quarta-feira, setembro 30

Povos mediterrânicos: o que nos une?

Portugal vai reunir três associações de escoteiros num grande encontro que tem como objetivo a “troca de experiências de realidades semelhantes na zona mediterrânica”.
Uma região que nos últimos anos mostra sinais de união, nomeadamente no alargamento ao comércio e às atividades turísticas. A alimentação continua a ser partilhada pelos países do mediterrâneo, que se destacam no consumo de vegetais e frutos frescos, segundo o Eurostat. Queremos com este programa dar a conhecer a história e as potencialidades dos países no qual Portugal se insere.
Convidados:

Helena Cid, Nutricionista
Mário Ruivo, Oceanógrafo e Presidente do Fórum Permanente dos Assuntos do Mar
Maria da Piedade Rodrigues, Coordenadora XIII Encontro Mediterrânico da AISG - Associação mundial de antigos escoteiros e guias - e Presidente da Associação de Antigas Guias.
Rui Macedo, Presidente do conselho diretor da Fraternal de Antigos Escoteiros de Portugal

2 comentários:

Vitor disse...

De: Vitor Sousa

O que nos une, é a mesma visão de povos miseráveis, eternamente orgulhosos e desencantados.
Os descobrimentos foram somente acções de exploração económica.
Podemos constatar que nossas pescas estão em frangalhos.
Fui escuteiro nos anos 60, pude constatar que a filosofia era a mesma que a mocidade portuguesa.
Também as culturas da europa do sul são ligadas pela igreja católica, o que revela subdesenvolvimento no sacrifício.

sebmellovip disse...

Na verdade Portugal é um país Atlântico com uma gastronomia rica e variada que ao contrário de outros países tem vindo a ser melhor conservada e divulgada. O uso as saladas, azeite e vinho é o que parece ser comum à nossa cultura e à mediterrânica.