segunda-feira, janeiro 11

O que aumenta em 2010?

As notícias não são muito animadoras para o ano que se inicia. Segundo as previsões do Banco de Portugal o desemprego continuará a subir até ao final de 2010. Situação que poderá instaurar nas famílias um recuo relativo ao poder de compra.
No que respeita aos bens de consumo essenciais, pão e leite os preços irão manter-se, mas os portugueses terão de se preparar para aumentos na conta da eletricidade e dos juros do crédito à habitação.
No âmbito das boas notícias, o salário mínimo irá subir para 475 euros e as pensões poderão registar aumentos entre 1% e 1,25%.
Neste Sociedade Civil apontamos soluções para enfrentar estas mudanças e continuar a poupar no orçamento familiar.

Convidados:
Pedro Pita Barros
, Economista
Susana Albuquerque, Secretária-geral ASFAC
Francisco Madelino, Presidente do Instituto do Emprego e de Formação Profissional
Rita Pinho Rodrigues, Relações Institucionais da DECO PROTESTE

3 comentários:

Zeta Draco disse...

Estou farto de ouvir falar aumentar a produtividade! Paguem decentemente às pessoas, ao nível da sua formação e valor-acrescentado, que obviamente todos colocarão mais esforço no trabalho que fazem. Cada um trabalha de acordo com a valorização que sente ser dada ao seu esforço. Paguem mais, que trabalhamos mais.
As senhoras que estão aí a falar de orçamentos familiares, devem começar pela coluna das receitas! Ou querem convencer-nos que o valor acrescentado do nosso trabalho é comparável ao de um trabalhador chinês, e portanto devemos ter níveis de vida e de conforto semelhantes?

Sugiro um imposto europeu sobre o dumping social, a cobrar sobre os produtos importados de países que promovem os baixos salários, o proteccionismo e a manipulação das taxas de câmbio, e que com isso estão a arruinar o nosso modelo social com essa concorrência desleal.

Mike disse...

Relativamente ao tema de hoje do Sociedade Civil, gostaria de sugerir a todos os leitores/espectadores, a leitura do meu blog Poupa e Ganha: www.poupaeganha.com.
Lá encontrarão diversas sugestões de poupança e micro-poupança que eu próprio vou pondo em prática.
Foi a partir desse blog que surgiu o livro recentemente lançado no mercado: Poupar é Ganhar!

Abraços

Paulo Silva disse...

Tenho 44 anos estou desempregado desde outubro 2008 e em agosto 2009 apresentei projecto ILE-Iniciativa Local de Emprego no IEFP para criação de micro empresa com criação de 2 postos trabalho, o meu e outro Desempregado Longa Duração, e até hoje aguardo a decisão ! ou seja não estou já a trabalhar porque o IEFP não despacha os projectos !!!