segunda-feira, maio 19

Hepatite – transplantes irão aumentar 500%

Estima-se que na próxima década haja mais 60% de doentes hepáticos em Portugal. Em resultado, os tumores do fígado deverão aumentar em igual percentagem, e a necessidades de transplantes crescerá até aos 500%. Causas? Consumo de álcool em excesso, obesidade (fígado gordo), toxicodependência e população imigrante.
Neste programa queremos explicar as diferentes doenças que afectam o fígado. A mais conhecida é, provavelmente, hepatite (A, B ou C), mas a mais comum é a do fígado gordo.
Conheça as soluções para evitar qualquer uma destas doenças no SC.

Fernando Ramalho - Director da Unidade de Hepatologia do Hospital Sta. Maria
Emília Rodrigues - SOS Hepatites
Mário Carreira - Médico Especialista em Saúde Pública da Direcção-Geral da Saúde

15 comentários:

PEDRO DE CASTRO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PEDRO DE CASTRO disse...

Boa tarde,
Brevemente vou efectuar a vacinação para a hepatite assim que receba o resultado das análises. A iniciativa para realizar o rastreio veio da minha parte e juntamente com este rastreio também fiz o do VIH. Gostaria de saber qual a eficácia da vacina e quais as suas limitações.
Quais os sinais de alerta para uma eventual hepatite?Acho importante as população ser consciente e pró-activa no que diz respeito à sua saúde. Estes problemas não acontecem só aos outros.

lisbonkiller disse...

Olá, boa tarde a todos. Fiz o tratamento para a Hepatite C com Peginfron e Ribavirina durante 1 ano. Há já quatro anos que nos PCR que faço que o vírus se apresenta negativo, não havendo sinal dele. Nas ecografias e análises ao fígado tudo está normal. A minha pergunta é se algum dia vou ter a certeza de ter erradicado totalmente o vírus, e se às reifeições poderei beber um copo de vinho e de longe a longe uma cerveja?
Muito obrigado.

andreia disse...

Boa tarde,

Numa dádiva de sangue obtive um falso positivo para a hepatite C. O exame foi repetido pelo hospital, tendo-se confirmado passado um mês que se tratava de um falso positivo, uma vez que o segundo exame, aquele que era mais "fiável", deu resultado negativo.
Que significado devo atribuir a este episódio? Devo preocupar-me mais do que se este episódio nunca tivesse ocorrido?

Andreia

Jose de Lopo disse...

...de acordo com a premissa "combatentes do Ultramar" do Prof. Fernando Ramalho, fazendo uma extrapolação simples, teremos em Portugal acima de 3 milhões de infectados!
Espero a tese de Doutoramento!
Aguardo a perspectiva da DGS!
e, porque não, as indemnizações áqueles que apanharam tão terrivel virus ao serviço do país (se isso já não for considerado fascista!)

antonio disse...

boas, foi-me diagnosticado uma hepatite c, mas como tomo varfine para me diluir o sangue, pois tenho uma valvula no coraçao,nao existe tratamento, quando poderei ter alguma esperança???

Carlos disse...

Boa tarde,

Após ter realizado uma Biopsia Hepatica veio a confirmação de uma hapatite toxica provocada por medicação para problemas da coluna.
Os sintomas são, tonturas, vómitos, cansaço e dores de cabeça fortes. Estes já se arrastam à um ano, apesar da medicação ter sido suspensa. É normal este período tão alongado? Não existe nenhum tratamento?

Anónimo disse...

Boa Tarde,
Foi diagonosticado uma cirrose crónica tardiamente à minha cadela. Como ela tem tido um emagrecimento extremo foi ao veterinário e ele disse que ela tem o fígado inchado e o que haveria a fazer seria um transplante do figado, devido a estar com doença hepática mas nos animais não é possível e devido à idade dela 13 anos é muito arriscado fazer-se algo.
A minha pergunta é como foi explicado em reportagem que a cirrose crónica é o último grau de hepatite, tem a minha cadela hepatite? E pode ser contagioso para os humanos? Que cuidados devo ter, o que posso fazer?
Agradecia que me esclareçam quanto a estas questões.
Muito Obrigado

António disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António disse...

António disse...
Solicito a consulta ás pessoas competentes para o efeito sobre os asuuntos abaixo:

- Comer pouco e ficar logo com a barriga inchada, qual é problema?

- Se beber uma cerveja, além de ficar com a sensação de inchada fica-se com a sensação de pesada, qual é o problema?

Isto acontece a muitos homens.

P.S.- Refrigerante, é bom para a osteopatia, para além dos estimulantes.

Anttónio

Muffi disse...

No meu caso a vacina para Hepatite B não fez qualquer efeito.
Fiz a primovacinação em criança e passados 8 anos dei sangue e descobriu-se que não tinha anticorpos.

Fui re-vacinada e novamente o resultado é o mesmo - ausência de anticorpos.

Em todas as ocasiões a vacina utilizada foi a ENGERIX-B.
Existe algum tipo diferente de vacina que valha a pena tentar?


Mafalda

nuno disse...

Gostava de deixar aqui o meu testemunho, bastante importante.
Quando se fala em fazer rastreios, á que ter em conta, a formação dos Médicos de familia, para a Hepatite C, pois no meu caso, o médico ao saber da minha Hepatite C,imformou a minha esposa e disse para ter atenção, pois relações sexuais só com preservativo, filhos nem pensar (quando já tinha um), e muito cuidado com contaminação por via sexual(fluidos).
Como é possivel este médico exercer com estes conhecimentos?

Outro assunto, é o conhecimento da doença por parte das entidades patronais e colegas de trabalho, muito sa fala, mas muito á por fazer, em termos de imformaçaõ.

Cláudia disse...

Boa tarde,
Durante uns exames de rotina foi-me diagnosticado anticorpos da hepatite C.
Ou seja o HCV Hepatice C deu negativo. Mas foram detectados anticorpos de Hepatite C (no teste AC Anti-VHC) e ainda confirmado pela técnica de Imunobloco.
Fiz a ecobrafia ao figado e não resultou nenhuma anomalia.
O que me foi explicado é que já tive em contacto com Hepatice C mas o virus não está activo, mas poderá vir a estar. Devo fazer algum tratamento.

Obrigado.

lady_blogger disse...

Qual a população mais susceptível à contracção de cada variante desta doença?

CC

Maria Mendes