terça-feira, julho 15

EMISSÃO Nº 500: Gerir o orçamento de férias

Muitos portugueses estão agora a planear as férias de Verão. Viagens, alojamento, alimentação, entretenimento são alguns dos itens da longa lista de gastos que se adivinham.
Apesar de sermos dos europeus que menos viajam, o número de pessoas a sair de Portugal para o estrangeiro tem vindo a aumentar de ano para ano, ultrapassando os 20 milhões de viajantes em 2007.
Mas em época de crise económica, os portugueses são mais cautelosos nas despesas com as férias, e 36,5% afirma que vai cortar nesses gastos.
Quem compra férias tem optado por soluções mais económicas O próximo Sociedade Civil será um verdadeiro caderno de encargos de como poupar nas férias.

Convidados:
Cláudia Carvalho - Produtora da Revista Volta ao Mundo
Natália Nunes - Jurista da DECO
Pedro Madeira Rodrigues -Sec-Geral Ass. Comércio de Lisboa ( e Pai de família numerosa )

46 comentários:

vitor silva disse...

Tenho familiares que são emigrantes porque já estão fartos de estar aqui a pagar impostos altos e alguns até não voltam por causa disso ...
Mas vou ao assunto nós nas férias gastamos muito dinheiro porquê???
Pessoas que têm filhos de famílias numerosas esse é o caso ,essas pessoas que trabalham como "burros" têm direito ás férias e passam lá as suas férias ou no estrangeiro ou no seu país , mas olhem que aqui em Portugal gasta-se mais dinheiro do que outros países :como em espanha o IVA deve estar ás tantas a 15%...
Eu vou passar as minhas férias aonde eu quiser e gasto o dinheiro que me convier !!!
Espero que dêm uma resposta sobre isto!!!
#FIM#

vitor silva disse...

Não há hipótese"""""""""""22

Kanina disse...

eu nao vou passar ferias, nem a familia... tenho oito gatos adoraveis :) ficamos por casa...

manucha disse...

Boas tardes
Parece-me que o inquérito hoje da sociedade civil está desajustado da realidade, falta saber quêm não gasta nada, simplesmente porque não têm capacidade finançeira para ter férias!!
Para quêm têm esse privilégio é de salientar que, nos dias de hoje é mais caro tirar férias em Portugal do que em muitos outros locais, no estrangeiro!
Também temos o caso, infelizmente, de familias que preferem passar mal durante o ano todo, para depois poderem passar uma semana no algarve, (permita me a expressão : "para inglês ver"), nestes casos há um desfazamento de prioridades, o que se torna muito grave!

As Vozes disse...

O facto de uns poderem fazer férias mais caras e outros terem de se contentar em ficar pela terrinha e ir às piscinas municipais quando o calor aperta, só evidência a clivagem a nível económico que se vive em Portugal, os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres! A maioria das pessoas olha para este tipo de noticias com desdem, mas não temos de ficar chateados pq aqueles que podem vão fazer férias para o estrangeiro, nem pq existe gente a super endividar-se para ir de férias, temos é de aplaudir os primeiros e ensinar os segundos...
Na minha opinião ir para o Algarve para alguns é simplesmente um hábito e torna-se quase obrigatório ir, sem qualquer tipo de razões explicativas aparentes. Já aqueles que nunca foram de férias pode-se dizer provavelmente também não sentem muita falt de ir...


*António Sengo.

Strawberryzinha disse...

Como eu adoro a zona da Costa da Caparica em Agosto!

Porquê?


Porque o "mundo" está no Algarve ou disperso por terras de Portugal!

Trânsito na ponte? Não há! Portagem não se paga! Praias a abarrotar? Há espaço!

Patrícia I. M. Santos

Deragnu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
EviL disse...

Eu acho que é preciso não andar nada bem da cabeça para passar férias em Portugal, isto cá custa uma fortuna :)
Fica aqui a minha dica e esta, eu sei, não será a mais barata.
Bulgária !
Viagem (avião): 50 euros ida.
Hotel 4 estrelas: 15 euros por noite.
Alimentação: 3~4 euros por cada (BOA!) refeição.
Viagem (avião): 50 euros volta.

Cmpts,
Nelson

jose pereira dos santos disse...

Numa altura de grande crise , há que ponderar onde descansar , gastando o que estiver ajustado ao seu orçamento .


Jose

Sónia R. disse...

Existem parques de campismo óptimos por aí afora! Mesmo para quem tem filhos é uma forma de conseguirem dormidas a custo reduzido e poderem usar a maior parte do orçamento para o resto. Refeições, passeios, visitas...

Eu estrageiro só Espanha, enquanto o dinheiro não der para mais. Agarro no carro e lá vou eu, sem contrair nempréstimos nem me ver "grega"o resto do ano. De resto, as férias ( e os fins-de-semana possíveis) são passadas numa pequena localidade do Alentejo próxima da Vidigueira, que tem as piscinas mais baratas e acolhedoras que conheço. Sossego, boa gente e boa comida. Que mais poderia querer para as férias por tão pouco dinheiro? Ah! E as gatas vão comigo :)

Cláudia Silva disse...

Este ano gastei cerca de 500€. Casa, não pagámos era de um familiar, éramos 2 adultos, um adolescente, um bebé e 1 cão!Foi uma semana na praia, algumas refeições fora (poucas) e uma ida ao ZooMarine. Não dava para mais!...

tito guedes disse...

A nossa sociedade peca por nos levar a atravessar o Atlantico duas vezes no mesmo mês.. Independentemente do preço, creio que isto representa uma cultura realmente equivocada.

neva disse...

este ano o dinheiro é um problema, por isso vou até Espanha. O meio de transporte é o autocarro, reduzindo mais de 50% o custo e fico alojada em casa de amigos. Assim é possível ir de férias

César Valentim disse...

Existe uma maneira económica e divertida de fazer férias, conhecer novas pessoas e partilhar imensas experiências.

Couch Surfing - sufistas de sofá

Num total de 630.000 utilizadores mundiais, existem em Portugal 7.877 membros.

Viajar para qualquer lado do mundo e pernoitar num sofá, ou numa cama extra de alguém que não conhecemos pessoalmente é uma forma interessante de fazer as férias.

Quem recebe oferece o que pode e quem viaja tenta ser a melhor companhia possível.

Já alojei mais de 100 pessoas em Lisboa nos 3 anos em que sou membro e conheço imensas pessoas que fazem o mesmo. Reunimo-nos várias vezes e organizamos eventos para melhor receber aqueles que escolhem o nosso país para visitar.

Ninguém viaja 5.000 Kms para nos levar a televisão, é uma maneira segura de nos divertirmos.

www.couchsurfing.com

Deragnu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Não sou um caso de quem gasta dinheiro em férias até porque sou da porção de pessoas que, felizmente ou infelizmente, passa férias no Algarve sem sair de casa. (E quando saio é para casa de familiares, nomeadamente no campo, em que comida não é preciso comprar porque provém de cultivo próprio)


Mas posso falar daquilo que vejo de cada vez que vou à rua. Aliás, há dois anos trabalhei num pequeno supermercado onde presenciei muitos casos de pessoas, vindas de cima, que simplesmente não tinham dinheiro para comprar a sua cervejinha da praxe (e ainda culpavam a máquina, quando não a própria funcionária, eu).


O que noto é que as pessoas pensam que têm que ter umas férias fora de casa porque caso contrário não são férias, mesmo que isso implique não ter dinheiro ou passar figuras completamente deprimentes nas terras cá por baixo. O mais engraçado é quando as pessoas se tornam completamente previsíveis: só querem praia e fazer nenhum, se fica mau tempo enfiam-se todas no shopping (mesmo que não haja dinheiro).


Famílias inteiras enchem as praias e à noite passeiam os filhos na rua dos bares, o que sempre achei que fosse um local completamente absurdo para se levar crianças de 3 anos, os mais novos, adolescentes, pensam que isto é tudo deles e que mandam em todos. Pergunto-me que raio de férias são estas?


Ana, Albufeira

Paulinha disse...

Boa tarde.
Eu acho que, em tempo de crise, há que saber gerir o orçamento. Como o dinheiro não estica, ás vezes as férias, quando o bom português pode descansar da sua rotina diária, acabam por ficar prejudicadas. Contudo, acho que com alguma racionalidade na matéria e com alguns sacrifícios é possível disfrutar de umas boas férias mesmo sem sair de Portugal por um preço considerável.
Falando por mim, nunca tive curiosidade em visitar outros países e é do meu agrado umas férias passadas na costa portuguesa. Económico e proporciona descanso.
Cumprimentos,
Paula Torrão

Marcinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcinha disse...

Boa tarde!É possivel fazer férias muito baratas em Portugal, se pensarmos em limitar os custos. O acesso aos supermercados ontinua a ser acessível e lá podemos encontrar alimentos que fiquem muito em conta. Os parques de campismo são outra opção barata, ou então, alugar uma carrinha de forma a poder dormir dentro dela.

tito guedes disse...

A Natureza não é onde se tira férias. É onde vivemos.

PEDRO DE CASTRO disse...

Boa tarde,
Lá voltamos aos temas que mostram como os portugueses são uns deslumbrados...
Grande parte das pessoas quando fala de férias, ou é Algarve ou estrangeiro. Passam o ano nas encolhas e depois querem encher a boca para dizer que foram para as Caraíbas ou para o Brasil. Antes de andarem com ilusões de viagens acima das sua possibilidades, pensem em viajar e conhecer o nosso país. Existe mais Portugal além do caminho casa-trabalho!
Inumeros estrangeiros como ingleses, americanos, alemães e australianos ficam deslumbrados quando conhecem Portugal além de Lisboa e Algarve, e elogiam as restantes vilas e pequenas cidades como sendo ainda mais lindas. Acho que como noutras áreas temos um diamante em bruto que ainda não soubemos lapidar.

Kanina disse...

Fernanda para transportar os gatos é facil, ha uns comprimidos para a viagem que se da, que eles vao a dormir, eu levem um( qquando so tinha um) e andavamos sempre de carro e ele as tantas ja estava habituado, quando voltamos ja nem foi preciso o comprimido...

des-encantos disse...

A intervenção de Lina Neves sobre o 'interchange', intercambio, troca de casa foi curta, embora precisa...
de facto o 'intervac.com' proporciona férias excepcionais: a escócia, GB, Canada, Suiça, frança...etc...não me teriam sido tão interessantes e baratas se não fosse esta modalidade tão óbvia como a do intervac.
Acreditem que é dificil haver melhor solução.
O meu album tb tem 'coisas' inenarráveis e deliciosas.

Deragnu disse...

Há animais com mais sorte do que eu!!! e logo eu que sou um animal tão meiguinho.

Fernanda não diga mal do mês de Setembro,

foi em Setembro que te conheci, vinhas de Ferrari e eu não te vi.

Dói, eu sei que dói, também a mim. Lógico que só alguns, os super-abonados, é que são pessoas, os outros são gentes.

Férias? Só do Sociedade Civil, (mentira).

E aquelas que só trabalham quando estão de férias? Do "trabalho".

Pergunta:

O que são férias?

Porque defendem o turismo de pé descalço, miserável, (que já fiz, agora nem isso faço) e não uma política redistributiva da riqueza e assim a circulação ser mais democrática.

Anttónio

manucha disse...

Concordo plenamente, mas para poupar durante o ano é preciso que se chegue ao fim do mês e esse dinheiro esteja lá para se pôr de lado, e a realidade de hoje , desculpem-me mas não é essa.
Todas essas opções,de ver o por do sol, passear no campo, ir á praia, todos nós podemos fazer, durante o ano todo,conforme o orçamento familiar de cada um.
Mas quando falamos em "ir de férias", subetende-se sair do lugar onde residimos e passar alguns dias noutro lugar!
Caso contrário passamos as férias em casa, onde poderemos fazer diversas coisas, como podemos fazer ao longo do ano!
Quando vamos de férias para algum lugar, é sempre mais caro, do que ficar em casa, pois além de todas as despesas fixas mensais (prestações de emprestimos,agua, luz,etc)agrava-se com a deslocação, habitação e todos os extras que surgem, principalmente para quem tem filhos!
Desculpem-me mas este é o meu ponto de vista!

ana disse...

É de salientar uma inicitaiva da empresa Naviera Armas, agora de Junho a Setembro já existe a ligação por ferry boat,de Portugal (Portimão) para o Funchal, Gran Canária e Tenerife. O preço é fixo, ida e volta 150€ p/pessoa e dá para levar o carro por mais 200€. É uma oportunidade para os portugueses que ainda não tiveram oportunidade de conhecer a Madeira ou as Canárias .

Marta Mauritty disse...

Olá

Para mim não há melhor que férias no campo e mais concretamente em praias fluviais e próximas de Aldeis de Xisto.
O ano passado tive perto de Proença a Nova numa Aldeia de Xisto e ficou super barato 4 noites por 120 euros. Este ano vou para outra Aldeia de Xisto em Gois e o preço por noite é de 40 euros numa casa de xisto, com wc privado, num quarto muito bem arranjadinho e tipico.
Portanto não é dificil ter férias baratas em sitios lindissimos é só procurar fazer férias cá dentro.
O meu conselho é fazerem uma boa pesquiza pela net, que se encontra coisas muito especiais.

Marta Mauritty

des-encantos disse...

des-encantos é nome de blog...claro. O meu é Victor Santos Nunes

Olinda disse...

Bom, eu adorava poder ir de férias, mas como trabalho a recibos verdes, não quero correr riscos de ficar sem emprego!
Mas, se podesse aproveitava para conhecer o nosso lindo Portugal. Ficando numa pousada de juventude! É barato, e possui todas as condições necessárias!

Ryan Teixeira Barros disse...

Para mim , fazer férias basta-me ir a uma boa esplanada e beber uma cerveja ou um café ao sabor do vento e fazendo contas a vida sempre poupo mais do que andar a viajar.

Deragnu disse...

Não estamos aqui para comentar o que os outros dizem, mas o que a ANA de Albufeira diz, é isso mesmo.

Mas quando circulava por Vilamoura, é de gritos, Ó da Guarda, aqui d'el Rei, não podemos parar, circular se perceberem que não estamos hospedados em algum hotel somos perseguidos e praticamente expulsos.

Vilamoura é um estado independente fechado aos portugueses aqueles que só que são gente. Já não se diz gente fina é outra coisa. Gente fina é quem tem no BI um grande $$$$. Apartheid puro e duro.

Anttónio

Joanna Pontes disse...

Boa tarde!

Proponho substituir a pergunta «Como gerir o orçamento de férias», pela verdadeira questão: «como fazer um orçamento para férias?» Na verdade, qual é a família que faz realmente um orçamento antes de iniciar a sua viagem?
Lanço um desafio: experimentem fazer, de facto, um orçamento global e depois, pensar se por acaso tivessem esse dinheiro na vossa mão, nesse preciso momento, o que é que faziam?! Iriam mesmo deitá-lo fora umas férias? Pensem o quanto importante poderá ser esse dinheiro daqui a meia duzia de meses, ou então, para ocmprar qualquer coisa que falta em casa...

César Valentim disse...

de nada...

Susana_V disse...

Olá Boa Tarde

Para usufruir de efectivamente de férias, e isto sem ter de carregar a mobília para uma casa alugada, isso não é descanso, é apenas mudança de ares. O que não é mau de todo.
O melhor seria ir uns dez dias para uma pensão, e conhecer a zona circundante. Isto quando não há crianças muito pequenas, que implicam refeições prévimente preparadas.

Uma sugestão: Pousada da Juventude de Vilarinho das Furnas, no Gerês

Susana Ventura

xaparrita disse...

boa tarde achei interessante a ideia de trocar residência para fazer férias. o testemunho da convidada pareceu-me sério. gostaria de saber qual a organização/empresa que apoia esta prática. obrigada pela ajuda.

manucha disse...

Quero felicitar o Sr.Pedro Rodrigues,gostei muito dos metodos apresentados, utilizo os mesmos com os meus filhos e garanto que resultam!
Fernanda,apesar de já se ter falado, gostaria de lhe pedir para falar novamente nos perigos do sol, principalmente para as crianças! Moro numa praia e continuo a ver familias com crianças pequeninas a chegarem á praia sem chapeus e por volta do meio dia,é inacreditavel!!

Deragnu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Deragnu disse...

O InterRail é um passe com o qual, jovens com menos de 26 anos podem viajar de comboio pela Europa, em 2ª classe. Para pessoas com idade superior é válido também em 1ª classe. Possibilita também viagens a preços especiais ou com reduções em determinadas companhias de navegação.

A flexibilidade do passe dá acesso a qualquer local na Europa.
O InterRail é um produto para qualquer idade sendo uma peça incontornável no "curriculo" de um jovem, pelas descobertas que possibilita e pela experiência única que normalmente proporciona.
Sud-espress
Lusitânia comboio Hotel

http://www.cp.pt/cp/displayPage.do?vgnextoid=79826e29d6b74010VgnVCM1000007b01a8c0RCRD

Afinal até temos comboios!!!

Temos que investir, certo, mas não me mandem areia para os olhos. A CP é um sorvedouro dos capitais públicos, sem controlo.

Anttónio

Maria Manuela disse...

Gostaria de pôr uma questão que me afecta pessoalmente em tempo de férias e não só. Como estou aposentada, costumo viajar só. Mas... não há programas! Tenho sempre que pagar taxa indivudual, ou seja,o dobro!Mesmo nas Pousadas, mesmo com Programa Idade de Ouro, fica incomportável. Porquê? Fico sempre muito prejudicada.
Agradecia comentários
Manuela Nascimento

Joanna Pontes disse...

Bom, eu também adoro viajar... sobretudo, enquanto são os meus pais a pagar!! Mas, se fosse eu a pagá-las, sinceramente, só de pensar naquele dinheiro todo e nas coisas incriveis que poderia fazer... enfim! ;)

Um resto de boas tarde a todos!

lobitas disse...

Sou mãe de uma menina com necessidades especiais, queria salientar a enorme falta de acessos á grande maioria de sitios para férias, é simplesmente vergonhoso, este país faz de tudo para nos arrastar para um "cantinho", pois é muito dificil gerir um orçamento nestas condições. Acabou o programa, estou a ver, no entanto era bom fazer um para férias para pessoas com necessidades especiais.
Tudo de bem e muito sucesso para o programa

João Monge disse...

Gostava de deixar uma sugestão para visitarem o EmocionalTur.

Estão lá todos os temas do programa de hoje.

http://www.partedepressa.wordpress.com

EmocionalTur o guia das suas Emoções. Quem nada conhece nada ama.

jose gomes disse...

EMISSÃO Nº 500: Gerir o orçamento de férias
ATÉ QUANDO AS FÉRIAS EXIGEM UM ORÇAMENTO?
O QUE É FÉRIAS?
O QUE SERÁ FÉRIAS NO FUTURO?
PORQUÊ SÓ ALGUNS TÊM ORÇAMENTO PARA FÉRIAS?

AG disse...

que a essas 500 se somem pelo menos mais umas 1000 !

Parabéns a toda a equipa: pela continua preocupação pela sociedade, tornando-a sempre, a cada dia, durante 1h30min, um pouco mais civil...

(:

---

Ana G.

lady_blogger disse...

Que bom que ainda tendes estes comentários em aberto. Eu não tenho tido net desde dia 10 de Julho. Net reposta, estou de volta!

Sobre este tema digo somente que quem não sabegerir o orçamento para o seu quotidiano nunca saberá poupar uns tostões para umas férias fora do comum. Porém há formas de aproveitar as férias sem ter de gastar muito, pois se vive numa localidade com praia pode optar por ficar na terrinha, ou se vive num local com muitos eventos culturais gratuitos, odem também ser uma boa opção para quem não consegue ganhar ou poupar um dinheiro para as férias.
Podem sempre encontrar algumas ideias no euronios.com
Boas férias!

CC

Maria Mendes

lady_blogger disse...

Parabéns por já estarem no ar há 500 emissões!

CC

Maria Mendes