quarta-feira, setembro 26

O desejo de ter um filho


Em Portugal, prevê-se que haja cerca de 500 mil casais com necessidade de recorrer à Procriação Medicamente Assistida (PMA). Mas um tratamento no privado ronda os 4 mil euros por tentativa, enquanto que no público, apesar dos preços terem baixado, os casais têm direito a um ciclo de tratamentos por ano.
Desde 2006 que a PMA está regulamentada em Portugal. De acordo com a lei, pode ser utilizada face a um diagnóstico de infertilidade ou para evitar doenças de origem genética.
Quando se fala em PMA há questões a colocar: o que acontece aos embriões criados? Pode o casal definir o sexo do bebé? Até que idade se pode recorrer à técnica? Por que motivo casais do mesmo sexo não têm acesso ao tratamento?

3 comentários:

sergiofraza disse...

Lamento haver casais que não conseguem engravidar, pois sei qual o sofrimento que isso causa. Também sei que casais com poucos recursos não poderão atualmnente ir muito longe na pesquisa do tratamento mais adequado, além de que, no momento que todos atravessamos seja necessário ponderar muito bem a ideia de ter um filho ou na existencia de um pensar em mais!
Sérgio Massamá Frazão/ Massamá

maria maia disse...

Eu chamo-me Maria e recorri a um tratamento PMA, que durou 3 anos mas hoje sou mãe de um menino de 3 anos. Em todo o processo o que mais me "doeu" foi uma ginecologista dizer-me -como já tem 37 anos e as consultas no serviço publico estão demoradas quando chegar a sua vez não lhe vão fazer nada porque e considerada velha e a taxa de sucesso no seu caso e muito pequena por isso se arranjar dinheiro e melhor ir para o privado. Assim fiz e gastei nos 4 tratamentos que fiz cerca de 40 mil€, mas valeu a pena. Uma ajuda muito importante ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA FERTILIDADE. Um bem haja para o programa.

maria maia disse...

Alem de felicitar o programa quero enviar um abraço ao Dr.Sérgio Soares e mais uma vez agradecer-lhe o filho que tenho.OBRIGADO