudável e natural possível a todos os niveis.
Em certos casos que isso nao seja tão fácil ou mesmo possível, é mesmo escolher o menor dos males.

Por certos lados, infelizmente isso torna-se mais dificil porque cada vez mais o planeta está poluido e os alimentos mais modificados/transformados.


Já agora como a FF falou logo no inicio do programa, como eliminar o colesterol (mau) é bastante simples, ao invez de comer produtos com "menos" colesterol e medicamentos, basta deixar de comer fritos e produtos de origem animal que o colesterol baixa drasticamente em muito pouco tempo.

lady_blogger disse...

Alguém é servido de bifinhos de peru de cebolada com esparguete al dente (receita minha)?

;-)

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

o que esse senhor falou sobre dizer que TODOS os alimentos próbióticos e similares serem completamente seguros, são uma *completa mentira* e parece mais um apoio directo e PARCIAL a essa industria, porque não é só a questão dos nutrientes especificos que foram colocados num alimento, mas sim na COMPOSIÇÃO TOTAL DO ALIMENTO. Há certos alimentos que têm componentes que provocam problemas de saúde graves.

Esse senhor devia era ter cuidado com o que fala.

Ainda bem que o segundo senhor corrigiu parte do que o 1º disse que não tem a ver com a realidade.



NOTA: A EFSA, a agencia europeia de segurança alimentar tem a responsabilidade de fazer estudos cientificos que comprovem que os alimentos são seguros, como também fazem o mesmo com os OGMs, no entanto essa agencia é CORRUPTA, porque eles NÃO verificam de forma independente se alimento X ou Y é seguro, mas sim eles aprovam os alimentos BASEADOS UNICAMENTE nos estudos das próprias empresas para serem ou não aprovados para consumo.

E será que as empresas iriam fornecer estudos que comprovassem problemas desaúde dos seus alimentos??

É o mesmo que deixar uma raposa guardar o galinheiro.

Anónimo disse...

"o que esse senhor falou sobre dizer que TODOS os alimentos próbióticos e similares serem completamente seguros, são uma *completa mentira* e parece mais um apoio directo e PARCIAL a essa industria"


Realmente é bem verdade, esse senhor é um representante das industrias alimentares.

Já se vê o porque de dizer mentiras, manipulações e meias verdades.

Anónimo disse...

Parabéns ao senhor no programa que teve a coragem de DESMASCARAR as verdadeiras intenções do outro senhor que é pago pelas industrias alimentares para ir ao programa dizer mentiras.

pedrocarlos disse...

Bem la terei eu de vir ca hoje...
Deve ser a ultima vez pois as minhas actividades academicas nao mo permitem.


Mais uma vez o Paulo das tretas, e sem qualquer titulo academico, vem para aqui exibir a sua ignorancia.
Ele nao passa dum papagaio do Google...

CAROS LEITORES:
NAO EXISTE BOM OU MAU COLESTEROL!
Dizer que sim revela ignorancia em termos de Bioquimica.

O COLESTEROL SO EXISTE EM ALIMENTOS ANIMAIS!
NAO EXISTE EM ALIMENTOS VEGETAIS!

NEM SEQUER E UM LIPIDO!
E UM ESTEROL!

Dou os meus parabens ao Prof. Universitario que ai esta!
Ele esta CLARAMENTE A ATACAR AS SUPERSTICOES!
BEM HAJA!
E UM PRAZER OUVIR ALGUEM A DEFENDER O QUE E A VERDADEIRA CIENCIA!
FANTASTICO!
E DE CONVIDADOS DESTE CALIBRE QUE O SC PRECISA DE TER SEMPRE!

O SC podia por a lista dos convidados no blogue!
Pois estou a ouvir uma senhora a dizer umas coisas que enfim...
E gostaria de saber quem e...
E o outro senhor tambem nao sei quem e.
Esse senhor esta a defender as aldrabices industriais!
Cientistas a trabalhar nas Industrias fazem o que o patrao quer!
Nao sao isentos!

Pedro Alves
Tecnologista Alimentar
Mestrando na Manchester Metropolitan University

pedrocarlos disse...

Caro SC poderia identificar quem esta no painel?

Anónimo disse...

Gostava de saber se existe uma lista, onde se possa consultar a origem dos alimentos com a marca sanitaria "oval"
Rui Quinteiro

pedrocarlos disse...

cara lady_blogger
se nao se importa eu queria um prato com a sua iguaria!
;-)

pedrocarlos disse...

O Prof. tem razao a acusar a propaganda enganadora dos chamados alimentos funcionais!
Ha muita aldrabice!
Vender, vender, vender!
O pessoal e que se trama!
Na verdade, os anuncios clamam que se uma pessoa tomar alguns produtos o colesterol baixara!
Ate dao prazos!

pedrocarlos disse...

Se querem pectinas...
COMAM MACAS!

joão caeiro disse...

Eu não acho que se possa retirar o factor marketing enganoso quando se fala em alimentação.
Os produtos que se anunciam, promovem resultados que não são verdadeiros e agarram-se á necessidade cada vez mais crescente de termos cuidados com a alimentação para nos iludirem.

Anónimo disse...

Boa tarde!
Sou espeactador assíduo do vosso programa e deixo desde já os meus parabéns. Mas ja estou a "ferver" com o "discurso convencido" de um "professor" que chegou aí a dar a entender que sabe tudo: Olha que coisa hem!! Convencido!!`
e arrogante, convencido e se fosse mais humilde não perdia nada!Carlos - Coimbra

Anónimo disse...

Penso que os senhores se preocupam mais com os direitos, e nao com os cuidados que devemos ter connosco. porque nao falam em produtos naturais em vez de produtos de marketing? qual o interesse do mercado manipulador?
Tiago

lady_blogger disse...

Ó Pedro Carlos vou ter de o corrigir. Eu sei que o teclado daí não tem cedilhas e acentos, mas há people que ao ler o seu conselho para que comam macas vai achar estranho. Ainda começam a asaltar ambulâncias... já viu o prejuízo.
O que o pedro Carlos aconselhou é que se comam maçãs.

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

"NAO EXISTE BOM OU MAU COLESTEROL!
Dizer que sim revela ignorancia em termos de Bioquimica."


Caro Pedro, depois da falsa questão de dizer que o café não faz mal e outros assuntos pouco ou nada cientificos, vem com mais uma mentira sua. Existem gorduras nocivas assim como existem gorduras boas que são essenciais à vida.

http://www.medicosdeportugal.iol.pt/action/2/cnt_id/1281/

http://www.e-macrobiotica.com/artigos/a_colesterol.htm

(estes sites são apenas exemplos)


E quanto a gorduras, as vegetais são NECESSÁRIAS a uma boa saúde, desde que nao sejam fritas/adulteradas.


Vem para aqui dizer mentiras e ainda por cima diz que têm um curso sobre o tema, o que só torna tudo ainda mais ridiculo porque deveria perceber do que fala e já se provou que por vezes só diz coisas que não têm a ver com a realidade.

Rui disse...

Penso que os alimentos funcionais são necessários mas terão de ter um controlo apertado, porque há sempre muito aproveitamento à volta deste tipo de produtos. No entanto, acho que a comunidade científica portuguesa continua a fazer questão de permanecer de olhos fechados em relação a enveredar pela prevenção em vez da cura. Por exemplo, continuamos a optar por uma roda dos alimentos em vez da pirâmide alimentar proposta pela OMS em Abril de 2005, na qual os Suplementos alimentares são aconselhados como fazendo parte de uma alimentação saudável! O lobby farmacêutico agradece este tipo de comportamento de cegueira por parte da nossa comunidade científica!

pedrocarlos disse...

A VERDADE E A SEGUINTE:
TODOS OS ALIMENTOS SAO FUNCIONAIS!
SENAO NAO SAO ALIMENTOS!

Mas agora inventaram esta treta nos rotulos para aumentarem as vendas e os lucros.

Um exemplo simples:
os cereais de pequeno almoco defendidos como muito bons..
Na verdade MAIS DE 90% DELES TEM EXCESSO DE ACUCAR!

Se definir-se excesso qualquer valor acima de 10%.

E os "Muesli", nao sao saudaveis!
Alem do excesso de acucar...
As frutas que la estao tem TODAS conservantes de enxofre.

Nao os comam!

J P Diogo Fernandes disse...

Sou estudante de C. Farmacêuticas e uma das questões que se batem nas aulas de Bromatologia e Nutrição da minha licenciatura é o porquê da colocação de certos iões (ferro e o calcio) na costituição do leite quando o organismo não consegue absorver mais de que uma determinada quantidade diária ou apenas consegue absorver esses compostos quando o organismo entra em défice. Pergunto assim qual a opinião da indústria alimentar, visto que podemos falar em "publicidade enganosa" pois acaba por não resultar em efeitos práticos.

Anónimo disse...

Não me lembro de marcas, mas algumas dessas ditas "águas" com aditivos, têm ingredientes que até provocam o cancro.

Essas "águas" na realidade são uma parvoice nutricional e um enorme beneficio economico para as empresas.

lady_blogger disse...

Lastimo Pedro, mas a iguaria só deu para mim e para o meu marido.

CCivis

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pedrocarlos disse...

O Paulo mas voce nao tem cura?!
Voce nem sabe ler!
ACORDE E OLHE PARA A SUA IGNORANCIA!
Pare de fornecer enderecos de aldraboes!
Ate ja pos um de espiritas!

O COLESTEROL NAO E UM LIPIDO!

E eu nao disse nada relativamente aos lipidos vegetais!
Voce nem sabe ler!

Mostre la que eu referi os lipidos vegetais!

Garanto-lhe que se estivesse em Portugal apresentaria queixa contra si!
Burla qualificada!
Pare de vir para aqui aldrabar as pessoas!

Eu so venho para aqui - interrompendo as minhas actividades academicas - por sua causa!
Tendo em conta que ha jovens e pessoas sem estudos que leem aquilo que voce IRRESPONSAVELMENTE ESCREVE - eu fico tremendamente preocupado.

Infelizmente, o SC nao o impede de vez de escrever as barbaridades que voce escreve!
Gostaria de saber porque.

Paula Moreira disse...

Sendo celíaca, existe um número infinito de produtos alimentares que não posso consumir, inclusivé as mencionadas águas com fibras.
Quando posso contar com a obrigatoriedade nos rótulos da presença de glúten?

Anónimo disse...

Afinal, quem realmente entende de alimentos?

Médico ou nutricionista?

Luis Rocha disse...

1º A alimentação de acordo com o grupo sanguineo é valida ou é mero markting? Está comprovada cientificamento?

2º - Se o leite de origem vegetal é melhor que o animal e é mais benéfico porque é que a comunidade médica não obta por introduzir na mentalidade dos portugueses a alimentação saudavél, e o consumo de alimentos mais benéficos em vez de proliferar o markting enganoso , por exemplo no caso do leite de vaca, que é mais prejudicial para a saude e não previne a osteoporose como dizem mais sim a agravam, O leite Kefir sim que faz bem e é mais saudavél.

3º pergunta porque que é que nos paises mais desenvolvidos como a Holanda e a Irlanda dão leite frio á criança, porque as suas leis de protecção à criança são superiores ás leis do nosso país, e aqui dão leite quente ás crianças que faz com que perca as suas caracteristicas

lady_blogger disse...

Ó Pedro por acaso já tinha reparado na sua ausência por estas bandas nos últimos tempos.
Votos de sucesso para o Mestrado e bom futuro para a estada da sua família em Inglaterra, em especial para o seu petiz de 3 anos.

C Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

Sou estudante de eng. alimentar e o que foi que aprendi? que o marketing é uma aldrabice n só na industria alimentar!!! kerem comida saudavél? n ha necessidade de gastar um dinheirão em produtos caros qd os alimentos frescos fazem o mesmo! e porque é q a insdustria alimentar faz isto? por causa da concorregência e esta tudo dito

lady_blogger disse...

Já que vão dar resposta à questão colocada por alguém sobre como apresentar queixa contra a Polícia, eu pergunto também como é que alguém que tenha uma queixa na Polícia e que se comprove ser falsa, será que se pode apresentar na Polícia uma contra-queixa a alguém que denunciou outrém mantendo-se anónimo? Será que a Polícia seria obrigada a apurar quem apresentou a queixa, mesmo pedindo o anonimato?

CCivis

Maria Mendes

Anónimo disse...

O SC que me desculpe, mas terei de dizer isto:


Oh Pedro, para finalizar de vez a conversa consigo, porque não vale mesmo a pena conversar consigo porque não o sabe fazer, não sabe respeitar, e porque o fazer é perder tempo...

Sabe lá quem sou ou não sou ou o que faço ou não faço? Não me conhece de lado algum para estar a fazer isso.


Pode ter razão em alguns assuntos e contribuir para o debate, mas o seu problema é que vem para aqui com extrema arrogancia pretender que sabe tudo em relação aos temas do SC e que sabe tudo em relação aos participantes, mesmo quando factos ao contrário são demonstrados.

Vem para aqui dizer mentiras e distorcer as questões, como que o café não faz mal, que não existem gorduras boas e más, entre outros assuntos, e depois quando se mostra artigos cientificos que comprovam que tudo ou parte do que disse nao é verdade, desculpa-se divergindo da questão.


Agora chega ao ponto de afirmar que médicos e nutricionistas são aldrabões só porque estes demonstram o contrário do que voce diz???
É a famosa estratégia de deitar abaixo e denegrir aqueles que não concordam consigo.

Não há pachorra para o aturar.

Se há aqui alguém a aldrabar é você.

pedrocarlos disse...

Ja agora, deixo aqui uma informacao, nao para me gabar mas para se perceber de que sei do que falo.
Eu ja inventei 2 produtos que poderiam ser classificados como alimentos funcionais.
Cereais de pequeno almoco com um teor de fibra superior a qualquer um dos existentes no comercio;
um doce tipico ingles que eu modifiquei reduzindo os teores de acucar, gordura e adicinando fibras soluveis - algo nunca antes feito.

Mas o ignorante do Paulo, que nao estudou e vende "banha da cobra", e que sabe...
Pois...
Esta bem...

As pessoas estudam e fazem investigacao para serem mais burras do que os que nao estudam!

E nisto que esse ignorante e arrogante Paulo acredita!

Que tal se fosse estudar?
Aproveite as "Novas Oportunidades"...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
lady_blogger disse...

Aproveito para relembrar que continuo espectante quanto às questões que coloquei ao SC sobre o tema fraudes e às quais me prometeram resposta.

Agradeço a vossa cooperação.

CCivis

Maria Mendes

Anónimo disse...

"Afinal, quem realmente entende de alimentos?

Médico ou nutricionista?"


O nutricionista, que estuda em especifico a questão dos alimentos e nutrientes.
Mas isso é relativo, porque há bons e maus profissionais, alguns mais bem informados que outros, como em tudo. Só porque se é nutricionista/médico não significa que se perceba de tudo, convêm verificar mais fontes.

Médicos também percebem um pouco do assunto mas aqui é preciso ter-se mais cautelas porque regra geral eles não estudaram a fundo esse tema.

pedrocarlos disse...

Uma pergunta:

cara advogada, a quem se apresenta queixa quando alguem nao tendo quaisquer habilitacoes, da falsos conselhos alimentares, que podem levar as pessoas fazerem escolhas que lhe sejam deleterias para a saude?

Sociedade Civil disse...

Cara Maria Mendes,

Continuamos à espera de um mail seu para sociedade-civil@rtp.pt para lhe poder responder.

Saudações civis,

Anónimo disse...

"1º A alimentação de acordo com o grupo sanguineo é valida ou é mero markting? Está comprovada cientificamento?"



Não conheço um único estudo cientifico que comprove que a alimentação depende do tipo de grupo sanguineo. Conheço pessoas de todos os tipos de grupos que têm uma boa alimentação que é similar entre todos.
Isso do grupo não parece fazer qualquer sentido.





"2º - Se o leite de origem vegetal é melhor que o animal e é mais benéfico porque é que a comunidade médica não obta por introduzir na mentalidade dos portugueses a alimentação saudavél, e o consumo de alimentos mais benéficos em vez de proliferar o markting enganoso"


Simples: questões ECONÓMICAS e de lobbies nas universidades, medicina, televisão, etc.

Se todos se alimentassem de produtos naturais e saudáveis, algumas empresas ficariam a ganhar mas a esmagadora maioria da industria alimentar teria um rombo fatal que eliminaria por completo algumas grandes empresas como a Nestle (uma das maiores e piores).

Anónimo disse...

1º Uma questão, visto um produto integral ou natural não ser refinado ou transformado os seus custos deveriam ser mais baixos, no entanto encontram-se a valores extremamente altos (por ex: farinhas, pão, atum natural...)

2º as empresas defendem produto com enriquecimentos, como as l-carnitina, fibras, entre outros e verificamos através dos rótulos valores de microgramas em certos componentes, doses totalmente irrelevantes segundo os valores recomendados pela UE.

3º E por fim, nos Portugueses temos o mau habito de não ler os rótulos e apesar de estarmos mais informados é bastante insuficiente.

Joao Videira

lady_blogger disse...

Disse antes:

"Um exemplo simples:
os cereais de pequeno almoco defendidos como muito bons..
Na verdade MAIS DE 90% DELES TEM EXCESSO DE ACUCAR!



Nao os comam!"


Agora diz:

"Eu ja inventei 2 produtos que poderiam ser classificados como alimentos funcionais.
Cereais de pequeno almoco com um teor de fibra superior a qualquer um dos existentes no comercio..."

Ó Pedro, você inicialmente disse para não comermos cereais ao pequeno almoço (eu não sou adepta deles, gosto de alguns mas não os consumo habitualmente). Agora diz que inventou uns cereis de p. almoço mais funcionais que qualquer outro do mercado.
E os seus cereais quer que os consumam?

CCivis

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Vá lá que a SC já se apercebeu do post insultuoso dum anónimo à Fernanda...

E quanto à resposta que me enviaram vou enviar-vos um mail no final do programa.
Obrigada pela vossa disponibilidade.

CCivis

Maria Mendes

pedrocarlos disse...

"lady_blogger disse..."
"Ó Pedro Carlos vou ter de o corrigir. Eu sei que o teclado daí não tem cedilhas e acentos, mas há people que ao ler o seu conselho para que comam macas vai achar estranho. Ainda começam a asaltar ambulâncias... já viu o prejuízo."

LOLOLOLOL
Boa piada!

"O que o pedro Carlos aconselhou é que se comam maçãs."

Exactamente!
Muito obrigado pela ajuda cara Maria Mendes.

Pedro Alves

Salomé Melo disse...

Surgiu recentemente, na imprensa, a informação de que os iogurtes com bifidus seriam prejudiciais porque a sua ingestão frequente faria com que o intestino deixasse de produzir as suas próprias bactérias? Há algum fundamento nisto?
Há algum momento mais apropriado para tomar os iogurtes que podem a ajudar a reduzir o colesterol ? Antes, depois da refeição, ao deitar ???

Maria disse...

Maria Mendes,

Tenho realmente muita pena de os dias na praia não estarem a correr pelo melhor. Realmente não ouvi falar de nada sobre um possível arrastão, até porque só é notícia o que interessa à comunicação social.
Por acaso quando lá vou não costumo ver nada suspeito do género e espero nunca chegar a ver. Espero também que não lhe tenha acontecido nada e que dias melhores venham. Boa sorte para a próxima vez. E já agora obrigada pelo seu comentário dirigido a mim. :)



Sobre o tema, tenho pena não ter podido vir mais cedo e ter perdido a maior parte do programa.
Analisei alimentos durante o meu curso, como o leite dito normal e o enriquecido com cálcio e a diferença não era significativa e muito menos proporcional ao preço.
Muitas vezes na indústria alimentar são retirados elementos que são naturais ao alimento, como é o caso do arroz em que lhe é retirada a casca para ser comercializado e que posteriormente são adicionados (arroz integral) e o preço aumenta significativamente.

Não tenho o hábito de comprar esse tipo de alimentos (funcionais), pois consigo fazer uma alimentação que me proporciona todos os nutrientes que o meu organismo precisa, ou pelo menos tento. Já para não falar no preço que é muitas vezes maior.

Anónimo disse...

(Colesterol = LIPOproteina - LIPO de lipidos - lipidos = gordura)




COLESTEROL BOM E MAU:


LDL-colesterol
O LDL-colesterol, ou seja, a lipoproteína de baixa densidade, é conhecido como "colesterol mau". O LDL-colesterol em excesso deposita-se nas artérias e pode provocar problemas cardíacos; quanto maior for o nível de LDL-colesterol maiores são os riscos de doença cardíaca. É por isso que ao baixar os níveis de LDL-colesterol está a reduzir os riscos de ataque cardíaco.

HDL-colesterol
O HDL-colesterol, ou seja, o colesterol de lipoproteínas de alta densidade, é vulgarmente designado por "colesterol bom", porque é através dele que se elimina o colesterol presente no sangue. De facto, níveis elevados de HDL no sangue podem contribuir para um menor risco de doença cardíaca, enquanto que os níveis baixos podem fazê-lo aumentar.

manuel correia disse...

estamos vivendo o síndroma da colher de pau.

paranóia da limpeza,
associada à paranóia da comida saudável.

se toda as pessoas fizessem o seguinte, não haveria lugar as estas invenções.

o prazer de comer não se limita ao sabor do alimento e à sensação de barriga cheia.

tem que aprender a usufruir todo o processo...

a fome,
o preparo cuidadoso,
a mesa posta com cuidado,
a mastigação,
a respiração,
a sensação e os aromas,
do gosto,
a engolição,
e a sensação de leveza e energia após a refeição.
por fim, apreciar a completa e fácil eliminação do alimento após digerido.

quando prestarem atenção a todos esses elementos, começará a apreciar refeições simples, não precisará de tanta comida.

com o passar do tempo não haverá necessidade de regras,
mas para começar;

deverão eliminar todos os alimentos que contenham açúcar refinado,
farinha de trigo refinada,
carne,
e todas as drogas,
incluindo café, o álcool e o tabaco,
ou qualquer outro alimento inútil.
concentrem a vossa alimentação nas frutas frescas,
ceriais integrais, e legumes.

sem acreditar em extremos;

café da manhã;
fruta fresca acompanhada ocasionalmente por iogurte.

almoço,que é a refeição principal;
prefiram as saladas cruas,
batata cozida na água ou vapor,
com pão integral ou grãos cozidos.

no jantar;
salada crua
e, ocasionalmente, legumes levemente tostados.

utilizem bastantes sementes e frutas secas em todas as refeições, de preferência sem sal.

isto não é questão de acreditar, é de praticar.

in "o caminho do guerreiro pacífico" de dan millman

Rui Gonçalo disse...

Então; tanta ciência e não respondem se há ou não uma lista da MARCA SANITÁRIA OVAL, para consulta publica; obrigatória não União Europeia em todos os alimentos percíveis; tipo PT BLT10.

Anónimo disse...

Seria muito interessante que a produção criasse um resumo das conclusões de cada programa de forma a consulta e consolidação da informação e conselhos dados no programa.
Bárbara Silva

pedrocarlos disse...

Em relacao ao "mau colesterol" que o Paulo muito anonimamente gosta de papaguear...
No sitio:
http://www.medicosdeportugal.iol.pt/action/2/cnt_id/1281

Usa-se a expressao "mau colesterol"...
Voce sabe porque razao la estao as aspas?
Obviamente que nao sabe.
Infelizmente o Prof. Polybio usa essa expresao em vez de se referir a terminologia bioquimica.
Mas ele fa-lo para as pessoas pensarem que percebem do que ele esta a falar.
Mas nao estao pois nao sabem Bioquimica.

Anónimo disse...

longo mas bastante completo e vale a pena ler


CONSELHOS PARA UMA ALIMENTAÇÃO NATURAL, VIVA E SAÚDAVEL

http://www.vegetarianismo.com.br/crudivorismo/alimentacao-viva.html

Anónimo disse...

Afinal se os produtos/alimentos não devem fazer referencia (no rótulo) à sua influência sobre certas e determinadas doenças, porque o fazem? quem é que de nós ainda não viu e/ou comprou (por exemplo)certa margarina na qual diz que ajuda no combate ao colesterol? que reduz o colesterol!?
Sylvie.

pedrocarlos disse...

Mas eu irei mandar um comentario ao Prof. sobre o assunto.

Sociedade Civil disse...

Srs. Comentadores,
daqui Fernanda Freitas.
por favor não invadam o blog para insultos pessoais..
tenho por todos um imenso apreço e acho que são todos o meu 4º convidado. não temos tempo para confirmar toda a informação que aqui colocam livremente- por isso é mais interessante para mim conhecer as vossas duvidas, mais do que saber se andam a pesquisar na net informação sobre o tema.
por isso, e porque acho que são TODOS uma mais valia para mim , peço-vos para manter um bom ambiente virtual!!! obrigada.
FF

maria disse...

“Anónimo disse...

Hoje em dia o leite (nem carnes) NAO É um produto natural, nem imagina a quantidade de químicos sintéticos que são colocados no mesmo.

12:45”


Como é que sabe? Já esteve em alguma indústria alimentar para comprovar isso que diz?
Pois, caro anónimo, eu digo-lhe que já estive e vi com os meus próprios olhos como tudo se processa e digo-lhe também que isso não é verdade.
Se quiser comprovar, dirija-se a uma e veja também.

Anónimo disse...

"por isso, e porque acho que são TODOS uma mais valia para mim , peço-vos para manter um bom ambiente virtual!!! obrigada."


Concordo em absoluto.

Uma pessoa pode discordar por este ou aquele motivo, mas não é desculpa alguma utilizar do insulto fácil para demonstrar discordancia. Quando isso acontece o melhor mesmo é ignorar. Discordar deve ser feito de forma respeitosa e constructiva.



Um abraço carinhoso para si Fernanda, que muito tem contribuido para um verdadeiro serviço publico com temas MUITO importantes, e para a equipa do SC.

Nota: Gosto muito da sua atitude sempre positiva.

Cumprimentos.

maria disse...

Obrigada pelo seu comentário Fernanda Freitas (FF), é sempre bem-vinda também a comentar neste espaço, pois um certo feedback também é motivador para continuar a participar (apesar de muitas vezes o fazer em directo). ;)

Anónimo disse...

"é mais interessante para mim conhecer as vossas duvidas, mais do que saber se andam a pesquisar na net informação sobre o tema."

esta era pra si sr paulo

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Ó Fernanda você disse que o fórum esteve animado, mas não tem comentado muito sobre o que aqui vamos cozinhando ao longo de 4 ou 5 horas por dia (ou mais quando volto mesmo depois do programa terminar), como é o meu caso... Eu venho para aqui logo de manhã.
Olhe que às vezes há por cá comentários pertinentes, perguntas bem formuladas e conselhos muito importantes.

C Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

"Como é que sabe? Já esteve em alguma indústria alimentar para comprovar isso que diz?
Pois, caro anónimo, eu digo-lhe que já estive e vi com os meus próprios olhos como tudo se processa e digo-lhe também que isso não é verdade."


Nunca viu antibióticos / medicamentos a serem injectados nos animais?

Sabe que tipo de alimentos são usados para os animais? Grande parte são plantas OGMs.

Em vários casos são também injectados hormonas e outros quimicos para aumentar a produção do leite.
Nos EUA usa-se um tipo de hormona da Monsanto que é proibida cá na Europa (mas que mesmo assim é utilizada às escondidas) que aumenta e muito a produção de leite mas que tem efeitos muito negativos para o animal e as pessoas. Há algumas semanas alguns produtores em Portugal foram descobertos a usar essa hormona.


Por acaso acha que as tetas das vacas muito inchadas que é normal?

Pode haver casos de agricultura intensiva de vacas que não usem este tipo de processos, mas esses são muito raros.

Só o leite biológico é que se pode dizer que é natural (para o bezerro).

lady_blogger disse...

Ó Maria então já viu aquilo do arrastão? Eu esta tarde vou ver se as fotos ficaram bem e vou colocá-las no um dos meus blogs. Não consegui mais fotos porque fiquei sem memória na máquina. Podia ter apagado outras fotos, mas a dada altura foi preferível não fotografar mais, porque estava próxima do acontecimento e poderia desencadear ainda mais a fúria dos intervenientes.
Hoje por prevenção não vou à praia...

CFCivis

Maria Mendes

Maria Conceição Cardoso disse...

Rótulos
Nos leites e iogurtes já reparei que têm o tal carimbo OVAL mas não sei o que significa, alguém pode explicar?

Maria disse...

Sr. Anónimo, se é proibido, é ilegal e há fiscalização nesse sentido, por isso não precisa de estar a dizer o que se passa nos EUA, porque estamos na Europa e mais concretamente em Portugal, onde há fiscalizações regularmente e quem não cumpre a lei, sofre as consequências.
A lei sobre os produtos alimentares é muito mais apertada aqui do que lá, por isso nós cá temos mais segurança nesse aspecto. Se sabe de algum caso, denuncie à DECO ou à ASAE, mas não compare o que se passa lá e o que se passa cá, porque somos bem diferentes.
Tenho a impressão que o Sr. fala sem saber, sem nunca ter estado nos sítios a acompanhar os processos, por esse motivo acho que não deveria estar a dizer coisas das quais não sabe. Dar opinião é uma coisa, mas falar com certezas sem saber é outra.

Anónimo disse...

MAria, o que foi dito são factos.

Maria disse...

Sim, Maria Mendes, eu vi e comentei acima, não sei se viu.

Tenho pena de não ter tido sorte.
Hoje até está um belo dia de praia, mas quanto a isso, é melhor prevenir, se bem que não devem “atacar” duas vezes seguidas, mas nunca se sabe…e às vezes mais vale prevenir… ;)
Depois vou tentar ver as suas fotos.

Paula Moreira disse...

Antes de mais obrigada pela atenção à minha questão no vosso programa de hoje, no entanto as respostas deixaram-me de certa forma desiludida.

Relaticamente ao senhor que disse já ser obrigatório mencionar produtos alergénicos nos rótulos não totalmente verdade. É obrigatório sim mencionar todos os ingredientes com mais de 2% na composição do produto. Mas afinal de contas e aqueles produtos, que não contendo na sua composição glúten o ganham pela contaminação das linhas de fabrico? Nem que seja 1% o senhor não deve imaginar os estragos que faz no organismo de quem sofre desta patologia.
Relativamente à resposta da nutricionista presente não me satisfez. Afinal de contas as únicas coisas que temos que evitar não são apenas os "produtos com molhos" por causa da presença de farinhas. Por exemplo nos iogurtes com xarope de glucose (cuja origem é raramente mencionada) podem conter glúten bem como um simples queijo curado. Esta informação posso dá-la de forma segura pois contacto frequentemente as empresas alimentares relativamente à presença de glúten nos seus alimentos.

A minha questão referia-se apenas à obrigatoriedade de uma rotulagem segura da presença de glúten, mesmo que abaixo dos 2%, como em certos países europeus.

Cumprimentos Civis

Anónimo disse...

O que se passou neste Blogue: UMA VERGONHA.

Todas as pessoas que se dirigem directamente a algum comentador, anónimo ou não, com insultos ou suposições, deveriam ser BANIDAS daqui!

Não é saudável esse tipo de intervenções.

Deixem as pessoas comentar livremente. Quem discordar, comente também, mas sem se admitir superior seja a quem for, e sem ter de fazer referência a outros comentadores!

Foi realmente vergonhoso. Espero que não continue a repetir-se, para que este Blogue não se transforme num enfado.

Andreia de Jesus

Anónimo disse...

Bem...mau ambiente aqui é o que não falta...será o efeito do aquecimento global que começa a exaltar os ânimos?!
Comentar sim, dar a nossa opinião e debater o assunto, mas não se esqueçam do respeito ao próximo!

Anónimo disse...

Respeitar o próximo é coisa que o senhor Pedro nunca conseguiu fazer, para ele, ele tem sempre razão.

Anónimo disse...

Respeitar o próximo é coisa que o senhor Pedro nunca conseguiu fazer, para ele, ele tem sempre razão.