sexta-feira, novembro 27

Como se faz um atleta olímpico?

Carlos Lopes foi o primeiro a conquistar uma medalha olímpica de ouro para Portugal, em 1984. Esta conquista valeu-lhe o reconhecimento público mundial e até Ronald Reagan o convidou para visitar a Casa Branca. A chegada a Lisboa foi apoteótica. Após décadas a treinar atletas, a bandeira nacional ascendeu por fim ao primeiro lugar do pódio.
No dia em que se comemoram os 100 anos do reconhecimento do Comité
Olímpico Português ao nível internacional queremos dedicar o SC às
histórias e às conquistas olímpicas. Como se chega a atleta olímpico? Que apoios existem? Que motivações têm para treinar e atingir os valores olímpicos? Por que não ganhamos mais medalhas? O investimento do Estado compensa?

Convidados:
Comandante Vicente Moura
, Presidente Comité Olímpico de Portugal
Carlos Lopes, Atleta Olímpico
Carlos Paula Cardoso, Presidente da Confederação do Desporto em Portugal
Fernando Aleixo, Presidente Federação Portuguesa de Judo

9 comentários:

Sylvie disse...

Boa tarde!
Tive o prazer de conhecer o Sr. Carlos Lopes há uns anos atrás e pude constatar que é uma pessoa muito simples, simpática e humilde.
Típico bom português :)
Tudo de bom para ele e para todos os atletas do nosso País!
Cmp a todos,
Sylvie.

Helga Marques disse...

Muito boa tarde.
Admiro a vontade Portuguesa de chegar aos mais altos objectivos, a nível geral, e, especialmente, a nível olímpico.

Sou daquelas pessoas que não perde uns Jogos Olímpicos. Desde pequena que partilho dos valores olímpicos e não perco uma transmissão televisiva, desde que não tenha outras responsabilidades que impliquem prioridade maior. É, muitas vezes, a única oportunidade para visionar certos desportos...

Tenho a lamentar que, hoje em dia, os valores olímpicos (e os civiamente correctos) sejam pouco trabalhados e veiculados nas crianças.
Estou ligada a um desporto que, infelizmente, não é olímpico, embora a sua vertente de gelo (Patinagem Artística) esteja presente nos Jogos de Inverno.
Sou, também, psicóloga e tenho visto, ouvido e sentido muitos pais a incentivarem os seus filhos para a competição, fazendo-o de uma forma tão simplista que se verifica desejarem resultados imediatos e pouco esforçados.
Esta atitude "passa" para as crianças e ao primeiro desalento desenvolvem atitudes pouco cívicas ou, então, desistem (mesmo da escola).

Lamento ainda que, apesar de termos muitos valores em vários desportos ainda se dê demasiada importância a apenas alguns deles, por norma, aqueles que proporcionam um retorno financeiro.
Mesmo no atletismo, judo, natação, entre outros (que são um pouco mais mediatizados que a maioria) se verifica que as transmissões televisivas são, por vezes, descuradas e transmitidas a horas que permitem o visionamento apenas a uma população informada e, deveras, interessada.

Por fim, e para gáudio de Portugal, gostaria de comunicar, para quem não sabe, que mesmo com poucos apoios existentes (muito investimento pessoal/financeiro de atletas, pais e treinadores) uma delegação portuguesa de juniores e seniores esteve presente nos Campeonatos Mundiais de Patinagem Artística em rodas que decorreram nas duas últimas semanas na Alemanha.
Obtivemos excelente resultados: quartos, quintos lugares e, pela primeira vez, uma medalha de ouro.

Aproveito a ocasião para tornar mais público o desejo de milhares de portuguesas e portugueses de saber este desporto (que já nos trouxe diversas medalhas europeias e mundiais) como uma modalidade olímpica.

Votos de Bons Exercícios para todos!!!
Helga Marques

Ricardo disse...

Muito boa tarde desde já.Aproveitando desde já o leque de convidados gostaria de perguntar porque ignoram todas as entidades do desporto portuguesas a modalidade que mais OUROS trouxe ao nosso querido país, o Hóquei.Aproveitando também o facto de o programa ser na RTP2 pergunto-me porque terá sido deixada de lado qualquer transmissão de hóquei em patins no Desporto2.Por último perguntar ao presidente do nosso CO porque razão não fez parte dos jogos da Lusofonia!Espero que mudem de ideias, pois é um dos desportos que mais praticantes integra.

Hugo Almeida disse...

Desporto Escolar, Desporto Escolar!
Desporto Universitário, Desporto Universitário!
Melhores alunos, melhores atletas, melhores condições, melhores treinadores.
Aulas de manhã até às 14h00/15h00 e actividades desportivas/culturais à tarde.
Olhinhos no modelo norte americano e estamos lançados para sair da mediocridade (22% de participação desportiva na nossa população e 13% de alunos a praticar desporto escolar, quando deviamos estar nos 40% em ambos os itens).

lisboa disse...

Tenho de começar por dar a medalha de ouro a este vosso progama mais nao digo porque ele fala por si.
Á tanta coisa neste pais que nao se entende como por exp. os paraolimpicos , o judo ,atletismo e outras que sao medalhas de ouro ou prata ou bronse mas que as trazem, trazem e as ajudas ou apoios sao muito poucas!!! E claro estou me a referir ao futebol que nao ganhou nada ate hoje dai aproveitar esta aportunidade para entender que de diferente á no desporto onde o futebol tem tudo ate premios de jogo e as outras modalidades nada ou seja tem de ter muita dedicaçao do atleta e da maquina humana que esta por tras...



Jorge Silva Lisboa

Hugo Almeida disse...

Desporto Escolar!
Desporto Universitário!
Olhos no modelo norte americano e estamos a caminho de sair da mediocridade (13% de alunos no desporto escolar e 22% de prática desportiva em Portugal). Nos EUA são 40% em ambos os itens.
Aulas de manhã, actividades desportivas/culturais/outras à tarde.
Mais condições nas escolas: mais campos de jogos e com melhores condições, melhores pavilhões, mais dinheiro para pagar a treinadores, profissionalizar cargos desportivos (directores atlético) e departamentos desportivos nas universidades.
Deixar o Desporto nas mãos do associativismo não profissionalizado e com falta de formação desportiva/técnica/educacional é estar a matar o Desporto em Portugal.

Dannilo disse...

Não apoiu o desporto,como é possivel permitirem que as equipas paguem salários obscenos por esforços ridicolos,enquanto que professores,investigadores,e voluntarios que lutam por encontrar a cura para as doenças que nos matam andam a implorar por dinheiro

Lady-blogger disse...

Boas.

Queria só aqui deixar cumprimentos ao Dr. Vicente Moura que tive o prazer de conhecer nos Jogos da Lusofonia, e comunicar que tive de declinar o convite à candidatura para Membro da Academia Olímpica devido ao meu avançado estado de gravidez.

Até breve!
Beijinhos à Fernandinha e à equipa do S.C.

Cumprimentos Civis

Maria Mendes

Lady-blogger disse...

Boas.

Queria só aqui deixar cumprimentos ao Dr. Vicente Moura que tive o prazer de conhecer nos Jogos da Lusofonia, e comunicar que tive de declinar o convite à candidatura para Membro da Academia Olímpica devido ao meu avançado estado de gravidez.

Até breve!
Beijinhos à Fernandinha e à equipa do S.C.

Cumprimentos Civis

Maria Mendes