sexta-feira, novembro 13

Como baixar o tarifário de telemóvel

A Deco disponibiliza até ao final do mês um simulador de tarifários de telemóveis que permite aos consumidores concluir se devem mudar de operador e quanto podem poupar por mês.
O simulador confronta os planos dos vários operadores em simultâneo e contempla quase todos os tarifários pós-pagos e pré-pagos. Uma medida que surge após aquela associação ter concluído que a diferença entre tarifários em Portugal é muito pequena. "Portugal apresenta uma das maiores taxas de penetração do serviço (137%), mas tem dos mais elevados índices de concentração do mercado", afirma a Deco, que "exige" o apuramento de eventuais práticas de concertação entre os operadores móveis nacionais.

Convidados:
Sofia Costa, DECO
Vera Fialho Araújo, Investigadora do Observatório da Comunicação
Joana Dias, Locutora da Antena 3
Emanuel Sousa, Dir. Marketing da Unidade de Negócios e Consumo de Operadora

7 comentários:

jorge disse...

Obviamente que existe concertação entre os operadores...
Fico Admirado com a inercia das entidades fiscalizadoras...
Com telemóveis iguais no portefólio das operadoras que chega a ser mais de 70% em que o custo é igual o valor em chamadas é igual...
Que mais é preciso para constatar essa concertação???
Mais uma das poucas vergonhas deste País
Jorge

jorge disse...

Uma grande parte dos tarifários são
Maus... nomeadamente os denominados como "livres" ou sem carregamentos obrigatórios...
Cuja a única "liberdade" é ir mais rapidamente ao multibanco carregar...
A maioria dos clientes nao tem noção dos seus gastos semanais quanto mais mensais....
Dai ser difícil sem esse dado de quanto efectivamente gastam para saberem escolher o tarifário que mais lhes interessa..
As facturas "detalhadas" fornecidas pelas operadoras mesmo em formato electronico não permitem uma observação fácil dos consumos por operadora...
Dai a uma das maiores dificuldades...
Depois 0 "comodismo" de nada fazer no sentido de não ser "enganado" pelos vários tarifários que enganam os incautos...
Jorge

jorge disse...

Para quem gasta 45€ ou mais por mês fica sem duvida mais económico um telemovel de cada rede...
Pois com 15€ em cada rede tem-se SMS gratis para todas e chamadas a custo mais barato pra cada rede.. que depois do primeiro minuto sera de 5cts
Jorge

Sylvie disse...

Boa tarde!
Eu sou da Optimus (agora c tarifário TAG) desde que comprei o meu tlm e não tenciono mudar.
Tenho um segundo telefone, com um cartão de outra rede (rede 4) para outras pessoas de outras redes.
Faço tudo por tlm, desde ir á net, mandar emails, e editar em tempo real o meu mobile blog.
Obrigada.

Sylvie disse...

Há dias no Oprah Winfrey Show o tema era sobre até que ponto as pessoas conseguem se afastar das tecnologias. Segundo os estudos que fizeram a maior parte da população americana "não consegue viver sem o tlm".
Em Portugal não sei como está a situação nesse aspecto. Eu falo por mim: não consigo andar sem o meu tlm. É onde escrevo o meu diário, a minha agenda, organizer, tudo!

julio disse...

Penso que o motivo relacionado com o facto de haverem pessoas com vários números de telefone e, consequentemente, vários equipamentos, está relacionado com um problema de consumismo, em que as pessos não têem tempo para apreciar aquele telefone, porque vai sair um melhor e mais potente. Outra questão associada, está com problemas de identidade, normalmente associado a pessoas de reduzido nível académico a até mesmo formal, por ser uma forma de se evidenciarem na sociedade. Certamente que foi bom o aparecimento de vários operadores de rede móvel/fixa, caso contrário ainda estariamos a pagar a ex-famosa assinatura mensal (15€), mesmo sem fazermos chamadas.
Obviamente que há pessoas que pensam que poupam mais tendo um número de cada rede, o que na minha optica é perfeitamente errado. Devemos fazer um estudo para as nossas necessidades e escolher o tarifário que melhor se adapta. Hoje existem várias opções no mercado que já não justificam ter vários operadores.
Se nos recordarmos, no inícia as chamadas eram bem mais caras do que agora...

Manjedoura disse...

Não será "burlar", vender telemóveis ou serviços de internet-movel em locais onde quase nem rede existe, mesmo advertindo o cliente que poderá reclamar dentro de um determinado prazo?
Terão os clientes, nestes casos em concreto que conheço, da TMN, de comprar um medidor de rede para trazer no bolso com o telemóvel? Até porque os técnicos quando se deslocam ao terreno, informam de boa rede, apesar de não se conseguir efectuar comunicações.Casegas/Covilhã
Á data foi reforçada a rede a norte do concelho, de exelente rede, e ignorada toda a zona sul do concelho de péssima cobertura. E falo só da 2º maior freguesia do Concelho da Covilhã.

Tenho em minha posse mails que troquei com a TMN que podem confirmar o que digo.

Uma pouca vergonha.

Cumprimentos e bem hajam.