quinta-feira, janeiro 17

Desporto para todos



No desporto são várias as alterações para o ano de 2008. O Governo vai apoiar a preparação dos atletas, cujas bolsas passarão a estar isentas do pagamento de IRS, de acordo com o Orçamento de Estado deste ano e aprovado no final de 2007. A isenção de tributação do IRS das bolsas olímpicas e a redução do IVA nas actividades desportivas para 5% também vão fazer parte da lista de alterações. Quanto ao pagamento das bolsas olímpicas, também foram alteradas ao afastar a intermediação das federações. A medida visa igualmente baixar os preços cobrados ao público em geral que frequenta actividades desportivas em instalações do sector privado, bem como os preços dos bilhetes dos espectáculos desportivos.

34 comentários:

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Boa tarde Fernanda,
Sou defeciente motora e precisava de ganhar massa muscular, tenho medo de ir para ginásios, pois não sei se existem pessoas especializadas para as defeciências!
Já tive fisioterapia alguém que nada percebia de defeciências e ao príncipio até "medo" tinha em me fazer algo.

Obrigada e continue o bom trabalho!
Mariana

lady_blogger disse...

Sei que a Holmes Place não desceu os valores que cobra aos frequentadores dos seus ginásios, quando um dos imperativos desse tal decréscimo dos impostos era precisamente para que os clientes dos ginásios pagassem menos pelas práticas desportivas já a partir de 2008. Refugiam-se no facto de pagarem 5% desde o início do ano transato e que isso já os iliba de descerem os preços. Será isto verdade, não serão obrigados a descer os preços mesmo assim? E como é possível que na generalidade os ginásios pagassem 21%, e estes em específico só 5%? Era justo e legal?

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Sou daquelas pessoas que provavelmente não faria ginástica nem que me pagassem, e muito menos com um treinador pessoal. Sempre gostei de andar a pé e de correr, não sou gorda e nunca tive uma preocupação considerável com a alimentação.
Actualmente a ginástica que prefiro é a mental e a digital (de digito).

Vejo indivíduos que se orgulham de ser desportistas, mas depois vejo-os chegar a casa e comer como se não houvesse amanhã. A alguns, o exercício físico só serve para abrir ainda mais o apetite e consumirem uma dose de calorias superior à que acabaram de gastar.


CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

O facto de os impostos pagos em ginásios descerem dos 21% para os 5%, de certa forma evidencia que a ginástica acompanhada tornou-se num bem essencial, pois todos os ditos bens de 1.ª necessidade têm essa mesma percentagem de imposto. Esta atitude parece ter implícita a seguinte mensagem: "Cidadãos de Portugal, emagreçam, pela vossa saúde!"

P.S. Um recado à Célia que ontem comentou no blog do SC: Célia, como não a conheço dirijo-me a si não usando nunca a 2.ª pessoa do singular. Eu não a tratei como se de uma filha ou colega de escola se tratasse... É tudo uma questão de educação e respeito. Caso me conheça diga, aí também talvez a passe a tratar por tu. Outra coisa, a Célia conseguirá tratar-se da fobia social, basta que queira e tudo tente para solucionar esse seu problema.

CC

Maria Mendes

EviL disse...

À boa maneira portuguesa já seria de esperar que não houvesse descida em lado algum. Legalmente estão seguros, basta dizerem que o aumento previsto para este ano era de 16% e voilá !

guida disse...

Boa tarde
Gostaria de saber o seguinte. Estando eu inscrita num dos conceituados ginasios (Holmes Place Arrabida) fui supreendida com a subida da mensalidade em 2%. ora baixando a taixa desta, como e possivel aumentar a minha mensalidade desculpando-se o aumento e de aulas praticas, sendo estas as mesmas desde o principio. Obrigada
Ana Maria COnceição
V.N.Gaia

Pedro disse...

Sou praticante de desporto mas não sou adepto de ginásios nem da prática de desporto dentro de portas, como tal acho que esta medida de redução do IVA teria sido mais justa e abrangente se se reflectisse sobre todos os produtos desportivos e não sobre ginásios em particular. 2º ponto, não será um luxo ir ao ginásio num país de ordenado mínimo pouco superior a 400euros e em que se sabe que as familias estão completamente individadas??

Pedro disse...

passamos do Imposto de Valor Acrescentado de 21% para um Rendimento Acrescido dos Ginásios de 16%!! É incrivel como se continuam a adoptar medidas por parte do governo que só servem para beneficiar minorias favorecidas.

Pedro disse...

alguém devia dizer a esse senhor que representa os ginásios que quem paga e sempre pagou o IVA é o consumidor final, o s ginásios são apenas o veículo que tem de encaminhar esse dinheiro para o Estado. O IVA não é do ginásio nem nunca foi.

José Pedro Chaves disse...

Boa tarde Fernanda
Eu sou o José Pedro Chaves e tenho uma arretmia e o meu cardologista diz que é do tipo baixa,que tipo de exercicios me aconselha que faça para mante-la baixa?Se dos ginacios tem programas para exercicios para pessoas com arritmias?

Ana disse...

Boa tarde, sou frequentadora de um ginásio no Fundão (Vivactivo) e eles t~em uma medida inteligente. Quem paga por débito directo tem 15% de desconto, no entanto este meio ainda não tem muita adesão. Parece-me excessiva estes comentarios pois as pessoas por vezes têm preços muito acessíveis e não aderem porque obriga a permanencia de 6 meses. Penso que o principal problema é que as pessoas arranjam problemas em tudo. O verdadeiro problema é que as pessoas não estão sensibilizadas para a prática desportiva regular, e qq desculpa serve para não ir. O IVA é uma delas.

daniela disse...

Boa tarde!

Concordo plenamente com o pedro! Não é o consumidor final que o paga e sempre pagou?!?! Então qual é o problema dos ginásios em retirar 16% às mensalidades, se esse valor vai directamente para o estado? Claro que agora são mais 16% de lucro para eles!!!

Não se desculpem com investimento e novas aulas... Ou comparando-se com os outros sectores!!!

j disse...

É uma vergonha que os ginásios não cumpram a lei e não tenham já baixado as mensalidades dos seus clientes. É só chicos-espertos neste país. Aconselho os clientes dos ginásios em Portugal a praticar exercicio fisico ao ar livre durante dois meses e não ir ao ginásio, para ver o que aconteçe a esses senhores quando tiverem de pagar as contas durante esse tempo sem ter rendimento.

Joaquim disse...

Toda gente que trabalha em ginásios tem licenciatura??!!

Pura mentira posso garantir que nem 50% o tem!!!

Hoje em dia basta fazer um cursito qualquer de fitness e entram todos á frente!

Profeesores educação fisica estão perder credibilidade!!!

Não os empregam nem nas escolas nem nos ginásios e temos de ir trabalhar para supermercados!

Pedro disse...

talvez se os portugueses adoptassem mais a cultura do boicote e não tanto a da passividade, os ginásios tivessem já reduzido as mensalidades ao invés de estarem a ver esta redução como uma oportunidade de lucro. Da mesma maneira que as pessoas se associam para a prática do desporto, associem-se também para alcançar os seus interesses

Joaquim disse...

Toda gente que trabalha em ginásios tem licenciatura??!!

Pura mentira posso garantir que nem 50% o tem!!!

Hoje em dia basta fazer um cursito qualquer de fitness e entram todos á frente!

Profeesores educação fisica estão perder credibilidade!!!

Não os empregam nem nas escolas nem nos ginásios e temos de ir trabalhar para supermercados!

Joaquim disse...

Meu deus como é possivél estarem a dizer que um professor se salsa hoje em dia têm curso de ciencias desporto!

Fernanda garanto-lhe por conhecimento empirico que andará perto dos 5% quem o tem!

Escola Academia Sporting Alta de Lisboa disse...

Boa Tarde Fernanda

Relativamente à questão do IVA gostaria de colocar 2 questões:

1º Quantos clubes e instituições de utilidade pública oferecem serviços de actividade fisica acompanhada por curiosos da matéria e paga através de mensalidade, e que nem contabilidade apresentam? Será que pagam IVA?

2º Será que é obrigatório fazer actividade fisica em ginásios de Top? Será que não existem várias opções no mercado adaptadas às bolsas de cada um?

Joao Raimundo

Obrigado

Pedro disse...

Gostava de colocar a seguinte questão: Da mesma forma que uma farmácia necessita de ter um técnico responsável também um ginásio necessitia de um quadro técnico responsável para obtenção de alvará? E se sim poderá ser responsabilizado pelas práticas incorresctas que lá ocorrem?

poster disse...

Ola,
O ginásio da minha "zona", tem câmaras nas áreas privadas do clube, nomeadamente no jacuzzi. Até que ponto isto é aceitável?


Rui Miranda
Colaborador do blog "Isto é Noticia" (http://istoenoticia.blogspot.com

eneida disse...

Boa tarde sou instrutora de fitness e uma licenciatura em Educação Fisica. Ao falarmos de instrutores temos que ver que um licenciado em educação fisica não esta apto para ser director tecnico de um ginasio...nem la tão perto. Já por isso existem entidades para dar formação nessa area.Qual o motivo para dizerem que um ginasio tem que ter profissionais com o curso. Não será uma maneira de tirar os desempregados de Educação fisica do desemprego?? Em relação ao IVA o ginasio onde trabalho abriu à cerca de 4 anos. Desde ai os preços não foram alterados, mas tudo subiu, a agua, a luz, o gasoleo(que no inicio estava a 0.50 e agora esta nos 0.91)e agora que fizeram um aumento dos preços em Novembro do ano passado para conseguirem colmatar as dividas vem uma descida do IVA vinda do nada. Obrigado

Catarina disse...

Boa tarde Fernanda :)

Acerca do termo de responsabilidade... Sou nadadora e preocupa-me um pouco saber que agora qualquer pessoa, assinando o dito termo, pode nadar, mesmo que tenha alguma doença contagiosa através da água.
Gostava de ser esclarecida sobre isto (se calhar até estou a ter uma perspectiva exagerada).
Beijinhos, gosto muito do seu programa.**

J.Simão disse...

As universidades de desporto não preparam suficientemente na prática os seus alunos para áreas tão sensíveis com o fitness e a musculação.
Nota-se uma certa dificuldade dos recém licenciados numa primeira abordagem a uma sala de msculação

Deus disse...

Porque é que num programa onde se deveria discutir os benefícios da prática do exercício físico e os efeitos da nova taxa de IVA, se está a dar tanto tempo de antena a um indivíduo que lucra com a manutenção do "status quo" (e que representa os restantes) para quem a baixa do IVA é apenas uma oportunidade dourada de exponenciar os lucros?? Estará a tentar convencer-nos que este ano já TODOS os seus clientes (ou "associados" se quiserem) previam aumentar as mensalidades em 20% para reflectir os "investimentos" efectuados?? Haja vergonha!! Mas a culpa não é desse senhor nem dos seus associados, é do Estado... se não fiscalizar a correcta reflexão da medida nos preços.

Isaías Carvalho disse...

Boa tarde.

Gostaria de, se possivel levantar uma questão.

Será que quando se fala em prescrição médica, sobre a capacidade fisica de um individuo, não existe o bom senso de cada pessoa de se auto-avaliar, e acima de tudo ser verdadeiro quando fala para um instrutor/a?



Existem pessoas que apenas pretendem utilizar um ginasio para praticar desporto livremente, sem programas, aulas, etc....logo cada individuo deve ser responsavél da sua própria saúde. Pois se não somos capazes de nos auto-avaliar nem uma corrida ou um jogo de futebol podemos fazer sem uma avaliação exterior.

Não concidero que a prescrição seja obrigatória porque devemos ser nós a ter atenção ao nosso estado fisico, nao o ginásio onde andamos.

J.Simão disse...

Nota-se uma dificuldade dos recém licenciados numa primeira abordagem às salas de musculação. As faculdades têm uma quota parte sem dúvida

Ana disse...

Um reparo ao comentador Isaías Carvalho....

No meu caso, que precisava de ganhar massa muscular e tenho de ter cuidado uma vez que tenho uma defeciência, não sei o que será adequado para mim, por esse motivo acharia útil ter um técnico especializado.
Conheço o meu corpo, mas não sei quais os exercíos correctos que deveria fazer.

Ana

calmeida disse...

Alguns dos comentários que aqui vi até agora mostram uma certa ignorância por parte das pessoas que os fazem! Aceito que digam que o exercicio acompanhado não é um bem de 1ª necessidade para todos mas por exemplo no meu caso é!!! Sou "obrigada" por razões de saúde a fazê-lo e a gastar bastante dinheiro com isso... e neste momento também estou a ser roubada pelo ginásio onde estou inscrita, pois a mensalidade "manteve-se". Se correr ou passear resolvesse o meu problema também preferia... era bastante mais leve para a minha carteira!

Natalia ferreira disse...

Boa tarde.Quero compartilhar uma informação.
O meu filho reside na Inglaterra, já têm problemas de coluna derivado da profissão (muitas horas no PC).Começou a frequentar um ginásio, quando se inscreveu foi-lhe exigido além da inscrição uma valor para uma consulta médica, depois foi-lhe informado o dia que ele podia íniciar.Nesse dia foi examinado pelo médico dentro do ginásio e aconselhado sobre os exercícios que devia fazer e os que não podia fazer.Todos os meses o médico vai ao ginásio e consulta os utentes.È-lhes então aconselhado novamente o que devem e não devem fazer.É também comunicado ao monitor o que cada utente têm ou não de fazer.Só a primeira consulta é que é paga, de resto são só as mensalidades.
Acho isto uma boa organização. Cumprimentos-Natalia Ferreira-Lagos