terça-feira, março 22

Como poupar água?

Cada vez que fazemos uma descarga de autoclismo gastamos 10 litros de água, quando tomamos o banho diário são 80 litros, 100 litros quando fazemos uma máquina de roupa e 50 litros numa máquina de loiça. Se repetirmos estes gestos uma vez por dia ao fim do mês gastámos 8.200 litros de água. Demasiada? Sim, mas é possível poupar!
No Dia Mundial da Água queremos mostrar mais uma vez a urgência em imprimirmos nos nossos hábitos a poupança deste líquido que começa a escassear. A poupança financeira, mas acima de tudo a poupança ambiental vão estar em cima da mesa do SC.

Convidados:
Susana Fonseca, Presidente Quercus
Catarina Gonçalves, Coordenadora Nacional do Programa Bandeira Azul
José Vieira, Vice-presidente Ordem dos Engenheiros
Luís Bulhão Martins, Vice-presidente da CAP - Confederação dos Agricultores de Portugal

7 comentários:

Carlos disse...

Gostava só de informar que no Japão já exitem sistemas que aproveitam as águas sanitárias para descargas no autoclismo.
Há uns anos foi tambem desenvolvido um producto de design que faz o mesmo.
Quanto ao aproveitamento das águas dos banhos creio que existem ainda alguns problemas técnicos.
Carlos Alberto Costa

Carlos disse...

Não sei se a informação ainda vai a tempo.
De qualquer forma, queria deixar aqui a informação de que no japão existem sistemas que aproveitam as águas utilizadas nos lavatórios para descargas no autoclismo.
Ainda nessa area, foi desenvolvido á um par de anos tambem uma sanita que tem acoplado um lavatório e reservatório para aproveitar as mesmas.
Quanto ás aguas dos banhos se calhar terá que se pensar em sistemas de bombeamento para algum reservatório.
Obrigado
Carlos Alberto Costa

jo disse...

Estou agora a ver o programa e há uma perspectiva da qual pouco se fala. È que gastamos talvez 5 vezes mais água que o necessário por causa do hábito de abrir as torneiras quase no máximo da pressão . Além do redutor de fluxo será que não era possível incentivar os fabricantes a fazerem torneiras com 5 posições de diferente pressão que permitisse ao utilizador tomar consciência que pode ter a mesma eficácia com apenas um quinto da água que costuma usar ?

puga assis disse...

Fico perplexo ao ouvir tanta gente, tão sabedora, falar sobre a água e da sua qualidade e ninguém referir que os responsáveis cedem de forma escandalosa à pressão exercida pelos construtores de embarcações motoras de recreio, como motas de água, que de ano para ano aumentam a sua presença nas praia, originando graves acidentes para além da poluição e desenvolvendo mesmo competições que deixando a atmosfera das praias irrespirável .

Mara disse...

É realmente um desperdício de água quando carregamos no botão do autoclismo e mesmo se formos à casa de banho e não fizermos a descarga vamos fazê-lo na segunda visita sendo essa descarga enorme mesmo usando o botão de meia descarga, o meu conselho é que se coloque uma garrafa de 1.5lt cheia de água dentro do autoclismo que vai reduzir esse volume em cada descarga. Numa cidade de 1000 hab. pouparíamos 1500lts. de água por dia. o que dá 540000lts. por ano, se pensarmos em contabilizar o país inteiro estamos a falar de muitos milhões de litros por ano.

Óscar Onofre,
Torres Vedras

luis disse...

Gostaria de fazer uma questão para as pessoas pensarem. Se a água potável é um direito humano porque é que se uma pessoas não pagar a conta da Epal ,por diversos motivos, é-lhe cortado esse direito?

Paulo disse...

Uma forma de poupar agua é utilizar a agua do banho/lavabos na retrete. em vez de agua do banho ir pro esgoto, guarda-se na banheira e com um balde ou alguidar passa-la para a caixa do autoclismo. A agua utilizada na sanita NÃO precisa de ser potável, pode ser perfeitamente utilizada a do banho. Mesmo que não se utilize os tais 80 litros do banho, dependendo do tamanho da familia reutiliza-se essa agua.