terça-feira, setembro 23

Predadores sexuais

A Internet parece ser o espaço de eleição dos chamados predadores sexuais. Segundo dados da rede social My Space são mais de 29 mil. Em Portugal, de acordo com a Marktest, 2,3 milhões de internautas procuram e trocam fotografias e vídeos de carácter sexual. Produtos demasiado acessíveis a crianças.
Há quem defenda que uma das formas de controlar é restringir o acesso dos computadores a este tipo de sites. Mas, e quando os predadores andam na rua, à porta das escolas, no bairro onde as crianças brincam?
Aqui a solução pode passar por um bom policiamento e conhecimento das autoridades do perfil destas pessoas.

Gonçalo Amaral, ex-Coordenador Operacional da Polícia Judiciária
Ana Caetano, Advogada
Alexandra Simões, SOS Crianças Desaparecidas
Álvaro de Carvalho, Médico Psiquiatra e Presidente da Associação Rede de Cuidadores

17 comentários:

Tito disse...

Vivam!

Parabéns pela escolha do tema para o programa de hoje.

Chamo a atenção para o site da Polícia Judiciária que na sua página de entrada, só relativamente a este mês tem notícia 6 casos relacionados com o abuso sexual de menores:

- Detenção de abusador de menores (2008/09/17)
http://www.pj.pt/cgi-bin/news.pl?action=viewarticle&id=3997
Vítimas tinham 7 e 8 anos.

- Apresentação por abuso sexual de criança (2008/09/16)
http://www.pj.pt/cgi-bin/news.pl?action=viewarticle&id=3996
Vítima tinha 11 anos.

- Detenção de violador (2008/09/16)
http://www.pj.pt/cgi-bin/news.pl?action=viewarticle&id=3994
Vítima tinha 14 anos.

- Internet e chantagem sexual (2008/09/15)
http://www.pj.pt/cgi-bin/news.pl?action=viewarticle&id=3992
Vítima tinha 13 anos.

- Detenção de abusador sexual de menor (2008/09/09)
http://www.pj.pt/cgi-bin/news.pl?action=viewarticle&id=3980
Vítima tinha 12 anos.

- Operação Carrossel II (2008/09/03)

Era interessante debaterem qual a moldura penal aplicável a estes crimes e que medidas cautelares podem ser aplicadas até ao julgamento.

Votos de um excelente programa.

Cumprimentos

Tito de Morais
Projecto MiudosSegurosNa.Net
http://www.MiudosSegurosNa.Net

turquesa-pistachio disse...

Considero o trabalho da policia Judiciaria exemplar. As penas que são aplicadas para o os crimes de abuso sexual é que estão erradas. Até porque pena máxima para esses casos é MUITO POUCO!

Marina

Tito disse...

Vivam!

Uma estação de televisão acaba de passar uma reportagem onde mostra que aparentemente o Magalhães não dispõe de qualquer programa de filtragem de conteúdos. O teste foi feito pesquisando no Google pelas seguintes palavras: "vagina", "sexo" e "gata". Daí resulta o acesso fácil a conteúdos impróprios para crianças entre os 5 e os 11 anos. Fico sem palavras...

Pergunto-se se este computador destinado a crianças entre os 5 e os 11 anos, inclui algum programa de controlo parental ao nível dos contactos (messenger, salas de chat, etc.).

Cumprimentos

Tito de Morais
Projecto MiudosSegurosNa.Net
http://www.MiudosSegurosNa.Net

Tito disse...

Viva!

Sem querer monopolizar... se estiver a abusar não publiquem, OK?

E o papel dos operadores móveis e de Internet ao nível da sensibilização? No Reino Unido, publicam guias para pais e educadores... e em Portugal?

Sobre a filtragem, segundo o Eurobarómetro, em Portugal apenas 10% afirma que os computadores usados pelos filhos dispõem de programas de filtragem.

Cumprimentos
Tito de Morais
Projecto MiudosSegurosNa.Net
http://www.MiudosSegurosNa.Net

Paulinha disse...

Boas tardes
A minha irmã tem 4 anos e já há um ano que passa bons tempos á frente do meu computador. Mesmo sem saber ler, ela consegue facilmente aceder aos sites dos jogos e jogar. No entanto, desde cedo que a ensinei a não clicar em algo que lhe pareça estranho, como janelas de publicidade e outraos softwares prejudiciais e agora quando algo lhe aparece de novo ela pergunta: 'posso?'.
Acho que as crianças devem ser vigiadas e não proibidas pois desde sempre se soube que o frutu proibido é o mais apetecido. ás vezes os pais proibem os adolescentes a irem ao msn e ao hi5 e no entanto, vão a casa de colegas e acabam por fazÊ-lo lá. é preciso, sim, falar com os jovens, alertar-lhe para os perigos e deixar bem claro que nem tudo é o que parece, sem dispensar passar uns bons tempos ao lado do jovem, para saber o que é que tanto o interessa na internet. Parabéns ao programa.

Paula Torrão

EviL disse...

Tenho 5 Recomendações rápidas aos pais:
-cortar o Messenger;
-cortar o Hi5;
-cortar o IRC;
-desligar permanentemente webcams;
-e o mais importante será ter o computador no mesmo local onde costumam estar, evitar o quarto ou um escritório onde o(a) filho(a) possa estar só.

Pode parecer uma medida um tanto ao quanto fascista mas evitará 95% possíveis problemas futuros...

Cmpts,
Nelson

A nossa vida tem destas coisas!! disse...

Infelizmente hoje em dia os pais só se limitam a criar os filhos... Eu costumo dizer que criar é fácil, educar é que é difícil! Sou uma mãe muito preocupada e atenta, mas os meus filhos ainda são muito pequeninos, de qualquer forma estão estipuladas várias regras... Máximo de 4 horas de tv, Pc só com o Noddy e pouco mais, sou eu que o coloco e fico do lado dele a vê-lo jogar, telemóveis só a partir dos 10 no mínimo, e nunca fica com ninguém à excepção dos avós! Precisamos de estar integrados nas vidas dos nossos filhos desde muito cedo, senão, de uma forma ou de outra eles são-nos roubados mesmo debaixo dos nossos narizes!

Renata Figueiredo disse...

Cara Fernanda,
O facto de crianças e jovens formar "laços" virtuais, na minha concepção é natural, o pior, é ver adultos que já perderam a inocência a bastante tempo, criar esses "laços" e tornar sua vida e de sua família em uma eterna desarmonia.
Julgo que, quem se sente bem no mundo virtual, necessita de tratamento psicológico.
Grata,
Peço Anonimato

NM disse...

Boa tarde, tenho uma fil´ha com 3 anos a passo cerca de hora e meia no computador com ele todos os dias. Vê os mais variados filmes no youtube, panda mas foi educada.
Esse é o problema de muita gente, não educa os seus filhos perante um Pc. E quando os espelhos das Wc's tiverem um pequeno ecrã para a net enquanto estamos a fazer a barba, a escover os dentes, ou mesmo a secar o cabelo? Será que não devemos ter vários ecrãs espalhados pela casa sempre com acesso directo à net? acho que a sociedade tem de ser educada através da provocação. O magalhães já está. tem de vir mais. Isto são argumentos do Futuro, para preparar o Futuro.

Deragnu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato "Lp" Lopes disse...

Isto é um problema bastante complicado e cuja solução passa, de modo algum, pela opressão e pelo controlo. Os pais têm que se mentalizar que não vivemos no dia de Ontem, mas antes no dia de Amanhã e que se querem ser liberais às caras da sociedade, não podem ser ditadores em casa; isso só gerará mais conflito. É com Conversa e com Informação que se combate isto e não ao viver num mundo de medo e de segredos entre Pais e Filhos.

Experimentem ser parte da vida dos vossos filhos como pessoas que são e deixem a vossa obsessão e medos como Pais para um pouco para segundo plano; não transmitam esses sentimentos aos vossos filhos e criem um ambiente saudável e de confiança se querem realmente acabar com estas ocorrências.

Passem também vocês para o mundo do Amanhã.

RL

Deragnu disse...

Magalhães, pobre sofredor, o que ele teve de fazer para conseguir levar o seu projecto em frente, o que ele fez para “MUDAR DE VIDA”, e tragicamente foi assassinado nas Filipinas, na viagem de regresso, (dizem). Ora, pensava que hoje se falaria nisto, mas como são inteligentes não fariam tal enxovalho ao Magalhães, pelos visto até tem mil nomes e em diversos países. Parece que esta conversa não leva a nada, pois não, o Magalhães é dado, ou não a crianças em idade infante com acesso a sites pornográficos, e então, como é? É muita irresponsabilidade e incompetência, alguém tem de ser chamado à atenção.

Anttónio

eu disse...

Boa tarde
Este é um assunto que faço questão de comentar, embora como anónimo, pois toca-me muito pessoalmente.
Parabéns pela informação importantíssima que estão a transmitir, a informação a crianças e pais é uma das coisas que pode prevenir situações de risco.
A pena que tenho é que no sistema legal português não existam penas mais severa. Pois para as vitimas acreditem é uma pena perpétua, fica para sempre, sofremos para sempre.
eu

Juli disse...

boa tarde
acrescento que é urgente que as escolas tenham as disciplinas de informática com um período dedicado aos perigos da internet! com os programas de algumas telecomunicações e com a campanha 'Magalhães' penso que os números de casos trágicos podem vir a aumentar exponecialmente... falando por mim, tenho acesso livre à internet já há uns anos e graças à educação que tive em casa que sempre estive previnida... mas nos dias de hoje é na escola que as crianças passam mais tempo e é inegável que cada vez mais cedo têm acesso a novas tecnologias.
obrigada pelo programa, é deveras interessante, como sempre

Deragnu disse...

Num país carregado de leis e que não funcionam, será que não perceberam que a principal lei é tão-somente o uso e abuso do bom senso. Não me venham dizer que é subjectivo, porque a pratica das leis também o é. Veja-se as decisões judiciais, completamente díspares para casos análogos. Hoje a jurisprudência é coisa do passado e para esquecer. Ah!!! Já ouço alguém dizer… o mundo evoluiu; como? Evoluiu, estou a ver…
Há uns 2 anos atrás uma amiga, ganhou coragem e disse-me que gostaria que eu fosse viver para casa dela; eu disse-lhe, vou-te processar por assédio. Ela apanhou um susto, tal que me surpreendeu. Era a brincar, lógico, eu só tinha de dizer sim ou não, mas como se trata estas questões, hoje em dia tudo assusta, tudo é um cataclismo. Tenham dó.

Anttónio

lady_blogger disse...

Hoje estou febril e nem devia vir aqui ao SC, mas o vício está tão entranhado que tive de vir.

Sobre o tema de hoje:

Grande parte de nós adultos já terá vivenciado em criança tentativas de sedução por parte de adultos.
Eu já encobri por vergonha, por ter uma educação rigida demais e também porque ninguém iria acreditar que esta ou aquela pessoa tão "respeitavel" e insuspeita seria capaz de tal coisa, e talvez mesmo que fosse capaz arranjariam forma de me tornar a culpada.
O problema é quando se encobre esse assunto por vergonha ou receio de represálias. Pior ainda, é quando o adulto chega às ditas vias de facto.

Sugiro que a pena para essas criaturas horrorosas, seja tratamento psiquiátrico profundo acompanhado de uma medicação que lhes corte todo o prazer sexual, ou então mudem-lhes as características físicas de tal forma que sejam de imediato reconhecidos como predadores sexuais, marquem-nos como quem marca o gado que é muito mais respeitável que esses seres.

Percebo perfeitamente quando um pai ou mãe fazem justiça pelas próprias mãos e acho que até deveriam ser absolvidos.

CC

Maria Mendes

Sociedade Civil disse...

o livro do dia será entregue a Paula Torrão. pedimos que entre em contacto com a produção.

saudações civis