segunda-feira, março 23

Queda do cabelo

O impacto psicológico dos efeitos da queda de cabelo é equivalente ao impacto psicológico de doenças dermatológicas, como a psoríase, revela um estudo da Dermatology Society. 74% dos inquiridos evidencia depressão clínica, 97% dos pacientes tenta disfarçar a perda de cabelo (afeta 1 em cada 2 mulheres!), 34% afirma estar disposto a despender metade, ou mais, do seu rendimento anual para curar esta condição, 30% dos pacientes refere que a falta de confiança é a consequência mais grave desta condição, 30% dos pacientes sente que os médicos são insensíveis a esta maleita.
Como lidar com este problema é o que vamos saber junto dos nossos especialistas.

Convidados:
Luzia Travado, Presidente da Associação Viva Mulher Viva
João Didelet, Ator
João Mendonça, Ordem dos Farmacêuticos
Rui Tavares Bello, Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia

10 comentários:

Alexandra e Pedro disse...

Sempre tive alguma queda de cabelo, sobretudo no Outono...sempre controlei com shampoo anti queda e no Outono reforço o tratamento com ampolas, e ainda tento inserir o gérmen de trigo na minha alimentação sempre que possível, bem como a gelatina... a gravidez foi uma fase maravilhosa na medida em que a queda simplesmente parou! :D
Agora que o bebé nasceu, já consigo ver novamente os cabelitos a ficarem na escova...

Pedro disse...

Boa tarde,
A queda de cabelo no homem, ainda que socialmente mais aceite, não o torna mais facilmente aceite pelo próprio que está a ficar sem ele.
No meu caso pessoal, começei a ter queda de cabelo muito cedo, por volta dos 18 anos. Hoje, com 30 anos, tenho um padrão de calvíce bem demarcado. Esta situação afectou-me claramente pois até aos 18 anos sempre tive muito cabelo, fino e claro. Com o avançar da idade, e ao longo dos 20's a progressão foi muito rápida. Neste momento vou fazendo tratamentos prescritos pelo dermatologista para minimizar a retardar a queda do cabelo, recorrendo a ampolas de aplicação tópica e suplementos vitaminicos.
Eu gostaria de saber se já existe forma de inibir a Dihidrotestosterona? No meu caso pessoal penso que a queda está fortemente ligada a questões hormonais, pois quando começei a perder mais cabelo também perdi peso e desde então tenho mais facilidade em perder peso.

Pedro disse...

Um homem quer ter a opção para escolher o penteado ou a falta dele.
Um homem que tenha cabelo, pode por vontade rapar a cabeça e experimentar por algum tempo uma imagem diferente pois sabem que quando quiserem voltam a deixar o cabelo crescer. Mas um homem que seja calvo não tem essa opção! A sua opção passa apenas pela utilização de acessórios, como chapéus, bonés etc. O cabelo deixou de ser uma opção.
Pode parecer algo superficial, mas tem implicações profundas na imagem e na identidade do individuo.

liga dos amigos do centro de saúde da foz do sousa disse...

Boa Tarde!!
Também sofro de alopécia, mas não se sabe bem a causa. Já foi atribuida a alterações hormonais e sistema nervoso.
Fiz e continuo a fazer tratamentos, à base de shampoos, sprays e até vitaminas. Nos primeiros tempos os tratamentos resultaram, em que houve de facto crescimento do cabelo. Actualmente não surtem grandes efeitos.
A queda de cabelo e o não crescimento surgiram quando entrei para a faculdade, no primeiro ano, e já passaram quase 9 anos.

Ana Luísa

androdrigues@clix.pt disse...

Boa tarde.
Gostaria de saber se podemos pintar o cabelo durante a gravidez, já que a pele do couro cabeludo poderá absorver as substâncias das tintas. Será que essas substâncias têm um efeito teratogénico.

Cristina Rocha disse...

Tive um acidente que me deixou tetraplégica e tinha o cabelo completamente liso; agora tenho um pouco ondulado e uma parte pequena no cabelo teve que ser queimada com nitrato de prata.

E a caspa?

Cumprimentos
Cristina Rocha

cláudia disse...

Devo ou não lavar o meu cabelo todos os dias? Eu não consigo passar um dia sem o lavar...

Johnny disse...

Boa tarde, será o sabão azul e branco bom para lavar o cabelo?

Pedro disse...

boa tarde,
A Finistrida, uma vez que este produto funciona ao nivel hormonal, é aconselhavel para os jovens ?
Pedro

DanielCruz disse...

Eu sempre usei o sabao azul e branco, agora não sei se deva continuar pois o Doutor que estava no programa disse que era muito mau para o cabelo, e para nunca o usarem, mas foi das melhores coisas que usei para caspa oleosa. Não sei o que deva usar para substituir, ou se deva mesmo deixar de usá-lo?