sexta-feira, janeiro 4

Como proteger-se do frio



O arrefecimento e engerelamento do corpo todos os anos provocam mortes; por isso devem ser evitados assim que o frio chega, alerta a Direcção-Geral da Saúde. Os mais vulneráveis aos golpes de frio são idosos, crianças e sem-abrigo.
Neste Sociedade Civil, numa época em que se adivinha que o mercúrio nos termómetros não estará alto, vamos reunir os melhores especialistas para esclarecer todas as dúvidas e explicar como é que, afinal, nos devemos proteger do frio.

17 comentários:

susana disse...

vivo no interior numa zona muito fria, numa zona em que não temos acesso a gás natural, numa zona em que em muitos locais de trabalho (mesmo em instituições públicas) não se consegue tirar o casaco para exercermos as nossas funções. vivo numa zona em que as estradas ficam cheias de gelo muito frequentemente. vivo numa zona em que há gente que demora mais de uma hora para ter acesso a um serviço de urgência (e aqui o ter acesso significa chegar ao hospital). vivo numa zona onde amiudadamente nos rimos com os alertas da protecção civil. só é declarado que está frio porque deve estar frio para os lados da capital. nós aqui temos muitas vezes frio. e, muitas dessas vezes, ninguém diz nada porque em Lisboa deve estar sol. vivo numa terra de gente envelhecida, abandonada e de que ninguém quer saber. como é que nos protegemos do frio? lá nos vamos protegendo...
numa altura em que, supostamente, se zela tanto pelo bem-estar das pessoas, não haverá nada que se possa fazer?
parabéns pelo excelente programa e um bom 2008

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

Boas

Na verdade o frio mata , a chamada hipotermia, noites muito geladas, não sei como conseguem os sem abrigo dormir nas ruas, que politica tem o governo sobre esta triste situação?
Que apoio dão aos sem abrigo , sei que muitas ONG recebem muito dinheiro e ajudam muita gente ,as instituições ajudam mas é pouco o que se tem feito.

Pergunto que apoios existem do estado para retirar os sem abrigo das ruas?

Será que estes são de outro "planeta"?

Ou será necessário dizer quanto é que o Governo gastou em carros topo de gama nos últimos tempos...ou será que o discurso do primeiro ministro quando disse "por um Portugal mais pobre" naquele celebre "deslize" é para acreditar, o que se tem feito para combater um Portugal mais pobre?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Pedro disse...

Muitos idosos não conhecem os riscos inerentes da intoxicação por CO2 ( o resultado da combustão) era importante falarem sobre isso, a chamada hipoxia que acontece com muita frequência aqui nas aldeias do interior, ainda existem pessoas que dormem nos seus quartos com braseiros durante toda a noite num elevado risco de morte...

Ainda existe gente assim, o que fazer?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Pedro disse...

Eu sou professor de natação e verifico que existe uma redução à pratica desportiva, sobretudo os pais que evitam de levar os seus filhos nos meses de Janeiro e Fevereiro, esta conduta é errada ou um mito errado quando na verdade muitos de nós abusamos do ar condicionado do carro provocando grandes choques térmicos, não devemos temer o frio mas sim respeitá-lo... Vá á piscina, corra, mexa-se ... a velha máxima do avinha te , abifa-te e abafa-te é uma asneira do passado que ainda perdura no tempo actual.

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Pedro disse...

Pergunto aos convidados

A rota dos virus tem uma atitude variável face ás alterações climáticas?

Será que as vacinas são as adequadas aos vários virus ou corremos riscos de não nos defendermos correctamente pela inoculação da vacina?

Pedro Marinho
Arcos de Valdevez

Jorge Salvador disse...

Bom tema este que esta ser debatido neste momento.

jorgesalvador disse...

Estou a seguir o programa com muita atenção, visto que este tema me parece interessante atendendo as alterações climáticas pelas quais estamos a passar.

lady_blogger disse...

Sou daquele tipo de pessoas que se recente bastante com os picos de temperatura, sobretudo quando esfria demais.
Sempre que no Inverno vou a casa de amigos, por mais que alguma casa seja grande, é fácil encontrar-me, pois devo estar nas proximidades de uma fonte de calor.
Pareço aqueles idosos que estão sempre de volta do borralho.
Uns primos de uns primos meus, costumavam passar meio ano em Portugal e outro tanto no Brasil. Como os compreendo...

Com este decréscimo acentuado da temperatura, é explorador (no sentido de aproveitador) o prometido agravamento da factura da electricidade em 40%.

CC

Maria Mendes

House, A disse...

Ía mesmo falar sobre a comida:
Há alimentos quentes e alimentos frios, como também os há secos ou humidos..
Os naturopatas qualificados, a titulo de exemplo, sabem muito bem as várias características dos alimentos muitas vezes ignoradas pelas médicos alopatas e nutricionistas.
Por isso uma dieta quente (com alimentos quentes) ajuda a manter a temperatura corporal em valores amenos.
Cumprimentos

Rui disse...

Gostava de saber se o aquecimento central das casas em Portugal ainda continuam a ser um luxo ou se já não seria tempo de ser encarado como uma necessidade para todos os portugueses. Portugal continua a ignorar essa necessidade. Continuamos a ser um dos poucos países da europa onde ainda se vive sem aquecimento central nas casas. Continua um absurdo essa situação.

j disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
iblog4u disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Sociedade Civil disse...

cara maria mendes,
o seu comentario já está no devido tema

Saudaçoes civis

lady_blogger disse...

Por falar em clima, eu possuo diversos domínios on-line, sendo um deles bem relativo a este tema, porém e à semelhança de muitos outros está na gaveta ou para ser desenvolvido ou talvez vendido.
Quem nunca consultou a net para saber dados metereológicos?!

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

SC ainda não vi, mas agradeço desde já.
Até Segunda!

CC

Maria Mendes