sexta-feira, janeiro 18

Ruído Mata?



O ruído provocado pelo tráfego automóvel na União Europeia causa 40% mais mortes por ataques de coração e hipertensão do que a poluição do ar - conclui um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Quanto às consequências foram avaliados os impactos causados ao nível das doenças de coração, dificuldades de compreensão, surdez, zumbido nos ouvidos, distúrbios no sono e o incómodo sofrido em suposto período de descanso. O relatório cita ainda dados estatísticos da União Europeia donde se conclui que, em 2000, 25,3 % da população dos 15 países que então integravam a comunidade era afectada pelo ruído.
Na tabela, Portugal é o terceiro mais afectado, com 27,4 por cento da população atingida, atrás apenas da Holanda (34,7) e da Itália (34,1). O último lugar é ocupado pela Irlanda (9,7). Neste SC queremos perceber como combater esta ameaça para a saúde humana.

23 comentários:

Claques Portugal disse...

Apenas uma pequena correcção!
Há mp3 com limitador! Eu tenho um da Sony com esse sistema!

DuMonte disse...

Antes de mais os meus parabéns pelo programa (só que a hora !!!)
Quanto ao ruído só posso dizer que somos um pais muito proficuo em leis inertes, como são na generalidade as leis que presumivelmente se deviam aplicar quanto ao ruido.
O estado enquanto legislador é o mesmo que é conivente com os prevaricadores ao criar-lhes regimes de excepção (aeroportos, etc).
Sou uma vitima do ruido, já reclamei para as mais diversas entidades, inclusive a empresa responsável pelo meu incomodo. Mas até agora nada de nada. A tradicional impunidade de quem tem poder ou se relaciona com ele.
De referir também os "artificios" legais que condicionam as medições de ruido (por exemplo : aos fins de semana, horas de ponta, tempo chuvoso, etc, não se efectuam medições). Será que o ruido gerado por exº por uma estrada ao fim de semana é diferente da semana ???
Obrigado continuem (mas duvido que vos dêem ouvidos)
António Cruz

Snikch disse...

Boa tarde,

Antes de mais parabéns pelo tema do programa numa altura em que todos os problemas associados aos locais giram à volta do fumo do tabaco.

Aparelhos de mp3 e consolas de marcas de referencia possuem limitadores de volume (AVS).

Como paciente do Dr. Paço venho por este meio agradecer todos os conselhos e tratamentos por ele prestados.

PS: O cão é do Dr. :)

maria disse...

Boa tarde, excelente equipa, parabens.
Há alguma lei que proiba patrões levarem cães para um escritório de contabilidade, que ladram de forma insistente e ensurdecedora?

Quem protege funcionários deste tipo de rúido?

Inês disse...

Isolamento acústico? Em minha casa oiço os vizinhos a ligar e desligar interruptores, quando puxam o autoclismo, quando tossem ou espirram...

j disse...

Maria, a solução para tratar dos cães do seu patrão é só uma...se é que me está a entender.

kloggy disse...

em relação aos veículos, sendo os mais poluidores a todos os niveis, deveriam ter informação em relação ao seu ruido(do motor).








André Amorim

IV disse...

Boa Tarde,
Estou a gostar muito do programa, vou tentar ser breve...
Vivo num apartamento ao pé de um estaleiro de obras, que possui um Pt ou gerador, esta maquina produz um ruído que só se verifica no meu andar e aos cantos dos compartimentos...o som é contínuo das 8h as 24h...e faz lembrar a vibraçao de um subwoofer!

Saltitao disse...

Em boa hora liguei a TV. Parabens pelo programa... Tenho um problema acustico em casa, ouço os meus vizinhos fazer tudo, moro no 2º andar(o ultimo). Do exterior o isolamento é muito bom, mas na vertical é uma desgraça. O predio é novo e esta habitado à 1 ano. Qual será a soluçao visto ja ter alertado o vizinho e o empreiterio. Obrigado
Nelson

Teresa disse...

o meu pai está com problemas por causa da máquina de barbear que todas as manhãs depois do ouvido estar em repouso leva com aquele ruidinho

jb disse...

Boas. Parabens pelo programa, é sem duvida o unico programa com qualidade a esta hora na televisão publica.
Sou caçador e tenho um canil no meu quintal com dois cães, recentemente tenho um vizinho que afirma que os cães fazem muito barulho. Ja tentei procurar informaçao, ja me desloquei á gnr mas niguem me sabe ao certo explicar se posso ter os cães ou nao, parece-me que a lei do ruido em relaçao aos animais está pouco explicita. José Baltazar

Teresa disse...

Boa Tarde

Ouço o meu vizinho a conversar com a esposa às 5h da manhã porque não tem sono devido à idade (acho) e ouço-o a ressonar. só tenho 2 cm de largura para fazer de aumento na parede. Há alguma solução como cortiça e pladur, sei lá.

Obrigada

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Já ouvi falar numa coisa curiosa. Parece existir um toque de telefone que só os jovens conseguem ouvir. Isto comprova que todos nós perdemos progressivamente capacidade auditiva muito embora por vezes não nos apercebamos.

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Por vezes há quem julgue que ouve mal, mas na realidade poderá ter é uma audição selectiva.

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Em que cirscunstâncias podemos dizer que alguém faz barulho a mais? Eu teria de medir em minha casa o barulho exterior dos outros? Como se faz? Poderiamos ter um aparelho desses em nossas casas de modo a controlar o nosso barulho para não perturbarmos os vizinhos? Pensa-se muito no isolamento acústico, mas para as construções antigas a redução de ruídos tem de recorrer a outras estratégias.

CC

Maria Mendes

Miguel disse...

Boa tarde
Eu ca em casa tenho um desomificador a trabalhar durante a noite, visto que de dia nao ta ninguem em casa e é perigoso.
O barulho produzido pelo aparelho pode prejudicar o sono e o nosso comportamento, uma vez que ao dormir mal pode nos influenciar no dia a dia.
Queria saber se devo para de utilizar o aparelho.

Parabens ao vosso programa.

Cristiana disse...

Boa tarde...

Realmente isolamento acústico não deve existir muito no prédio onde vivo durante a semana... Muitos dos dias em que vou para dormir (muitas vezes tarde) oiço a intimidade toda dos meus vizinhos de baixo... estou farta de bater com os sapatos no chão para ver se eles têm alguma consideração para com as pessoas que no outro dia têm de se levantar cedo e que não estão minimamente interessadas em saber a vida intima deles... Mas nada.. continuam sem ligar alguma... é camas a ranger, gemidos (que mais parecem gritos), etc... Ate já pensei em deixar uma carta no correio/casa visto que nunca os vejo...

Teresa disse...

O meu pai está a ficar com problemas auditivos por causa da máquina de barbear que todos os dias de manhã depois do repouso leve com aquele zumbido

Teresa disse...

O meu pai está a ficar com problemas auditivos por causa da máquina de barbear que todos os dias de manhã depois do repouso leve com aquele zumbido

comenta disse...

Linha de Sintra: os comboios são muito ruidosos, quer parados quer em movimento. As cabinas dos mesmos não têm isolamento acústico em condições.
Houve alguém da Empresa, para ajudar à festa, que se lembrou de pôr os maquinistas a apitarem em todos os locais de paragem, entre as 7 e as 21horas, para apressarem as entradas e saídas dos passageiros, argumentando que assim os comboios nâo se atrazam!!!...como se trata duma área "rural" em que só há árvores...além de estarem dotados de aviso sonoro de fecho de portas.

Catarina disse...

tenho um vizinho com um ar condicionado ligado 24horas todos os dias da semana. é bastante ruidoso, pois encontra-se em constante esforço...
este aprelho está praticamente encostado aos quartos da minha casa e apenas se ouve durante a noite ( não há ruídos externos de noite)
a minha pergunta é: fará mal a constante exposição a este tipo de ruído? (visto que é de facto conhecido que na tortura se usa o ruído branco)

mariodasilva disse...

Uma das opções era desincentivando o tráfego automóvel e promovendo os transportes públicos menos poluidores (comboio, metro, electrico).

O Estado prepara-se para criar mais um "cancro" com a aposta numa nova ponte rodoviária para Lisboa, em vez de a fazer somente ferroviária.

A (não) aposta nos transportes públicos na Grande Lisboa e as atitudes de cartelização anti-concorrencial apadrinhadas ou aceites silenciosamente pelos sucessivos Governos é outro dos grande problemas.

E por último a aposta governamental, com esta ponte, na escalada suburbana para o Barreiro e Moita, e litoralização do país só será mais um prego nesse caixão da má qualidade de vida dos portugueses.

E, embora até possa não parecer que isto também tem a vêr com o ruído, no fundo são as medidas estruturantes de política de gestão e ordenamento do território (ou falta delas) que criam os problemas.