sexta-feira, março 19

Mexa-se! Pela sua saúde

Dois em cada três portugueses não praticam qualquer tipo de exercício físico. Queixam-se de falta de tempo, que não têm estruturas por perto, etc.
O que os especialistas dizem é que por detrás das várias desculpas está apenas a falta de hábito.
Para que o corpo se habitue ao exercício físico são necessárias 10 semanas de treino regular.
Começar um treino físico tem várias razões: emagrecimento, tonificação, maior resistência cardiovascular ou questões de saúde. Mas antes de começar, aconselhe-se com os especialistas. Comece hoje, com os do SC.

Convidados:
Francisco Araújo
, Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva
Pedro Teixeira, Professor da Faculdade de Motricidade Humana
João de Carvalho, Actor
António Alves Lopes, Fisioterapeuta e Docente Escola Superior de Saúde do Alcoitão

9 comentários:

Fonseca disse...

Já há uns anos que observo que a maioria das pessoas não gosta de exercício físico, nem sequer de andar! Quantos preferem ter o seu transporte pessoal, quase sempre carro, e o deixam estacionado em mesmo em frente ao local onde trabalham ou vão às compras, etc? Sei de um exemplo de um vizinho que se desloca todos os dias no seu BMW para percorrer 1 km... e vejo muitos que, só não entram com o seu carro dentro do Café, porque a porta é estreita e não é permitido...
Já morei num terceiro andar e ia sempre pelas escadas e era mais magra que agora. Também morei num 4º andar e às vezes, eu e marido, usavávamos as escadas em vez do elevador, fazíamos "step" gratuito e, afinal, não custa assim tanto, depois do hábito.
Para quem fuma e tem maus hábitos alimentares é mais complicado. Mas andar a pé diariamente dá para qualquer um.
Mesmo em casa antes do banho, principalmente, faço sempre ginástica "caseira" muitas vezes com o meu filho que faz disso brincadeira. Quem é que não teve Educação Física na escola ou praticou um desporto na infância ou adolescência? Quase toda a gente teve, é só relembrar sem medos, sem complexos e sem exageros iniciais. Também há sempre alternativas para quem tem problemas de saúde. Não venham com a desculpa de falta de tempo ou de dinheiro. Não vivam para comer, comam para bem viver, mas fazendo exercício físico regular. O principal é ter vontade!
Um abraço!

Hugo Almeida disse...

Na minha opinião, é na escola e de pequenino, que devemos ganhar hábitos de prática desportiva (a partir dos 3 anos). É nesta idade que aprendemos e apreendemos tudo e ganhamos hábitos para a vida.
Aulas de manhã,actividade física de tarde, todos os dias. Basta uma hora de exercício e estamos educados para a vida.
Não há melhor receita e é a fórmula para passar de uma em cada três para duas em cada três pessoas a praticar desporto regularmente.

Patrícia disse...

adoro fazer exercício físico e principalmente o prazer e bem-estar com que se fica.

tenho um problema:

sou saudável, pratico exercício varias vezes por semana e habituei o meu corpo a alimentar-me com algo energético (chocolate, bolachas ou 1 bolo) antes do exercício e agora já não consigo prescindir desse hábito, pois se não o fizer fico sem forças, fraqueza e até com tonturas durante o exercício.

é um hábito prejudicial para minha saúde?

Obrigada.
Excelente programa!

Patrícia Oliveira

Diogo disse...

Muito bom tema, uma vez que está muito direccionado para a minha área de estudo.
Aqui está um link do youtube, onde se pode verificar que pequenos gestos como este podem alterar significativamente a qualidade de vida da população (portuguesa e mundial), quem diz escadas rolantes, diz subir as escadas do predio em vez de ir de elevador, deixando mensagens nas portas dos prédios. Apoio das camaras em promover exercicios (actividades de outdoor que envolva exercicio em espaços verdes).
Link:http://www.youtube.com/watch?v=ead0BP4pJPI
Pena é que toda a sociedade reconhece a importancia do exercicio, mas há sempre desculpas: tempo e dinheiro (principalmente) para não o fazer e quem sofre com isto somos todos, com as despesas hospitalares de diversos tipos de doencas (obesidade, hipertensão, cancros - intestino gorosso/colon, etc)
Deslocações para o emprego, muitos mesmo morando a 1 km do local do trabalho não dispensam o carro.
Existe muitos temas por debater, mas sem vontade das pessoas não se vai a lado nenhum!
Parabens mais uma vez pelo exelente tema!

Adelaide disse...

Olá o tema de hoje é bem interessante
Eu tenho 45 anos,e tinha um peso que considerava acima do desejado.
Falei com a minha médica que considerou que era um peso dentro da média.Sou casada,tenho 3 filhos e todos sairam a ganhar com a minha decisão de emagracer,Em minha casa a alimentaçao é rica em legumes ,a sopa está no menu todos os dias,e o peixe é o senhor à mesa.Comecei a fazer caminhadas,7Km por dia,Não bebo alcool,nunca bebi,não fumo,e num mês sem passar fome jáemagraci 4 Kg

Diogo disse...

...podemos tambem falar das alimentações nas cantinas das escolas (com hamburgers, cachorros, pacotes de bataras, bolycaus) ou então mais recente o magalhães! O que fazem as crianças agora em vez de irem brincar para o recreio? jogam o magalhães! tenho 21 anos, mas lembro-me na altura eu só queria era recreio hoje em dia, só se vê a miudagem a querer jogar o PES ou o SIMS!
Tambem é de lamentar o facto de alguns apresentadores, orgulharem-se em televisão das suas enormes barrigas, em vez de estimularem os telesespectadores ao contrário, casos frequentes são do Malato e do Fernando Mendes.
Relativamente aos Ginasios, sabemos que o pais está em crise mas se muitos gastam 50 Euros em tabaco; vinho, ou mesmo para bilhetes da bola, seguramente poderiam substituir os seus maus vicios, em troca de saude inscevendo-se num!
Cumprimentos, Diogo Victor

Diogo disse...

Tambem se pode debater o tema Exercicio Vs medicamentos para perder peso/queimar gorduras.
Relativamente á adesão/retenção dos praticantes, julgo que qualquer profissional de saúde tem de saber que os praticantes têm de ser informados do plano de treinos que têm (refiro-me neste caso aos ginásios)! A missão é explicar, como diria um professor meu, o como? o quê? e o porquê? de passar-mos esse plano de treino ao cliente. Mostrar as evoluções do praticante através de graficos e outras "coisas" que cativem os praticantes e que seja facilmente observavel os seus resultados/evoluções.

Iade disse...

Boa tarde,
O desporto faz com que eu com 70 anos seja bastante saudável, e é com muita satisfação que vejo que há uma cada vez maior consciencialização sobre o tema no seio da nossa sociedade. Tenho a consciência de que o desporto é importantíssimo para a minha saúde, mas o meu desporto preferido é dar fartos no sofá, mas o meu médico diz que não é um desporto.. o que é que faço?
O meu neto quer saber se o João Carvalho é o zorro... Ele diz que a barba é igual...

Cumprimentos

João Severiano

Ana disse...

Ao ouvir hoje o seu excelente programa reparei que se falou muito de caminhadas mas ninguém se referiu a um desporto espectacular chamado Orientação. É praticado essencialmente na floresta (também pode ser praticado em parques ou nas cidades) e exercita o físico e a mente. Pode ser praticado por qualquer pessoa (de qualquer idade), individual ou em grupo, e ao ritmo de cada um, ou seja, a correr ou a andar. Baseia-se na procura de pontos previamente colocados em determinados locais a onde tem de se aceder utilizando um mapa e uma bússola. Cada prova é sempre um grande desafio pois, mesmo no mesmo mapa, os pontos estão colocados em sítios diferentes. Há muitas provas no nosso país, tanto de orientação pedestre como de BTT. Para mais informações pode consultar o site da federação em www.fpo.pt e também o blogue Orientovar.