terça-feira, abril 1

Porque mentimos?

Quem diria que os mentirosos compulsivos têm mais massa branca no cérebro do que os “sinceros” que possuem mais massa cinzenta. Quem o afirma é um estudo de uma universidade norte-americana em que conclui que 26 % das pessoas que possuem mais massa branca apresentavam mais possibilidades de mentir, enganar e manipular os outros. A diferença entre a massa branca e a cinzenta – a primeira actua na transmissão de informações, enquanto a segunda processa-as. Com isto interessa saber neste programa se o facto de mentirmos está relacionado com a nossa própria vontade e conseguimos controlar esses impulsos ou se é inato? Estas e outras questões respondidas num dia onde se assinala o Dia das Mentiras.

27 comentários:

jon disse...

Há excepção daqueles que têm problemas psiquiátricos, o motivo essencial que faz com que a maioria das pessoas tenham a tendência de mentir, é a sua falta de seriedade, ética e honestidade, é o medo de perder alguma coisa, é uma forma de se protegerem a si próprias e defenderem interesses egoístas, sejam eles sociais, culturais, sentimentais, profissionais e especialmente monetários.

Infelizmente vivemos num mundo em que a generalidade das pessoas mente em grande parte dos dias de suas vidas, pois pensam que assim podem de alguma forma ser beneficiados.


Acima de tudo, o mais importante é a honestidade.



"Mais vale viver uma realidade amarga do que uma ilusão doce"

PEDRO DE CASTRO disse...

Boa tarde,
O mundo da mentira tem muito que se lhe diga e mais do que dizer mentiras, desde as brancas, às "mentirinhas" piedosas, viver em mentira pode ser uma necessidade. Quantos vivem em mentira por perceberem que a sociedade não os aceita na verdade. A mentira assume o carácter de uma máscara, que embora desconfortável consegue ser mais acolhedora que uma realidade crua.
As relações sociais são complexas e a mentira torna-se um instrumento de socialização imprescendivel para nos tornarmos mais interessantes, mais misteriosos, para nos protegermos ou simplesmente para estarmos sós.
Idealmente teriamos uma sociedade tolerante que aceitasse diferentes credos, diferentes sexualidades, que aceitasse a DIFERENÇA, mas isso é uma utopia.

PEDRO DE CASTRO disse...

Tecnologicamente estamos perante o mais recente instrumento da mentira, o TELEMOVEL. Hoej em dia quantos de nós mentem após chamadas que não atendemos. O facto de estar acessivel a qualquer momento e em qualquer lugar torna-nos mentirosos compulsivos quando não queremos ser incomodados!

Mario disse...

Mentir nunca seria necessario se por vezes dizer a verdade, não fosse mais perigoso.

Mario Almeida

Vania Catarina disse...

“Há duas razões para não se dizer a verdade – porque a mentira nos dá o que queremos, ou porque a mentira impedirá que alguém se magoe.” (Jodi Picoult)

Infelizmente cada vez mais a nossa sociedade faz a cultura da mentira. A sinceridade chega a ser, muitas vezes, uma quimera.

Ana Botas disse...

Dou explicações a crianças e adolescentes. Uma aluna minha do 8ºano tem muitas dificuldades além de ser muito insegura. No período passado recebeu um teste com nota negativa, teve mede de dizer aos pais e mentiu acerca dele. Disse-me ela: - Ana, por favor não digas nada da minha nota, se eles souberem a verdade, batem-me!
Eu apenas disse que isso era ela que tinha que contar, e que eu não diria nada.
Os pais descobriram o teste, escondido por entre um monte de folhas e livros numa prateleira desarrumada do quarto. Bateram-lhe mesmo, os dois! E ainda disseram que não confiavam mais nela, que era a vergonha da família, e que não tinha capacidades para passar o ano.
Quando a menina de 13 anos me contou isto fiquei destroçada, sem saber o que dizer ou fazer.
Uma coisa é certa, esta linda e maravilhosa menina que eu adoro, lá teve as suas razões para mentir, sentir-se insegura e desvalorizar-se a si própria.

PEDRO disse...

Cada vez somos mais controlados e cada vez mentimos mais...
Será que estes dois acontecimentos estão relacionados ??? penso que sim!!!

FrancisFF disse...

Como recém-licenciado desempregado, posso afirmar que mentir é um acto que tem dado muitos empregos!

FrancisFF disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António disse...

As mentiras dissimilaram-se, porque os filhos ouvem as mães passando a vida a mentir aos pais. Uma mulher mente, é engraçada, um homem mente não tem palavra nem honra, e não tem mesmo, mas os dois. A verdade acima de tudo. Viver na mentira é viver no inferno, como eu já vivi. Depois já se sabe, promove-se a estupidez e tudo o que está associado. Casamentos de mentira, compromissos de mentira, dispenso.

Anttónio

PEDRO DE CASTRO disse...

Culturalmente os portugueses, desde a adolescência iniciam o percurso social na mentira. Pela minha experiência e relacionamento com pessoas de outros países acho curioso referirem que os portugueses na sua simpatia são mentirosos. Demonstram-se disponiveis e afectosos e terminam sempre com a famosa frase "Temos de combinar um café" tendo perfeita noção que tal não irá ocorrer. Pois para culturas como a germânica isso é profundamente antipático pois se não existe realmente a vontade de voltar a ver a pessoa para o tal café, não deve ser feita essa proposta.
Ser simpático e querer agradar poderá ser o caminho para a mentira?

Anok@s disse...

no inicio do programa alguém disse que a mentira é uma acto de generosidade... e quando descobrimos a verdade o que é???
ninguem que descubra uma verdade vai pensar que lhe mentiram por generosidade ou protecção.

Sem duvida que vale mais uma verdade que doa, a uma mentira que faz sorrir!

FrancisFF disse...

Curioso o facto de que as memórias são sempre "memórias vivas", como refere o Prof. Castro Caldas, que são modificadas com a nossa intenção do presente... deste ponto de vista, em que devemos nós acreditar?

Penso nisto, do ponto de vista jurídico, onde pensamos que a justiça se realiza com base em testemunhos de indivíduos que recorrem a memórias... para se fazer justiça???

Mario disse...

Como ha tanta ansiedade por parte de tanta gente em querer reconhecer a verdade, há inumeros geniais mentirosos prontos a quererfornece-la.

Os "mentirosos perfeitos" são seres grandemente imaginativos, ou seja, aqueles que estão convencidos que efectivamente transmitem bem sua verdade que na verdade pode ser a maior mentira,

Esses ao reconhecerem o seu poder, poderão assumir-se como senhores da verdade aos olhos dos crédulos, dos crentes e estão sedentos da verdade: tornam-se vendedores, actores ou políticos, (alguns destes podem ir tão longe na sua carreira ao ponto de se tornarem perigosos !...)



Mario Almeida

Jorge disse...

Mentir compensa e o resultado (Infelizmente) é O nosso primeiro Ministro e os restantes colaboradores do mesmo.
Mas concordo em pleno com esta afirmação:
Mais vale viver uma realidade amarga do que uma ilusão doce"

Jorge Silva

Gonçalo disse...

olá,
para falar sobre as mentiras da infância..
lembro-me de quando estava na primária, a professora pedia para entregar na 2ª feira uma composição sobre o fim-de-semana.
E eu escrevia pouco mais do que "vi televisão e brinquei"
Os meus pais liam e diziam-me "isto está muito pequeno, podias dizer que foste ao jardim zoológico, que foste à praia, etc..." e eu recusava-me a escrever essas coisas porque eram mentira. Hoje achamos piada a isso, mas em pequeno tinha um grande dificuldade em dizer mentiras por mais insignificantes que fossem..

Tiago disse...

A mentira é a esquizofrenia do artista incompetente.

CarLitos disse...

Viver em sociedade implica mesmo a protecção pessoal. Por vezes o papel da mentira passa pela omissao.
Mentiras brancas ou pretas ou azuis sao sempre mentiras. O problema é conseguir identifica-las como verdades.
Nos dias que correm é-nos importante não mostrar a verdadeira face. Por vezes podemos magoarmo-nos com isso sem razão nenhuma... (passa um pouco pelo paradoxal).
Viver em sociedade é o mesmo que viver na selva- o importante é proteger-mos (sem maldade! e quando tem que ser, é!! =)...

António disse...

Claro que há homens mentirosos e também existem mulheres. A diferença é que nos homens as mentiras são sobretudo piedosas, enquanto as mulheres aplicam as mentiras crueis. Exepções sempre, mas, digam-me quem está sempre com dor de cabeça?

Anttónio

Miguel disse...

Acho que se pensarmos e interiorizarmos que a única coisa que devemos a quem nos rodeia é honestidade - nada mais - torna-se mais fácil evitar mentiras, de forma progressiva. É extremamente difícil ser sempre 100% honesto sobretudo com pessoas que não queremos magoar mas mesmo com essas acho que é possível, escolhendo bem as palavras (em certa medida, “amenizando a verdade”). Adoptei este princípio de vida há anos, ainda tenho um caminho longo pela frente, penso que torno a minha vida mais difícil mas sinto-me mil vezes melhor assim.
Parabéns pelo programa. Acho que a Fernanda é uma profissional brilhante.

ana_forever disse...

Por vezes mentir me dava jeito, mas é + forte k eu, não consigo mentir, sempre foi educada du modo "de n mentir, pk sempre k mentia alguem me apanhava"...

axu j se menti-xe, talvex n teria tantos problemas, por vexex a verdade e sinceridade trazem-m problemas

FrancisFF disse...

A mentira só é suportável pela fé... exemplo disso temos inúmeras provas da Evolução, e mesmo assim, a ideia de que Deus criou o mundo em 7 dias é aceite!

Fabio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabio disse...

«Aproximou-se um animal magnífico
Segredou-me: -Que vês no meu físico?
Eu respondi: -Com olhos ou coração?
Com aquilo que te dá melhor sensação

A sensação é indiferente
Pois ela é enganadora a quem sente
Perguntei, -Tu que sentes?
-Sinto, que não sei sentir, sem mentir

O animal transformara-se numa mulher
E com olhar brilhante disse: -Que te deu?
Foste sincera, e olha o q te aconteceu
Ela disse-me baixinho, amo-te...

E ao meu lado a mulher desapareceu
Antes de transformada em cinzas
Disse-me, não sei sentir sem mentir
E pensei:

Ver o mundo sem mentiras,
Não é ver O mundo de verdade
Ver o mundo é a infelicidade
De quem vê mentiras com maldade»

Um abraço para o Prof. Joaquim Carreira das Neves que é proveniente da terra onde vivo - Souto do Meio.

Fábio Guarda

Tiago disse...

www.myspace.com/tiagobonacho

lady_blogger disse...

Mentir e esconder podem até confundir-se, mas convenhamos que por vezes a mentira ou a omissão pode ser benéfica. Não sou apologista da mentira, mas defendo que se possa esconder uma ou outra coisita para não se magoar os outros.


Ouvi dizer que amanhã não haverá SC ;-)


CC

Maria Mendes

mariodasilva disse...

Organismos Genéticamente Modificados para Quando?

Não será que a promessa de continuar o interrompido debate faria mais sentido para a Sociedade Civil do que a conversa das mentiras?

Já agora, a promessa não foi uma mentira OU foi?