quarta-feira, julho 25

O SONHO COMANDA A VIDA?

Foi em 1900, com a publicação de Interpretação de Sonhos, que Sigmund Freud deu um carácter científico à matéria, definindo o conteúdo do sonho como “realização dos desejos”. Existem outras correntes que vêem o sonho de modo diferente. Os sonhos podem ser uma demonstração do inconsciente que permite conhecer o momento psicológico do indivíduo. Mas há quem afirme que o sonho é apenas uma espécie de tráfego de informação sem sentido. Afinal, o que é? Por que sonhamos? Por que temos pesadelos? Os sonhos têm significado? Saiba tudo no SC.
Agradecemos que os comentários sejam sintéticos (máximo 300 caracteres c/ espaços) e que coloquem questões. De outra forma é impossível ler os comentários em directo. No fundo da página consulte outras recomendações.

64 comentários:

Sara disse...

Boa tarde! =)
 
Não sei se o sonho comanda a vida mas a verdade é que passamos cerca de 1/3 da nossa vida a dormir. E o cérebro continua a trabalhar, já que enquanto dormimos sonhamos, mesmo que depois de acordados não nos lembremos.

Eu dou bastante importância aos sonhos, até porque muitas vezes me dão ideias e porque uma das coisas que mais gosto de fazer é imaginar histórias. Pelo que se torna uma parte da minha vida que me dá imenso prazer.

Eu costumo, ao acordar, tentar lembrar-me do que sonhei e reflectir sobre isso e tiro algumas conclusões pessoais sobre os sonhos:

- Muitas vezes determinam o meu estado de humor quando acordo.
Os sonhos podem determinar sentimentos de fundo?

- Costumam, de alguma maneira (mesmo que muito confusa e misturada com outras coisas que muitas vezes nada têm a ver), reflectir as minhas preocupações, medos, desejos.

- Há sonhos que parecem prever coisas (às vezes de uma maneira muito subtil e desengonçada "mostram-nos" certas coisas (mesmo que quase insignificantes) que acontecerão).

- Dizem que não podemos dirigir os nossos sonhos, mas às vezes há pequenas coisas durante o sonho que eu consigo (ou parece que consigo?) manipular conforme a minha vontade, e normalmente nesses casos sei (ou parece que sei?) que estou a sonhar e quero aproveitar o sonho (para fazer o que me apetecer). Como é que isto se explica?

Acho que os sonhos podem ter significado mas também acho que só as nossas próprias interpretações dos nossos sonhos é que poderão ser fiáveis porque só nós é que sabemos aquilo que vai dentro de nós, a riqueza de tudo o que somos e sentimos, os nossos desejos, medos, maneiras de encarar e de lidar com as coisas da vida, as nossas preocupações, etc.. Não me parece que um qualquer livro de interpretação de sonhos seja de fiar... Eu já li algumas interpretações de sonhos de Freud e de Jung e normalmente comigo não batem certo, principalmente as de Freud. Às vezes comparava as minhas próprias interpretações com as destes 2 autores e geralmente as minhas assemelhavam-se mais às de Jung, embora muitas vezes não tivessem nada a ver.

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Isto do sonho, lembra-me Manuel Freire...

Não valorizo muito os sonhos, porque não durmo muito e até parece que não sonho nem acordada nem a dormir. Disse parece, porque quando digo a outras pessoas que quase nunca sonho, elas dizem-me que sonhar sonho, só não me lembro é com o quê. Estarão elas certas? Afinal sonharei e só não me lembro disso? E se realmente eu não sonhar, há alguma explicação válida para isso?
Podem responder-me aqui no blog? É que hoje talvez não veja o SC porque tenho um programa cultural com a família.


Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Anónimo disse...

Boa tarde,

Desde que adormeço até que acordo passo toda a noite a sonhar, o que se torna extremamente cansativo. Chego a acordar com tonturas e com a sensação de que pouco dormi. Isto é normal???Pode-se fazer alguma coisa para ajudar a ultrapassar esta situação???

Obrigado Cristina

João disse...

Boa tarde! ;-P

Eu gostaria de saber se isso da inyterpretação dos sonhos é mesmo real. Há pessoas que se comando efectivamente pelos sonhos. No entanto, eu tenho uma história a contar.
Há já alguns anos quase todas as noites eu sonhava com a morte dos meus avós maternos, avós pelos quais sinto grande estima e ademiração, no entanto já lá vão mais de 4 anos e estes ainda não faleceram.
O que isto significará?

Cumprimentos.

João

Anónimo disse...

O meu marido sonha constantemente com cenas muito violentas, ou mata ou vai matar... há sempre sangue e violencia nos sonhos dele mas ele é uma pessoa muito calma, muito reservada. Sempre, desde que o conheço é que ele nunca dorme descansado, os sonhos dele não o deixam descansar. Haverá alguma coisa por detrás disso?

Ana Botas disse...

Olá a todos
Tenho 28 anos, sonho imenso, 3 a 4 histórias completamente diferentes por noite. Quando acordo lembro-me de tudo, às vezes fico perturbada por alguns momentos, mas já é tão comum que já não ligo. Sempre fui assim. Até tenho alguns sonhos que se repetem, e esses tenho alguma curiosidade em saber o que significam.
Mas porque é que algumas pessoas não sonham? Se calhar sonham, mas não se lembram! Por exemplo, o meu companheiro diz simplesmente que não sonha! Obrigada

A_LI_cia disse...

O sonho comandará a vida?! Creio mais na ideia de que a vida comanda o sonho. sempre sonhei muito e num periodo mais conturbado da minha vida sonhava que era perseguida por assassinos, outras vezes era eu a assassina, estes sonhos terminaram quando terminei uma relação perturbadora... desde ai não tenho sonhado muito mas nunca mais tive pesadelos... por isso creio que a vida comanda o sonho e que o sonho é a revolta e a necessidade de expor o que sentimos seja bom ou mau, seja realista ou fantasioso.

Filipa Carneiro disse...

Acontece-me algumas vezes ter um sonho repetido: sonho que posso voar e é uma sensação óptima. Significa algo??

lady_blogger disse...

Olhe João, não sou nenhuma especialista em sonhos, mas qualquer pessoa interpretaria os seus sonhos como o receio de perder esses avós que tanto ama.

C Civis

Maria Mendes

lady_blogger disse...

João, o que acabei de lhe dizer está neste momento a ser reiterado por um dos convidados de hoje.

Maria Mendes

Pedro Santos... aka BERIMBAU disse...

Ao assistir ao vosso programa, não posse deixar de partilhar algo que me recordei agora:

Quando era mais novo, com cerca de 7, 8 anos de idade, e devido à minha frágil saúde da altura, via-me constatemente doente (otites, inflamações da garganta, entre outras maleitas próprias da idade), e tal como se diz dormir é remédio santo para quando o nosso corpo se encontra "desgraçado". E recordo-me que, nesses sonos, tinha sempre dois sonhos recorrentes: umas vezes sonhava com um touro em chamas; outras, e este era o que mais me incomodava (e agora que recordo até me rio), sonhava com a personagem "sininho", a companheira de Peter Pan, dentro de um buraco a ser "bombardeada" por pedras de tamanho crescente que deslizavam por um escorrega, e tendo como única protecção um guarda-chuva reduzido!
Acho este facto curioso e interessante para partilhar num programa subordinado ao tema.

Cumprimentos, e parabéns pelo programa que é deveras interessante, com uma apresentadora com uma excelente imagem e profissionalismo.

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Infelizmente eu hoje em dia penso que a realidade comanda a Vida!!
Mas acho bem que existam pessoas que consigam sonhar, afinal cada 1 acredita no que lhe convem...
Eu desde que me conheço sempre "sonhei" ser normal, e não deficiente motora, mas desde à muitos anos acordei para a realidade e percebi que era sonho impossível...
Desculpe o desabafo....

lady_blogger disse...

Uma questão:
Sei de pessoas que dizem voltar a um mesmo sonho noutros sonos. Será que voltam lá inconscientemente porque o consciente quer terminar um sonho inacabado?

Maria Mendes

Teresa disse...

Eu e as pessoas mais próximas quando sonhamos com o meu pai dependendo de ele estar a sorrir ou a chorar já comprovámos que algo de bom ou de mau vai acontecer comnosco isto passa-se desde à 4 ou 5 anos para cá.
não será isto uma interpretação de sonho?

Teresa Santos, Constância

Ana Botas disse...

A respeito a um pergunta que a Fernanda fez, se somos capazes de sonhar uma coisa que pensámos. Comigo isso acontece poucas vezes, mas é mto agradável. Outra coisa, é durante o próprio sonho, conseguir controlá-lo. É uma sensação fantástica! Inexplicável! Saber que estou a sonhar e viveraquela história da forma que me apetece! Pudera... com tantos sonhos que tenho por noite já começo a ter alguma experiência!!! :)

Hugo Freitas disse...

Boa tarde.

Antes de mais queria dar os parabéns à Fernanda Freitas pelo excelente programa. Mesmo sabendo que há uma preparação prévia, é supreendente a forma como a Fernanda fala com todo o à vontade sobre o tema do dia. Voltando ao assunto de hoje, gostaria de me debruçar sobre o Déja Vu. Conheço as explicações para esse fenómeno, no entanto gostaria de saber como se explica o caso que vou apresentar.

Certa altura estava a conversar com uns amigos e a determinado momento, ainda antes de eles falarem, eu sabia o que eles iam dizer palavra por palavra. Ora eu não acredito no sobrenatural, contudo não encontro uma explicação para isto.

Anónimo disse...

Olá, boa tarde. Eu sonho muito e gosto muito de sonhar, mesmo quando fico perturbada com os sentimentos que alguns sonhos me despertam. Tenho algumas histórias de sonhos recorrentes, motivados por desejos reais.
Durante um tempo sonhei com tarte de avelã! Não uma qualquer mas a de um determinado restaurante onde seria pouco provável que eu fosse...só parou quando a minha mãe inventou uma receita de tarde de avelã parecida com aquela!!
Outro sonho que tinha muitas vezes era o de estar num sítio cheio de gente e onde eu sabia estar um grande amigo de quem já não tinha notícias há anos! A minha sensação era sempre "desta vez não é sonho, estás mesmo aqui!" e uma tremenda desilusão quando acordava.
Também este sonho só parou quando matei as saudades do meu amigo!
Desejo satisfeito, sonho resolvido!

Isa Porfírio

Ana disse...

A minha mãe sonha muitas vezes com lamas e ruas cheias de lamas e terras e acorda perturbada com isso. Terá algum significado?

Anónimo disse...

Boa tarde

Como pode o sonho comandar a vida a pessoas que não sonham? ou quando sonham não se lembram do que sonham?

Anónimo disse...

o que me acontece, é que desde que me lembro, ando pela casa a dormir, vou comer e no outro dia lembro-me de tudo. embora haver uma razao para tudo isso que depois de acordar saber que nao existia.

Anónimo disse...

Boa tarde!
Parabéns desde já pelo excelente programa...

Aconteceu há uns anos atrás ter um sonho, que me perturbou bastante, quando acordei,não hesitei em partilhá-lo com os meus amigos próximos,pois foi muito "real" estes disseram para não dar importância, o que acontece é que dias depois esse sonho, tornou-se realidade...
como este tenho muitos sonhos, assim, assim como presentimentos... tenho algum receio pois na maioria são presentimentos negativos!

Spyder disse...

Boas,

Houve uma vez que sonhei com uma Bruxa, ia na sua vassoura a voar metendo mudançãs como se um carro se tratasse, ao reparar que a vi, virou-se para mim, e apontando a sua varinha mágica na minha direcção disse que me dava um Tesouro.

Como se interpeta este meu Sonho?


Mário N. Brito

lady_blogger disse...

Sou uma pessoa que constantemente tem ideias novas, algumas criativas. Não percebo que essa criatividade não se extenda até aos meus sonos, pois nem me lembro quando foi a última vez que sonhei.
Há alguma ligação entre q.i. e sonhar, ou entre q.e. e sonhar?
Ou às vezes só não sonhamos porque estamos demasiadamente cansados, ou talvez até tenhamos sonhado mas o sonho foi tão mau que o nosso intimo fez com que o esquecessemos?
E falar durante o sono, implica que se está a sonhar?

Maria Mendes

Rita C disse...

Boa Tarde Fernanda,

Sonho bastante, mas um dos melhores até hoje foi o de ter sonhado com um grande amigo que havia falecido por uma doença que surgiu de repente.

Senti-me muito mal e levei muito tempo a aceitar até ao dia em que ele me apareceu num sonho, bateu à minha porta de casa e me disse que não tinha que me preocupar porque ele estava muito bem e feliz. Acordei com uma enorme sensação de alívio e de grande compreensão perante a vida.

Segundo Freud os sonhos são a realização de desejos.

Sim ou não, o que é certo é que adorei ter sonhado com ele e senti que foi mesmo ele que me quis deixar essa mensagem :)

Helena Granadeiro disse...

Olá!

É frequente ter sonhos onde me apercebo que estou a sonhar. Inclusivé já tive pesadelos que, ao me aperceber que sonho, tengo acabar com eles fazendo algo violente (atirar-me duma janela, saltar para baixo dum carro, etc).

Será esta uma condição normal?

ups disse...

Boa tarde

Apesar de ter inúmeras perguntas, quero apenas pedir que deixem informação sobre as imagens cinematográficas que são usadas como apoio as mini-reportagens.

Anónimo disse...

A minha mãe faleceu há 10 anos, mas acontece sonhar muito com ela. De tempos a tempos o sonho repete-se, mas sempre com a minha mãe a ridicularizar-me. Há justificação?
Obrigada
M. Teresa

Anónimo disse...

Resido na Figueira da Foz e cerca de duas semanas antes do Tsunami que surgiu na Indonésia, tive alguns pesadelos com ondas gigantes durante cerca de 4 dias.
Fiquei perpelexo com o que sucedeu!

Anónimo disse...

A sensação de 'deja vue' que às vezes temos durante o dia, são alguma especie de 'sonho em tempo real'?

Adriana disse...

Boa tarde,

Até, aproximadamente, aos 6-7 anos, cada vez que adormecia, fazia o mesmo: pedia à almofada aquilo com que queria sonhar, fechava os olhos, passava sempre pelo mesmo ritual (um labirinto, um a lua uma roda, etc) e acabava sempre por sonhar com o que queria. Eu não participava, via-o, tal como um flme. Hoje, isso não me acontece, participo sempre nos sonhos.
Não sei por que deixei de o fazer o quando e como comecei. Só sei que, todas as noites, seguia o mesmo processo com naturalidade.
Hoje em dia, apercebi-me de que usava os sentidos: olfacto, paladar, tacto, audição e visão. Como que para ter a certeza, tive a prova disso em 5 sonhos separados.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Boa tarde;)

Não me preocupo especialmente com o que sonho. No entanto, quando o que estou a sonhar me perturba, procuro fugir do "pesadelo" e acordo ansiosa, contrariada e cansada.

Já sonhei com os anjos e até com um familiar que já desapareceu (mas vivo no sonho), o que acho que é algo estranho. Foi um acontecimento inesperado para a família. Poderá revelar saudade dessa pessoa, vontade de conversar sobre o que não foi possível?
Por vezes, também me acontece sentir que estou a ver e a viver coisas que já vi e vivi antes.
Do mesmo modo, também é recorrente, em alturas de maior stress, sonhar e quase "prever" acotecimentos do trabalho. A este propósito, o que fazer para ter mais noites tranquilas?

Tmabém conheço uma pessoa que diz que nunca sonha. Eu, pelo contrário, sonho demais? O que é normal, afinal?

Obrigada,

Catarina

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

No meu caso quando tenho alguma sensação de "déjà vu" preocupo-me porque não a relaciona com sonhos, pois raramente sonho. Fico sem entender o peso desta sensação.

Maria Mendes

Cachopa disse...

Por vezes sonho com a realidade e faço ou digo o que não conseguiria dizer... por vezes falo durante a noite e falo demasiado alto. sou estudante e durmo com muitas colegas e é sempre inconveniente quando uma opinião mais obscura é descoberta no meio de uma conversa nocturna... pergunto se existe alguma forma de deixar de falar durante a noite?

lady_blogger disse...

O meu marido é o opsto de mim em termos de sonhos, pois ele é muito criativo tanto enquanto acordado como a dormir. Se dormir só durante uns minutos, consegue sonhar mesmo assim, e o seu sonho mais recorrente tem a ver com voos.

Maria Mendes

Catarina disse...

O que são sonhos vividos? O meu pai e um amigo tiveram sonhos vividos durante um período da vida. O meu pai conta-me que sabia que estava a ter um pesadelo, que tentava tocar na minha mãe para que ela o acordasse mas que não se conseguia mexer, o cerebro não tinha controlo sobre a mão.

Maria Silva disse...

Sempre achei que me devia preocupar com os sonhos e pesadelos que tinha durante a noite, mas mediante aquilo que assisti até agora do programa, percebi que não há necessidade de me preocupar com os sonhos ou pesadelos estranhos que tenho, pois são absolutamente normais, uma vez que se baseiam em situações da vida, quer elas sejam boas ou más.

fer disse...

Tive um sonho premonitório.

Aconteceu logo no dia seguinte. Com os detalhes exactamente iguais aos do sonho. a partir daí fiquei com medo de sonhar.
O pior foi quando sonhei que era esmagada por uma grua amarela... já passaram 20 anos e ainda hoje, quando vejo uma, fujo e quando não o posso fazer fico quase aterrorizada.

fer

João Paulo disse...

Já tive sonhos que me ajudaram a evitar acidentes e percalços na minha vida! Normalmente tenho sonhos agradáveis, consigo tomar decisões nos próprios sonhos e por vezes repetem-se! Por vezes, tenho a consciência que tenho que acordar para o meu dia á dia, mas o sonho é mais forte e viciante e faz-me ficar na cama mais uns minutos. Como ter força de vontade para largar os sonhos?

antonio disse...

Boa tarde

Eu sempre ouvi os meus amigos a falarem muito dos seus sonhos e com alguns promenores. A verdade e que eu raramente me lembro de um sonho, e quando me lembro sao poucos os promenores, e so me lembro quando acordo sobressaltado com alguma coisa.
Será isto normal?

Carla disse...

Boa tarde, certa noite tive um sonho que parecia ser realidade, senti esse sonho bastante, mal acordei tive que o partilhar com os meus amigos. Eles diziam para não dar importância, o que acontece é que dias depois o que sonhei aconteceu...

Isilda disse...

Aquando do 25 de Abril, tinha um irmão que trabalhava na então DGS, em Moçambique. Durante alguns anos a família não teve qualquer noticia da sua existência, pelo que o pensávamos já morto.

Uma noite sonhei que tinha recebido uma carta dele e que ele tinha estado preso e que se tinha evadido da prisão, abrindo a porta com uma chave que ele próprio teria fabricado lá dentro.

Comentei o meu sonho com a família.

Com grande espanto passadas algumas semanas, recebi uma carta dele dizendo que estava bem e que tencionava , um dia, voltar a Portugal. Assim foi. quando regressou, um ano mais tarde, mostrou a chave que tinha fabricado dentro da prisão e com a qual abriu a porta para se evadir, tendo fugido para a Rodésia, onde estava quando me escreveu.


Também sonho muito que ando a voar e por mais que tentem apanhar-me, nunca conseguem. È verdadeiramente maravilhoso e repousante.

lady_blogger disse...

O SC fez referencia ao aniversario do Pavilhao do Conhecimento.

Ontem tambem sugeri isto aqui no blog.
Para quem gosta de exposições, pode amanhã ir ao Pavilhão do Conhecimento, pois julgo que tenha acesso livre, visto ser dia do seu aniversário.

Maria Mendes

14:56

E ]e este programa que vou fazer esta tarde e por isso disse que hoje n\ao veria o vosso programa por completo.

P.S. Estou com um problemita no teclado, os erros e ausencia de aspas n\ao foram propositados.

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Para quem nao percebeu, o anivers]ario do Pav. do Conhecimento ocorre hoje. O meu post anterior continha era uma transcri;\ao dum coment]ario meu de ontem, e que contem erros ortogr]aficos porque o computador est]a com um problema de assimila;\ao do que digito.
O anivers]ario ocorre hoje.

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Vou at]e ao Pavilh\ao do Conhecimento.

At]e amanh\a.

Maria endes

Anónimo disse...

Boa tarde
Por vezes, estou a ter um sonho, que estou a chorar ou a rir e à medida que vou despertanto desse sonho, esse choro ou riso continua, ou seja, acordo a rir ou a chorar ...

Anónimo disse...

Boa Tarde,

Estou a ver o vosso programa e estou a chegar à conclusão que não é o sonho que comanda a vida mas sim, nós, a vida é que comanda os nossos sonhos!

Pedro Correia

ups disse...

Sonhos Lúcidos (ter a noção de que se está a sonhar) são possíveis e muito interessantes. No entanto nem tudo no sonho é controlado. Tentem durante o sonho mudar a luminosidade e vão ver que é muito difícil.

É também interessante notar como o sonho está fortemente ligado a sensações visuais e menos a tacto ou olfactivas.

Anónimo disse...

Olá!

COmo é possível sonharmos que está alguém ao nosso lado e até ouvimos a sua respiração, mas quando acordamos...afinal não está lá ninguem?

Será a minha própria respiração?

Ramos Martins

Anónimo disse...

Olá!

Um pesadelo pode comandar a vida?

Margarida Hoffmann

Anónimo disse...

Boa tarde!

Concordo com a duvida da Margarida...podemos ficar "presos" psicologicamente a um pesadelo?

Beijinhos

Ramos MArtins

pk disse...

Na minha opinião o sonho não comanda a vida mas nós é que comandamos o sonho, não tenho a "capacidade" de controlar os sonhos que tenho mas sim controlar ter sonhos ou não pois na minha opinião deve-se relembrar todos os nosso medos e/ou problemas para manter esses pensamentos apenas no consciente

FoAm TriCot disse...

É curioso que tenho já há muitos anos construído um universo onírico que REconheço cada vez que "vou lá parar". As regras são as minhas. A sensação mais interessante é que já sei onde estou e por onde tenho de ir para voltar a certos "lugares" que quero visitar. (Não que isso seja sinónimo de Consciência de que estou a sonhar).
Alguns deles posso entrar no pensamento das pessoas, noutros consigo voar fazendo a pressão certa no chão, noutros sei que vivem "aquelas pessoas" que estão dominadas por uma força maléfica... e por aí fora. Podia até parecer que me revejo em algum daqueles tipos de jogos de computador que andam por aí a constituir a realidade principal de muita gente, mas não, nunca sequer os joguei. Jogo-me à noite
(costumo dizer "boa noite" e "vou viajar")

:)


Sofia

Anónimo disse...

olá

um dia em que entrei na auto-estrada tive uma "visão" de um acidente com um carro branco que se tinha despistado e tinha galgado a berma da estrada; cerca de uns dez a quinze minutos depois encontrei o "tal" carro que se havia efectivamente despistado mas poucos segundos antes! ou seja vi o acidente antes de ele acontecer. como explicar isto? há anos que tento encontrar uma explicação! Não foi um sonho foi bem real!
manuela

Anónimo disse...

Podemos ficar dependentes de um pesadelo?

João Cab

Isa disse...

O meu marido diz que nunca sonha... o que pelo menos não se lembra dos sonhos. É possível?

maria disse...

Sempre tive pesadelos, desde pequena que sonho com a morte do meu pai, a morte da minha avó e o pior pesadelo que já tive, que foi a minha própria morte, vi a minha morte e o meu enterro... foi horrivel. Nunca consegui interpretá-los. Talvez o medo de ficar sozinha, não sei

Madeira disse...

Boas tardes!
Já me aconteceu uma dúzia de vezes sonhar com algo que se concretizou no dia seguinte. Em relação a ter sonhos em que se consegue voar, estes também me acontecem regularmente. Para quem acredita que não somos apenas um ser físico e mental e para os demais curiosos aconselho a pesquisarem sobre "viagem astral" e outros assuntos relacionados. Aqui fica um link onde podem recolher alguma informação e trocar opiniões com pessoas com alguns conhecimentos na matéria. http://www.comunidade-espiritual.com/groups/?id=119

Tudo de bom para todos,
Tiago Madeira

Sociedade Civil disse...

Pelo sonho é que vamos,
Comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não frutos, P
elo Sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo
Que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
Com a mesma alegria,
ao que é do dia-a-dia.
Chegamos?
Não chegamos?
Partimos.
Vamos.
Somos"

- Sebastião da Gama,
in "Pelo Sonho é que Vamos"


saudações civis da FF

Sociedade Civil disse...

Os excertos de filmes usados nas reportagens são:

"Asas do desejo"
"Donnie Darco"
"Frida"

Saudações civis,

lady_blogger disse...

Já vim do 8.º Aniversário do Pavilhão do Conhecimento. Nem sabem o que perderam? Amanhã coloco algumas fotos no meu blog euronios.
Pro ano há mais.

Fiquem bem!

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Tiago manuel Martins disse...

Olá boa noite. sim, tb acho que os sonhos serão sempre alvo de grande discussão. uns mais bons que outros é certo mas pronto, haverá sempre algo de positivo sobre esse grande tema! Há´séculos atrás várias pessoas iam pernoitar a um templo dedicado aos deuses. Particularmente a Serápis.
A intenção era simples.
precisavam de curas para os males que os afectavam. Por isso, lá dormiam esperando que os deuses lhes oferecessem um sonho de cura.
É claro que anotavam!
E de muitos desses sonhos surgiram curas. e o logotipo do templo´era muito semelhante ao de todas as farmácias. Boa noite.