quinta-feira, junho 21

SEGURANÇA NA ALIMENTAÇÃO DE VERÃO

uu
No dia em que chega a estação mais quente do ano, o Sociedade Civil quer orientá-lo, em termos práticos, para os cuidados a ter com os alimentos que consome.
As intoxicações alimentares são frequentes nesta altura e o calor parece ser um forte inimigo para uma alimentação saudável e cuidada. Aprenda com os melhores especialistas a proteger-se, e à sua família.

65 comentários:

Anónimo disse...

Este tópico da alimentação será relativamente parecido com um outro que deu no SC há vários dias, para não se repetir os mesmos conselhos, podem visitar este link:

http://sociedade-civil.blogspot.com/2007/06/estamos-alimentar-bem-os-nossos-filhos.html

-------------



Aqui ficam mais alguns conselhos:


- Para o verão é importante consumir muita água da torneira ou mineral (cerca de 1,5/3L por dia), sem ser daquelas novas águas ditas "mais saudáveis" que na realidade contêm quimicos que fazem mal à saúde.

- Não consumir nenhum tipo de refrigerantes.

- Diminuir ou não consumir doces "frescos" como gelados, etc. Existem alternativas mais saudáveis.

- Evitar produtos alimentares transformados e com aditivos/químicos.

- Consumir uma grande variedade de frutas cruas.

- Evitar muita exposição ao sol, desidratação, comer alimentos muito quentes e secos.

- Por muitas razões importantes, ser vegetariano ... (mais informações: www.avp.pt.vu + www.sejavegetariano.org + www.centrovegetariano.org )



Em relação às intoxicações alimentares, isso acontece devido a duas questões essenciais: os alimentos estarem fora de prazo e por isso estragados, e terem algum tipo de contaminação por bactérias perigosas ou químicos.

De notar em especial que a esmagadora maioria das intoxicações alimentares acontecem por meio de produtos animais como a carne e derivados que são também misturados com outros alimentos, isto porque estes "produtos" são muito mais periciveis (estragam-se muito mais rapidamente) e contêm concentrações muito mais elevadas de contaminantes como bactérias, quimicos, isto sem falar de ovos de parasitas e muitas outras questões negativas que estes "produtos" trazem para a saúde.


Paulo

pedrocarlos disse...

Caro Paulo, ja deu para perceber que o objectivo dos seus comentarios e promover certas correntes ideologicas que defendem as ditas medicinas alternativas e o vegetarianismo.
Mesmo que para isso atropele os principios cientificos - como o fez no caso dos medicamentos onde mistura virus com bacterias, e fala em resistencias sem saber os fundamentos geneticos e fisiologicos de base.

Em relacao ao tema de hoje afirmou que no Verao nao se podem comer alimentos quentes ou secos?!

Mas qual e a base cientifica para dizer esse absurdo?

Entao nao se podem comer frutos secos?
Fruta desidratada?

Refere ainda, que se evite produtos alimentares transformados e com aditivos/químicos.

Entao o senhor nao consume alimentos vegetarianos como azeite, pao, leite de soja, tofu, seitan, leite de arroz, leite de aveia, miso, tempeh, granulado de soja, molho de soja...

Sao todos produtos alimentares transformados e a maioria ate sao produtos artificiais com aditivos!

Quanto as toxi-infeccoes alimentares: quem e que lhe disse que nao se apanham com alimentos de origem vegetal?!

Obviamente que o Paulo nao sabe que a pior das intoxicacoes alimentares - botulismo - provem exactamente de alimentos vegetais, pois o Clostridium botulinum vive na terra.

Quanto a perecibilidade, todos os alimentos sao pereciveis.

Afirmar, a priori, que alimentos animais contêm concentrações muito mais elevadas de contaminantes como bactérias, quimicos, do que os vegetais e totalmente errado!
Isso depende!
O contrario e mais provavel!

A afirmacao do Paulo e falsa e so e feita por razoes ideologicas.

Ja agora, o que e isso de agua mineral?!
Ha alguma que o nao seja?
A agua nao e organica!
Essa dos 3 litros nao e bem assim.
O consumo tem de se adequar a actividade fisica e ao resto dos alimentos.
Quem come muita sopa e fruta precisa de beber menos, ou nem beber, do que quem come outras coisas.

Pedro Alves - Tecnologista Alimentar.

lady_blogger disse...

Boa tarde.

A preocupação com uma alimentação equilibrada e saudável deve ser algo bem presente durante todo o ano e não somente no Verão. (De facto nesta altura concordo que haja preocupações acrescidas.)
Foquem esse aspecto, pois os telespectadores poderão ficar com a ideia errada que só no Verão devem ter atenção com o que ingerem.
Dois dos mais importantes conselhos que lhe posso dar, são: beba muita água, e tenha cuidado com a ingestão de qualquer alimento para não sofrer intoxicações, pois perante elevadas temperaturas eles podem tornar-se impróprios para consumo mais rapidamente que no Inverno.
De resto, tenha as preocupações que deve ter durante todo o ano.

Maria Mendes

Anónimo disse...

Que alimentação é adequada para o verão?

Vasco,Lisboa

Ana disse...

O comentador Paulo insiste em querer impingir a toda a gente o vegetarianismo.
Ficamos todos muito contentes por ter feito a sua escolha, mas deixe também ser os outros a escolherem o seu próprio caminho.

Torna-se muito repetitivo, para além da extensão enorme dos seus comentários, tentando de alguma forma monopolizar este blog que nem sequer é seu!
Aconselho-o a fazer o seu próprio blog onde poderá falar nos assuntos que quiser, pois sempre que neste programa se fala em alimentação ou saúde, lá vem a lenga-lenga do costume sobre o vegetarianismo. Torna-se um pouco aborrecido para quem assiste ao programa com regularidade e que lê/participa no blog.

Pode dar a sua opinião e fazer questões (que aliás é o que se pretende), mas deixe-se de fazer sempre os mesmos comentários e que ainda por cima sempre extensíssimos. Aliás o administrador do blog (SC) já o advertiu para isso uma vez, os comentários são para ser sucintos e objectivos (as minhas desculpas desde já para este que já se tornou também extenso).



Falando do tema, posso dizer que as temperaturas mais quentes são as mais propícias ao desenvolvimento dos microrganismos, por isso todo o cuidado é pouco. Há que conservar bem os alimentos em todo o lado, seja em casa, quando vamos às compras, na praia, etc.

Pedro disse...

Querida Dra. Fernandes Freitas, antes de mais quero-lhe endereçar os meus cumprimentos e dizer á senhora que este programa é por excelência o programa ideal para o cidadão e devia ser obrigatório ver sempre o sociedade – civil é bom na formação dos cidadãos, gostava que a ilustre senhora questione os seus convidados: Se neste verão a inspecção será ponto de ordem na restauração, o que sempre nestas alturas existem aproveitamentos e desrespeito pela lei e muitos casamentos que terminam em lua de mel nas urgências a soro e como sabe os jornais nacionais publicam todos os anos noticias sobre estas situações do género o que poderá agravar com o encerramentos das urgências (veja se num concelho onde as urgências encerram por ordem do estado já imaginou quantas ambulâncias farão falta para transportar os convidados para um hospital situações que ocorrem sempre praticamente á noite após a ingestão de comidas estragadas nesse casamento, penso que na minha opinião isto é crime, o que pensam o seus convidados?

Já agora aproveito para lhe dizer que aqui em Arcos de Valdevez se come muito bem e recomendo, um beijinho.

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Anónimo disse...

Acho que o Pedro disse tudo!
Agradeço a informação e correcção de coisas que foram ditas incorrectas, para que os outros leitores e comentadores do blog não sejam induzidos em erro.

Maria – Eng.ª Agro-Alimentar

Anónimo disse...

Referia-me ao Pedro Alves.

Maria

pedrocarlos disse...

POR AMOR DE DEUS!

O FERNANDA O VERAO COMECA HOJE!

21 DE JUNHO E O SOLSTICIO DE VERAO!

NAO E POSSIVEL!
UM ERRO DESTA MAGNITUDE!?

Anónimo disse...

Querida Fernanda e toda a equipa, o Verão começa hoje às 18h06m e não daqui a um mês como foi dito e escrito.

maria disse...

Fernanda não se martirize mais com isso, errar é humano…e esse erro não prejudicou ninguém. ;)

joana disse...

Quanto aos gelados para as crianças, essa questão é relativamente fácil de contornar, coloca-se um iogurte no congelador e depois, voilá, aparece um gelado.

maria disse...

Há muito a ideia que os alimentos que vão ser cozinhados se tiverem microrganismos, todos eles serão destruídos aquando da sua cozedura. De certo modo é verdade, mas há que ter em atenção que há espécies que são mais resistentes e muitos que também produzem esporos resistentes a temperaturas elevadas. Por isto, é necessário que a conservação, higienização, manuseamento, etc., seja feito nas melhores condições.

joana disse...

Que propriedades ou nutrientes é que os caracóis têm para que sejam um petisco tão apetecido? Será que faz algo especial que até possa fazer bem à saúde?

Anónimo disse...

Caro Pedro carlos e Ana,

Só para dizer que visto que alguns dos comentários / frases são claramente pouco educadas e mesmo manipulativas, não me darei ao trabalho de responder até que sejam mais bem educados.

cumprimentos
paulo

Anónimo disse...

Isso de andar para ai a criticar os erros dos outros nao é nada.
O mais importante é discuir o assunto que está em causa: a alimentação.

Pedro da Silva disse...

A salmonela é de facto a bactéria mais conhecida pelo senso comum...gostaria de saber se a conservaçao dos ovos deverá ser feita no frigorifico, ou há temperatura ambiente, visto que a salmonela "reproduz-se" com temperaturas mais baixas...paraben s pelo optimo programa e pela exelente apresentadora...

Sara disse...

Que leis protegem os consumidores do perigo da fasciola ao consumirem agrioes?Como podemos confiar em come-los?

ana disse...

“Caro Pedro carlos e Ana,
Só para dizer que visto que alguns dos comentários / frases são claramente pouco educadas e mesmo manipulativas, não me darei ao trabalho de responder até que sejam mais bem educados.
cumprimentos
paulo"

Ninguém aqui foi mal-educado (até porque não nos conhece, não sabe as nossas intenções e muito menos entoações das palavras ditas), mas se não sabe aceitar criticas e (que até podem ser construtivas, dependente do encaixe de cada pessoa) ou sugestões, o problema aí não será nosso. Até porque foi corrigido por alguém, que pelos vistos sabe mais que o Paulo, que poderia acabar por induzir as outras pessoas em erro.
Aqui não está em causa desrespeitar os outros, há que compreender que o Paulo na maioria das vezes exagera nas suas convicções ideológicas. Não é intenção deixá-lo ofendido, ou sequer obrigatoriedade de responder, mas sim chamar a atenção para que compreenda algumas reacções e palavras menos correctas.

ana disse...

“Isso de andar para ai a criticar os erros dos outros nao é nada.
O mais importante é discuir o assunto que está em causa: a alimentação.”

Pretende discutir as coisas dizendo coisas erradas ou baseando-se apenas em convicções ideológicas pessoais?
Não me parece que essa seja a melhor opção.

pedrocarlos disse...

Mas porque nao se podem comer sopas quentes no Verao?!
Isso faz parte da alimentacao tradicional portuguesa.
Nao ha dia algum que eu nao coma sopa!
Todos os meus jantares sao sopa quente!

As pessoas devem comer muitos vegetais e frutas, crus ou confeccionados, e a sopa e uma optima forma para comer muitos vegetais diferentes.

Quanto as substancias cancerigenas.
Praticamente, todos os alimentos tem moleculas anti-nutricionais.

A solucao e variar o mais possivel os alimentos.

Mas se os grelhados forem de aves ou peixe, grelhe-se com a pele e sera esta que ficara com os compostos cancerigenos e depois pode-se sempre tirar a pele.

Em, relacao a Inglaterra, isso do curso desculpe, mas nao e assim!
O que e obrigatorio e um certificado de higiene alimentar, que e dado a martelo...

Pedro Alves - Tecnologista Alimentar e Mestrando em Gestao Hoteleira e Restauracao.

Anónimo disse...

Quando a fruta está “amassada” (acastanhada), quer dizer que tem lá microrganismos? Não se pode comer?

Anónimo disse...

"Anónimo disse...
Quando a fruta está “amassada” (acastanhada), quer dizer que tem lá microrganismos? Não se pode comer?"


Significa que as bactérias (não quer dizer que sejam nocivas) estão cada vez mais a decompor a matéria organica do alimento.

Existem vários tipos de bactérias que são inofensivas e que existem mesmo dentro do nosso corpo, cuja função principal é decompor matéria organica, mas que só actuam de alguma forma para decompor essa matéria organica, quando as células deixam de ter actividade celular (ex: um animal morrer, etc).

Se for uma fase inicial, se quiser provavelmente pode comer que não deverá haver problemas (em principio), mas eu pessoalmente não o faria.

Paulo

Joana disse...

Mas que excelente ideia, fazer um batido de fruta e congelar para depois resultar num optimo gelado. Obrigada pela ideia.

Anónimo disse...

Como profissional de mesa, com formação por entidade credivel, gostaria de salientar a proposito do comentarios sobre pseudo-profissionais de serviço de mesa, que infelizmente quer empresarios quer autoridades, andam de olhos fechados á realidade no sector er, ao lado de profisionais, trabalham pessoas que nunca tiveram formação, nemreciclagens, etc. e/ou ainda pior, sem formação e com outras profissões, desde estudantes, emigrantes ilegais, até, pasme-se, funcio~´arios publicos nas mais diversas áreas(hospitalar, DGV,etc.).
O que acontece é que nem conhecem as regras do serviço e as boas práticas, permitem que as entidades patronais pratiquem salários baixos, não dignificam a profissão, não dão garantias de boas práticas e, acima de tudo roubam o trabalho a quem tem formação e por isso a profissão vai ficando com quem não tem formação, já que os restantes preferem ir trabalhar lá para fora.
O empregado de mesa é um dos "vigilantes" das boas práticas e quem continua o contacto com os alimentos e tudo aquilo onde os mesmos se servem...
As autoridades que actue.
Há funcionários publicos em portugal que no fim-de-semana tem constituidas verdadeiras brigadas de mepregados de mesa que se reunem para realizar os banquetes! É no minimo escandaloso, se tivermos atenção ao espectáculo que se tem visto á caça dos óculos e alfinetes de contrafacção, que esta situação continue impune.

pedrocarlos disse...

Relativamente as criancas, o meu filho nao come doces, gelados, comida rapida, pastilhas, bolos, etc...

O problema das criancas e so um MAUS PAIS!

Se eles forem educados como deve de ser e os pais derem o exemplo todos os dias garanto que nenhuma crianca comera "comida lixo"!

Aqui em inglaterra na saida das escolas esta uma carrinha de gelados.
Ora enquanto os colegas do meu filho os comem o meu passa por ele a comer salada de tomate e pepino com sumo de limao.
E garanto que ele nao se poe a dizer que quer o gelado.
Normalmente ele pergunta mas porque e que eles comem porcarias?

RECUSO CATEGORICAMENTE ESSA AFIRMACAO QUE O GELADO FAZ A FELICIDADE DAS CRIANCAS!

E ISSO QUE AQUI DIZEM!
DAI A EPIDEMIA DA OBESIDADE.
Coisa que o meu filho nao tem...

O MEU FILHO E FELIZ QUANDO LHE DOU UMA SALADA E PAO INTEGRAL!

Educacoes...

A SACAROSE NAO FAZ FALTA NENHUMA!
Nao confundir sacarose com acucares simples que devem vir da digestao de complexos excepto se estao naturalmente nos alimentos, como a glucose ou a frutose, presentes nas frutas, ou a maltose presente no malte.

Pedro Alves - Tecnologista Alimentar e Mestrando em Gestao Hoteleira e Restauracao.

Anónimo disse...

Os gelados que se compram individualmente têm data de validade?
É que eu não me lembro de ver nenhum.

Sara disse...

Por favor,não se esqueçam de explicar como é que os consumidores estão a ser defendidos em Portugal no consumo de agrião cru (ou até cozinhado)dada a grande resistencia da fasciola aos metodos habituais de desinfecção

isabel disse...

Não como muitos doces, nem muita fruta e no check-up anual, muitas vezes tenho a glicemia perto do nível inferior ou até abaixo. O que devo fazer? Sei que devia comer mais fruta, mas é um alimento que não me desperta muito interesse.

Aderito disse...

Boa Tarde a todos
Para corrigir um leitor, o verão começa hoje, não às 18.06 mas sim as 19.06.
Boa tarde a todos

SARA disse...

NÃO HÁ DESINFECÇÃO EFICAZ PARA A FASCIOLA...!!!!qUEM FALA NA TV TEM QUE SER MAIS CONHECEDOR...!

Lara Martins disse...

Estive grávida no Verão passado e tinha perticular atenção às datas de validade dos alimentos que consumia... e reparei que os gelados individualmente não têm data de validade, devem ter só na caixa. Como podemos saber se os gelados estão em condições de ser consumidos?

Lara Martins, Soza-Vagos

Anónimo disse...

"Pretende discutir as coisas dizendo coisas erradas ou baseando-se apenas em convicções ideológicas pessoais?
Não me parece que essa seja a melhor opção."


1º- Para perceber, não fui eu que escrevi isso.

2º- O que disse são sugestões informativas, cada um segue o que quiser.

3º- Das sugestões informativas, Falei de FACTOS, nada tem a ver com opiniões ou questões ideológicas. Se tiver dúvidas ou não acreditar, veja os sites que já indiquei hoje e noutros dias ou procure outros que fale sobre essa tema especifico e investigue.


PS: Só porque uma pessoa tem formação ou diploma acerca de um tema, não significa que saiba tudo desse tema ou mesmo tenha todas as informações factuais, basta ver o caso da maioria dos médicos e nutricionistas que AINDA dizem que vegetarianismo é dificil ou mesmo faz mal à saúde. Antigamente até diziam que provocava a morte.
Uma pista que isso que muitos médicos dizem é falso: olhem para a excelente saúde da sra Fernanda.


Paulo

Sara disse...

NÃO HÁ DESINFECÇÃO EFICAZ PARA A FASCIOLA...!!!!QUEM FALA NA TV TEM QUE SER MAIS CONHECEDOR...! ou então não se manifesta pois dizer asneiras é muito pior.O senhor representante da Asae é que deveria dizer se as empresas produtoras de agrião são devidamente fiscalizadas!

Anónimo disse...

A questão da fruta amassada foi bastante evidente para comprovar que o Paulo muitas vezes não sabe responder cientificamente e correctamente às questões colocadas e que são para ser respondidas preferencialmente pelos profissionais convidados ou por quem saiba falar correctamente do assunto.

Anónimo disse...

Acho que tambem é importante referir o problema dos cristais de gelo nas embalagens. Outra situação tb importante de referir é a questão de aue os legumes não devem ser cozidos em vapor devido á quantidade imensa de nitratos.

Joana Duarte disse...

Olá Boa tarde.

Tenho a fazer a seguinte questão:
Podemos confiar nos produtos embalados, nomeadamente legumes, dos quais alfaces, couves, batatas, etc.., que cuja embalagem nos informa que estes já estão lavados?


Muito Obrigada,
Joana Duarte.
Fernão-Ferro.

Fábio Coelho disse...

Quanto tempo podemos deixar um pacote de natas aberto no figorifico e são muito perigosas as natas estragadas ?

pedrocarlos disse...

Mais uma vez o Paulo engana as pessoas com a questao da fruta "amassada".
Nada de microrganismos!
Na esmagadora maioria dos casos isso e causado pela accao enzimatica normal da propria fruta!

Cara Ana - se me permite - faco minhas as suas palavras.

De facto, ofensa nao sei onde foi, mas para mim o que e grave e levar as pessoas ao o, mesmo que inadvertidamente - eu acredito que o Paulo acredite naquilo que escreve.
Sendo Tecnologista Alimentar considero ter o dever etico de avisar as pessoas contra esses erros.

Sara disse...

Até parece que nos agriões das empresas "os guardas"fazem patrulha ao terreno a matar os caracois (veículos da fasciola) para que esses sejam diferentes dos que se apanham nas ribeiras...ou então poem-lhe um letreiro à porta em linguagem de caracol...Haja paciência para tão pouca inteligência!

Anónimo disse...

Boa Tarde Fernanda Freitas:

Esses senhores da ASAI preocupam-se muito com os Ovos e outros produtos do genero como Carne, Falam da Samonela, mas não vão à raíz do Problema:
Aviários de frango e Aviários de Galinhas Poedeiras(de Ovos).
Já há vacinas Avícolas para a samonela mas não é obrigatório por lei; incrível, sabemos que já muitos ovos, frangos e outros animais comestíveis que já saem das granjas e aviários ou então do Matadouro com Salmonela e estes casos tem sido referidos na comunicação Social, mais, já há aviários produtores de ovos que já vacinam contra a Salmonela e fazem essa informação nos Hipermercados e Supermercados, Qualquer Veterinário sabe e tem conhecimento de que isto pode suceder! Que tem a ASAI a dizer disto?

Anónimo disse...

"Sei que devia comer mais fruta, mas é um alimento que não me desperta muito interesse."


As frutas são dos melhores alimentos que existem, por vários motivos (complicado explicar aqui).

Na minha opinião a maioria das frutas é muito saborosa, especialmente de agricultura biológica que preserva muito mais os nutrientes e como tal o sabor.

O que deverá fazer é "obrigar-se" a comer esse tipo de alimentos e aos poucos ir-se habituando. Terá de "ensinar" o seu corpo a gostar desses alimentos e com o passar dos meses será muito mais fácil e poderá mesmo gostar naturalmente do alimento.

Existem muitos casos de pessoas que fizeram essa aprendizagem, que não gostavam de alimento X e gostavam sim de alimento Y (menos saudável), que com o tempo tornou-se totalmente o oposto.

Questão de hábitos (saudáveis).


Paulo

daniel disse...

Boa tarde. Qual é a posição dos nutricionistas face ao movimento " vivendo da luz" que afirma existirem pessoas que não se alimentam há vários anos? Essas pessoas " alimentam-se" da luz solar.

João Paulo disse...

Boa tarde. Chamo-me João Paulo Rodrigues e começo por cumprimentar o Pedro Queiroz, meu ex-colega na Univ. Lusófona e de quem fui aluno na Pós-graduação em Gestão da Qualidade e Segurança Alimentar (FIPA e Lusófona).

Questiono o Dr. Barreto Dias sobre a acção de fiscalização da ASAE sobre empresas que actuam no mercado fornecendo serviços de implementação de Seg. Alim., nomeadamente HACCP e Códigos de Boas Práticas, e para o que não estão qualificadas. Desvirtuam os sistemas de certificação e "enganam" os consumidores e muitos operadores. Nem sempre as "etiquetas" na montra de sistemas de segurança implementados correspondem à realidade. Como está a actuar a ASAE nesta área?

teresa disse...

eu comprei 1 roulote p vender farturas e tive o cuidado de telefonar p a ASAE p saber o q era preciso p q não fosse multada ou até suspensa a actividade!já sabia q eram precisas muitas coisas q envolvem milhares de contos, ao contrário do q se julga, e as pessoas não são ricas! qual não foi o meu espanto qd a senhora q me atendeu, se virou p mim e disse q não sabia o q era preciso e q não tinha autorização p facultar essa informação!?! incompetencia?caça descarada à multa?

gostava q le-se o meu comentário e q o vice-presidente da asae me respondesse! obrigada

pedrocarlos disse...

Cara Fernanda, estou particularmente decepcionado pois nao quis desafiar as afirmacoes feitas durante o programa, especialmente em relacao ao que as criancas devem ou nao comer.

Assim os telespectadores ficaram com a ideia totalmente errada que as crianca tem de comer gelados para serem felizes.

Isso nao e servico publico.
E pena que a fernanda nao quisesse fazer a diferenca...

Pedro Alves - Tecnologista Alimentar e Mestrando em Gestao Hoteleira e Restauracao.

Anónimo disse...

"Tenho a fazer a seguinte questão:
Podemos confiar nos produtos embalados, nomeadamente legumes, dos quais alfaces, couves, batatas, etc.., que cuja embalagem nos informa que estes já estão lavados?"


Nesse tipo de produtos alimentares depende de várias coisas.

Na maior parte dos casos é mais a questão do que é que o produto alimentar em si "sofreu", de como foi produzido e embalado (em alguns casos - como nos EUA - com irradiação ou "banho químico" para diminuir a acção de microorganismos que podem estragar mais rapidamente o alimento, e assim ele ficar mais "bonito" por mais tempo), não da embalagem em si.

Em alguns casos (que provavelmente já deve haver em portugal ou está para chegar), há embalagens de plástico de legumes que são fechadas e que por incrivel que pareça, contêm um tipo de gàs (considerado venenoso) para ajudar a conservar o alimento (isto acontece bastante no R.U.). Claro que tudo isto só faz mal ao consumidor e estraga o nivel nutricional do alimento.

Deve-se lavar sempre os alimentos e não comprar de forma alguma aqueles que se saiba (não sei se em Portugal isso acontece) que foram irradiados (radiação), que podem ser mais perigosos que outros que sofrem o "tratamento normal".

Paulo

Anónimo disse...

os produtos provinientes de agriculutura biologica sao seguros?

Anónimo disse...

"Anónimo disse...
os produtos provinientes de agriculutura biologica sao seguros?"



Em comparação com os produtos alimentares de produção quimico-intensiva, são sem dúvida muito melhores a todos os niveis, tanto para o consumidor como para o ambiente (ecossistemas, animais, plantas, solos, água, etc).

Este tipo de agricultura já existe desde que a agricultura nasceu (há milhares de anos), e tem sido o que alimentou as sociedades.

A agricultura quimica só começou a ser utilizada em força depois da 2ª guerra mundial, na chamada "revolução verde", porque formou-se um lobby poderossissimo da industria quimica que convenceu os agricultores a utilizarem esses sistemas (quimicos derivados de armas quimicas usadas na 1ª guerra) porque APARENTEMENTE, a curto prazo era mais rentável (produzir mais rapidamente e com menos custos), mas a curto e muito especial longo prazo, é catastrófico, porque por exemplo, os terrenos ficam completamente contaminados e estéreis (entre outros 1001 problemas), ou seja, "morrem" e deixam de produzir. Só com técnicas de permacultura e com muitos anos de trabalho é possivel salvar esses solos.


Alimentos biológicos em média podem ser um pouco mais caros, mas com o passar dos anos fica com muito melhor saúde e poupa muito na farmácia.


Procure na net por alimentos biológicos e veja o site da AGROBIO.

Paulo

pedrocarlos disse...

E extremamente preocupante que o sr. Paulo venha para aqui nao so armar-se em perito mas ainda diz que quem estudou para isso e que nao sabe.

Olhe, fique sabendo que o pessoal da Agrobio foram meus colegas do Instituto Superior de Agronomia.

Quanto ao gas venenoso: diga la qual e!

Fique sabendo - porque nao sabe - que em Portugal faz-se irradiacao.

Mas o mais engracado e do que:
ervas para infusoes - daquelas que se vendem ervanarias! -, e ervas aromaticas.
E a unica maneira de os tornar seguros!

Sera que os vegetarianos, homeopatas e afins soubessem disto deixariam de beber as infusoes que eles acreditam serem melhores do que os medicamentos?

Viva a ironia da ignorancia!

Pedro Alves

Anónimo disse...

Caro senhor Pedro,

Continua a ser muito arrogante, mal educado (até mesmo para com o SC) e mesmo descriminatório (comentário infeliz no final) a por as suas questões, mas vou-lhe só dizer isto e nada mais:


1º- A técnica de irradiação é muito perigosa para a saúde e prejudica e muito os nutrientes do alimento (modificando-os ou destruindo-os), porque a radiação usada é das mais poderosas e perigosas conhecidas no universo (se não me engano, a GAMA, muito pior que raio X). Por algumas investigações independentes, já existiram casos de provas que certos alimentos continuaram com algum nível de radiação perigosa para a saúde, era quase como comer-se vegetais/frutas/legumes/carnes de perto de Chernobyl. Várias organizações mundias de saúde, alimentação e ambiente lutam para eliminar esse processo, que SÓ é usado para artificialmente aumentar a "esperança de vida" do produto na prateleira e evitar que deixe de ser "bonito", ou seja, apenas aspecto monetário em detrimento da saúde de todos.


2º- Se quiser saber qual o nome do tal gás, que não me lembro, veja a investigação feita por uma estação de televisão do RU, com a reportagem "supermarket secrets" no video.google.com .


3º- Pode ser que haja plantas que sejam irradiadas, agora dizer que todas as plantas têm de ser irradiadas e que assim são seguras (por terem sido irradiadas), é que demonstras ou o nivel de desconhecimento (que NAO DEVERIA TER) e/ou inconsciencia dos efeitos nutritivos e de saúde que essa radiação tem, para além de que NAO É preciso ou verdade que "todas" essas plantas sejam irradiadas, existem muitos casos desses de plantas que são produzidas de forma biológica e natural, para além do mais, é PROIBIDO (pelo menos em alguns paises) que plantas BIOLÓGICAS sofram um tratamento de irradiação ou "banho quimico", porque senao LOGICAMENTE perderiam o estatudo de plantas biológicas. E quantas pessoas conheço que produzem de forma natural e comem plantas desse género sem quaisquer problemas.


4º- Por alguém que diz perceber do assunto, fico admirado como diz desconhecer os motivos e efeitos pelos quais não sabe ou não quer reconhecer que os antibióticos/medicamentos com o tempo e demasiado uso PROVOCAM a evolução acelerada de virus/bactérias que se adaptam para serem mais resistentes, quando há muitos anos se fala disso em TODO o lado e é um FACTO CIENTIFICO já há muito comprovado. Basta pesquisar.



Por último, já estava na hora de por vezes deixar de ser tão arrogante e respeitar mais os outros, concorde ou não com eles.


Paulo

Sara disse...

"Sera que os vegetarianos, homeopatas e afins soubessem disto deixariam de beber as infusoes que eles acreditam serem melhores do que os medicamentos?" Pedro Alves

Que raio de provocação sem fundamento!

Sempre que um produto natural (adequado, que não possua propriedades que possam prejudicar o indivíduo de alguma maneira e, dependendo do que se tratar, ser devidamente receitado (tal como estas indicações são válidas para os medicamentos químicos)) possa substituir eficazmente um determinado medicamento químico, é preferível o natural, por não ter efeitos secundários prejudiciais à saúde e bem-estar pessoal.

Ex.: Tenho um amigo que tomou xanax durante cerca de 4 ou 5 meses porque é muito ansioso. Acalmou-o mas passado algum tempo teve que aumentar a dose para ter o mesmo efeito. Durante esse tempo sentia o estômago inchado, um leve mal-estar e sentia-se mais pesado. Um dia passou por uma ervanária de Naturopatia e, por curiosidade, perguntou se havia algum produto para problemas de ansiedade e stress: deixou progressivamente o xanax e experimentou o Anti-Stress ("medicamento" natural). Está a tomar à quase 1 ano e sente-se fisicamente bem, além de que o ajuda a reduzir significativamente a ansiedade.

Não pense que lá por ter um diploma na mão sabe tudo e/ou mais que os que não têm!
Qualquer pessoa se pode informar bem sobre qualquer tema se procurar fontes seguras e variadas (para que as possa comparar e tirar conclusões fiáveis) e até por experiência própria, sem ser preciso um curso de formação.
E mesmo quem é formado nalguma área, só lhe fica bem a humildade e ter a noção de que nunca se sabe tudo, que existem outras alternativas que podem ser igualmente viáveis e benéficas, e que, como o Mundo está em constante mudança e o que parece facto hoje pode não ser amanhã, é preciso actualizarmo-nos, não sermos cépticos e abrirmo-nos à dúvida.

Anónimo disse...

"Não pense que lá por ter um diploma na mão sabe tudo e/ou mais que os que não têm!
Qualquer pessoa se pode informar bem sobre qualquer tema se procurar fontes seguras e variadas (para que as possa comparar e tirar conclusões fiáveis) e até por experiência própria, sem ser preciso um curso de formação."


Pois cara sara, diploma não é sinonimo de muita coisa...

E a pensar que ainda há muitos médicos e, pior ainda, nutricionistas que afirmam que é absolutamente necessário comer alguma vezes carne e outros produtos de origem animal (quando isso é falso e ainda por cima por ironia estes fazem mal à saúde).


Só que ainda não conseguiram (ou não querem porque sabem que não conseguem) explicar o "milagre" de como há presentemente milhoes de pessoas pelo mundo que vivem sem nada disso há muitos anos e estão de boa saúde. (A verdade incomoda)

Enquanto isso há bastantes pessoas sem diploma que percebem muito mais destas questões que os próprios doutorados.

Pessoalmente conheço vários casos de pessoas que, literalmente envergonharam médicos e nutricionistas, porque percebiam mais sobre certos assuntos que os próprios doutorados. Conheço ainda mais casos de pessoas que estudaram Ambiente por conta própria, e que em muitas áreas relativas a esse assunto percebem muito mais que muitos engenheiros do ambiente, biólogos e outros do género.


Então, será que diploma é sinonimo de inteligência e conhecimentos? NAO.


Paulo

Anónimo disse...

"Então, será que diploma é sinonimo de inteligência e conhecimentos? NAO."


(Uma "piada" para alegrar o dia)

Veja-se o famoso caso do pseudo Eng. José Sócrates, que tem cometido enormes erros e que, como todas as provas indicam, tem um diploma... comprado :-p

pedrocarlos disse...

Arrogancia e pretender saber mais do que de facto sabe!
Especialmente arrogante e quem nao estudando se atreve a dar licoes aos outros!
O povo portugues tem 3 ditados muito bons para a Sara e o Paulo:

Presuncao e agua benta cada qual toma a que quer.
Ensinar o Pai Nosso ao padre.
Pela boca morre o peixe.

A Sara e o Paulo alguma ves leram artigos publicados em jormais cientificos?

O Paulo ve uma coisa na tv ou no google a acha que isso e verdade?!

Mas quer comparar um curso superior a comunicacao social?!
Ve-se logo que nao faz ideia do que escreve!

Nao e possivel perceber os mecanismos fisiologios dos seres vivos sem os estudar!
E ja agora, perceber a importancia dos solos tambem.

Paulo, nao use a palavra factos para as suas ficcoes fantasistas!
A ciencia e escrita nos jornais cientificos e nao nos media.

Olhe Sara aquilo que chamou de provocação sem fundamento, foi um sarcasmo para ser entendido por quem esta ligado quer a area alimentar, quer as chamadas medicinas alternativas!
Assim mostrei que a Sara nao esta!
Por isso deveria ser humilde e nao falar do que nao sabe!

As terapias alternativas - nao ha medicinas alternativas - sao certamente uteis quando prticadas por quem percebe da poda.

O vegetarianismo, tambem tem muitas coisas boas.

Sara disse...

Pedro Carlos:

Achei que o seu comentário foi trocista, provocador e céptico, daí a minha resposta.
Informação há muita e, obviamente que não nos podemos fiar em qualquer uma (como já referi). Mais do que confiar nos outros, confio em mim.

Sim, já li livros e artigos científicos sobre vários assuntos e pesquisei outras fontes, experimentei coisas e soube acerca de casos de outras pessoas, o que me leva crer que muitas terapias e produtos naturais são benéficos para a saúde, não têm efeitos secundários prejudiciais e que, dessa forma, se tornam, em muitos casos, excelentes alternativas à medicina tradicional.
Como já disse, acho que não é necessário ser-se formado numa área para se estar bem informado sobre ela. Acho que fui clara no que disse no comentário anterior...

Obviamente que estou muito longe de saber tudo, mas aquilo que referi é aquilo que eu genericamente concluo, inclusive por experiência própria.

Anónimo disse...

Este não deveria ser local para ESTE tipo de "conversas", e o SC que me desculpe mas agora que você começou... eu termino.




"O Paulo ve uma coisa na tv ou no google a acha que isso e verdade?!"


Por acaso faz a mínima ideia da minha formação, anos e anos de conhecimentos e de como e onde aprendo as coisas? Não, então não venha ser ainda mais arrogante e dizer que sabe isso e o desprezar.




"Mas quer comparar um curso superior a comunicacao social?!"


Caso não saiba, em alguns casos certa informação nas escolas e universidades foi manipulada por lobbies, de forma a manter muitos mitos ou a não falarem sobre certos temas e protegerem os seus interesses. Já dei uma grande prova disso mesmo mais acima.
Em CERTOS casos consegue-se descobrir mais verdades pesquisando independentemente do que nas universidades... mais uma vez, serve a mesma prova que dei, e posso dar outra: dizerem que os OGMs é uma BOA tecnologia quando é falso, e provas não faltam.

E será que ir para a universidade e ter um diploma demonstra que a pessoa é mais inteligente ou tem mais conhecimentos que outros sem diploma? Claro que não, quantos não compram diplomas como o sr Eng... TAL ..., além que conheço pessoas muito mais inteligentes que diplomados (mesmo nas próprias áreas).



"Paulo, nao use a palavra factos para as suas ficcoes fantasistas!"

Cada um acredita no que quiser, ainda há quem acredite que o Homem não foi à lua.




"O vegetarianismo, tambem tem muitas coisas boas."

O vegetarianismo *SÓ* tem coisas boas, não existe NENHUM aspecto negativo: melhor saúde, melhor sabor, mais completa, mais natural, permite produção de muitos mais alimentos, requere menos recursos, protege mais o ambiente e os animais.




"Sara disse...
Pedro Carlos:
Achei que o seu comentário foi trocista, provocador e céptico, daí a minha resposta."


Não foi questão de achar, é que FOI mesmo.




"terapias e produtos naturais são benéficos para a saúde, não têm efeitos secundários prejudiciais e que, dessa forma, se tornam, em muitos casos, excelentes alternativas à medicina tradicional."


O que é natural, REGRA GERAL é bom. Claro que não quer dizer que tudo seja, ai teria de se ver caso a caso. Pelo outro angulo da medicina "tradicional", já levantava muita polémica...




"Como já disse, acho que não é necessário ser-se formado numa área para se estar bem informado sobre ela."


Isto é meramente uma questão psicológica.
Existem muuuitos licenciados e especialmente doutorados que sentem que, por terem um diploma, assumem que sabem mais sobre certos assuntos e que são mais inteligentes mesmo no geral. Em alguns (bastantes até) casos, chegam ao ponto ridiculo de se acharem melhores que o "cidadão comum".
E quando alguém que seja doutorado insistir que prefere ser chamado/a de Sr / Sra DOUTOR/A, é a mais evidente prova que têm este tipo de mentalidade... antiguada e descriminatória. Quando fazem isso comigo, para demonstrar o ridiculo costumo perguntar se por acaso é médico (doutor).

Prefiro dar valor sim a pessoas com um QI abaixo da média mas que sejam humildes e bondosos, do que a um génio que pensa que está acima dos outros.

No SC já houve um programa sobre o QE (quociente emocional), que ESSE SIM, é que é muito mais importante do que o QI.


Paulo

xico disse...

Bom, pelos vistos fugiu-se por completo ao tema, porque algumas pessoas deixam-se levar por demagogias e presunções, um porque é- Tecnologista Alimentar e Mestrando em Gestao Hoteleira e Restauracao, que só ao terminar os seus comentários com esta frase mostra o quão presunçoso é!Depois sugiro que tenha mais cuidado com o que escreve acerca do seu filho, porque quem tem telhados de vidro nao deve atirar pedras para o ar!Depois há ainda outro que quer dizer tudo e nao diz nada (paulo), e o que se chama um chico esperto!Nao me venha para aqui com a demagogia dos vegetarianos- porque so tem coisas boas e nao sei que...pelo amor de deus, mas por acaso existe alguma "erva" que consegue substituir tanto em sabor como em nutrientes, peixe ou carne, nunca na vida!
voces vegetarianos comem assim so porque parece bem, e porque pensam que vao viver mais do que os outros!Vao por essas aldeias de Portugal e olhem para a alimentaçao das pessoas, tudo produtos caseiros logo saudaveis, (ao contrario do que ouvi os "especialistas" dizerem no programa),ovos caseiros, frangos criados em casa, porcos, vacas, coelhos, couves, feijao verde, tomates, alface, etc, etc...Agora andarem para ai a dizer que os produtos que estao fiscalizados e que sao bons, entao e a carne de vaca louca tambem nao era fiscalizada?Eu tudo o que como, e cultivado por mim,incluindo animais, e nao e nenhuma ASAE que me vem dizer como tratar dos alimentos!Este programa foi completamente falseado pelos convidados que so disseram barbaridades...

xico disse...

adenda:
Sr. pedrocarlos nao pense que so por ter tirado um curso superior no instituto superior de agronomia, ja e alguem, um curso que exige uma media muitas das vezes inferior a dez, muito bom...

Sara disse...

Xico:

Não é muito do meu agrado fugir ao tema nem de discutir opiniões neste espaço (por uma questão de respeito), mas às vezes não posso deixar de responder a provocações ou de refutar certas coisas…

Cada um acredita no que quiser...
Mas não duvide que a alimentação vegetariana é saudável, porque é.
E digo-o até por experiência própria. Tornei-me recentemente vegetariana e só tenho a dizer coisas boas, por exemplo: sinto-me mais leve, menos inchada, fisicamente sinto um bem-estar maior, sinto-me mais calma, a comida vegetariana é sim muito saborosa e é rica em vitaminas e tudo o que é essencial ao organismo (é preciso, claro, estar informado sobre o fundamental antes de alterar a dieta, e é preciso que esta seja bem variada (e não é “erva”…)). Recebi o resultado de umas análises gerais que fiz há poucos dias e estou perfeitamente bem de saúde.

Pelo Mundo fora há milhões de vegetarianos e vegetarianismo existe há muuuuito muuuuuito tempo. É, por isso, com toda a certeza, viável e saudável.
O que acontece é que muitas vezes, por estarmos habituados a que certas coisas se façam de determinada maneira, julgamos que as maneiras alternativas não são boas ou são menos boas que a nossa. Isto tem muito a ver com a cultura, por exemplo. Mas como temos cada vez mais acesso fácil a informação diversa e temos uma fantástica capacidade de mudar, podemos fazer as nossas próprias escolhas e nunca é tarde para mudar.
Cada um sabe de si e tem os seus motivos (que podem ser vários, inclusive de saúde).

Anónimo disse...

"mas por acaso existe alguma "erva" que consegue substituir tanto em sabor como em nutrientes, peixe ou carne, nunca na vida!"


Caro Sr. "chico Esperto", isso é aquela conversa tipica de médicos e nutricionistas que não percebem de alimentação e que dizem essas falsas barbaridades e mitos.

É sim o contrário, a carne e derivados é que não têm nem 10% dos nutrientes que as plantas têm.

Já agora diga-me um nutriente que só existe na carne?????

E se isso é verdade (na sua opinião) explique-me como é que existem milhoes de vegetarianos puros saudáveis.

... pois, não consegue não é.





"voces vegetarianos comem assim so porque parece bem, e porque pensam que vao viver mais do que os outros!Vao por essas aldeias de Portugal e olhem para a alimentaçao das pessoas, tudo produtos caseiros logo saudaveis"


Para quem não percebe nada do assunto farta-se de opinar.
A esmagadora maioria faz-o por questões éticas, ambientais e de saúde, só muito poucos o fazem por moda ou por dieta.
E a maioria da alimentação na campo é vegetal (vegetariana), além que no passado as pessoas só comiam carne em alturas mais especiais, era uma alimentação quase 100% vegetariana.




"O que acontece é que muitas vezes, por estarmos habituados a que certas coisas se façam de determinada maneira, julgamos que as maneiras alternativas não são boas ou são menos boas que a nossa."


Mais uma questão de psicologia.
Isto acontece porque as pessoas não sabem ou querem pensar por si próprias, e têm a mentalidade de "ovelha", ou seja, se todos se atirarem do precipicio vão também só porque os outros o fizeram e porque parece mal ir contra a maré, para além da falta de coragem de enfrentarem o status quo.

Quem consegue mudar a sociedade são aqueles que sabem pensar por si e têm a coragem de enfrentar o status quo, por mais que dificil que seja e criticas se receba, como se tem provado pela falta de respeito de alguns no blog.

Cumprimentos
Paulo

Rita disse...

Estar bem informado sobre os assuntos, é uma coisa, mas o conhecimento cientifico é muito mais que isso…

Por acaso o Paulo ou a Sara sabem o que é o HACCP? Como se implementa e tudo o que está relacionado com isso? (Sem irem pesquisar primeiro e me darem uma resposta copiada de um outro local qualquer)
Sabiam que todos os estabelecimentos e indústrias alimentares são obrigados a ter o HACCP implementado?

Sabem o que é Staphylococcus aureus ou Clostridium perfringens? Sabem onde aparecem mais frequentemente e as maneiras de os evitar?

Sabiam que a cozedura dos alimentos nem sempre é suficiente para eliminar os microrganismos?

Sabiam que os aditivos que são adicionados aos alimentos, servem para os conservar? E que há estes não se põem “à balda”, mas sim controladamente e dentro dos limites previstos na lei?

O Paulo nem sequer sabia o fenómeno da fruta tocada…que não era nenhuma bactéria, mas sim uma acção enzimática da própria fruta…

O facto de serem vegetarianos não vos faz melhor que os outros, nem mais preocupados com o mundo que os rodeia, isso é apenas uma opção de vida que tomaram e que nada tem a ver com os valores das pessoas.

Há muitas coisas que vocês e outros não sabem, mas que se aprendem quando se tiram cursos, por isso não me venham cá dizer que sabem mais só por estarem “bem informados”, porque isso não é verdade! Senão porque é que as pessoas tiravam cursos? Para ficarem mais ignorantes? Para ficarem sem saber nada sobre o que estudaram? O que vocês têm estado para aí a fazer é ofender quem estudou!! Anos e anos de estudo e com dificuldades, sim, porque eu não tenho pais ricos nem ganhei a lotaria!!

Eu não questiono a vossa cultura geral, nem a de ninguém, pois podiam até ser analfabetos e ter mais cultura geral que outra pessoa com curso…mas aqui estamos a falar de ter bases científicas para afirmar teorias válidas.

Eu também não venho para aqui gabar-me ou responder a questões formuladas por outras pessoas, para isso é que servem os convidados que estão no programa e o blog é sobretudo para fazer questões, para que a Fernanda as possa colocar aos convidados.

Penso que se deviam limitar a dar opiniões e a não falarem do que não sabem, porque há aqui pessoas que querem mesmo saber mais e sair daqui enganadas!

E não pensem já que estou a ofender e ser mal-educada ou assim, como advertiram outros comentadores que deram a opinião sobre a vossa atitude neste blog, e que se veio tornar numa “guerra aberta”. Longe de mim tal coisa, gosto que me respeitem e por isso também gosto de respeitar os outros e é com todo o respeito que dou a minha opinião e acho que não deviam induzir as pessoas em erro.

Cumprimentos
Rita

pedrocarlos disse...

Bem, para o caso de alguem, por curiosidade, vir consultar os comentarios queria deixar uns avisos.

Parece que encontrais uma guerra de palavras pessoal e que sai do tema.
A guerra e real - e infelizmente tornada pessoal por pessoas que querem mostrar mais do que sao -, mas esta ligada ao tema.

O problema e haverem comentadores que, por qualquer razao - falta de autoconfianca? - querem passar por especialistas em alimentacao - presuncao e agua benta - dando sentencas e conselhos sem conhecerem os fundamentos cientificos de base ou, pior, sem sequer os terem - afirmando falsidades.

Caros senhores o sr. Paulo nao tem curso superior na area alimentar, como e evidente pelos comentarios que faz mostrando total desprezo por quem estudou, quer tentando denegrir o valor do estudo como da Instituicao, chegando ao ponto que ate se entra com negativa - nao sei como e agora mas no meu tempo ou se tinha mais de 14 ou nao se entrava no ISA - mas pelos vistos nem assim o sr. Paulo la entrou.

A Internet tem muita informacao valida mas tambem tem muitas aldrabices e fantasias.
E, por vezes, ate e dificil distinguir umas das outras.
Mas para isso e que serve a formacao academica adequada.
E muito importante manter cepticismo e sentido critico relativamente as fontes do mundo virtual ou da comunicacao social.

A informacao cientifica provem dos artigos publicados em jornais cientificos com revisores qualificados, que, mesmo assim devem ser criticados.

Atencao que as revistas Scientific American, New Scientist, Focus, Superinteressante, Omni, ou quaisquer outras que se comprem nos quiosques - seja sobre alimentacao, saude ou qualquer outros tema - NAO SAO CIENTIFICAS.

Mesmo revistas de Ordens ou associacoes profissionais nao o sao - embora possam ter artigos com validade cientifica, como a Revista da Ordem dos Engenheiros.

Os artigos dos verdadeiros jornais cientificos sao dificeis de ler por quem nao estiver academicamente preparado para isso.
Por isso, a sua circulacao e relativamente restrita aos meios especializados de cada area.

E por esta razao que programas como o Sociedade Civil sao muito importantes!
Sao eles que podem permitir que o cidadao comum tenha acesso a informacao cientifica dada de forma mais simples.
O programa faz um trabalho muito positivo mas deveria fazer, pelo menos, 2 coisas mais:
incentivar o debate convidando pessoas com posicoes divergentes - embora isto, e preciso reconhecer, possa dificultar a compreensao dos espetadores com menor nivel educacional;
eliminar aquele momento do programa em que uma colaboradora aparece para fazer um conjunto de afirmacoes de forma inadequadamente dogmatica - muitas pessoas irao acreditar nelas, aceitando-as acriticamente.

Para terminar, eu espero que em Portugal as pessoas aprendam a apreciar o esforco em geral, e o daqueles que tiraram um curso em particular.

Lembrai-vos que quem estuda comeca a ganhar e constitui familia muito mais tarde.
Tirar um curso honestamente implica muito sacrificio, e e muito triste aparecerem pessoas a denegrirem o esforco de quem fez essa opcao.

Pedro Alves

Anónimo disse...

a arrogancia continua

Sara disse...

É preciso ler com atenção para se interpretar "correctamente" o que é escrito (aquilo que é expressado através de palavras tem certas limitações e pode ser interpretado de diferentes maneiras por diferentes pessoas)...

Não quis, de modo algum, denegrir a importância e os benefícios da formação! Sou a favor da formação, sim. Tudo o que eu disse é apenas a minha opinião (cada um tem a sua, de acordo com as experiências por que passou ao longo da vida, por tudo o que aprendeu e continua a aprender...), é aquilo que eu defendo segundo aquilo que sei e que interpreto e segundo aquilo que concluo.

O que quis essencialmente focar é que há imensas formas de aprender e que, porque hoje em dia temos acesso fácil a informação fiável sobre quase tudo, não é necessário um curso de formação para se estar informado sobre sobre o fundamental (não precisamos saber tudo, apenas o essencial, nem nos é possível saber tudo já que a nossa capacidade de memória é limitada).

O que disse em relação ao vegetarianismo é também a minha opinião, de acordo com a reflexão geral que faço sobre aquilo que aprendi e sobre a minha própria experiência.

Cada um tem a sua opinião, o que não significa que uma esteja mais correcta que outra, depende...
Além disso, os mesmos temas podem ser olhados por diferentes perspectivas.
Diferentes indivíduos = Diferentes realidades (pois tudo aquilo que percepcionamos, que sabemos, que pensamos, é fruto da nossa interpretação do que experienciamos no dia-a-dia, não é um espelho da realidade - realidade objectiva (não temos acesso) vs. realidade subjectiva).

Isto é um espaço de opinião e, com certeza, ninguém precisa de formação para opinar. Nem é garantido que por se ser formado não se possa errar ou não ser o mais correcto possível naquilo que se diz...(aliás, confio mais nos que duvidam do que nos cépticos, radicais e arrogantes (formados ou não!)).

E penso que é óbvio que a informação passada nos comentários aqui deixados, assim como qualquer pessoa que nos conta algo, pode não ser de fiar. Eu, pelo menos, não acredito em tudo... O que faço, então, quando me interessa algo que ouvi ou li, é procurar confirmar por fontes seguras e daí tirar a minha conclusão.