quarta-feira, julho 15

Casa segura nas férias

No ano passado, a polícia registou um aumento de 63% dos furtos em residências nos meses de Julho, Agosto e Setembro. As férias levam-nos para outras paragens, deixando a casa para trás, muitas vezes sem qualquer medida de segurança. O regresso de férias pode significar uma dor de cabeça – mas há medidas para evitar um roubo ou acidente nesta época do ano. Há programas específicos das forças policiais, como o programa Verão Seguro, e recomendações dos Bombeiros para serem seguidas. Há empresas que por esta altura aumentam a oferta de equipamentos de segurança e uma serie de outros pequenos detalhes que podem fazer a diferença para um regresso tranquilo.
Convidados:
Comissário Paulo Flor, Diretor do Gabinete de Imprensa da PSP
João Carvalhosa, Coordenador Nacional do Dia Europeu dos Vizinhos
Rosário Cotrim, Diretora de Operações de empresa de segurança
Cecília Frazão, Departamento de Marketing de seguradora

2 comentários:

Rui Apóstolo disse...

Boa tarde e, antes de mais, os parabéns por este programa de utilidade pública.

Tenho duas dúvidas que gostaria de ver esclarecidas:

Primeiro, o velho hábito de deixar uma luz acesa, faz com que os ladrões pensem, que está alguém em casa, ou, por outro lado, faz a casa perceptível, em como está vazia?

Segundo, quais são, de facto, os meios eficazes e as medidas a tomar quando vamos de férias?

O meu muito obrigado,

Rui Apóstolo

Sérgio disse...

Olá, boa tarde.

Neste programa estava presente uma representante de uma empresa de segurança que dizia que a sua empresa comercializava um "kit" que tinha detecção de incêndio, inundação, fuga de gás e intrusão.

Alguém me sabe dizer que empresa e/ou kit se estavam a referir no programa?

Obrigado.