terça-feira, junho 30

Férias mais baratas

Se faz parte do grupo maioritário de portugueses que só consegue tirar férias no Verão, já descobriu que nesta época os preços estão inflacionados. O ideal para poupar dinheiro seria fazer férias quando os restantes trabalham mas, não sendo isso possível, saiba que ainda há formas de fazer férias económicas no Verão, mesmo com uma família grande. Nesta emissão falamos de troca de casa com amigos ou até desconhecidos, em Portugal ou no estrangeiro. Programas de campismo, viagens de comboio, descontos associados a cartões e promoções na internet - tudo vocabulário utilizado pelos especialistas em estúdio que também vão ajudar a prevenir "engodos" que muitas vezes surgem como resposta a um apelo de ferias baratas.

Convidados:
Susana Albuquerque
, Secretária-geral da ASFAC
Rui Paulo Calarrão, Diretor do Departamento Cultural do INATEL
José Jaime Costa, Diretor da Evasões e Volta ao Mundo
Helena Alves, Presidente do IPJ

17 comentários:

sonhadora disse...

No Verão as pessoas procuram praia logo, o Algarve acaba por ser a 1ª escolha. No entanto, como conseguimos vender Algarve quando em Espanha (ex. Benidorm) as águas são mais quentes e os preços são mais baratos e já com refeições incluídas.

Parabéns pelo programa.

António Silva disse...

Olá boa tarde.
Já experimentei férias de todo o tipo (arquipélagos portugueses, países estrangeiros...), mas o que mais gosto de fazer é pegar no carro e na barraca de campismo e passear por regiões...
Em 2007 visitei Trás-os-Montes(gentes e locais)!
Em 2008 fiz a rota do Alentejo...
Este tipo de férias, são muito mais enriquecedoras e conhecem-se tantas pessoas diferentes... (não me venham com conversas de ir para locais onde todos "os tugas" vão: Algarve, Brasil, etc... não suporto...
Questão: Nestes meses há um aumento de pedido de créditos, por parte dos individados portugueses(todos com televisão por cabo ou satélite), não será isto a famosa crise!?
Abraço para vocês!

Jacinto Nicolau disse...

Fui a um dos programas do INATEL, tenho 71 anos. De facto o programa do INATEL foi apresentado compompa e circunstância e os folhetos eram de uma qualdiade gráfica assinalável, mas depois para reduzir custo colocaram-nos a comer pizzas. Sinceramente já não tenho idade para esse tipo de alimentação. Não seria preferível reduzir custo noutras coisas que não na qualdiade alimentar de pessoas já idosas e mais sensíveis?

Luis Seco disse...

Olá, Fernanda e parabéns por um dos poucos programas onde há tempo e elevação suficientes para tratar os mais variados assuntos.

Até ao momento ainda não falaram de uma forma muito fácil e acessível de programar férias: a internet. Tenho um site (www.fotoviajar.com) que criei para relatar as minhas viagens e ajudar a planear as dos cibernautas e onde, diariamente, me surgem pessoas que fazem buscas nos motores de busca com "como fazer um roteiro de viagens", "onde dormir no lugar x", "que documentos levar para férias", "como preparar uma viagem de carro", e outras buscas mais específicas. Acho que o planeamento online é neste momento uma óptima opção porque, para além de podermos ler sobre as experiências de outros viajantes e ver fotografias dos locais (ajudando-nos a decidir), também podemos comprar bilhetes de avião, comboio, museus, reservar hotéis, etc.

Só deixo mais uma sugestão. Viajar de carro pela Europa (ou norte de África) constitui uma aventura óptima para se viver sozinho, com amigos ou em família. E é tão simples reservar um quarto numa pousada da juventude. Ao contrário do que se possa pensar estas aceitam pessoas de quaisquer idades e há inclusivamente quartos para casais para além das habituais camaratas.

Desejo-lhe um bom programa e espero ter contribuído de forma positiva.

Luís Seco

José Alberto Summavielle disse...

Viva,
Por constrangimentos profissionais da minha mulher, desde alguns anos que apenas podemos fazer férias em Agosto.
Por gosto pessoal vamos sempre acampar o que nos permite usufruir de locais fabulosos a preços muito baixos. Aproveitamos a poupança para incursões gastronómicas que são muito do nosso agrado.
Os nossos destinos favoritos são as serras portuguesas (onde se destaca a Serra da Lousã), junto de praias fluviais.
Bom programa!

Rita de Cassia disse...

Boa tarde.
Antes de mais parabéns pelo Programa.
Gostava de saber porque somente os jovens tem o privilégio de obter o Cartão Jovem. Porque não se pensar em um Cartão para a utilização de pessoas com idades acima dos 50 anos ? Um Cartão Sénior com inumeras vantagens em transportes públicos, teatros, cinemas e porque não dizer albergues ? Atenciosamente. Rita Sargedas

João Cerveira disse...

De facto há Pousadas de Juventude com óptimas condições e a um preço excelente. Conheço 4 pousadas (Lagos, Almada, Évora e uma em Lisboa) e gostei bastante. Vejam a Pousada fantástica da Arrifana, Aljezur. Só pelas fotos dá vontade de reservar já! Prova que nem todos os investimentos públicos são maus :)

kinita disse...

Olá chamo-me Cristiana, tenho 17 anos e sou de São João da Madeira e sempre tive uma dúvida: os bilhetes de interrail contam a partir do país que se escolhe ou já conta do país de origem até ao país escolhido? Ou seja, se eu compro um bilhete para frança já posso utilisar o pass para ir para frança ou tenho de chegar lá de outra forma por minha conta?

Já agora, como sei qual o comboio que apanho? Uso qualquer um desde que tenha pass ou eles têm algo escrito que indique o interrail?

Muito obrigado.

ja agora deixo aqui um site muito interessante: http://www.interrail.net/

risquinhas disse...

Pretendo fazer ferias de carro pela Europa. Quais as melhores opções a nível de alimentação e estadia? Parabéns pelo programa.

kinita disse...

sobre a troca de casas... O que acontece se depois de fazer-mos a troca, xegar-mo a casa e encontrar-mos um senário totalmente destruido, ou algo roubado?

E como confia-mos animais de estimaçao ou plantas a pessoas desconhecidas?

algarvetraveller disse...

No primeiro semestre deste ano lectivo estive a realizar erasmus na roménia e em fevereiro, no regresso a Portugal, resolvemos fazer um interrail. Saimos da Roménia e visitámos a sérvia, croácia, eslovénia, eslováquia, áustria, rep. checa, itália e frança durante 3 semanas e gastei 750 euros. Férias baratas e visitando muitos países. Parabéns pelo programa.

Márcio Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joseph disse...

Sinceramente acho que o turismo rural e nacional é uma das melhores opções para quem não dispõe dos meios necessários para viajar para o estrangeiro. Podemos redescobrir o país e divertir-nos ao mesmo tempo, a um preço relativamente aceitável. Eu próprio já experimentei e foi muito agradável.

Bom programa. Parabéns

Caяiηa disse...

Será possivel encontrar um sitio barato para os jovens passarem uns dias?

algarvetraveller disse...

Kinita, para responder á tua questão. O bilhete de interrail só não funciona no pais de onde és natural. Logo no teu caso, k penso que sejas portuguesa, nãp funcina em Portugal

Nuvem Mágica disse...

Eu gostaria de saber quais os sites onde podemos consultar saldos de hotéis, viagens, etc. Já pesquisei com algumas palavras chave no google mas não encontrei...Obrigado :)

Tomar Camp disse...

Olá, boa tarde.
Venho sugerir que consultem o meu Blog: tomarcamp.blogs.sapo.pt
onde poderam conhecer um pouco da cidade Templária de Tomar, bem como do seu Parque de Campismo, reaberto em Agosto de 2009 após 6 anos do seu encerramento; fora conhecido como um dos melhores Parques da Europa, localizado bem no centro da cidade de Tomar.