quarta-feira, janeiro 2

Proibido fumar



A partir de hoje é literalmente proibido fumar na generalidade dos espaços fechados. Com a entrada em vigor da nova “lei do tabaco” , a proibição aplica-se a locais de trabalho, de atendimento directo ao público ou de cuidados de saúde, nas áreas de serviço e postos de abastecimento de combustíveis e até nos parques de estacionamento cobertos.
Nos estabelecimentos de restauração ou de bebidas, incluindo os que possuam salas ou espaços destinados a dança, também é proibido fumar, assim como nos transportes públicos.
Limitar o fumo nestes locais e estabelecer coimas que podem ir até aos 10 mil euros para os incumpridores serão razões suficientes para que os portugueses questionem se vale a pena ou não continuar a fumar? Este nível de restrição pode ser considerado um atentado à liberdade individual?

53 comentários:

T7A disse...

esta lei vai ser mais apertada nas grandes cidades , mas nas aldeias nos pequenos cafes quem vai fiscalizar?
a lei tambem abranje isto?
podemos tambem chamar a policia ?

Pedro disse...

Olá Fernanda Freitas bom ano 2008.

Quem controlará esta nova lei? A Gnr? PSP? Quem?

Se um cidadão nos incomodar e desrespeitar a lei, o que temos que fazer?


Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Pedro disse...

Pergunto aos convidados se o governo se preocupou com os fumadores e se ouve uma realação entre o governo e a ordem dos médicos, no sentido de preparar uma acção conjunta nesta matéria?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Pedro disse...

Não seria importante após este medida realizar uma boa campanha de sensibilização pelas vilas cidades e freguesias a todos os cidadãos sobre tudo aos fumadores jovens deste país.

Acham que a sensiblização tem sido ponto de ordem em Portugal contra os maleficios do tabaco? Ou o tema muchou?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

A liberdade no tabaco não existe porque estamos sempre a fazer mal directamente ou indirectamente aos outros e sobre tudo ao ambiente, existem outros paises que proibem de fumar nos jardins e parques naturais aqui em Portugal seria uma boa medida?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

T7A disse...

quem decide o aumento do tabaco?

agora em algumas marcas vai subir 0,50€ devia era subir 2€.

ncm disse...

A reportagem e os comentários do Dr. Barroso falam nos direitos dos fumadores - nomeadamente no seu direito à morte.

Nada contra - esta lei não se destina a proteger os fumadores(minoria) mas sim a maioria dos não fumadores que teêm o direito de entrar num espaço fechado sem "levar" com o fumo dos cigarros dos outros.

O focus deve ser na protecção da maioria não fumadores e não nos supostos direitos dos fumadores - fumem à sua vontade mas longe de mim e dos que não gostam de fumo!

Filipe Carvalho disse...

Todos os fumadores tem o direito de fumar, desde que esse direito não interfira com os meus, sendo um deles de também fumar mas só quando me apetecer

j disse...

A liberdade é o maior direito, nada se deve sobrepor a ela, no entanto um fumador não pode diminuir a liberdade dos outros interferindo no seu bem estar.
Esta lei é um alerta, é uma tentativa de fazer diminuir o consumo do tabaco, é uma tentativa de melhorar a saúde pública.
Fumar um bom charuto ou até um cigarro de qualidade, pode ser bom e até relaxante, apesar de ser um veneno, agora apanhar com o fumo dos outros na cara e no olhos, é repugnante.
Já agora e a roupa impregnada de tabaco? Pareçe "chumbo" meus amigos, dá vómitos.

Post Scriptum: Pelo que tenho visto, os fumadores estão a cumprir a lei, um bem hajam, e deixem de fumar.

Ludgero disse...

Está-se a fazer uma confusão tremenda com a Lei e com a Liberdade da parte dos fumadores.

Ora, sofrendo eu de renite alérgica e de sinosite, sou obrigado a fumar contra a minha vontade, e inclusivé contra a minha saúde, quando frequento locais públicos?

E a minha Liberdade?

É preciso sair uma Lei, e muito bem, para poder voltar a frequentar lugares públicos tais como bares, etc. sem ter problemas de saúde respiratórios?
Ludgero

j disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ricardo Godinho disse...

Felizmente esta Lei foi aprovada e a meu ver já vem tarde.
A falta de civismo assim o merece, pois temos o direito a não prejudicar a nossa saúde com o vício dos outros.
Com esta Lei vou lembrar-m das pessoas que fumaram enquanto eu estava na mesa ao lado a almoçar e olhavam para as pessoas com uma indiferença notável.

Filipe Carvalho disse...

Já agora para o sr. escritor e sr. colunista, que dizem estar no direito de fumar onde lhe apetecem e quando lhe apetecem, que imaginem que algum alguém que goste de beber e depois de embriagados lhe vomitar em cima, ou pior meter-se num carro e passar porcima deles por não ter a noção do que fazia.
NÃO HAVIA PROBLEMA! POIS NÃO!

T7A disse...

as discotecas andam a fazer recolha de assinaturas contra a lei sera que elas podem recorrer contra a lei e acabar com ela????

Type-R disse...

Quando se fala em Saúde Pública ninguém fala dos métodos estatísticos utilizados nem do impacto do Smog nas cidades, das incineradoras e outras industrias pesadas nessas estatísticas (incidência de asma, DRC, cancro...)

Nuno Ribeiro

Rosa disse...

Embora concordando com a lei
Pergunto porque nao proibir a venda do tabaco

Proibir as descargas poluentes de muitas firmas que continuam

Alem do uso dos nossos meios transporte

Rosa

Pedro disse...

Os portugueses sabem o prejuizo enorme que é fumar para um país e as pessoas não se preocupam em se revestir de uma nova personalidade e não devem estar a dizer constantemente que o tabaco faz mal mas sabe bem, não sejam como a lei da rotunda,há sempre uma saída, será que os que fumam ainda não sabem que o tabaco faz mal? Porque aprovam as suas vontades aqueles que o dizem, interiorizando a ideia de que o tabaco faz mal mas até se fuma porque fumar sabe bem, que péssimo exemplo este... num paradoxo cheio de ambiguidade e de um discurso sofista que oblitera o discernimento de quem sabe que fumar é medíocre.

Porque razão dizem isto?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Ricardo Godinho disse...

Num caso de um estabelecimento com separação de salas para fumadores e não fumadores, como ficam os empregados depois desta Lei? Obrigados a inalar o fumo? Se se queixarem serão despedidos?

j disse...

O senhor Doutor Eduardo Barroso faça o favor de não ser parcial como muitas vezes é dizendo que o "fumo passivo" não está provado que faz mal, sendo vossa excelência um individuo com formação, isso não é sério da sua parte e o senhor Doutor sabe-o bem.

Quanto ao número de Benfiquistas por metro quadrado não estaja o senhor Doutor preocupado, a tendencia não é de diminuição, para sua insatizfação.

T7A disse...

a lei tambem abranje as bancadas de um estadios de futebol ?
eu sei que e um espaço aberto.
so que com tanta gente mais parece um cubiculo.

Ferreira disse...

Esta lei não proíbe os fumadores de fumar, apenas concede finalmente aos não fumadores o direito a não fumar com os outros. O prazer de cada um não deve prejudicar directa, imediata e visivelmente a minha saúde. Os proprietários dos restaurantes não se preocupem que na prática vão ganhar clientes que como eu, até agora não podia ir a um restaurante; tenho problemas respiratórios e cheguei a ser agredida verbalmente (pelo proprietário inclusive) quando num restaurante pedi a um casal para não fumar ao meu lado enquanto eu comia.
Não percebo o argumento que muito ouvimos de que a lei é para proibir os fumadores de fumar porque lhes faz mal... é mentira, não é isso que está na lei! Sinceramente não estou nada preocupada por ver pessoas a matarem-se com um cigarro; preocupo-me com os não fumadores (principalmente com as crianças pela mão de mães fumadoras)! Preocupo-me com a Minha saúde! Foi com muita satisfação que ontem no primeiro dia do ano pude ir almoçar a um restaurante sem ter que me preocupar se iria conseguir acabar o almoço sem ter uma crise respiratória.

IsaLenca disse...

Como fumadora penso não ser difícil cumprir esta legislação. Mas, já nates era proibido fumar em muitos locais: metro, hospitais e mesmo assim havia quem fumasse e estão agora a recordar as proibições. Onde andou a Fiscalização? e já agora, a metadona é gratuita, porque não fazer o mesmo aos medicamentos (ou a alguns dos medicamentos)para deixar de fumar? Se consideram o tabaco como uma droga porque não ser gratuito?
Maria Isabel de Lisboa

naiana disse...

Fiquei admirada que duas pessoas de alto nivel intelectual se portassem daquela maneira, o colunista e o jornalista, foram infelizes em suas palavras. Até pq a lei não proibem que eles fumem, eles podem sim fumar onde quiserem desde que não venham poluir o ar de quem não fuma. O nosso direito termina, onde o do outro começa. Quem quiser fumar que fume, mas eu quero poupar o meu pulmão, das doenças causadas pelo tabaco.
E feliz ano 2008, sem tabaco, agora posso ir a um restaurante e saborear melhor o meu pedido.

ncm disse...

Quais métodos estatisticos? Quais descargas e emissões poluentes? EU não gosto de lever com o fumo do tabaco dos OUTROS! - É só disso que se está a falar e não da poluição atmosférica, aquecimento global...bla bla...

Ida disse...

Devo louvar o governo por finalmente ter aprovado esta lei.

Como não fumador agradeço embora também compreenda o lado dos fumadores e demais estabelecimentos.

Agora, quando à recolha de assinaturas das discotecas é polémica. Tendo por exemplo a Espanha, grande país de fumadores, que já tem esta lei há 2 anos foi dado aos proprietários a escolha entre estabelecimento onde fosse proibido fumar ou não.

resultado?
é uma percentagem bem pequena os estabelecimentos que têm o distico de proibido fumar.
Caso essa opção fosse dada aos estabelecimentos portugueses não tenho duvidas que uma percentagem perto dos 100% optaria também por esta opção.

Ao fim ao cabo a lei não serviria para nada.

schottkey disse...

A questão central não é tirar direitos aos fumadores, mas sim devolver direitos às pessoas que não fumam e que não querem ser incomadadas pelos fumadores.

Há 20 anos atrás não se colocava este problema, eram poucas as pessoas que fumavam e era possivel ir a restaurente, bar ou discoteca sem ser incomodado pelo fumo.

Se todos os fumadores tivessem a preocupação do bem estar dos não fumadores então esta lei não faz sentido.

O fumador habitual diz sempre, por exemplo que pergunta sempre antes de fumar nos restaurantes. Eu pergunto: porquê que estou a levar sempre com o fumo quando almoço!!! Ou, porquê que entro num ELEVADOR e existe uma nuvem de fumo?

Penso que hoje em dia existe uma grande falta de respeito (grande parte) dos fumadores pelos não fumadores, e esta lei portege os não fumadores.




"só fumo quando

Gonçalo disse...

Mandei calar o "Sr Fumador", ele ñ sabe o que diz!

crispim cruz disse...

este procedimento nao passa de mais uma artimanha na caça a multa, certo? se eu estiver a fumar um charro a porta do cafe, nao me acontece absolutamente nada. se fumar um cigarro dentro do mesmo cafe serei multado. importa e o dinheiro das coimas.

crispim cruz

viana do castelo

maycon disse...

Boa Tarde, ponho a seguinte questão:
A "lei do tabaco" existe devido aos danos que um indivíduo causa ao outro , então porque não criar uma lei onde se proíbe deitar lixo para o chão e que penalize quem não reciclar? O que está em causa é o mesmo: a saúde pública!!
Considero as duas leis absurdas, a melhor abordagem do meu ponto de vista seria a consciencialização!
Muito Obrigado!

T disse...

Boa tarde Fernanda.
Para expressar a minha posição, acho que o principio da lei é o correcto, mas devia-se deixar os estabelecimentos escolher totalmente (não tendo que ter mais que 100m quadrados e espaço para não fumadores) e não fazer desta uma lei proibicionista.
No entanto o que gostava de saber é qual o destino dos impostos do tabaco, i.e. o estado arrecada 80% do valor de cada maço, mas ninguém explica à população como é distribuído esse dinheiro que fazendo as contas ao numero de fumadores é um verdadeiro balúrdio.
Já agora um pormenor, sabe que as ondas electromagnéticas dos telemóveis afectam aqueles que estão ao pé de si quando fala ao telemóvel?

Jorge Cunha disse...

Apesar de concordar com a generalidade da lei, não posso concordar com algumas especificidades.
Parece-me claro que não devo fumar no local de trabalho. Os outros estão lá porque precisam, não porque querem. Mas onde está o local onde eu posso fumar sem os incomodar? O direito deles a não fumarem é superior ao meu de querer fumar? Afinal, os cidadãos são ou não todos iguais em direitos e deveres?
No restaurante também compreendo que não se fume, tanto mais que pode haver crianças e outras pessoas mais vuneráveis, mas ao bar, à discoteca e ao café só vai quem realmente quer, pelo que não vejo razões suficientes para aí proibir o fumo.
Já agora só uma curiosidade:
Portugal deve ser o ÚNICO país do mundo em que, nas prisões, é proíbido fumar, mas existem SALAS DE XUTO para meter droga nas veias.
Convenhamos que é ridículo!

Só mais uma observação para terminar:
É verdade que os fumadores poluem o ambiente. E os que andam de carro para todo o lado?.... Passem a ir a pé para o trabalho, ou então vão de autocarro, ou de carro de bois.

Contudo, um BOM ANO DE 2008 para todos.

João Santos disse...

Por mim que não sou fumador fico bastante satisfeito pela lei.
Pela primeira vez em muitos anos cheguei a casa ontem e não tinha cheiro a tabaco

João Santos - Aveiro

ana disse...

De acordo com a nova lei, é ou não permitido fumar num gabinete individual de um docente, de acesso restrito e condicionado, numa Instituição de Ensino Superior Público.

Fernando disse...

No caso de estabelecimentos com menos de 100m2 o que conta é a área para clientes ou a +area total do estabelecimento?

kaligrafy disse...

Ola boa tarde Fernanda!

Acho que nas discotecas não devia de haver tamanha revolução nem baixo assinados nem nada parecido, porque as discotecas gastam muito dinheiro com inovações de espaços, novas pistas de dança etc... não seria descabido que fizessem um espaço só para os fumadores. Também as discotecas têm altos rendimentos, nao seria um investimentos para elas por aí além.

João Cruz disse...

Posso fumar em casa quando a empregada a dias está a trabalhar?

Será que daqui a um ano me obrigam a fazer jogging todos os dias?

Ema disse...

Olá Fernanda!!!
a minha duvida é:a lei proibe fumar em locais fechados e centros comerciais eu trabalho num sopping onde este é completamente descoberto no entanto todas as lojas foram previamente informadas de que em Janeiro seria proibido fumar no proprio com que argumentos podem os reponsaveis de nos inpedir de fumar???

TD disse...

A minha pergunta é muito simples!
Será que as pessoas em relação as discotecas, vão de propósito para a noite, para fumarem ou será que vão para se divertirem?!
Qual é o drama para os proprietarios das discotecas?!
Será que o facto de haver fumo nas discotecas, aumenta o consumo do alcool?! Não é de certeza com a venda do tabaco que eles (proprietarios)ganham a noite!!! Muito provavelmente estes vão concerteza arranjar forma de contornarem isto, como por exemplo o aumento da temperatura ambiente, como ja acontece em alguns paises da europa!!! As pessoas não vão deixar de ir as discotecas, cafés, restaurantes, centros comerciais e coisas do genero!!!! Será que com esta lei vai voltar a haver vida no comercio de rua!? Deixem-se disso o nosso pais é um pais de hábitos, maus... mas hábitos...
Venham mais leis destas!!!

TD disse...

A minha pergunta é muito simples!
Será que as pessoas em relação as discotecas, vão de propósito para a noite, para fumarem ou será que vão para se divertirem?!
Qual é o drama para os proprietarios das discotecas?!
Será que o facto de haver fumo nas discotecas, aumenta o consumo do alcool?! Não é de certeza com a venda do tabaco que eles (proprietarios)ganham a noite!!! Muito provavelmente estes vão concerteza arranjar forma de contornarem isto, como por exemplo o aumento da temperatura ambiente, como ja acontece em alguns paises da europa!!! As pessoas não vão deixar de ir as discotecas, cafés, restaurantes, centros comerciais e coisas do genero!!!! Será que com esta lei vai voltar a haver vida no comercio de rua!? Deixem-se disso o nosso pais é um pais de hábitos, maus... mas hábitos...
Venham mais leis destas!!!

nvcfi disse...

Incrivel!Na passagem de ano todos desejam boa saude, mas no fim vemos pessoas a fumar e a beber durante o ano inteiro! O problema é sem duvida social.

Dominic Oliveira

Teorias disse...

Boa tarde!
Antes de mais parabéns pelo programa.
Infelizmente não consegui acompanhá-lo desde o início, mas deixo apenas um comentário relacionado com aquilo que disse um dos convidados:
Estar na praia a horas "proibidas", comer trouxas de ovos... só "prejudica" quem pratica esses actos, não é o caso do fumo do tabaco.
Obviamente que estou de acordo com a lei.
Não fumo porque, aos 9 anos de idade, perdi uma das pessoas que mais gostava, a minha madrinha. Já convenci duas pessoas a deixarem o vício e tenho um blog sobre o tema, http://no-smoking-pt.blogspot.com, no qual coloquei um link para este post.
Cumprimentos,
Teorias
no

Ricardo Godinho disse...

Como devemos reagir s alguém estiver a fumar num local onde seja proibido pela actual Lei? Interpelar o fumador ou o dono do estabelecimento?

Ricardo disse...

Olá Fernanda Freitas. Bom ano para o programa e para si também.

A minha pergunta é a seguinte:
Se o problema de fundo tem que ver com a saúde pública, porque é que não se proibe a venda de tabaco em portugal?
Porque é que andamos todos(Os Governos) a fingir que se preocupam com as pessoas?

silver disse...

Na união europeia somos dos primeiros países ou dos últimos a adoptar esta lei?
Não compreendo este fundamentalismo dos fumadores, porque se eles falam tanto em liberdade, onde está a minha (não fumador) liberdade quando em espaços públicos sou "obrigado" a sentar-me ao lado de um fumador!
É uma lei que visa defender o não fumador, não atacar o fumador. É preciso compreender bem o Português.

Fernando disse...

Jorge Jesus
Parabéns pelo programa e bom ano de 2008.
Algumas escolas criaram salas isoladas e com extratores de fumo para que professores e funcionários fumadores pudessem fumar sem prejudicar ninguém, nem estarem visíveis para os jovens.
Com esta lei, as referidas salas serâo desactivadas e os professores e funcionários fumadores, quando quiserem fumar, ver-se-ão obrigados a sair os portões da escola para irem fumar fora do recinto escolar.
O que se genha com esta medida? Uma exposição pública dos fumadores?

María disse...

Peço desculpa por fugir ao tema mas porquê tanta preocupação com s fumadores quando eles fumam porque querem. Porque ninguém se preocupa com o problema da infertilidade que, isso sim, é uma doença, já que ninguém tem cupla? Porque não haver tratamentos gratuitos, ou a baixo custo para o cidadaõ para reprodução assistida em vez de se preocuparem com quem nem se preocupa consigo próprio?

Sociedade Civil disse...

Boa Tarde a todos e todas!!
os meus votos pessoais de Bom 2008!
Fernanda Freitas

David disse...

Boa Tarde!gostava que podessem mostrar este video sobre os maleficios do tabaco!
http://www.youtube.com/watch?v=F265D6aksA0

antonio santiago disse...

fundamentalismo?

num restaurante ou café
cena 1

uma pessoa senta-se ao meu lado e fuma compulsivamente
ele esta a fazer mal a ele e a mim
e tambem me incomoda.ele é livre e o dono restaurante não diz nada.
cena 2
uma pessoa senta-se a meu lado e fuma marijuana.
ele está a fazer mal a ele e a mim e tambemme me incomoda
e o dono do restaurante o que faz e os fumadores que estão ao lado?
e os pais com filhos qual a sua reacção?
Ele tambem os mesmos direitose liberdades que os fumadores?
cena 3
uma pessoa senta-se a meu lado e snifa coca
ele está a fazer mal a ele e a mim não e tambem não me incomoda.
e ao dono do restaurante ou do café? e os fumadores que estiverem no café?e aos pais se os houver?
Ele tambem tem os mesmos direitos e libertdades que os fumadores?
cena 4
uma pessoa senta-se a meu lado pucha por uma seringa e droga-se
ele está a fazer mal a ele e a mim não e tambem não me incomoda.
e o dono do restaurante o que faz? e os fumadores ou pais que estiverem presentes o que fazem?

cena 5
na praia

as pessoas deitam lixo para o chao e as pessoas incluindo os fumadores indignam-se e com razão
a seguir os fumadores deitam as bitas para a areia e não se indignão.quantas milhares de biatas ficam na praia'

o tabaco é ou não uma droga?
cria ou não dependencia como as outras drogas?

Slogan disse...

Olá. Discutiu-se muito sobre a liberdade (do fumador e do não fumador) neste programa. Mas uma coisa igualmente importante é a verdade! Espero que tenha sido um lapso mas quando mostraram a reportagem acerca dos custos para o estado devido ao tabagismo, não deram oportunidade aos convidados de darem a sua opinião, e colocaram outra reportagem de seguida sobre vítimas do tabaco, forçando a que se mudasse de tema e ainda por cima perto do fim do programa. Acho que é importante fazer-se televisão acima de tudo para o serviço e para o bem da sociedade, não "abafando" assuntos que podem levar a discussões importantes. É que se calhar, se não fossem os factos que mostraram nessa reportagem acerca dos custos para o estado, nem haveria programa, porque a lei nem teria sido aprovada. E não haveria tanta preocupação repentina com a saudinha dos cidadãos portugueses(infelizmente). Contudo quero acreditar que foi apenas um lapso da produção.

Manuela Menino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sociedade Civil disse...

Sou não fumadora e sou muito aversa a ambientes tabágicos, porém admito que me
parece que estejam a exagerar um pouco em termos de penalizações. Pior que
fumadores são os consumidores de drogas pesadas que muitas vezes passam
incólumes.
Quanto a mim, o Estado deveria era praticar preços impraticáveis e impróprios
para consumo, isso seria talvez uma forma mais eficaz de controlar o consumo
de tabaco, pois se por exemplo um maço de tabaco custar 15 euros, quem fuma
pensaria se lhe sairia mais barato um tratamento anti-tabágico ou continuar a
fumar estragando o orçamento familiar e a saúde.
Muito mais fica por dizer, mas como estou num pc emprestado, fica para outro
dia...

CC
Maria Mendes (ladyblogger)."