quarta-feira, abril 2

Há novos pecados?

Luxúria, soberba, gula, avareza, preguiça, inveja e ira eram até ao momento os 7 pecados capitais. Mas segundo o Vaticano, em paralelo aos pecados passam a ser incluídos o consumo de drogas, a poluição ambiental e o desrespeito pelo planeta, a desigualdade social, a pedofilia e o aborto. A intenção é que os pecados mortais deixassem de estar centrados exclusivamente no indivíduo para passarem a ter uma dimensão social mais abrangente.
Neste Sociedade Civil queremos discutir a pertinência e o impacto que esta nova revelação tem na sociedade portuguesa.

88 comentários:

Mario disse...

Todos os pecados são doces no início e amargos à medida que se vive neles.

"Pecado" é qualquer coisa que obscurece a alma. A lista dos 10 originais cresceu e asimm continuará ao longo da civilização à medida que esta se torna mais complexa.

As religiões na sua evolução têm a obrigação de alertar para os efeitos do pecado e não para a sua existência ser algo de anormal.

A compaixão e o exclarecimento pode curar mais pecados que a condenação: nos originais, pessoais e sociais.


Mario Almeida

j disse...

Boa Tarde Fernanda.

Pergunte por favor ao padre Feytor Pinto, se acha ou não, que a Igreja Católica Apostólica Romana, não comete diáriamente os pecados da luxúria e da avareza, dado o património que tem e que retira todos os dias aos seus fiéis, quando poderia estar a contribuir para acabar com a fome no mundo.

j disse...

Os "pecados" são chavões criados para condicionar as pessoas no seu dia a dia, é uma forma de condicionamento de massas.
Até existe um ditado popular que diz: "Faz o que eu digo, não faças o que eu faço", logo por aí se pode vêr que a essência da palavra "pecado" é uma hipocrisia.

Mario disse...

Acho ridiculo atribuir à igreja católica como a razão de ser todos os pecados.

Independente de a igreja catolica cometer inumeros pecados: da inquisição aos nossos dias, os pecados são só de nós: religiosos, agnósticos e ateus.

Mario Almeida

AXFDASILVA.BLOG disse...

BOAS TARDE

AXFDASILVA.BLOG disse...

QUEM DEFINE O QUE É OU NÃO PECADO, SE DEUS DITOU A MOISES OS PECADOS CAPITAIS, A QUEM DITOU DEUS OS NOVOS PECADOS.

j disse...

Padre Feytor Pinto, fique o senhor sabendo que não admito a ninguêm autoridade para decidir por mim se devo optar ou não por morrer a meu pedido no caso de ter uma doença terminal e não ter condições mínimas de vida.
Com que autoridade moral alguêm se pode intrometer no direito de outrem de morrer em paz com a sua consciência?

AXFDASILVA.BLOG disse...

PORQUE É QUE OS FUNCIONÁRIOS DA IGREJA, SE TORNAM TÃO AGRESSIVOS QUANDO ALGUÉM OUSA ARGUMENTAR E NÃO CONCORDAR COM AS SUAS TEORIAS.SERÃO TIQUES DOS TEMPOS INQUISITORIOS???

j disse...

Padre Feytor Pinto, qual é o castigo para os padres católicos que cometeram o pecado da pedófilia por esse mundo fora?

AXFDASILVA.BLOG disse...

VIU-SE BEM A AUTORIDADE DA IGREJA CATÓLICA EM DEFINIR O QUE É PECADO OU NÃO QUANDO ACONTECERAM OS MASSACRES NO CEMITÉRIO EM DILÍ-TIMOR , E CALARAM-SE E NÃO DISSERAM NADA.

Cee Jay disse...

Gostaria de saber porque é que convidaram a Dra. Joana Amaral Dias para falar sobre a Igreja Católica. Que eu saiba não tem nem formação, nem conhecimento - nem teórico nem, pelos vistos, práctico - para dar uma opinião racionalmente honesta sobre este tema.Uma colaboração perfeitamente inútil para este debate.

j disse...

cee jay, certamente que vossa excelência se refere à mesma não formação que têm os católicos em Portugal, onde 95% deles não leram a Bíblia e nem sequer sabem o que é verdadeiramente a Igreja Católica.

Memórias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AXFDASILVA.BLOG disse...

A IGREJA CATÓLICA É DE TODAS AS RELIGIÕES EXISTENTES NO PLANETA A MAIS OSTENSIVA NA OPULÊNCIA, QUER NOS SEUS EDIFÍCIOS (IGREJAS), QUER NAS RESPECTIVAS FARDAS, COM OS DOURADOS, RENDAS DEBRUADOS A OURO, COM DISCURSOS, EM QUE DIZEM CLARAMENTE QUE É PARA A GRANDEZA E DE DEUS, COMO SE DEUS TIVESSE PEDIDO TANTA MANIFESTAÇÃO DE RIQUEZA E OPULÊNCIA EM SEU NOME.

j disse...

se o soubessem, certamente que não o seriam, nem desta, nem de nenhuma outra...

José Faria disse...

A palavra de Cristo era amor e compreensão. Embora use o nome de Cristo, a Igreja Católica não segue os seus ensinamentos, porque julga e condena. Os pecados servem precisamente para condenar. Para além do mais Cristo era contra donativos, para ele que dessem os donativos aos pobres. Ele mandava os discípulos não levarem nada com eles, e hoje em dia, é assim?

À conta do contributo Pascal, ouvi um padre a dizer que quem não podesse dar 500€ que dessem o que podessem. Isto admite-se?

Hoje em dia a média de riqueza dos elementos da Igreja Católica estão muito a cima da média dos países onde eles se encontram.

Cee Jay disse...

Caro J.

Em que lugar encontrou essa informação?

José Rodrigues disse...

Queria deixar apenas uma experiência vivida:

Em 1964 fui obrigado a fazer a comunhão solene para me poder matricular no exame de admissão aos liceus a fim de poder ser aceite como aluno do então chamado "ciclo preparatório", Não seria isto ainda uma forma de inquisição apesar de estarmos na 2ª metade do século 20?
Cumprimentos José Rodrigues.

Mario disse...

A Inquisição: enorme pecado- " Não matarás".

Padre António Vieira, católico foi um dos principais críticos do efeito desta barbarie.
Os Judeus na sua razão e organização crítica têm feito muito bem essa chamada de atenção para que não nunca caia no esquecimento da humanidade.

Mas lamento dizer q acho bastante concentracionário o focus na igreja católica só porque foram enumerados "novos" pecados. Estou à vontade para dizer isto pq, graças a Deus, nem sequer sou católico.

Poluir é efectivamente um grande pecado. E foi muito bem apontado globalmente pelo Papa.

É bom que agora por reacção à igreja por exemplo se comece a poluir mais apenas por resistencia à igreja católica.


Mario Almeida

PEDRO DE CASTRO disse...

Boa tarde,
Eu diria que o pecado e o poder andam de mão dada.
Fala-se da igreja, eu falaria dos Estados também e dos partidos políticos e correntes políticas.
Olhemos para o que aconteceu com o Nazismo mas também com o Comunismo e com os milhões mortos na União Soviética. Ainda hoje vemos noticiários a serem abertos com as noticias de repressão levadas a cabo pelas autoridades chinesas no Tibete. O "pecado" é encarado dependendo do ponto de vista; quem quer controlar e manter o poder consegue legitimar os seus actos mas códigos de valor podem existir sem associação a organizações humanas. Igreja, partidos, todas as organizações obedecem a hierarquias que apenas seguem a sua agenda. Os pecados tem de ser estabelecidos por valores comuns numa mesma sociedade

j disse...

Fernanda, introduza algum comentário dos internautas no debate também.

Obrigado.

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger j disse...

Padre Feytor Pinto, qual é o castigo para os padres católicos que cometeram o pecado da pedófilia por esse mundo fora?


OOOPPPSSSS... ISSO NÃO INTERESSA PARA NADA, ALIAS É PECADO FALAR NISSO. PORQUE PAGA-SE UMA QUANTIA AS VITIMAS E ESTA LAVADO OS PECADOS, E NÃO SE FALA MAIS NISSO.

Mario disse...

"É bom que, agora por reacção à igreja, por exemplo, NÃO se comece a poluir mais apenas por resistencia à igreja católica."

j disse...

A nova Opulência do Betão em Fátima...

PEDRO DE CASTRO disse...

a famosa máxima do "faz o que te digo e não faças o que eu faço" diz exactamente o que todos os responsáveis de instituições fazem. A culpa é a primeira arma na tentativa de controlo e das mentes fracas. Quem tiver consciência e capacidade de raciocionio não necessita de valores em cartilha impostos por instituições

j disse...

Padre Feytor Pinto, qual é o castigo para os padres católicos que cometeram o pecado da pedófilia por esse mundo fora?


OOOPPPSSSS... ISSO NÃO INTERESSA PARA NADA, ALIAS É PECADO FALAR NISSO. PORQUE PAGA-SE UMA QUANTIA AS VITIMAS E ESTA LAVADO OS PECADOS, E NÃO SE FALA MAIS NISSO.

Resposta do padre Feytor Pinto: Meu caro, como os padres não podem casar a solução que encontraram foi a que tiveram à mão, as desgraçadas das criancinhas, contra a natureza humana não se pode ir.

PEDRO DE CASTRO disse...

Porque será que o Santo Padre precisa de andar vestido de ouro para ter mais "valor"? Cristo vestia de juta!
Realmente o valor não está no que se veste mas no valor do que se transmite

Nheca disse...

Sou católica professa, pertenço a um grupo de jovens da minha paróquia, fui catequista durante 10 anos... isto não para mostrar o meu CV católico, apenas para dizer que sou uma católica praticante informada. Ou seja, a Igreja orienta os cristãos católicos e "oferece-lhes" caminhos válidos para sermos e estarmos mais felizes connosco, com os outros e com Deus (por esta ordem). Os cristãos aceitam se quiserem. Os agnósticos e ateus não têm nada que opinar, já que não acreditam nem trazem para a sua vida nada daquilo (apenas a herança cultural e social judaico-cristã que tanto negam). ESTOU DEVERAS CANSADA DE OUVIR QUEM ESTÁ DE FORA CRITICAR! QUEM TEM DE CRITICAR SÃO OS QUE ESTÃO DENTRO, QUE CONHECEM E QUE SENTEM E VIVEM A FÉ. PARA QUE VAI UM MILITANTE COMUNISTA CRITICAR O CDS? Os outros negam-na, para quê criticá-la?
AXFDASILVA.BLOG - estes novos pecados foram apontados tendo como balança a Bíblia. Querem melhor fonte? Não são os atentados ambientais um atentado ao homem (não matarás...)?
PAREM POR FAVOR DE CRITICAR TUDO NA IGREJA SEM CONHECER POR DENTRO DO QUE SE TRATA...

AXFDASILVA.BLOG disse...

SR. PADRE FOI COM ESSES TAIS CONTRIBUTOS QUE SE GASTOU NÃO SEI QUANTOS MILHÕES EM FATIMA, PARA GRANDEZA DE NÃO SEI QUEM.

diariopurpura disse...

não se afastem do tema.
a discussão acerca da bio ética, as questões sociais, políticas e económicas.
uma ética colectiva.
o debate sobre a história da igreja ficaria com certeza para outro momento.
anapereira

j disse...

Pedro de Castro, estou completamente de acordo consigo...disse tudo.

JBC disse...

Como é que a Dr. Odete Santos tem o desplante de falar da inquisição da idade média e cala a inquisição do século XX, vulgarmente conhecida por GULAG?
O mesmo sobre liberdade de pensamento, quando ainda nos nossos dias não a aceita dentro do seu partido? Porque expulsam os militantes que insistem em ter opiniões discordantes?

AXFDASILVA.BLOG disse...

PELA SUA TEORIA SR. PADRE UM FIAT PUNTO NÃO PARA TRANSPORTAR S. SANTIDADE, TEM SER UM CARRÃO, COMO BEM RECENTEMENTE VIMOS NUMA REPORTAGEM, EM QUE ATE A COR DO TECIDO, ONDE S. SANTIDADE IA POR O TRASEIRO TINHA DE SER ESPECIFICAMENTE DE UM DETERMINADO PADRÃO E QUALIDADE.

J. Calaveras disse...

Quais os resultados palpáveis da reflexão sobre a opulência da Igreja, sobre os investimentos, sobre os crimes sexuais ocultados???

Inês de Castro disse...

O Abbé Pierre, fundador do movimento Emaús, morreu há pouco tempo deixando uma obra de doacção aos mais necessitados. É um exemplo do que é ser cristão.Faz-nos ter orgulho em ser católicos!Onde se vê a igreja católica falar no Abbé Pierre?

Marques disse...

Gostaria de perguntar a Dª.Odete Santos, com que MORAL, uma pessoa que está ligada ao Partido Comunista Português a muitos anos, talvez à anos a mais, e sabendo o mundo inteiro as diversas barbáries cometidas por essa doutrina durante anos e anos (Mao,Estaline,Fidel Castro,etc...), estamos a falar de Milhões de pessoas assassinadas em apenas dois séculos, pode sequer colocar em causa o quer que seja da Igreja Católica.
Quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra...

Boullevart disse...

Boa tarde

Pergunto se as peças de marca do Papa, acusadas de lexúria, não serão ofertas da própria marca, ou de fiéis anónimos?

Obrigado

Ricardo Fonseca disse...

Boa tarde Fernanda,

Pergunte por favor ao Sr. Padre presente no programa, como é possível que a Igreja Católica tenha acabado com as suas doacções à UNICEF e à Amnistia Internacional por estas instituições terem feito campanhas em África a favor do aborto e do uso do preservativo. Isto não confirma afinal que a Igreja Católica é fervorosamente contra o uso do preservativo?

PortugalFlorestal disse...

E se Jesus Cristo voltasse à Terra, qual seria a opinião dele sobre o que tinha criado, ou criaram em nome dele?

Encher-se-ia de orgulho, ou arepender-se-ia?

Pedro Pereira

j disse...

JBC, isso que disse sobre a Drª Odete Santos, e que concordo consigo, só mostra que vocês são todos farinha do mesmo saco, são as porcarias das ideologias a tentar condicionar a mente humana.

J. Calaveras disse...

Reflexão preconizada pelo padre Feytor Pinto

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger JBC disse...

Como é que a Dr. Odete Santos tem o desplante de falar da inquisição da idade média e cala a inquisição do século XX, vulgarmente conhecida por GULAG?
O mesmo sobre liberdade de pensamento, quando ainda nos nossos dias não a aceita dentro do seu partido? Porque expulsam os militantes que insistem em ter opiniões discordantes?

E DEPOIS SR., SERVE DE DESCULPA, PARA A INQUISIÇÃO, TER COMETIDO AS BARBÁRIES, QUE COMETEU? ATE PORQUE UM SERVIU DE EXEMPLO A OUTRO.

PortugalFlorestal disse...

E se Jesus Cristo voltasse à Terra? O que pensaria do que criou ou criaram em nome dele?
Seria este o projecto que tinha?
Sentir-se-ia orgulhoso ou e arrependido?


Pedro Pereira

Mario disse...

Eu, pessoalmente chateia-me a posição de atirar pedras a quem quer que seja: igreja católica incluída.

Porque é o mesmo que atirar aos católicos ou aos judeus ou aos islamitas.

Acho isso um pecado. (para não dizer uma atitude absolutamente reaccionaria...)

Mário Almeida

older_4me disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger PortugalFlorestal disse...

E se Jesus Cristo voltasse à Terra, qual seria a opinião dele sobre o que tinha criado, ou criaram em nome dele?

Encher-se-ia de orgulho, ou arepender-se-ia?

Pedro Pereira

SIMPLES SR., A CRIAÇÃO EXCEDEU AO SEU CRIADOR.

António disse...

Quanto à Inquisição, sabem que mais de 80% dos processos movidos durante a Inquisição eram fruto de invejas políticas, e que, como os tribunais da Inquisição tinham também uma componente régia, propiciavam-se a que vinganças de natureza civil tivessem lugar nesses tribunais? É por isso que muitos padres, dos quais um dos mais famosos foi o PADRE ANTÓNIO VIEIRA foram PERSEGUIDOS pela própria Inquisição. Não acham isso estranho?
O estigmatismo da Inquisição, sem a contextualização histórica que se impõe e sem o conhecimento cabal dos factos, presta-se facilmente a demagogias baratas de quem desconhece os factos históricos.

Pedro Mendes disse...

Pegando um pouco num dos comentários aqui escritos, penso que não existem instituições isentas de deficiências aos mais diversos níveis.

As próprias entidades desprovidas de motivações religiosas como a justiça e os partidos políticos vêm na corrupção e na violação dos direitos humanos as suas principais falências.

O papel da igreja deve ser o de tutelar ou conduzir os seus fiéis em termos de ética e comportamentos que levem ao bom funcionamento das sociedades, levando o ser humano a compreender-se e compreender o seu papel no mundo. Dito isto, é evidente que os "pecados" devem ser constantemente revistos, no sentido de aumentar a lista de actos condenáveis e remover aqueles que por razões históricas foram introduzidos e que no contexto actual não farão sentido.

PEDRO DE CASTRO disse...

A Igreja do ponto de vista teórico, assim como os principios Comunistas, são muito interessantes e louváveis na teoria, mas todas as instituições humanas vivem de interesses. Não devemos generalizar pois existem pessoas que estão de coração e o que fazem é de forma desinteressada e por principio e identificação com os valores. Mas temos de ter consciência que a Igreja não é a voz de Deus, é a voz dos homens que a gerem.

J. Calaveras disse...

Quais os resultados palpáveis da reflexão sobre a opulência da Igreja, sobre os investimentos, sobre os crimes sexuais ocultados??? Reflexão preconizada pelo padre Feytor Pinto, mas com que resultados?

Ricardo Fonseca disse...

Gostaria de saber se o Sr. Padre Feytor Pinto não acha que o facto de o Papa passar férias numa mansão na Alemanha na qual custa cerca de 20.000€ diários a manutenção de todos os serviços e luxos, é uma clara prova de opulência da Igreja. E não apenas uma "imagem" como disse o Sr. Padre. Esta informação foi obtida no site da RTP há cerca de 5 meses na secção de informação do site.

fotógrafa disse...

talvez a confissão entre os católicos fosse eficiente nos tempos passados,pois os padres teriam o trabalho quer os psquiatras têm hoje?
nos tempos correntes, não se justifica

Memórias disse...

Em comentário à Sra. D. Nheca, infelizmente a Igreja tenta e tentou sempre passar valores cá para fora que não são praticados pela própria Instituição que deviam dar o exemplo. Logo, só tem describilizado a própria crença, e por quem está a frente da Igreja. Não admira que as pessoas informadas tendem a desacreditar nas leis das religiões.

j disse...

PADRE FEYTOR PINTO, PARA QUANDO A ELEIÇÃO DE UM "SANTO PADRE", VINDO DOS MOVIMENTOS MISSIONÁRIOS?

j disse...

fotógrafa, quem a tem a si nem sequer precisa de ir a um psiquiatra.

António disse...

Sem a contextualização histórica, é-se incapaz de compreender na sua globalidade o fenómeno histórico.
Um exemplo: Voltaire, que habitualmente é conhecido como um pensador liberal, sabem como é que ganhava a vida, donde é que lhe vinham as suas fontes de rendimento? Do comércio de escravos de Nantes. Vamos agora acusá-lo de incoerência? É que, para a mentalidade da época, a escravatura não era condenável. Não podemos condená-lo à luz dos princípios do séc. XX. Há que ter em conta a mentalidade da época, daí a ciência histórica também se ocupar da História das Mentalidades.

figura disse...

Tento ser um crítico lúcido da Igreja Católica, a fé que mais me é próxima, mas também das outras religiões que tenho vindo a estudar. Louvo a iniciativa para este programa, mas não percebo o intuito de reunir um tal painel de convidados. De um lado, dois teólogos que sabem profundamento do que falam; do outro, duas políticas, que saberão muito de ciências sociais, mas que nunca poderiam servir de contraponto a uma discussão de natureza teológica, o que é lamantável, porque elevaria o nível da discussão.

AXFDASILVA.BLOG disse...

O SR. PADRE QUE DIGA QUAIS FORAM OS APOIOS QUE A MADRE TERESA TEVE DA PARTE DA IGREJA, PORQUE É QUE ELA TINHA DE CONTAR SÓ COM OS APOIOS DE QUEM POUCO TINHA, ENQUANTO OUTROS (PAPA) VIVEM PALÁCIOS?

PEDRO DE CASTRO disse...

e a santa unção, que instrumento tão libertador para a consciência! Sê o maior pecador em vida mas não te esqueças de arrepender antes de morrer para que o céu seja teu...
se isto é ser sério!

Cláudia Cavaco disse...

Boa tarde

A melhor e mais pura religião que uma pessoa poderá ter é estudar a Bíblia e não se guiar por outros seres humanos que estão ou não à frente de qualquer tipo igreja, visto que ninguém é mais que ninguém e cada um tem a sua interpretação do Livro Sagrado, aldrabando-o muitas das vezes.

Em relação ao património e História da Igreja Católica Apostólica Romana:
Não percebo como é que alguém pode dizer que se deve preservar quando na Bíblia se pode ler que não devemos ser materialistas.
Não percebo como é que se adoram pessoas e estátuas e imagens quando na Bíblia diz para não adorarmos imagens. É para quê? Para facilitar a fé de quem se diz crente?
Por alguma razão ainda ninguém encontrou o esqueleto de Moisés, para que não seja adorado. E é ridículo dizerem que encontraram o de Jesus, visto que ressuscitou. E segundo a Bíblia também, após a vinda de Cristo novamente o corpo de quem será salvo será transformado, logo não irão restar ossos, é ridículo.


Cláudia Cavaco

Tavares disse...

Querida Fernanda,
sou advogada e não perco nenhum dos seus programas. Não há nenhuma igreja perfeita pois tem homens e mulheres que não são perfeitos mas,tentam ser pessoas melhores, mais parecidas com Jesus! O importante é não confundir nenhuma igreja ou religião com Deus e com Jesus, espelhado na bíblia. Todos temos livre arbitrio até para não acreditar em nada. A culpa de existir mta maldade e pecado é das próprias pessoas q não querem nada com Deus! Não vamos deixar de acreditar em Deus nem em Jesus por causa dos erros das igrejas e das religiões ao longo dos tempos. Pecado é tudo o q desagrada a Deus!!

António disse...

A moderadora não quis levantar estas questões à senhora Odete Santos, questões que foram enviadas para o e-mail da Sociedade Civil.
Aqui ficam para registo, se é que deixam ficar registado:
Quais os pecados do comunismo que exterminou milhares de milhões de pessoas ao longo do século XX e proibia a liberdade de circulação de pessoas para cá do muro de Berlim?

Quanto à ortodoxia, as instituições têm a liberdade de advertir as pessoas dos desvios relativos à linha doutrinária, mas não os proibe de exprimirem o seu pensamento, tanto mais que a doutrina de Leonardo Boff é conhecida pela Drª Odete Santos. Pior é a actuação do PC que expulsa os membros que procuram introduzir elementos de liberdade de pensamento divergente da ortodoxia da Nomenklatura.

Atreides disse...

Deixar de acreditar nos ensinamentos só porque quem "ensina" não cumpre mostra-nos tão curtos de vistas como os fanáticos.
Quem critica a Igreja por opulência também critica quem pratica o desprendimento total, seja pela pobreza, pelo celibato ou outra coisa qualquer.
Estamos numa época de "religião por medida".

PS: Já agora, como é que um representante do Partido Comunista pode argumentar contra a "alienação da vontade individual" pela Igreja?! São organizações muito semelhantes nos métodos e objectivos...

E. Rocha disse...

O que a psicóloga Joana Amaral falou é um discurso conhecido, mas nem tudo verdade!! decorou bem ...

É normal os pecados existirem ... somos humanos... estes existem na Igreja Católica, no Partido Comunista, na profissão - Psicólogos, etc... se nao existissem é que seria anormal...
... quem nao se lembra --até Judas traiu Jesus ...
na vida é assim, há sempre alguem a trair alguém ...mas nao nos pode impedir de tentarmos seguir os ideais de Jesus!


Ester

fotógrafa disse...

O arrependimento sincero, tem que ser connosco e com quem ofendemos...
do que serve ir aos pés do padre confessar o quer que seja que tenhamos feito, se no nosso interior não estivermos arrependidos e deixarmos para trás essa atitude que tivemos???
acho que a confissão é um acto castratório da nossa identidade...

H disse...

Antes de mais boa tarde Fernanda e parabéns pelo programa!

Como ainda não foi abordado no programa, mas que vem bem a propósito do "faz o que eu digo e não faças o que eu faço", é o casamento dospadres.
Conheço um padre que tem dois filhos (não assumidos, claro).
Não seria uma boa maneira de reduzir os muitos pecados da igreja se os padres se pudessem casar?

José Gonçalves

MegaChip disse...

Não temos que ter uma justificação lógica e imediata para tudo o que nos acontece de bom e de mau na vida. Aceitando este pensamento livramo-nos da necessidade de um ser superior e ingrato pela sua adoração.

Dizem que o deus católico "fez o homem" à sua imagem logo os pecados são uma extensão dos defeitos desse deus.

Além disso o Homem já tem idade suficiente para deixar de acreditar em contos de fadas, o avanço na cultura e na ciência já nos permite ocupar o lugar de deus nas nossas mentes com a nossa própria consciência, não precisamos de ter medo do desconhecido, basta investigá-lo para entendê-lo.

Vejo também com muita preocupação o avanço das ideias creacionistas, especialmente nos EUA onde existem lobbys a exigir a introdução do seu ensino nas escolas públicas, o que é ridiculo.

Marques disse...

Interessante que tanta gente se sinta incomodado com a igreja católica.
A pergunta que faço é a seguinte:
De que forma é que a igreja católica já transtornou de alguma forma a vossa vida?
Já a politica..., Dª. Odete tenha Dó,os portugueses já sofrerem mais com o PCP,BE,PS,PSD e CDS-PP, entre outros do que com a igreja católica.

Memórias disse...

O Senhor J tem o olho muito sensível, estava a ir tão bem nos seus comentários e dispersa-se com alguma facilidade...

carica disse...

Boa tarde,
Tenho 28 anos e acredito que tem havido um distanciamento crescente da instituição da Igreja Católica. Contudo, isso não significa um afastamento de Deus.
Vejo na minha geração uma nova abertura à espiritualidade, uma busca de valores, de ligação com o Mundo e com o próximo. A diferença é que não procuramos intermediários para contactar com Deus.
Igualmente a visão que temos de Deus é que Este tudo perdoa e a todos Ama, e que o sentimento de culpa que muitos rituais da Igreja assenta é um entrave ao crescimento de cada um.

Ana Chagas

Ps - Um abraço para a Fernanda, e igualmente para a Dra Odete Santos que é uma senhora fantástica.

russell disse...

Seria bom que se falasse do fausto da Igreja Catáloca Romana, sem esquecer, porém, que nos paíse subdesenvolvidos as poucas organizações que fornecem ajuda humanitária não são instituições de políticos ou de psicólogos (vulgo, laicos), mas de cristão, católicos e de outras confissões.

fotógrafa disse...

Fernanda, obrigada por mais este belo programa.Só é pena que o tempo passe tão rápido...
cá estarei numa próxima oportunidade.
Abraço

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger Marques disse...

Interessante que tanta gente se sinta incomodado com a igreja católica.
A pergunta que faço é a seguinte:
De que forma é que a igreja católica já transtornou de alguma forma a vossa vida?
Já a politica..., Dª. Odete tenha Dó,os portugueses já sofrerem mais com o PCP,BE,PS,PSD e CDS-PP, entre outros do que com a igreja católica.


TEM A CERTEZA SR. MARQUES?? OLHE QUE O CARDEAL CEREJEIRA É CAPAZ DE SE ZANGAR CONSIGO.

AXFDASILVA.BLOG disse...

BANCO AMBROSIANO!!!!!??????

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger Memórias disse...

O Senhor J tem o olho muito sensível, estava a ir tão bem nos seus comentários e dispersa-se com alguma facilidade...

CALMA PESSOAL, OLHEM QUE É PECADO...

António disse...

Quanto à chamada opulência da Igreja, devo dizer que muitos dos adereços de que aí têm falado relativamente à opulência da Igreja católica são oferta das próprias marcas dos produtos: a Mercedes oferece o papamóvel, a Gucci oferece os sapatos, os agricultores de flores da Holanda oferecem as flores que vão embelezar as cerimónias da Páscoa, etc., etc. O que é que querem que o Papa faça? Cometer a indelicadeza de recusar essas ofertas? Os senhores também faziam ou fazem isso com os vossos amigos?

Também assim os paramentos, jóias, ouro, etc. são ofertas de fiéis e muitos desses produtos oferecidos são revendidos e o produto da sua venda é utilizado para apoiar as missões mais pobres de África e da América do Sul, e outras obras sociais de muitos países, infantários, lares, hospitais, etc., desenvolvendo assim muitas obras que as sociedades civis, mesmo as chamadas "socialistas" simplesmente se recusam a implementar.

Se a obra social da Igreja católica, com todos os seus movimentos (que não se confinam à Caritas e às Misericórdias) desaparecesse de um momento para o outro, a desgraça no mundo ocidental quase que triplicaria.

O Papa Paulo VI, por exemplo, ofereceu a sua tiara de ouro, oferta dos fiéis da diocese donde era oriundo, para o produto da venda ser oferecido aos pobres, mas disso ninguém fala. Só utilizam o exemplo da Madre Teresa (era católica, ainda se lembram disso?) para com ele atacar o Papa, que vive no Ocidente, na Europa, em Roma e não em Calcutá...

Aprendam a contextualizar as situações geografica e historicamente!

Marques disse...

Blogger axfdasilva.blog disse...


TEM A CERTEZA SR. MARQUES?? OLHE QUE O CARDEAL CEREJEIRA É CAPAZ DE SE ZANGAR CONSIGO.

A minha pergunta tinha como espaço temporal o SEC.XXI, pois é nesse que estamos, certo?
No Ano 2008,ou ainda cá não chegou?
É que agora é que me doí no bolso e a igreja católica ainda não me foi ao bolso.

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger Marques disse...

Blogger axfdasilva.blog disse...


TEM A CERTEZA SR. MARQUES?? OLHE QUE O CARDEAL CEREJEIRA É CAPAZ DE SE ZANGAR CONSIGO.

A minha pergunta tinha como espaço temporal o SEC.XXI, pois é nesse que estamos, certo?
No Ano 2008,ou ainda cá não chegou?
É que agora é que me doí no bolso e a igreja católica ainda não me foi ao bolso.

NÃO SEI SR. MARQUE QUAL É A DATA DE HOJE ?
SE ERA O QUE PRETENDIA TER DITO, NÃO SE EXPRIMIU DEVIDAMENTE, SÓ NÃO PERCEBO, O TER FICADO TÃO MELINDRADO, BASTAVA TER ESCLARECIDO, COMO O FEZ ALIAS.

António disse...

AXFDASILVA.BLOG disse...

viu-se bem a autoridade da igreja católica em definir o que é pecado ou não quando aconteceram os massacres no cemitério em Dilí-timor , e calaram-se e não disseram nada.

QUE GRANDE MENTIRA, ó senhor A X F da Silva, ENTÃO NÃO SABE QUE UM DOS MAIORES BASTIÕES DE APOIO À REPRESSÃO INDONÉSIA foi a IGREJA CATÓLICA? Que o maior apoio moral, psicológico, além de outro apoio facultado sob diversas formas, que o povo timorense encontrou na luta pela independência era o da IGREJA CATÓLICA?
O senhor não sabe quem foi e quem é D. XIMENES BELO?
O bispo de Dili, Prémio Nobel da Paz de 1996, pelo seu trabalho "em prol de uma solução justa e pacífica para o conflito em Timor-Leste", que deu abrigo na sua própria casa a jovens que tinham escapado ao massacre de Santa Cruz (1991) e denunciou os números das vítimas mortais!
Era e é um BISPO CATÓLICO sabia? E foi a sua obra corajosa em prol dos timorenses e em busca da paz e da reconciliação que lhe valeu o reconhecimento internacional com o Prémio Nobel da Paz
Sabe quem é D. Basílio do Nascimento e qual o seu papel durante a ocupação indonésia?
Bispo de Baucau que viveu na sua diocese alguns dos momentos mais complicados da recente história timorense.
Era e é um BISPO CATÓLICO sabia?
Conheço vários timorenses e sei do que falo.
O senhor A X F da Silva procure informar-se primeiro antes de debitar mentiras ou demagogia barata do café da esquina.

AXFDASILVA.BLOG disse...

Blogger António disse...

AXFDASILVA.BLOG disse...

viu-se bem a autoridade da igreja católica em definir o que é pecado ou não quando aconteceram os massacres no cemitério em Dilí-timor , e calaram-se e não disseram nada.

QUE GRANDE MENTIRA, ó senhor A X F da Silva, ENTÃO NÃO SABE QUE UM DOS MAIORES BASTIÕES DE APOIO À REPRESSÃO INDONÉSIA foi a IGREJA CATÓLICA? Que o maior

CONSULTE OS JORNAIS DA ÉPOCA E VEJA AS DECLARAÇÕES DOS REPRESENTANTES DA IGREJA NA ÉPOCA E VEJA QUANTO TEMPO APÓS AS CONDENAÇÕES INTERNACIONAIS, É QUE A IGREJA SE PRONUNCIOU, E MAIS A CELEUMA QUE ISSO LEVANTOU E AS DESCULPAS ESFARRAPADAS QUE A IGREJA DEU, QUANTO AO CAFÉ DA ESQUINA, NÃO FOI LÁ, QUE ME CONHECEU POIS NÃO, E APELO A QUE SEJA MAIS CIVILIZADO NAS ARGUMENTAÇÕES, NÃO PRECISA DE SER BAIXO NÍVEL, POIS NÃO??

lina disse...

Quem diria que hoje mentes mais esclarecidas, e não preconceituosas, seriam mais simpatizantes com as missões sociais das Igrejas do que com os defensores anacrónicos, e descarados, de esquerda, supostamente abertos e plurais, quando, na sua génese, se encontram massacres de milhões de pessoas em prol da liberdade social!!? Prevêem-se novos tempos em que as religiões mais evoluídas (porque as há muitas) ver-se-ão, se não se vêem já, no papel dos humilhados e ofendidos. Tempos difíceis, mas que irão certamente transformar a vivência das verdades espirituais numa coisa ainda mais bonita (como pequenos oásis no meio do deserto da tirania árida das pseudo-ciências, manuais de Direito ou de Interpretação dos Sonhos inclusos)

António disse...

RESPOSTA À FOTÓGRAFA

fotografa disse...
O arrependimento sincero, tem que ser connosco e com quem ofendemos...
do que serve ir aos pés do padre confessar o quer que seja que tenhamos feito, se no nosso interior não estivermos arrependidos e deixarmos para trás essa atitude que tivemos???
acho que a confissão é um acto castratório da nossa identidade...

FIQUE SABENDO QUE A CONFISSÃO NÃO TEM VALIDADE SEM ARREPENDIMENTO PROFUNDO, MANIFESTO E CONVICTO OU ARREPENDIMENTO INTERIOR, COMO LHE CHAMA. MESMO QUE O SACERDOTE DÊ A ABSOLVIÇÃO, ESSA FICA SEM EFEITO SE NÃO HOUVER ARREPENDIMENTO.
O FACTO DE NÓS, CATÓLICOS, NOS CONFESSARMOS A UM SACERDOTE E NÃO DIRECTAMENTE A DEUS TEM A VER COM O FACTO DE JESUS CRISTO TER DELEGADO NOS APÓSTOLOS PODERES PARA PERDOAREM OU RETEREM OS PECADOS.
“Ao entrar em certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, os quais pararam de longe, e clamaram: Mestre, tem misericórdia de nós. Jesus, vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos ao sa-cerdote. Indo eles, ficaram limpos”, Lc 17.12-14.
CRISTO PRECISAVA DE OS ENVIAR AOS SACERDOTES PARA QUE ELES SE CURASSEM? FOI A CAMINHO QUE ELES SE CURARAM. CRISTO QUIS DEMONSTRAR QUE EXERCIA TAMBÉM ESSE PODER ATRAVÉS DOS SACERDOTES.
O SACERDOTE É O REPRESENTANTE DE CRISTO NA TERRA. RIGOROSAMENTE NÃO É AO SACERDOTE QUE NOS CONFESSAMOS, MAS SIM A CRISTO, QUE LHE DEU O PODER DE NOS PERDOAR OU NÃO OS PECADOS.

António disse...

AXFDASILVA.BLOG disse...
consulte os jornais da época e veja as declarações dos representantes da igreja na época e veja quanto tempo após as condenações internacionais, é que a igreja se pronunciou, e mais a celeuma que isso levantou

SAIBA O SENHOR QUE A IGREJA CATÓLICA ESTAVA LÁ NO TERRENO, A DAR O CORPO AO MANIFESTO, COM PADRES QUE FORAM PRESOS, TORTURADOS, PERSEGUIDOS POR DAREM GUARIDA, ESCONDEREM OS SEUS PAROQUIANOS OPRIMIDOS, ENQUANTO O SENHOR, SE NÃO OUVIA AS CONVERSAS NO CAFÉ DA ESQUINA, LIA OS JORNAIS COMODAMENTE INSTALADO NO SEU SOFÁ

SE QUISER CONHECER TIMORENSES QUE CONHECERAM E VIVERAM A TRISTE REALIDADE DOS FACTOS AÍ PASSADOS TEREI MUITO GOSTO EM LHOS APRESENTAR. ESSA É QUE É A VERDADE E NÃO A SUA.
É MUITO FÁCIL FALAR DE NOTÍCIAS DE JORNAIS ESCRITAS POR JORNALISTAS QUE NUNCA PUSERAM OS PÉS EM TIMOR.
HÁ JORNAIS E SOBRETUDO REVISTAS, PORVENTURA MENOS CONHECIDOS, QUE RELATARAM NA ÉPOCA ESSAS REALIDADES QUE O SENHOR INSISTE EM IGNORAR. MAS A MAIOR VERACIDADE DOS ACONTECIMENTOS OBTÉM-SE JUNTO DAS FONTES. FALE COM OS TIMORENSES PRIMEIRO E DEPOIS VENHA AQUI RESPONDER-ME, MAS SÓ ACEITO UMA RESPOSTA SUA DEPOIS DE FALAR COM ELES. ENQUANTO O NÃO FIZER NÃO VALERÁ A PENA VOLTAR A RESPONDER-LHE.
OLHE, SÓ UMA DICA DE LEITURA: LEIA AS PUBLICAÇÕES DOS SALESIANOS SOBRE A MATÉRIA.

AXFDASILVA.BLOG disse...

BOM JÁ CONSEGUIU ELEVAR UM POUCO MAIS O CIVISMO E URBANIDADE DO DISCURSO, EMBORA CONTINUE A NÃO VISLUMBRAR A RAZÃO PARA TANTA AGRESSIVIDADE E OBVIAMENTE QUE NÃO VOU CONTINUAR A CONTRA ARGUMENTAR, COM QUEM NÃO CONSEGUE FAZÊ-LO , SEM ENTRAR EM HISTERISMOS BACOCOS, GANHOU FIQUE LÁ COM A TAÇA, UM BEM HAJA PARA SI.

José Costa disse...

Para os senhores "antónio" e "AXFDASILVA":
Há alguma razão para estarem a berrar um com o outro? Sim, porque a utilização de maiúsculas é interpretada como berros.

No meio desta discussão, parece-me que o senhor "antónio" tem razão no que diz. E se o senhor AXFDASILVA" lança, assim mais nem menos, afirmações para o ar sem as comprovar, incorre em "demagogia barata" como o outro senhor o acusa de fazer.
Eu nunca estive em Timor. Conheço 2 pessoas que lá estiveram a prestar serviço, mas já depois do restabelecimento da paz, e contaram-me atrocidades que lhes foram relatadas pelos próprios timorenses, algumas delas infligidas a religiosos católicos, mas todos eles concordavam em que foi na Igreja que o povo timorense encontrou o maior apoio e isso é incontestável, quanto mais não fosse pelo exmplo dinâmico e corajoso que os bispos deram aos seus sacerdotes e demais fiéis, como o senhor "antónio" bem salienta.
Mas o problema de Timor não foi o da Igreja, mas sim dos políticos portugueses, os tais, como Mário Soares, que abandonaram Timor à sua sorte dizendo que Portugal estava a fazer uma "descolonização exemplar".
Se os senhores quiserem encontrar culpados para as desgraças de Timor, procurem assacá-las aos nossos políticos.

Só mais um reparo para o senhor AXFDASILVA": não é chamando "histérico" e "bacoco" ao senhor "antónio" que o senhor se pode outorgar detentor de um discurso urbano e cívico.
Não vale a pena enveredar pelo insulto gratuito.
Que diabo, este blogue é um blogue intitulado "sociedade civil"!
Haja civismo! Haja respeito pela cidadania do outro.
Talvez esse seja o maior pecado do mundo moderno, visto que hoje pouco se falou de pecado, que era o tema do programa...

AXFDASILVA.BLOG disse...

José Costa disse...

Para os senhores "antónio" e "AXFDASILVA":
Há alguma razão para estarem a berrar um com o outro? Sim, porque a utilização de maiúsculas é interpretada como berros.

O SR. TAMBÉM GANHOU, PARA QUEM ASSUME DE PAPEL DE ARBITRO OU JUIZ, NÃO ESTA MAL, NÃO SENHOR O SEU SENTIDO DE IMPARCIALIDADE É UM PRIMOR, PRINCIPALMENTE REVELOU UMA COISA, NÃO CUIDOU DE VERIFICAR A LINGUAGEM, DE QUEM COMEÇOU POR UTILIZAR, O PALAVREADO "DEMAGOGIA DE CAFÉ DE ESQUINA", OU O QUE QUER QUE ISSO SIGNIFIQUE, PARA SI ESTE TIPO DE LINGUAGEM ATÉ PODE SER ACEITÁVEL, SÓ NÃO PERCEBO PORQUE É QUE O "HISTÉRICO" E "BACOCO", NÃO, POR FIM, LIMITEI-ME A EXERCER O DIREITO DE RESPOSTA, TAL COMO O ESTOU A FAZER AGORA, NÃO ESTOU A COMENTAR, O QUE ALGUÉM COMENTOU. JÁ QUE ESTAMOS EM MARÉ DE CONHECER QUEM LÁ ESTEVE, MAS EU NÃO, TAMBÉM NÃO 1, MAS SIM VARIAS PESSOAS, ENTRE POLICIAS ENFERMEIROS E PROFESSORES, ISSO NÃO FAZ DE MIM UMA AUTORIDADE MÁXIMA DO ASSUNTO.
P.S. QUANTO AS MAIÚSCULAS FAÇO-O APENAS POR TER PROBLEMAS A NÍVEL DA VISÃO, O MEU TECLADO TEM MAIÚSCULAS E MINÚSCULAS.

lady_blogger disse...

Eu era católica praticante, e vou à igreja quando me apetece, tal como hoje fui. Não me vou mostrar nem pavonear, nem provar o meu pendor religioso. Dispenso algumas coisas da nossa igereja católica, nomeadamente a confissão e o apontar de dedo ao uso do preservativo por quem o quiser usar. Sou contra o aborto, mas não contra as formas de evitar engravidar.
Acho que essa descentralização do pecado revela uma atitude moderna, pois os célebres pecados mortais que se referiam a cada indíviduo aumentam em número e tornam-se mais abrangente, passando de mal individual a mal social.

Uma questão: Foi somente o Vaticano a elaborar essa nova lista de pecados? Se sim, onde fica a opinião dos católicos?


P.S. O post que ontem à noite coloquei neste blogue, era obviamente mentira, ou não fosse Dia das Mentiras. E por falar em mentira... será que pequei?!;-)


CC

Maria Mendes

ContraCosta disse...

Oh Fernanda
Um programa sobre o pecado moderado por uma mulher tão bonita só pode ser pecado mesmo.
Desculpe a brincadeira. Quero dizer-lhe cá do longe e da distância, mais concretamente de Macau, que Sociedade Civil é do melhor que a RTPi nos dá a ver. Graças a si.
Quanto a este em concreto, gostei das prestações de dois dos seus convidados. Não percebi muito bem a que propósito apareceram a Dra. Odete Santos e a Dra. Joana Amaral Dias. Mas nada acrescentaram ao debate, tudo bem.
Continue, vai por bom caminho.