sexta-feira, julho 10

Abandono de animais deve ser crime?

Em Portugal, mais de 10.000 animais são abandonados anualmente. O número intensifica-se nesta época de férias, já que muitos portugueses optam por abandonar os animais em vez de procurar soluções de acolhimento. Muitos destes animais - que já foram de estimação - encontram a morte nas estradas, enquanto vagueiam em busca de alimentos e de abrigo. Ficam também sujeitos a contrair doenças, representando assim um problema de saúde pública. Neste SC reflectimos sobre este crime e apresentamos soluções para que os animais não fiquem na rua neste período de férias.

Convidados:
Ana Vieira da Silva, Ordem dos Médicos Veterinários e Presidente Associação Nacional de Médicos Veterinários dos Municípios
Major Jorge Amado, Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente
Paulo Borges, Comissão Coordenadora do Partido Pelos Animais
Paula Perez, Presidente Associação Zoófila Portuguesa

67 comentários:

Simples Devaneios disse...

Olá a todos,

Eu tenho um Golden Retriever há 7 anos - o Simba - e nunca o abandonei, aliás, isso é inconcebível na minha mente. Quando vou de férias ou fica com um amigo meu ou fica num hotel para cães onde sei que o tratam bem.

Sinceramente, não consigo compreender porque é que as pessoas abandonam os animais... é mesmo muito triste e típico de quem não tem noção do que é certo ou errado. Quando adoptam ou compram um animal de estimação as pessoas devem ter a perfeita noção de que não é um brinquedo, antes pelo contrário, trata-se de um Ser Vivo com personalidade e sentimentos.

Parabéns pelo programa! Continuem o excelente trabalho :)

Paulo Borges disse...

Visite o nosso site, apoie e divulgue a constituição de um Partido Pelos Animais, que seja a voz dos que a não têm e estão indefesos perante os maus-tratos. Precisamos da sua assinatura para chegarmos às 7500 necessárias.

É indigno que os animais sejam considerados como meros objectos pelo nosso Código Penal e que maltratar ou matar um animal seja considerado um mero dano do património, não sendo punível como crime.

Ajude Portugal a evoluir com a sua assinatura e contribuição para a recolha de mais:

http://www.partidopelosanimais.com

Carlos Macedo disse...

O crime de abandono de animais não tem qualquer justificação e deve ser penalizado.
A introdução do "Chip" nos animais deve ser fiscalizado, por veterinários e brigadas de rua, pois, a cada animal abandonado deve corresponder uma pessoa que o abandonou.

Carlos Macedo disse...

Os animais podem contrair doenças que constituirão um problema de saúde pública se não forem devidamente tratados. Esse tratamento (vacinas e medicamentos, etc...) não é compensado pela sociedade civil (Estado) através do IRS.

Cristina Rocha disse...

Boa tarde!
Eu tenho uma gatinha que me foi oferecida no meu aniversário.
Ela foi encontrada por uns ingleses; estava ela e a irmã ainda com o cordão umbilical. Foram levadas para uma clínica veterinária e a irmã não sobreviveu.
Eu adoro a minha gata e faria tudo por ela.
Não consigo ver algumas situações que fico impressionada. Os animais são seres vivos como as pessoas cuja integridade física deve ser preservada. Sou a favor de ser considerado crime todos os actos contra os animais: circo, touradas, abandono, lutas ilegais, ...

Gostaria de saber uma coisa: é permitido ter um pássaro tropical (arara, acho eu) dentro de um apartamento? O pássaro está constantemente a berrar (no seu dialecto) a chamar pela mãe e pelo pai (imitando quem rodeia).
Cumprimentos

Carlos Macedo disse...

Uma ideia para as autarquias e promotores turísticos, promovam por exemplo:
- VÁ PARA FORA CÁ DENTRO E LEVE O SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO!

maurocompleto disse...

Sou o Mauro completo e posso dizer que tem toda a certeza em relação aos animais abandonados.
Eu venho tantos animais abandonado e até agora ajudo-os neste momento já passaram por minha casa mais de 20 gatos e 3 cães mas agora só tenho 5 gatos.
mas acreditem se eu tivesse espaço eu não os entregava há câmara mas sim ficava com ele

Joel Cunha disse...

Pessoalmente, acho que o abandono de animais devia ser crime. tenho uma história que queria partilhar com o programa: uma vez quando vinha para casa do trabalho, vi uma senhora que estava a cometer a barbaridade de meter uns gatinhos pequenos dentro de um saco plástico e a abandoná-los numa paragem de autocarro. revoltou-me tanto que os recolhi e ainda hoje os tenho comigo: o júnior, a baby e o jonas. penso que o abandono de animais devia ser criminalizado pois os animais não são objectos que as pessoas podem usar e deitar fora. antes de mais, as pessoas devem pensar se podem e se realmente querem o animal e se tÊm condições para os ter.

Bom programa!!

Harry.Scofield disse...

Claro que deve! Se o animal morrer, é quase homicídio por nigeligência!
Eu sou muito chegado a animais, e fico enjoado só de saber que os mal tratam.No site www.issoebizarro.com, tem um vídeo de adoloscentes a matar um cão à paulada.
Realmente, o mundo anda todo mal.

PS:
Ignorem o nome da conta, chamo-me Ricardo Dias

Mariana disse...

Há uns anos atrás, apanhei um cão ao pé do caixote do lixo, apanhei-o e troxeo para casa...

Obrigado pelo óptimo programa e pelo optimo tema!!

FEML disse...

Tenho 16 anos e sou criador de pombos,
Acho que o mal e mesmo da gente portuguesa actual
Antigamente toda agente tinha animais . Hoje deixou-se de criar nao falo so de caes mas galinhas patos pombos.
Vejamos a columbofilia (criaçao de pombos correios) a segunda maior modalidade em portugal mas so tem gente idosa a gente nova nao quer saber dos animais para nada,

hugodesousaferreira disse...

É triste... Quando se abandonam os animais nas ruas mostramos que o amor extraordinário que os animais têm pelo seu dono, não é de modo nenhum correspondido...

E depois temos, nos meios pequenos mais intensamente, a sensação de que a esterilização ou "castração" dos animais é cruel... Ainda não se convenceram que é até muito mais confortável, e diminuiria muito os abandonos...

Amem os vossos animais!

Boa Tarde a todos os convidados!

Hugo de Sousa Ferreira

maria ant. disse...

claro que o abandono é um crime e devia ser criminalizado. A maior parte dos donos não leva os seus animais ao vet. de forma preventiva pq os veterinarios são mt caros

bOnekinha disse...

Olá
Eu Adoro Animais, pessoalmente, acho que se uma pessoa quer adoptar animais, deve-se pensar muito bem, pois eles também tem sentimentos como todos nós, tem que ter em conta as ferias, custos, vacinas, tudo isso!
Quem abandona os animais deviam ser castigados e multados, porque abandonar animais é a pior coisa que se pode fazer!
Eles Fazem O Mundo Com Os Humanos! Se Eles Não Existissem Nós Também Não Estaríamos Aqui!

Adelaide disse...

Boa Tarde,
Considero-me uma amante dos animais.
Quando vou de férias levo-os comigo, fazem parte da família!
Acho que um dos grandes problemas é a dita proibição dos animais na praia, no entanto não existe nenhuma legislação que o proíba!
Compreendo que nas zonas concessionadas seja restrito mas nas zonas não concessionadas não percebo.
Atentamente,
Adelaide Pereira

Susana disse...

como conseguir tratar bem os nossos animais quando os principais responsaveis nao o fazem? recentemente numa das regioes do pais foi aberto um canil municipal sem condicoes ao bem estar animal. boxes pequenas, sem acesso ao exterior, sem campanhas de adopçao, esterilizaçao etc. apesar da sugestao de prospostas adequadas ao seubom funcionamento que foram ignoradas.

Hugo Alexandre disse...

Olá, muito boa tarde e muitos parabens pelo programa, que considero essencial para consciencializar a sociedade. Quanto ao tema , apenas quero dizer que tenho 2 animais, um cão e um gato, que adoro bastante e que os levo ao veterinário regularmente, pelo menos faço os possíveis para que assim seja, pois os custos financeiros para as "consultas" são muito elevados e são inaceitáveis. Muito obrigado.

Susana disse...

como tratar bem os nossos animais se os proprios responsaveis ignoram o bem estar animal. numa das regioes do pais abriu recentemente um canil municipal, com boxes minimas, sem acesso ao exterior, sem campanhas de adopçao, etc, apesar das sugestoes adequadas feitas aos responsaveis que foram ignoradas. Mais um "deposito de animais, para abater quando nao reclamados.

vanda disse...

Boa tarde,

gostaria de saber onde e através de que telefone podemos denunciar a existência de animais potencialmente perigosos. Há um mês deparei-me com grande espanto, literalmente, com uma serpente ou réptil do género, grande, numa área de "mato" a 50 metros de uma zona residencial e 200 metros do Oeiras Parque...

Vanda Marujo

andre disse...

centemente visitei um zoo na maia e fiquei chocadíssimo com as condições de habitat em que a maior parte dakeles animais viviam.

como será possivel educarmos as nossas crianças para este problema quando as levamos a estes sitios ... e pagamos bilhete...

Pedro Jigme disse...

Como foi dito pelo meu colega Paulo Borges, a legislação portuguesa, ao contrário do afirmado pelo representate do SEPNA, está no PONTO ZERO. Um país que não considera os animais sencientes como SERES VIVOS mas como COISAS, está na Idade da Pedra em relação a este assunto.
Se o abandono de animais fosse equiparado ao Crime de Abandono previsto no Código Penal para os seres humanos, crime esse que prevê uma pena de prisão que pode chegar aos 10 anos de certeza que os abandonos diminuiriam drasticamente.
Quanto á compra de animais, queremos lutar para que a posse de qualquer animal de estimação seja precedida do equivalente ao "tirar" a Carta de Condução, mas em que haja, obrigatoriamente, uma avaliação psiquica, para além da formação sobre espécies, hábitos, etc, dos anmais. assim, quando alguém passar na montra duma loja de animais, pensará 2 vezes (no minimo...) antes e entrar e comprar um animal que terá grandes probabilidades de vir a ser abandonado.

Sylvie disse...

Boa tarde!
A única resposta possível á pergunta é: Claro! claro que deveria ser considerado crime! afinal de contas responsabilizamo-nos a acolher um ser vivo na nossa família! é um compromisso para a vida! nós não abandonamos um filho um irmão ou qualquer outro membro da nossa família porque o haveremos de fazer com o nosso animal de estimação sendo ele um ser vivo e não um peluche ou um objecto decorativo descartável qualquer!

bOnekinha disse...

Olá
Eu Adoro Animais, pessoalmente, acho que se uma pessoa quer adoptar animais, deve-se pensar muito bem, pois eles também tem sentimentos como todos nós, tem que ter em conta as ferias, custos, vacinas, tudo isso!
Quem abandona os animais deviam ser castigados e multados, porque abandonar animais é a pior coisa que se pode fazer!
Eles Fazem O Mundo Com Os Humanos! Se Eles Não Existissem Nós Também Não Estaríamos Aqui!

Maria disse...

Muito boa tarde!
Considero que outra forma de evitar que as pessoas abandonem os seus animais será facilitar os tratamentos de que os nossos animais de estimação, que muitas vezes são a nossa única companhia e que alguns de nós (felizmente) tratam como verdadeiros membros da família, necessitam e que hoje em dia são caríssimos e muitas pessoas não têm condições económicas para pagar, vendo-se muitas vezes obrigados a deixa-los sofrer e na pior das hipóteses até morrer. Para quando um sistema de saúde comparticipado para os animais de estimação?

maria ant. disse...

O canil de Aveiro é tb uma desumanidade!

Pedro Jigme disse...

O PPA promete fazer tudo ao seu alcance para informar a ANVETEM, que parece não saber das condições de alguns canis municipais, de quais os canis com condições degradantes para os animais.

Quem tiver fotos ou videos desses canis, por favor entre em contacto connosco em www.partidopelosanimais.com

mauro disse...

Boa tarde!
Gostaria de saber mais ou menos o custo para meter um gato num hotel?

Fernanda disse...

Porque não descontar o valor dos cuidados médicos com os animais no IRS.
Se calhar ajudava a não faltar com esses cuidados, incluindo vacinas, com os nossos animais

Luis disse...

O abandono não deve ser crime, em minha opinião crime deverá ser as proibições várias que existem no acesso dos animais, ex: Praias, jardins, parques de campismo, restaurantes, bares, shoppings...

Tenho dois cães que acompanham-me para todo o lado. Não os deixo com ninguém porque também não deixo o meu filho!

A verdade é que férias só em Espanha, em Portugal o Cão é visto como um monte de lixo. Repugna-me ver uma praia cheia de lixo, mas com a tabuleta a impedir o acesso dos meus cães.

Atenciosamente

claudio disse...

Porque razão é que o PSD e o CDS-PP se abstiveram no diploma que criminaliza os promotores de lutas entre animais.Não é isso também uma forma de abandono, por parte dos nossos políticos.

Jose Miguel Gomes disse...

Boa tarde.

Já repararam que 99.9% dos cães vítimas de abandono são cães SRD (sem raça definida, ou rafeiros). Os cães de raça, com LOP e provenientes de criadores sérios que cobram um preço relativamente elevado pelos cães não são aqueles que vão ter á rua.

Os cães que aparecem na rua são os cães que são oferecidos e que resultam de cruzamentos não intencionais ou acidentais.

Então qual poderá ser a solução para este problema?

Na minha opinião, fortes campanhas de esterilização dos animais de estimação (sobretudo dos sem raça definida) seria a medida mais importante para combater esta causa.

Eu não sou contra a reprodução de cães rafeiros. Eu sou contra a maioria das situações em que isto acontece. Muita gente pensa que os animais precisam de se reproduzirem para serem felizes. Nada mais errado. Os animais vivem apenas no presente e no dia seguinte o cão já não se lembra que teve um encontro reprodutivo na véspera.

Outra importante medida passa pela mentalidade das pessoas para procurar informação. A grande maioria dos donos de cães, tem falta de conhecimentos importantes para a manutenção dos animais. Muitos donos adquirem um cão sem qualquer ideia sobre os gastos envolvidos na sua manutenção, sem qualquer ideia dos seus cuidados de saúde e sem qualquer ideia ou formação em treino canino.

Cumprimentos,

José Miguel Gomes,

Biólogo Marinho.

BloggerSPhera

Papay dream disse...

Desde pequena que tenho animais e não consigo compreender como é que as pessoas conseguem abandonar os seus animais, como tal, concordo que devia ser um acto punido por lei, porque sempre que temos um animal esse começa a fazer parte da família... e abandona-lo seria como abandonar outro elemento da família. Logo se isso é punível por lei porque abandonar os animais não o é?! Os animais são uns dos nossos melhores amigos...não têm maldade e só querem o nosso carinho e atenção!

claudio disse...

Porque razão é que o PSD e o CDS-PP se abstiveram no diploma que criminaliza os promotores de lutas entre animais.Não é isso também uma forma de abandono, por parte dos nossos políticos.

mauro disse...

olhe tenho de dizer que eu sei que a GNR tem um projecto ou teve que ajuda os animais abandonados

Lucy disse...

Ola

Sim o abandono deve ser crime, e devia ser punido por lei, quando os donos os vao levar ao canil ai deviam ser mais penalisados, porque eu posso levar o meu cao ao canil digo que +e agressivo ou tem doença mortal e pronto pago uma bacatela e livro-me deles... quantos nao o fazem, e ninguem vai ver.

luar disse...

Parabéns pelo programa!
Fico feliz por sentir que a RTP2 se preocupa com a realidade dos animais de estimação em Portugal!

Tem mesmo de haver uma mudança de mentalidades em Portugal.

Os donos que consideram o seu animal um membro da família, têm muitas dificuldades em fazer férias na sua companhia. São poucos os estabelecimentos hoteleiros que admitem animais e os que admitem colocam restrições de entrada quanto ao peso do animal. A maioria apenas admite animais até 15/20kg. Que fazem os donos com animais com mais de 25kg??

É ainda, em Portugal, muito difícil fazer férias com a companhia do animal, o mesmo não acontece em Espanha, Inglaterra, etc.

Iva Vinha

Sylvie disse...

Abandonar um animal de estimação mostra o lado mais negro e cruel, que ninguém quer ver, do ser humano!

Maria disse...

Fernanda
Animeis, direitos /versus n/ deveres, participação dos municipes etc.. Obvio aqui na Cartaxo há serviços municipais, onde hje em dia vacino os cães. ( não quero comentar, não posso) Mas era bom viream fazer uma "vestoria"....

Há anos q lido com animais e sp os respeitei. Desde miuda.

A pergunta que ponho é a seguinte:

Toda a gente sabe que os Ingelese sãopercursos, tal como s franceses... Acontece que hoje em dia em Inglaterra há N animais abandonas e os cavalos estão A SER EUTANISADOS, pque a Crise ñ permite adquirir rações e quejandos : Há Vets neste processo agora p/ evitarestas situações
Mas o que coloco é o seguinte:

Estou a pedido da Presidente da Associação dos Barbados, em colaborar nessas secas de concursos,para se vir UM DIA, a obter o estalão definitivo da raça do Barabado dos Açores, Ilha terceiraque continua provisorio desde 2004, senão erro.

Desconhecia que o N/ Barbas era um especimen de referencia. Uma linha antiga ( há 3/4 linhas)

PERGUNTA:

Como se pode admitir que os cães nessas exposições de pelo grande ( Serra da Estrela, por ex.., como o meu ( há os serras da estrela de pelo curto) mas dizia, como se pode permitir que os animais enormes estejam "enciaxados numas jaulas" sujeitos ao calor ( pois a ORganização destas provas ( ??) peca por falta de organização/planeamento de horários) etc, e sairm todos "tortos" dessas Jaulas??

_ como se pode admitir ver animais, pro ex vi varios desde grande a pequenos, em cima de 1 mesa com o pescoço donde saí uma "corda para ele manter aquela posição, pois é a que os Juizes preferem p/ a avaliação em pista ?

Sei que será do pelouro do Cliube Português de Canicultura, mas isso qto a mim nUNCA DEVERIA SER PERMITIDO!!! E os proprios Juizes deveriam andar a ver os "preparos" dos animais.

è algo que me causa grandes espasmos de indiganção!! Nos cavalos lá fora nem é prmitido detarminadas "cenas " à portuguesa como se vê cá nos campos de aqueciemnto antes das competições...

Pode Veicular estas perguntas?
Obrigado
Maria Ramalho
Este f de semana vai existir um concurso destes no Jockey em Lisboa (sabado e domingo...) vão lá e observam..

Em frança como na alemanha e Holanda num se pode abandoanr , ams eu triouxe da Holanda um Gato!!!
os chips nos cães mta gente troca-os!!! Soube tb/ Nos cavalos n podem, são colocados no Musculo!!!

Liliana Pêgo disse...

Adoptei uma cadela no canil há 2 anos. Tinha sido abandonada. Ela anda sempre comigo e vai comigo de férias. No entanto maior parte das casas de férias para alugar não aceitam animais. Esse é o 1º passo para o abandono. E sim, considero que devia ser crime!!

Telma disse...

Estou de acordo com a Fernanda. "Porque não descontar o valor dos cuidados médicos com os animais no IRS.
Se calhar ajudava a não faltar com esses cuidados, incluindo vacinas, com os nossos animais."

Del_Cimetrado disse...

É de facto difícil traçar uma fronteira entre o valor que tem uma vida humana e uma animal (não racional), mas creio ser bastante condenável, no caso de um incêndio, salvar primeiro o gato em detrimento do filho do vizinho, ou o próprio filho.
Assim sendo, de que forma justificariam a um “espécie de céptico” a importância da intervenção tão profunda, que, se bem que não estéril, parece-me adornado por um extremo e exacerbado complexo de vitimização por parte dos defensores dos animais vista a existência de tantos e outros problemas gravíssimos que afectam directamente seres humanos, nãos apenas sencientes, mas de facto conscientes da sua situação? Se não mais, os milhares que morrer a fome por esse mundo fora? É justa aplicar a velha psicologia popular: “Longe da vista longe do coração”?

Henrique Silva disse...

Ontem era visivel num portal da net o seguinte anúncio: "ESTIVE 8 ANOS ACORRENTADO. AGORA ESTOU LIVRE... PORQUE MORRI!!!"
Além do abandono as condições de maus tratos dos animais levariam certamente a muito mais do que um programa. Se há quem mal trate pessoas muito mais facilmente mal tratará os animais. O problema de consciência e de formação da nossa sociedade leva-nos ainda a muitas responsabilidades e investimentos no âmbito da formação civica que não deverá ser uma responsabilidade única dos organismos e associações, mas sim de todos enquanto cidadãos.Parabéns pelo programa.

Lucy disse...

Ha sempre o Petsiting, que sao pessoas que se responsabizam por irem a casa das pessoas tratar dos seus animais, como ir passear dar comer etc etc, e o cao ou gato ou outro qualquer nao precise de sair da sua casa onde ta habituado.

AG disse...

Podemos ser coxos, podemos ser cegos; somos brancos, negros, com sardas; temos sinais; detestamos um determinado partido político, gostamos de ouvir a música que mais ninguém gosta, temos vícios...

---

(...a percetagem de abandono atinge em maior número os rafeiros.)

---

...são estes animais, os seres que nunca nos descriminam pelo que somos. Que não se desiludem connosco pelo que somos.

Pensemos nisso.

Ana G.

Helena disse...

Olá a todos!

Eu sou absolutamente a favor da criminalização tanto do abandono como dos maus-tratos a animais porque ambos são abomináveis. Acho que estamos a anos-luz da legislação que há noutros países e que verdadeiramente dignifica os animais e os seus direitos. Também, do lado do Estado deveriam ser criadas estruturas para apoiar quem quer ter os seus animais condignamente e não consegue pagar-lhes veterinário, vacinas, etc. Acredito que a solução para Portugal seria a aplicação real e efectiva de coimas e de tempo de cadeia e que os próprios polícias/militares da GNR levassem a sério essa legislação. Como resposta ao Sr. Major, vivo nos Açores e nunca vi a ninguém ser aplicada uma coima por abandonar ou atropelar um animal.

Muitos parabéns pelo programa e por este tema. Deveria ser mais abordado.

Su disse...

A questão dos chips:
A maioria das pessoas que têm cães e gatos não os registam, pelo que não serve de muito as autoridades competentes estarem equipadas com leitores de chips.
No meu bairro, há uma senhora que vive com 5 cães num apartamento e nunca os leva à rua.
Para além de sofrerem os cães naquelas condições, sofrem os vizinhos por causa das consequências da falta de condições de higiene (há baratas em todo o prédio, coisa que não acontece nos prédios ao lado).
Na Junta, informam que só se os 5 estivessem registados se poderia actuar, pois é um número superior ao que a Lei permite (creio que o limite são 3 animais por fogo). Não estando nenhum deles registado, são necessárias provas de que a senhora vive com 5 cães para se poder avançar com uma denúncia de atentado à saúde pública.
Os chips tb poderiam incitar os donos a serem mais responsáveis, por exemplo, qd abrem as portas aos cães para os deixarem passear sozinhos (acontece muito no bairro onde vivo, um bairro histórico no centro de Lisboa). Estes cães que passeiam sós deixam os dejectos na rua e o donos, como "estavam em casa e não viram", acabam por se desresponsabilizar.
O que está previsto fazer para garantir que todos os animais domésticos são registados, de forma a permitir responsabilizar os donos pelos abandonos, pelos cocós no chão, por lesões eventualmente provocadas pelos cães (quem não tem registo tb não tem seguro)?

tatiana disse...

quero aproveitar para deixar aqui o meu reconhecimento de tod@s aquel@s, voluntári@s ou profissionais, que se dedicam aos animais que não são acarinhados por uma qualquer família ou, por razões desumanas, são abandonados.
um bem haja aos que garantem os direitos que lhes são negados e violados.

Filipa disse...

Boa tarde ! Bem, a minha opinião em relação a este tma é: Para uma pessoa ter um animal, doméstico, é porque se sente preparada para tomar conta dele, e consciente do que ele vai precisar, das suas necessidades. Eu acho que uma pessoa que abandona um animal é uma pessoa sem escrupulos, que não pensa que um animal é um SER, qe realmente tem sentimentos ! Não vale a pena, ter pr exemplo um cãozinho, só pe é pequenino, fofinho e bonitinho, e depois abandoná-lo, ou porque é preciso levá-lo a passear, porque despendioso comprar comida, ou porque é preciso levá-lo ao veterinário! Portanto, para alguém ter um animal tem de ter condições, e tempo lvre para tratar dele. Eu agora estou de férias, com a família, e temos um cão, o Roqui, ele não pode vir connosco pq viemos para um aprtamete, a melhor solução, foi ele ter ficado com um familiar .

Beijinhos :'D

Cristina Rocha disse...

Boa tarde!
Eu tenho uma gatinha que me foi oferecida no meu aniversário há quase 8 anos.
Ela foi encontrada por uns ingleses na beira de um rio; estava ela e a irmã ainda com o cordão umbilical. Foram levadas para uma clínica veterinária e a irmã não sobreviveu.
Eu adoro a minha gata e faria tudo por ela.
Não consigo ver algumas situações que fico impressionada. Os animais são seres vivos como as pessoas cuja integridade física deve ser preservada. Sou a favor de ser considerado crime todos os actos contra os animais: circo, touradas, abandono, lutas ilegais, ...

Gostaria de saber UMA COISA: é permitido ter um pássaro tropical (arara, acho eu) dentro de um apartamento? O pássaro está constantemente a berrar (no seu dialecto) a chamar pela mãe e pelo pai (imitando quem rodeia).
Cumprimentos

Anabela disse...

Ana Vieira da Silva esquece-se que as instalações dos canis e gatins municipais, por si só, não definem os bem estar dos animais que acolhe. A título de exemplo, o canil de Lisboa tem, de facto, melhores instalações do que a maioria dos albergues das associações, no entanto, a negligência e a desolação e a indignidade são a nota constante que define como vivem e como morrem os cães e gatos aí acolhidos. Qualquer munícipe o pode constatar numa simples e única visita.

Pedro Jigme disse...

Para além de errado, é perigoso afirmar que uma alteração legislativa que passe a considerar os seres vivos sencientes como SERES VIVOS e não como COISAS, que é o panorama actual de Portugal, deverá ser retardada no tempo afim das mentalidades acettarem o passo .
Uma afirmação destas equivale a dizer que, para um país deixar de aplicar a pena de morte deverá esperar uns anitos até as pessoas se habituarem á ideia.
Não, a alteração legislativa tem que ser feita JÁ.
É abominavel considerar um SER VIVO como uma COISA.

Junte-se a nós em www.partidopelosanimais.com
e no Facebook em
http://www.facebook.com/group.php?gid=86516283258

Pedro Tomás disse...

Fala-se em eutanásia como se o desejo de um animal saudável fosse morrer, só porque não tem espaço nem pessoas que o deixem viver.

Não querendo comparar animais com pessoas, será que a solução para as crianças não adoptadas existentes em instituições de acolhimento sobrelotadas é essa falsa "eutanásia"?

Há que criar condições, e sobretudo mudar mentalidades, para que o abandono de animais seja reduzido. A criminalização pode ser um passo, mas não o único.

mvc disse...

Boa tarde,

Desde Fevereiro desde ano que tenho uma gata que adoptei no canil/gatil da União Zoófila em Lisboa, a Ruca, e não poderia estar mais satisfeita! A vantagem de adoptar um animal adulto, no meu caso, foi imensa, uma vez que não poderia estar em casa para educar um gato pequeno. A Ruca já estava socializada, educada, esterelizada e com as vacinas em dia.

Quando vou de férias peço a um familiar ou amigo para a virem alimentar, limpar a areia e fazer umas festas. Tento pedir a várias pessoas diferentes para não sobrecarregar ninguém, uma vez que o meu animal não é, de todo, da sua responsabilidade.

E, como muitos que aqui escreveram, não consigo compreender o abandono dos animais. Ter um animal de estimação deve ser uma decisão responsável e não um capricho, porque eles não são brinquedos. Por isso sim, o abandono deveria ser crime.

Cumprimentos

Marta Vale Cardoso

p disse...

A ANIMAIS DE RUA disse-me há umas semanas atrás, qdo lhes pedi ajuda para um cão que tinha sido abandonado na minha rua, que, se eu pessoalmente não tivesse condições para o adoptar, que o deveria mandar eunatasiar!!! Um cão lindo e saudável!!!!!

Paula

História de encantar disse...

É muito fácil falar em deixar o nosso animal num hotel para animais. E o custo? A verdade é que em Portugal já está difícil ir de férias, quanto mais deixar o animal num sitio dispendioso. Se ficar no canil corremos o risco de ver o nosso animal maltratado.
Sou totalmente contra o abandono e deveria ser crime, tenho um gato o Lucy e adoro-o mais que tudo. Mas sei que não tenho dinheiro para colocá-lo num hotel para gatos.
No meu entender a solução será mesmo sensibilizar os demais serviços hoteleiros e turísticos e até praias para que se possam levar os animais. Em todas as praias concessionadas foi proibido. Porquê? Não deveria existir uma ou duas praias para se poder levar o nosso cão? Já não digo o gato que não gosta de água:). E a nível dos hotéis ou até mesmo das casas para alugar as entidades gerentes deveriam ser sensibilizadas. Há locais de férias que seriam verdadeiros paraísos para os nossos animais.
Aqui fica a minha sugestão!

Cátia

Pedro Jigme disse...

Visite o nosso site, apoie e divulgue a constituição de um Partido Pelos Animais, que seja a voz dos que a não têm e estão indefesos perante os maus-tratos. Precisamos da sua assinatura para chegarmos às 7500 necessárias.

É indigno que os animais sejam considerados como meros objectos pelo nosso Código Penal e que maltratar ou matar um animal seja considerado um mero dano do património, não sendo punível como crime.

Ajude Portugal a evoluir com a sua assinatura e contribuição para a recolha de mais:

http://www.partidopelosanimais.com

http://www.facebook.com/group.php?gid=86516283258

Anabela disse...

APRENDER COM QUEM FAZ MELHOR
À falta de ideias capazes e tendo em conta as estruturas físicas e humanas já existentes que são os canis e gatis municipais por esse país fora, sugiro aos dirigentes desses organismos que copiem as ideias e as acções concretas e eficazes dos seus homólogos em outros países, nomeadamente Inglaterra e Alemanha: campanhas efectivas e massivas de esterilização e diminuição drástica das populações de cães e de gatos, é só uma dessas acções - concretizadas, aliás, há décadas. De facto, quando nos vemos, ano após ano, envolvidos nos mesmos problemas e incapazes de agir capazmente, o melhor é copiar as boas ideias dos outros. Basta apanhar um avião e ir aprender como se faz.

Helena disse...

Não é só a forma como a sociedade trata os seus mais velhos que mostra o que ela é. É também como trata os seus animais e, principalmente, como os maltrata.

História de encantar disse...

Acabei agora de ver o livro na televisão 'Marley e eu'

Li três vezes e as mesmas chorei, quando o filme saiu nem queria acreditar!

Até o meu namorado chorou!

Grande livro!

Cátia

heber disse...

Ola a todos, bom fim de semana:
Informo-vos de que como biologo, o que está estabelecido academicamente é que o homem pertence ao reino dos animais e o homo sapiens sapiens, nós, apenas detemos uma diferença em relação à generalidade dos restantes animais que é a capacidade de abstracção. Que é apenas um dos multiplos elementos cofactoriais que constituem a intelegencia. E esta hein?!!!!
Embrulhem seus ignobeis maltratantes de animais e amantes de touradas e de afins, incluo inclusivé os extintos espectaculos de gladiadores, que por mta. pena minha (lol), não entendo pk?...

Saudações do heber

Sociedade Civil disse...

Querida fernanda
obrigado pelo tratamento do tema que tu e a tua equipa estão a fazer no programa de hoje. Acredito que preocuparmo- nos com animais que tal como nós beneficiam desta coisa estranha chamada vida é preocuparmo-nos connosco próprios e com a defesa do equilibrio instável em que vivemos. É o nosso carácter e os nossos valores enquanto seres humanos que estão em jogo. Acredito que um projecto como o Partido pelos Animais tem toda a razão de ser se quizermos contribuir e melhorar a sociedade/mundo em que vivemos. Por isso é publico o meu apoio e interesse neste projecto.
E espero sinceramente que as pessoas que fizeram alguma vez mal a um animal não experimentem elas pr´prias a dor que esse ser sofreu.
beijinhos e vamos lá ser felizes
Heitor Lourenço
( por mail)

L.G. disse...

O abandono deve ser criminalizado, mas antes é preciso acabar com o caos em que estão os vários sistemas de microchip. Existem demasiadas bases de dados e muita descoordenação. É preciso centralizar tudo numa entidade funcional (que a DGV nem sempre é) e promover acções de fiscalização.
http://olhoimpar.blogspot.com/

CAOS CASLAS NEWS disse...

este tema é muito importante.
e quanto aos seres humanos?
Sou tetraplégico, passei por uma situação de maus trtos em lar que me deixou imensas sequelas e q culminou, em sendo do Algarve, ser desterrado pela Seg. Social "temporariamente" para Miranda do Corvo.
Longe de familia e amigos, sou extremamente infeliz.
Para cumulo, agora pegou moda enviarem as pessoas do Algaarve para cá. Entretanto, não só não resolveram a minha situação como ainda, enviaram mais dois, sendo que um deles, o Francisco, de Portimão, também é extremamente infeliz e como tem uma ligeira deficiencia mental, corre o risco de nunca mais de cá sair.
Que fazer?

Ver:
http://caos-caslas.blogspot.com/

contacto: 964897882

ug disse...

Boa tarde, e parabens pelo programa.
Todos os temas abordados são muito importantes e este sobre o abandono e maus tratos aos animais é de suma importância já que se tem feito tão pouco para o bem deles. É claro que deverá ser punida toda e qualquer pessoa que cometa actos de violência e maus tratos contra os seres que não se podem defender nem tão pouco queixar. Por isso, compete às autoridades de um país, civilizado, legislar e fazer cumprir os preceitos legais para protecção e defesa dos animais e do meio ambiente em geral.
já agora gostaria de referir o meu repúdio pelas touradas, e como elas se praticam em portugal e espanha. É uma vergonha que algumas pessoas precisem de provocar tanta dor e violência aos animais para se divertirem sem escrúpulos e ainda ganharem a vida à custa desse flagelo. É preciso cortar os laços medievalescos com as tradições repugnantes que se praticam sob a alçada da não punição e do deixa andar, por que os animais não falam e não se podem defender - é nosso dever agir e mostrar-lhe a nossa civilidade e compreensão.
muito obrigada, Rosa carvalho

Mendes disse...

Boa noite.
Consdero esta temática muito pertinente.
O abandono de animais deveria, claro, ser punido por lei.
Só que os exemplos têm de partir de algum lado.
Nós os que estimamos os animais pagamos a sua alimentação a preço de ouro com um IVA altíssimo comparado aos de bens de luxo.
Assim começa o abandono dos animais.
Pela má alimentação a que estão sujeitos por falta de dinheiro. Pelos não cuidados de saúde pelas consultas caras nos veterinários cujos recibos para nada servem. as vacinas anuais deveriam ser gartuitas, mas, mesmo quando administradas pelos funcionários da Cãmara são pagas.
Os hóteis e lares para cães são caros, nem todos os donos os podem pagar.
Não estou a defender quem abandona anumais. até porque antes de se ter a responsabilidadede obter um animal de estimaçao tem de se saber as responsabilidades e encargos que isso eleva.
Tenho 8 cães e não vou de férias à 6 anos por eles.
Apenas acho que o governo deveria ter politicas que permitissem manter os animais gastando menos. Haveria talvez menos abandono.
Os canis são uma vergonha.
E depois veja-se os criminosos assassinos de animais, como é o caso daquele artista que matou um cão à fome ou do grupo de anormais que trusidou uma data de gatos e ainda exibiu as fotos na net. essas pessoas, como as que abandonam os animais, ficam impunes dos seus crimes.
Em planos de emergencia ou catastrofe, raros são os que contemplam a evacuação e protecção dos animais.
Obrigada.

Susana disse...

parabena pelo progranma. espero que repitam o tema. entendo a posiçao da dra ana elisa que esta a desempenhar muito bem o seu papel mas demonstra nao estar a par da realidade. fazia um apelo para estes responsaveis sairem das suas secretarias e trabalharem no terreno! trabalho com animais, conheço os mas a forma como os vejo serem tratados, inclusivamente nos canis municipais,leva me a pensar que a eutanasia é por vezes um acto de misericordia! é simplesmente acabar com o sofrimento. é obvio que o caminho é pelas campanhas de esterilizaçao mas como neste pais as coisas não funcionam, cheguei ao ponto de pensar desta forma. não se pode conceber um animal a viver todos os dias preso a uma corrente com menos de um metro, ou confinados a uma boxe minima com mais tres, quatro caes, sem acesso ao exterior!isto é o que se passa no nosso pais. isto é o que acontece num canil municipal que recentemente permitiram inaugurar, na regiao centro. o que fazer quando os principais responsaveis, nao tem a minima noçao do que é um animal!

A Teoria do Kaos disse...

Hoje é dia dos Animais!

Se gostam de Animais, visitem:

http://groups.google.pt/group/animais_portugal?hl=pt-PT

Cumprimentos,