sexta-feira, outubro 3

Há petróleo em Portugal?

Há uns anos já se falava na possibilidade de haver petróleo em Portugal, mas a desconfiança perante a crise volta a estar em cima da mesa.
As petrolíferas já fizeram mais de metade dos estudos sísmicos e no final de Outubro vão completar o processo. Os técnicos responsáveis afirmam que os resultados dos estudos são semelhantes a explorações petrolíferas na China, Filipinas e Austrália.
O que está em discussão é que, caso encontrem mesmo petróleo ao largo da costa portuguesa, metade do “bolo” será para os brasileiros da Petrobras.
A discussão no SC num momento em que o governo investe nas energias renováveis.

Contactos:
Viriato Soromenho-Marques, Coordenador Programa Gulbenkian Ambiente
Pedro Sampaio Nunes, Especialista em Energia
Carlos Alves, Eng. e Director de exploração e produção da Galp
André Veríssimo, Editor de Mercados Financeiros do Jornal de Negócios

27 comentários:

AG disse...

Este é o óleo energético que move o mundo!

---

Modela os diagramas oscilantes da economia, assim como move os territórios da política e da sociedade. Com um impacto preocupante e previsível devido ao diagnóstico em fase terminal: penso que essa colisão com a comunidade mundial poderá não ser hostil e violenta, como fora a Guerra do Golfo ou a invasão do Iraque pelos EUA; mas, deverá ser um território de preocupação e de antecipação às problemáticas emergentes.

---

●Afinal, para QUANDO o fim previsto apontado pelos estudos? QUANDO será a nova Crise do Petróleo, do século XXI ?
QUAL será a próxima substância a ser negociada entre países?

---


Ωna G.

O Homem dos Leões disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Homem dos Leões disse...

Notícia atrasada.

“A Petrobras comunicou hoje que realizou quatro descobertas de reservatórios de óleo e gás nas bacias do Rio Grande do Norte, Sergipe-Alagoas, Espírito Santo e Bahia”. Não esquecendo a Baia de Santos, S. Paulo. Rio???

Será sempre preciso, mas não para “queimar”, urge um movimento alternativo, que não é apoiado e isso já à muitas décadas.

Para subir os preços, a base é o crude, para baixar são o mercado!!!

Na Venezuela o petróleo deu para comprar casas pré-fabricadas, está tudo dito.

Países do centro Europeu tem cumbustivel mais barato e onde a investigação é maior e mais séria.

http://www.dep.fem.unicamp.br/boletim/BE15/jul_26_1.htm

tt

permafrost
14:29

j disse...

Evidentemente que existe petróleo em Portugal, vasta olhar para a quantidade de mar que temos (plataforma continental, Madeira, Açores), veja-se as descobertas de jazidas que tem acontecido por esse Atlântico, quer na América do Sul quer em África...o que acontece é que Português está à espera que os outros venham fazer os furos, e depois, quando descoberto, fica surpreendido, e diz, temos petróleo, ah bom não sabiamos.

j disse...

O petróleo por si só nao é solução, bem como as renováveis...tem de se começar a utilizar energia das mais variadas fontes...quiçá até a nuclear. Temos evidentemente que "poupar" energia, através de uma maior eficiencia energética, o que não podemos é continuar a ter o nível de preços que temos actualmente, é contra evolução do mundo. As pessoas e as mercadorias vão ter de continuar a circular, é uma obrigação, não concordo com muitos ambientalistas que pensam que a vida do dia a dia se faz de bicicleta, que isso é que é bom, isso nunca vai acontecer. Não pode existir margem a regressão no que diz respeito ao nível civilizacional que temos, isso seria o inicio do fim, as pessoas deixariam de querer viver, instalar-se-ia o caos e seria o fim da espécie.

O Homem dos Leões disse...

Um dia todo o mundo terá poços de petróleo, nessa altura a economia será mais consistente?

O espaço ocupado pelas jazidas no subsolo, quer em terra ou no mar, que consequências terá depois de extraido? Colapsos, terramotos, o que acontecerá?

tt

j disse...

O NOVO PARADIGMA SÓ PODE SER UM, EM FRENTE, O ENCONTRAR DE NOVAS SOLUÇÕES, NÃO DE VOLTAR PARA TRÁS.
O BRASIL NESTE MOMENTO E NA MINHA MODESTA OPINIÃO, CLASSIFICO-O COMO UM POTENTADO ECONÓMICO, ENERGÉTICO, POPULACIONAL, É UM AUTÊNTICO DIAMENTE.

carica disse...

Boa tarde,

Como cidadã, gostaria que Portugal se tornasse um país pioneiro através de uma enorme aposta nas energias renováveis.
Na prática, gostaria que transportes públicos, barcos de pesca, etc, fossem veículos movidos a hidrogénio. Gostaria que fosse obrigatório todos os edifícios estarem munidos de paíneis solares, e fossem dessa forma energéticamente autónomos, assim como toda a rede de iluminação pública.
Gostaria de ver espalhados pelo nosso território nacional, mais sistemas de energia eólica.
Sei bem que se trataria de um investimento avultado e ambicioso, mas sem dúvida o que traria mais benefícios para todos a longo prazo.

Obrigada, Ana Chagas

lady_blogger disse...

Agora querem que tenhamos petróleo na costa portuguesa? E as preocupações com combustíveis alternativos? Onde fica o sentido ecologista?

CC

Maria Mendes

O Homem dos Leões disse...

Se isso é verdade, ten de ser "chamada" a tribunal de Haia a Secretary of State Condoleezza Rice.

tt

lady_blogger disse...

Lá que é bem possível existir petróleo na nossa costa, é uma verdade, ou não fosse ela tão extensa.

CC

Maria Mendes

Joao disse...

Olá
Eu acho que esta questão, se existe Petroleo ou não em Portugal, nem sequer dvia ser equacionada...
Há coisas mais importantes e que trazem vantagens muito maiores do que o Petroleo como por exemplo as Energias Renováveis...elas são infinitas e o Petroleo não... não nego que o petroleo traga benefícios a Portugal mas não podemos achar que isto vai ser a resolução dos nossos problemas...não podemos andr de miragem em miragem, e alem disso o petroleo um dia acaba e o SOL, o VENTO e as ONDAS não!
Obrigado
Parabens RTP2, Fernanda Freitas e Sociedade Civil
Abraços
João

lady_blogger disse...

Só perante a crise é que se lembram de descobrir se temos petróleo.
Nunca é tarde quando a coisa é boa? Mas será tão boa assim? Perguntem aos ecologistas!
Se tivermos petróleo certamente sairemos desta crise económica, mas poluiremos mais o ambiente.

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Olhe João (das 14:57), não me parece que por cá as pessoas estejam assim tão sensibilizadas para as energias renováveis. Veja as variações de compra e venda das acções da EDP Renováveis e tire as suas conclusões.

CC

Maria Mendes

j disse...

JOÃO, é bem verdade que a possível descoberta de petróleo na nossa costa não vai ser a solução, mas o que o meu caro amigo disse "nem sequer dvia ser equacionada", é uma autentica heresia da sua parte.

carica disse...

Boa tarde,

Acho que a hipótese de explorar jazidas de petróleo em território nacional é uma decisão que não pertence somente ao governo e às empresas, mas sim à população.
Como tal, essa questão deve ser sujeita a Referendo.
Da minha parte, voto contra a exploração de petróleo no nosso país, independentemente dos benefícios económicos.
A pressa de Portugal em perseguir, imitar países ditos mais desenvolvidos, pode resultar na perda do que temos de mais precioso.
Voto sim, na preservação absoluta do nosso meio ambiente, na protecçao de todas as espécies, e no uso de energias renováveis.

Obrigada, Ana Chagas

j disse...

Parabéns Ana Chagas, continue a andar de bicicleta.
Quanto ao Referendo...que tal referendar a cor da gravata do nosso primeiro-ministro.

j disse...

FERNANDA...QUEM É QUE AFIRMOU QUE A POSSIVEL DESCOBERTA DE PETRÓLEO EM PORTUGAL É A SOLUÇÃO PARA A CRISE?
DEIXE QUE LHE DIGA FERNANDA QUE NÃO DEVE TER INTERPRETADO DA MELHOR FORMA OS COMENTÁRIOS DO BLOG. EQUIVOCOU-SE.

O Homem dos Leões disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Homem dos Leões disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Homem dos Leões disse...

Referia-me ao espaço em si que fica vazio, quer no mar quer em terra. São espaços de km3, alguns a 4 km de profundidade, outros a muitíssimo menos.

São obrigados a encher? e com quê, no mar é fácil perceber com quê, mas em terra, seria uma tarefa impossível.

tt

carica disse...

Caro j

O Referendo é uma ferramenta da nossa democracia que não deve ser utilizada com ligeireza, mas sim em situações onde uma tomada de decisão provocará uma grande mudança na nação.
Esta é uma dessas situações.

O Homem dos Leões disse...

Temendo que a resposta não será dada, fica desde já o registo que um dia destes teremos a notícia que por ex: a Arábia Saudita, se afundou, literalmente.

Há quem não perceba que a existência do ser humano e não só, foi possivel porque o meio ambiente foi propício a isso, hoje seria?

tt

j disse...

EM MINHA OPINIÃO OS BIOCOMBUSTÍVEIS NÃO SÃO SOLUÇÃO, ESPECIALMENTE QUANDO SE USA MATÉRIA PRIMA ALIMENTAR.

lady_blogger disse...

Ora aí está um comentário com muito sentido. (Refiro-me a este último do "j".)

Ainda há pouco fui às compras e reparei que o preço do óleo está uma exurbitância. Não vi nenhum abaixo de 1 euro, mas há uns meses atrás era possível encontrarmos valores bem inferiores.

Qualquer dia vamos deixar de usar o óleo como alimento, para podermos andar de carro.
Se pensarmos que o óleo faz mal à saúde, parece que isso será um mal menor.

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lady_blogger disse...

Se calhar o petróleo está a esgotar-se nos nossos fornecedores e por isso é que lembraram de descobrir no nosso país a pólvora, corrijo, o petróleo.

CC

Maria Mendes