quinta-feira, outubro 25

CANCRO DO COLO DO ÚTERO

A vacina para o cancro do colo do útero começou a ser vendida no início de 2007 em Portugal. As três doses necessárias custam € 480. Ou seja, mais do que um salário mínimo. Nos Orçamentos de Estado espanhol e português, apresentados praticamente em simultâneo, o do país vizinho previa a comparticipação a 100% da vacina. O português não.
Alguns especialistas afirmam que a vacina não tem sentido se não for acompanhada pela disseminação da educação sexual nas escolas, porque deve ser tomada antes do início da actividade sexual. Os mais críticos dizem que a falta de iniciativa sobre este assunto (vacina e/ou educação sexual) é sexista e indicia falta de interesse por um problema do foro íntimo das mulheres.

73 comentários:

Pedro Marinho disse...

Na realidade uma vacina muito cara, Espanha no seu melhor comparticipa a 100%, um país que gosta das mulheres e respeita-as Portugal como sempre no seu pior, um país que não tem futuro porque não combate a doença nem a previne, de facto como já referi em programas anteriores não me importava nada de ser espanhol. A saúde neste país é para quem tem dinheiro.

Será que as mulheres não merecem ter um colo do útero saudável?

Será que o governo vai continuar assobiar para o lado ignorando este assunto discriminando as mulheres nos seus direitos?

Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Anónimo disse...

qualquer mulher que não tenha iniciado a sua actividade sexual pode levar a vacina, mesmo que tenha 30 anos de idade?

RUTE disse...

Há que ter a noção que grande parte da população portuguesa nem sequer ao ginecologista vai!

A detecção de alterações celulares no útero é feita apartir do exame Papanicolau.

O HPV é um vírus comum que afecta tanto homens como mulheres e altamente contagioso. O HPV genital pode, ou não, resultar em cancro. Outros tipos de HPV apenas resultam em verrugas genitais ou mudanças benignas que deverão ser tratadas para não se tornarem cancerosas.

Será que a vacina contra o cancro do útero previne contra todos os tipos de HPV?

É assim tão importante tomar a vacina? Ou é muito mais importante informar as pessoas que devem fazer exames regulares?

Pedro Marinho disse...

O CANCRO DO ÚTERO
Em Portugal, o cancro no útero é o mais comum, considerando os tumores do sistema reprodutor feminino; representa cerca de 6% de todos os cancros nas mulheres.

A investigação constante, numa área de intervenção tão importante como o cancro no útero é, inquestionavelmente, necessária; cada vez se sabe mais sobre as suas causas, sobre a forma como se desenvolve e cresce, ou seja, como progride. Estão, também, a ser estudadas novas formas de o prevenir, detectar e tratar, tendo sempre em atenção a melhoria da qualidade de vida das pessoas com cancro, durante e após o tratamento, bem como a diminuição da probabilidade de morte por cancro no útero.

Para prevenir que a hiperplasia endometrial evolua para cancro, o médico pode recomendar uma cirurgia para remover o útero (histerectomia) ou o tratamento com hormonas (progesterona), bem como exames regulares de acompanhamento.

Não era mais fácil recorrer à vacina?

Porque razão o continuamos acreditar neste sistema, a ignorância de muitos é letal para outros.

Viva as mulheres
Pedro Marinho de Arcos de Valdevez

Anónimo disse...

Deixo aqui parte de um comentário feito noutra altura que serve perfeitamente para falar sobre este caso.

Fica a pergunta à questão, de que, se alguns dizem que 90% das mulheres ganham cancro do colo do útero, então porque é que tanto eu como outras pessoas que conheço, nunca ouviram sequer um caso concreto de mulheres que tivessem esse problema, se, segundo os que fazem lobbie pela empresa farmaceutica que inventou a vacina, pelo menos 9 em 10 mulheres têm cancro? Será que por incrivel coincidencia só em toda a vida só conhecemos as mulheres saudáveis?

Deveria sim haver uma investigação científica e independente sobre esta questão, para evitar que certos médicos e associações que estão a fazer claramente lobbie por essa empresa, distorçam a verdade científica.





-------

"Aqui está um dos mais lucrativos (e imorais) negócios do mundo.

O problema do alto preço dos medicamentos inovadores (de marca), é que a empresa que o fabrica, como tem a patente durante um x número de anos (talvez 20), aproveita-se desse facto de não ter concorrência para assim estabelecer não um preço justo, mas sim o preço que quer absurdamente alto de forma a com isso ganhar imensos lucros.

A vacina contra o cancro do colo do útero é um dos mais flagrantes exemplos, 500 euros por um medicamento???? Ridiculo e imoral.

Alguns médicos e uma associação feita de propósito para divulgar este assunto (com fortes ligações à empresa que vende o medicamento) dizem que o cancro do colo do útero atinge o mínimo de 75/80% de mulheres, houve um senhor da associação que dizia que afinal eram mais de 90%, outros ainda conseguiam dizer que praticamente todas as mulheres poderiam sofrer do problema apesar de não apresentarem dados factuais concretos, ou seja, dizer por dizer, ou seja, coerência e rigor científico nenhum... mas em toda a minha vida nunca conheci nenhuma mulher com um caso concreto desses.

A farmacêutica que o produz quer que a vacina seja obrigatória para todas as raparigas, independentemente dos efeitos secundários que possa ter que ninguém ainda referiu (também não convêm), sendo que pretendem que seja o estado a pagar todos os custos, e isso é óbvio porque sabem que 500 euros é demasiado para uma pessoa com baixos e médios rendimentos (sendo que assim desistiriam), assim, em vez de irem directamente aos bolsos dos cidadãos, vão indirectamente aos seus bolsos através dos impostos que o estado recebe de todos... Só para se ter uma ideia, façam as contas: cerca de 5 milhões de mulheres só em portugal VEZES 500 euros IGUAL a LUCROS FABULOSOS."

(...)

RUTE disse...

As vacinas funcionam todas do mesmo modo. Estimulam o sistema imunitário, provocando no sangue a formação de determinadas proteínas, os anticorpos, que vão neutralizar as substâncias que dão origem à infecção.

Uma vez iniciada esta reacção, permanece no organismo uma espécie de memória que activa os anticorpos capazes de bloquear a infecção sempre que estes reconheçam os agentes responsáveis por essa mesma infecção.

No entanto, este mecanismo possa ser iniciado naturalmente quando um indivíduo não vacinado, adoece e consegue vencer a infecção, porque o organismo também produz anticorpos.

Vacinamo-nos porque a infecção pode apresentar-se de uma forma demasiado violenta, ou porque no momento em que atinge o organismo, este pode encontrar-se num estado de saúde sub-óptimo e o facto de não conseguir vencer por si mesmo a infecção pode ter graves consequências.

O problema é que há sempre novas estirpes de vírus e as vacinas que estão a ser comercializadas só oferecem protecção contra 2 ou 4 estirpes do vírus HPV.

Podemos cair no erro de "ficarmos descansadinhas da vida porque estamos vacinadas" e descuidarmos de ir ao médico fazer exames, ou descuidarmos de usar preservativo e o HPV vai atacando em silêncio.

Sylvie disse...

Boa tarde.
No ano passado, numa das visitas que faço à ginecologista, foram-me detectadas células anormais no colo do útero. Fui operada e correu bem. Agora tenho que continuar a ser vigiada porque conforme me disse a médica isto pode, ou não, voltar a desenvolver e se tal acontecer há que atacar de início.
Como é óbvio, apanhei um grande susto com tudo isto e aproveito sempre a oportunidade para transmitir a mensagem de que todas as mulheres devem ir periodicamente ao ginecologista fazer os exames necessários pois grande parte das doenças podem ser tratadas (ou pelo menos minimizadas) se forem detectadas a tempo! Isto é tão importante!
Há tantas mortes que poderiam ser evitadas se as pessoas tivessem esta rotina.

Anónimo disse...

Porque é que as mulheres acima dos 29 anos ja não se devem/podem vacinar?
obrigada

Anónimo disse...

porque é que no programa so se fala da vacina ao sexo feminino, quando a a vacina também pode ser aplicada ao sexo masculino?

Anónimo disse...

qual a necessidade de ir ao genecologista qdo ainda n se iniciou a actividade sexual?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

"Anónimo disse...
porque é que no programa so se fala da vacina ao sexo feminino, quando a a vacina também pode ser aplicada ao sexo masculino?"


Isso é a gozar?

Não sabia que homens tinham útero.

Anónimo disse...

Qual o tipo de HPV mais perigoso?

ana

Anónimo disse...

Ex.mo Sr: nao têm útero, mas podem ser infectado pelo virus. Informe-se

lady_blogger disse...

Segundo tive oportunidade de ouvir há dias numa reportagem, parece que há uma farmácia no Porto que tomou a iniciativa de vender a vacina de prevenção do cólo do útero, a preço de custo. Há quem tenha achado esta atitude louvável, eu acho que talvez seja uma técnica de marketing, pois tiveram publicidade televisiva gratuita e além disso não ganham com a venda dessa vacina mas conseguem novos clientes com esta medida.
480 euros é de facto um custo elevado, dado que há famílias que nem isso recebem mensalmente, quanto mais poderem conseguir poupar tal quantia...

Li algures que a idade de toma desta vacina é limitada. Afinal até que idade se pode administrar esta?

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Este tipo de problema de útero incide mais em mulheres que ainda não foram mães ou nas que já o foram? Ou não há uma relação directa entre maternidade e saúde do colo?

CC

Maria Mendes

Cristina Silva disse...

O HPV é responsável pela maioria dos cancros do colo do útero e estima-se que mais de metade da população sexualmente activa o tenha ainda que "adormecido" em fase latente. Como a pele do pénis é mais resistente, casos de HPV activo no homem são muito mais raros mas também acontecem podendo da mesma forma levar a cancro do pénis. Não há que instalar um estado de pânico geral mas as mulheres que contrairam HPV devem fazer exames ginecologicos com mais frequência, nomeadamente rastreios do colo do útero e ter hábitos de vida saudavel.
O HPV é uma DST e o facto de se utilizar o preservativo não impede uma eventual contaminação. As verrugas poderão estar nos testículos em toda a parte circundante ao pénis e na vulva e lábios vaginais... Essas verrugas muitas vezes são tão pequenas que quase são imperceptíveis...
Existem 100 e tal tipos de HPV uns mais virulentos e cancerígenos que outros.
A maior parte das pessoas têm o vírus adormecido porque um sistema imunitário forte faz com que o vírus esteja ou passe a uma fase latente. Por isso a importância de hábitos de vida saudaveis.

Anónimo disse...

Formas de Transmissao e exames no Homem !

Kais os exames : analises sanguinias ?que exames pode o homem fazer ?

E como se transmite pode ser pelo tacto ?liquido vaginal ?kto tempo fica ativo o virus na atmsofera ?

obrigado

lady_blogger disse...

Li numa publicação que as infecções urinárias sazonais recorrentes e decorrentes de depressões de Inverno podem levar a este tipo de problemas do colo do útero. Qual a veracidade desta afirmação?


CC

Maria Mendes

ANTONIO SILVA disse...

BOA TARDE

lady_blogger disse...

Fernanda fiquei sem perceber se tem mais riscos quem já foi mãe ou quem ainda não foi. Parece-me que a convidada contornou a questão, pois não ouvi uma resposta directa.

CC

Maria Mendes

Lifepassenger disse...

Gostaria de saber\perguntar ao painel aí presente qual o tipo de educação que se deve fazer ao Sexo Masculino?

Sendo profissional de saúde, enfermeiro concordo que os temas relacionados com sexualidade ,não são debatidos ou ensinados nas escolas, quer por haver alguma resistências das próprias escolas, quer por haver por vezes resistências dos próprios pais,no entanto constato que presentemente esta realidade tem-se alterado.

Gostaria de perguntar ao painel se participam em educações para a saúde em escolas, ou se estariam disponíveis em dar o seu testemunho em acções de educação futuras.

Cada vez mais os jovens tem relações sexuais mais cedo e infelizmente não protegidas, pelo que é necessário combater a falta de informação nos adolescentes. Concordo que antes de haver qualquer vacina tem que haver educação (sinais, sintomas, rastreio)...

Apesar de haver contaminação com o vírus, existe mais alguma factor causal para o desenvolvimento da Doença (genetica, ambiente, habitos de vida...)?

Parabéns pelo bom debate.

Ps: gostaria de ver um vídeo (youtube) sobre este debate para colocar em alguns blogs ou sites que falam sobre estes temas de saúde.

lady_blogger disse...

Há efeitos colaterais prejudiciais associados à administração da vacina em causa? E volto a perguntar até que idade se pode "tomar" esta vacina.

CC

Maria Mendes

Anónimo disse...

Alberto Silva
Num casal não infectado é possivel a infecção?

Anónimo disse...

esta doença pode ser passada de mãe pra filha no gestação, visto que a mãe tenha este fungo...

Anónimo disse...

mas este virus nao passa da mulher pro homem?

ANTONIO SILVA disse...

AS MULHERES AS QUAIS FORAM RETIRADOS O ÚTERO E OVÁRIOS CONTINUAM A CORRER OS MESMOS RISCOS DE CONTAGIO DO VÍRUS??????

Anónimo disse...

Sendo o HPV um vírus ele pode ser erradicado do nosso organismo, isto é, não fica "regsitado" no nosso ADN?

Lifepassenger disse...

Deixo ainda mais uma pergunta.

Porque não deslocar os profissionais de saúde dos centros de saúde e hospitais, retirando-os (da parte curativa) para que possam participar em parceria com as escolas acções de formação sobre sexualidade.

Conheço alguns bons exemplos, em que os indicadores aplicados revelam ganhos em saúde positivos.

Sérgio Sousa

Anónimo disse...

uma mulher com HPV pode ter um parto vaginal?

M (Braga) disse...

Boa tarde,
só à pouco começei a ver o programa e ouvi falar em "Vacina" como um dos meios de prevenção. Que vacina é esta? Pode ser administrada em qualquer idade?
Obrigada e mais uma vez parabéns por um tema de discussão excelente
M.

Anónimo disse...

mas entao se o homem nao tem nenhum sintoma é normal a mulher obter este virus?

Anónimo disse...

No homem não faz mal?????
Então se o homem tiver HPV não estará a contaminar a milher de cada vez que têm relações sexuais?

Vera Carvalho disse...

Referem que existem duas vacinas no mercado,existem alterações entre elas ?

Anónimo disse...

boa tarde,tenho a informar a propósito da vacina para o cancro do colo do útero que EXISTEM no mercado e disponíveis DUAS vacinas e não apenas uma.

Anónimo disse...

Parece-me importante referir que visto a falada vacina não estar acessivel do ponto de vista económico a muitas pessoas neste momento, o método que parece mais eficaz para a prevenção do contacto com o HPV é a utilização do preservativo feminino na relação sexual.

Ana Marta disse...

Sou uma jovem de 15 anos...

Gostava de saber se existe uma idade limite para a toma da vacina ?
A vacina para o homem é a mesma para a mulher ?

Anónimo disse...

Na impremsa dizia que as mulheres adolescentes que queiram receber a vacina deveriam não ter iniciado a sua actividade sexual.É verdade?

Anónimo disse...

Tenho CONDILOMA na ureta e o meu urulogista disse me que nao era aconselhavel queimar com um acido
Nao correrei perigo ?

obrigado

Anónimo disse...

Foi-me detectado há um mês papiloma virus de baixo grau mas ainda não sei o tipo que é. Estou a tentar engravidar e o meu ginecologista disse-me para esperar até ao Natal para fazer nova citologia e tipificar o virus e até lá ver se vale a pena tratar já ou primeiro engravidar. Será que não cooro o risco de adiar demais? Será que ao engravidar e não tendo tratado, haverá problemas para o feto?

Anónimo disse...

Uma mulher infectada com o vírus HPV pode engravidar , ou corre algum risco (quer a mulher, quer o bébé)?

Anónimo disse...

as diferenças entre elas são : a primeira a ser lançada não cobre todos os transmissores responsáveis pelo cancro, enquanto que a segunda o faz. Para além disso a durabilidade no tempo é maior na segunda do que na primeira.

Anónimo disse...

Quantas mais parceiras\os maior o risco de contagio ?

Anónimo disse...

Mesmo quando o relacionamento é único entre os dois conjuges a transmissão é possível? Como?

ANTONIO SILVA disse...

A FALTA DE HIGIENE ESTARÁ, DIRECTAMENTE RELACIONADA, COM A PRESENÇA E DESENVOLVIMENTO DO VÍRUS E CANCRO?????

ANTONIO SILVA disse...

TANTO NOS HOMENS COMO NAS MULHERES COMO E ÓBVIO, PARA QUE SE CONSTE....

Anónimo disse...

Preservativo feminino!!!!!
Tentei comprar em várias farmácias!
Não tinham e não encomendavam.
Justificaram-se que ninguém procurava.
O centro de saúde também não tem.
E agora que fazer!!!!!!

Anónimo disse...

Preservativo feminino!!!!!
Tentei comprar em várias farmácias!
Não tinham e não encomendavam.
Justificaram-se que ninguém procurava.
O centro de saúde também não tem.
E agora que fazer!!!!!!

Anónimo disse...

tenho hpv de baixo nivel e o medico receitou me Dermofix Óvulo, que resoltou este tratamento?

Anónimo disse...

Antes de engravidar estava tudo bem; é possível de alguma maneira isso se ter alterado, mesmo existindo um relacionamento único?

Ana disse...

Uma pessoa pode nascer com esse virus na zona genital ? e este se manifestar mais tarde?

Anónimo disse...

Boa tarde,

A minha parceira vai regularmente ao ginecologista, foi-lhe diagnosticado numa citologia o HPV, antes de a conhecer utilizei sempre o perservativo nas relações que mantive; como já foi referido no programa o preservtivo não é suficiente como no HIV, nesse caso gostaria de saber se exite alguma contracepção (sem ser a vacina)que seja eficaz contra o HPV.

Obrigado.

Anónimo disse...

tenho hpv de baixo nivel e o medico receitou me Dermofix Óvulo, que resoltou este tratamento?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
ANTONIO SILVA disse...

SERÁ EXAGERADO, PENSAR, QUE PODERÁ SER ARRISCADO, PRATICAR SEXO ORAL COM ALGUÉM AFECTADO PELO HPV???????

Anónimo disse...

tenho hpv de baixo nivel e o medico receitou me Dermofix Óvulo, que resoltou este tratamento?

Anónimo disse...

O contacto cutaneo é suficiente para a transmissão do virus, sem ser o contacto nas zonas genitais ?

Anónimo disse...

Alberto Silva
è fatal um homem estar infectado?

Anónimo disse...

a segunda vacina a ser lançada no mercado confere uma superior resposta imunitária,devido a conter como adjuvante da vacina um potente imunoestimulante (AS04). para além dissso a sua permanência ao longo do tempo apresenta niveis de protecção mais elevados e mantidos até aos 5,5 anos.já agora o seu nome é CERVARIX.

Anónimo disse...

tenho hpv de baixo nivel e o medico receitou me Dermofix Óvulo, que resoltou este tratamento?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

realmente, também já me fartei de procurar preservativo feminino e não encontrei. Nas farmácias, nem por encomenda, pelo menos entre vilamoura, faro, loulé e s.brás...

se não tivesse já visto um numa acção de formação, achava que era mito...

Anónimo disse...

tenho hpv de baixo nivel e o medico receitou me Dermofix Óvulo, que resoltou este tratamento?

Tania disse...

complementando a opinião da senhora que telefonou ...

Será justo uma pessoa com poucas possibilidades financeiras não puder tratar da sua saúde ?

Anónimo disse...

Boa tarde!!!!
Continuo com uma dúvida!
Pelo que percebi o ideal será tomar a vacina antes de iniciar a vida sexual,caso já se tenha iniciado,até que idade se pode apanhar a vacina e porquê???

Anónimo disse...

tenho hpv de baixo nivel e o medico receitou me Dermofix Óvulo, que resoltou este tratamento?

alexandre disse...

Tive o hpv a cerca de 4 anos,foi circuncisado e erradicado o virus. existe a possiblidade de uma nova Reincidencia!? quais os cuidados a ter para evitar novo contagio!? podera se manifestar em outras partes genitais do homem!?

Anónimo disse...

L.C.J.


A propósito de câncro (e concretamente a propósito da doença):
Gostaria de saber se corro risco de ter um câncro pois, apesar de só ter 21 anos, eu fumo 1 maço de tabaco por dia e cannabis, bebo imenso alcool, alimento-me mal na medida em k só costumo jantar, bebo diariamente 4/+ cafés.. entre outros comportamentos prejudiciais que deixei por enunciar, comportamentos esses que não consigo mudar sozinho!!!???

Sylvie disse...

Á senhora que telefonou com a dúvida do porquê dos "drogados" terem todos os apoios ...etc:
Os "drogados" como a senhora lhes chamou são pessoas que sofrem de uma doença chamada Adicção e quem dela sofre são adictos. Quando estão em consumo de drogas chamam-se toxicodependentes (ou ex-toxicodependentes, quando não estão em consumo). Ainda bem que que o Estado português dá essas ajudas, aos adictos, e mais uma coisa: eles não são "drogados" por opção. Não nasce com eles, é certo, (pelo menos ainda n há estudos que o confirmem) mas é desenvolvido ao longo da sua vida como consequência das mais variadas situações não só interiores como exteriores ao indivíduo.
Quero acreditar que em breve o estado faça o mesmo em relação ao cancro seja ele do colo do útero ou outro.
Peço desculpa pelo meu comentário fugir um pouco ao assunto principal aqui abordado mas eu não consigo ficar calada quando ouço comentários como os desta senhora pois são precisamente estas as pessoas, com estes tipos de mentalidades e pensamentos que são verdadeiros cancros na vida de um doente (seja ele adicto ou canceroso ou diabético, etc).
Atenciosamente.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

"Gostaria de saber se corro risco de ter um câncro pois, apesar de só ter 21 anos, eu fumo 1 maço de tabaco por dia e cannabis, bebo imenso alcool, alimento-me mal na medida em k só costumo jantar, bebo diariamente 4/+ cafés.. entre outros comportamentos prejudiciais que deixei por enunciar,"


Se tem todos esses péssimos hábitos tão prejudiciais para si (e outros no caso do fumar), a probabilidade de desenvolver algum tipo de cancro é muito superior à média, se continuar a ter esse estilo de vida durante muitos anos, é quase certo que poderá desenvolver um tipo de cancro, e 100% certo que irá ter outros tipos de problemas de saúde graves.


Mudar depende APENAS de si.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
RUTE disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.