sexta-feira, maio 2

O Mundo das Alergias

Há 11% de crianças entre 6 e 14 anos a sofrer de asma, enquanto os adultos se situam nos 5%, em Portugal, segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica. Traduzido – estes valores representam mais de meio milhão de pessoas em Portugal a sofrer de problemas do foro respiratório. Para este ano a SPAIC alerta para a possibilidade de esta ser uma primavera mais tranquila para quem sofre de doenças respiratórias. Não queremos deixar as outras alergias de parte, sendo que as alimentares atingem uma em cada quatro crianças.
Afinal, o que podemos esperar desta Primavera?

12 comentários:

fotógrafa disse...

Bom fds para ti,cheio de sol e calor…e tudo o que houver de melhor!
Abraço

PEDRO DE CASTRO disse...

Boa tarde,
Tenho uma dúvida relativamente a alergia alimentar.
Desde à uns anos a esta parte tenho reparado que quando como melão, nomeadamente 2 fatias médias, fico com a garganta irritada.
Será isso provocado por alergia ao melão?

jon disse...

A grande maioria das alergias são provocadas por factores "humanos", no sentido de ser este tipo de "Sociedade industrializada" extremamente poluente e muito pouco sensivel ao respeito pelo ambiente, a responsável pela grande maioria dos problemas de saúde a nível geral, não só com alergias mas em tudo o resto.

Ou seja, são as dezenas de milhar de químicos sintéticos produzidos pela Sociedade, a base de todos estes problemas, e a situação vem a piorar cada vez mais.

A realidade é que nos estamos a matar a nós próprios quando destruimos o ambiente.





----------


NOTA:

Muitos anos atrás já tive asma um pouco séria, a tal ponto que tinha dificuldades em praticar exercício e algum tinha receio de continuar. Fui depois a um médico que me disse que não deveria praticar exercício e deveria somente confiar nos medicamentos químicos para "tratar" a asma...

O que fiz? Segui a minha intuição e não confiei nos ditos "conselhos" do médico, pratiquei ainda mais desporto e de forma regular, não tomei medicamentos nenhuns, e no espaço de meses a asma desapareceu. Até este momento não tive mais problemas.


Moral da história: Nem sempre os ditos "especialistas" sabem do que falam, e optar pelos meios mais naturais é a melhor solução.

jon disse...

ALERGIAS OGMs

Gostaria de avisar que existem novas alergias relacionadas com plantas geneticamente modificadas. Há já casos estudados de animais e seres humanos que têm graves problemas de saúde quando inalam/ingerem por exemplo, pólen de milho transgénico ou comem algumas plantas transgénicas, entre outros exemplos.

Seria importante falar disto no programa para além de começar-se a estudar mais o assunto.


ver www.stopogm.net

jon disse...

É de estranhar como só falam de alergias relativas ao pó, polen, ácaros e outras alergias mais "naturais" e oficialmente conhecidas, e não falam das alergias mais perigosas em relação a químicos sintéticos e mesmo ogms.

Só para saberem, dentro de cada casa, em média existem cerca de 2000 quimicos perigosos para a saúde (por inalação, contacto ou ingerir).

PF falem sobre isso que é muito importante.

PEDRO DE CASTRO disse...

O mundo das alergias é muito abrangente e estende-se até ao mundo animal. Com o aumento da temperatura é mais frequente existirem mosquitos, melgas e mesmo abelhas. Quais destes podem estar na origem de reacções alérgicas quando picam uma pessoa? E ainda as alergias a medicamentos como a penicelina.

césar disse...

Boa Tarde.
Tenho 24 anos e recentemente surgiu-me urticária ao frio, ou seja quando sinto mais algum frio, surgem-me bolhas principalmente nas mãos.
Este tipo de alergia/urticária é cronica ou poderá passar com o tempo? O que posso fazer para controlar esta urticária para alem da protecção do corpo?

calmeida disse...

Desde os 15 anos que tenho sintomas alérgicos, tais como espirros, falta de ar, comichão e corrimento nasal etc. Foi-me diagnosticada rinite alérgica, no entanto todos os testes dérmicos e sanguineos foram negativos. Fui informada, na altura, que existem alérgias capazes de ser detectadas atraves de testes e outras não, sendo mais dificeis de controlar e medicar. Gostaria de obter algum comentário acerca disto. Obrigada

disse...

Recorrentemente tenho reacções alérgicas a certos alimentos, como morangos "industrializados" (mas não aos caseiros que tenho em casa), a certos refrigerantes, etc..
No entanto já fiz uma série de testes médicos e rastreio e nada foi detectado.
Tenho que viver assim (!?) sem saber ao certo o que me provoca urticaria e inchaço do corpo!

jon disse...

"Recorrentemente tenho reacções alérgicas a certos alimentos, como morangos "industrializados" (mas não aos caseiros que tenho em casa), a certos refrigerantes, etc.."



Isso deve-se a uma alergia relacionada com os produtos quimicos que são utilizados para "cultivar" os morangos, que são totalmente dispensáveis e muito prejudiciais.

O morango tem altas concentrações de quimicos porque tem dezenas de saliencias na pele que aglomeram esses quimicos e não dá para lavar (retirar a maioria dos quimicos) sem estragar a fruta, sendo que por isso NAO SE DEVE comer morangos que não sejam biológicos.

Sobre os refrigerantes, é a mesma coisa. Estas "bebidas" de natural só têm a água, o resto é quimico, algumas têm quimicos que são oficialmente reconhecidos como causadores de cancro, como o caso do edulcorante ESPARTAMO, que infelizmente ainda existe em muitos "alimentos" processados.

Se deixar de comer e beber esses ditos "alimentos", deixará de ter problemas. Opte por verdadeiros alimentos mais naturais, menos processados.

lady_blogger disse...

Acreditam que há médicos pouco familiarizados com o ramo da alergologia? Muitos deles falam só de dermatologistas.
O meu marido viveu em Inglaterra e quando regressou a Portugal contraiu uma alergia ao clima que se manifestava por vermelhidão localizada. Foi a uma médica que nem se dignou analisar as zonas afectadas e nem consegui elaborar diagnóstico nem prescrever qualquer tratamento. O meu marido curou-se por si só com o passar do tempo.

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Eu acho que terei alergia ao tabaco, e para mal dos meus pecados o meu marido fuma.
Há uns anos fizeram-me um despiste de alergias e o resultado é que não seria alérgica a nada. Pergunto se há possibilidade de falha desses testes e se no caso de eu ser alérgica a tabaco haverá forma de atenuar esse problema já que não consigo convencer todos os fumadores a deixarem de fumar.

CC

Maria Mendes