quarta-feira, maio 19

4ªs do Coração: alcançar o colesterol ideal

Dois em cada três portugueses têm colesterol alto. Muitos nem sabem que têm o colesterol demasiado elevado e descuram a alimentação e o exercício físico.
O facto é que o colesterol elevado é um dos principais fatores de risco das doenças cardiovasculares.
Um dos mitos mais comuns neste tipo de patologia é que só faz parte da vida dos mais velhos – mas cada vez há mais jovens a terem de ser reeducados na alimentação por terem o colesterol demasiado alto.
Impõem-se as seguintes questões: é possível controlar sem medicamentos? O organismo precisa de colesterol? Quais os alimentos proibidos? Quais os que devemos ingerir em mais quantidade? É verdade que o tomate é o melhor antioxidante para o colesterol? O que é o colesterol bom e o colesterol mau?
Neste Maio, Mês do Coração, o SC emite todas as quartas-feiras um programa sobre o tema, no ângulo da prevenção, com os melhores especialistas nacionais.

Convidados:
Francisco Correia Júnior
, Médico Cardiologista
Paulo Rocha, Professor da Faculdade de Motricidade Humana
Nuno Borges, Nutricionista
Cristina Camões, Farmacêutica e membro da Direcção ANF

25 comentários:

Partido de Todos os Portugueses disse...

Se o colesterol está alto?
Não está bem baixo e perigoso!
O HDL baixo é tão ou mais perigoso do que colesterol total elevado.

Ter um Colestrol com 1 metro e 20 também não é bom...

lurdes disse...

É verdade que comer ananás depois de ingerir gordura ajuda a elimina-las?

A falta de ingestão de água mantém mais a gordura no organismo?

Comer Caviar ajuda a regenerar o fígado? logo o fígado gordo não produz tanto colesterol ?

Vitória disse...

Na introdução do programa diziam que para controlar o colesterol basta fazer exercício...
Tenho dúvidas. Nunca gostei de enchidos gorduras...
Desde 23 anos só uso becel, raramente como fritos sigia religiosamente as dicas do professor Pádua. Quando aos 42 anos percebi que tinha colesterol elevado fiquei em choque e até revoltada.
Só com regime de alimentação macrobiótica passei de 269 para 205. Exercício físico sem pratiquei, para além do trabalho predominantemente de pé. Hoje com 58 anos o colesterol está nos 230 ainda que com valores elevados do bom colesterol (65). Gostaria de saber o que posso melhorar já que continuo as fazer 2/3 horas de dança latina/semana e pratico regulamente pedestrismo?

maria amélia disse...

Quais as consequências da colecistectomia (operação à vesícula) para os níveis de colesterol no sangue?

maria, lisboa

Fonseca disse...

Boa tarde a todos:

Eu tenho quase 40 anos e, apesar de uma alimentação mais ou menos saudável, peso normal(mas quase em excesso) e bons hábitos (não consumo álcool), estava com o colesterol elevado sem saber. Na Páscoa e a seguir andava mais descuidada: comi mais doces, queijo, enchidos e fritos e, desde o Natal, aumentei 3 kilos de peso... mas nunca abusei do sal, embora muitas vezes nos restaurantes há excesso de sal nos alimentos, e nos produtos que compro já confeccionados, todavia em casa uso o mínimo, opto por ervas aromáticas.
Mas até a pílula contraceptiva aumentava-me o mau colesterol! Eu sabia que devia ter mais cuidado na alimentação e fazer mais exercício, mas os médicos receitaram-me algo hormonal há uns meses sem ligarem ao que eu lhes disse: há 2 anos que não fazia análises e que tinha tendência para o colesterol alto e algumas varizes. Resultado: tive uma pequena tromboflebite que afectou-me a "barriga da perna", que dizem estar muito ligada ao coração, e até me assustaram dizendo que em casos mais graves podia afectar os pulmões e morrer. Estive duas semanas a injecções na barriga para tratar a tromboflebite, acho que o sangue estava grosso, e desde então, tenho mesmo cuidado com a alimentação. Uso meias de descanso e gel para as perna "Venoparil Gel", evito saltos dos sapatos médios e baixos.
Parece-me que o meu problema é genético, mas sobretudo dos maus hábitos alimentares que tinha, por desleixo dos meus pais, em casa na infância e puberdade.
Agora, bebo leite magro, quase nem como queijo, evito produtos de charcutaria, só uso manteiga de soja e magra, já antes comia pouca carne (era à base de aves e coelho), agora como mais legumes e peixe, também quase nunca como doces e faço mais exercício.
Porque não quero que me afecte o coração.
O meu pai andava sempre com os níveis de colesterol elevados e não cuidava da alimentação até que lá para os 55 anos a saúde piorou e só aos 60 anos começou a tratar-se do Parkinson que já tinha há alguns anos atrás, pois não aceitava a doença. Ainda tomou comprimidos para baixar o colesterol e piorou. Havia um medicamento prejudicial que era nocivo e foi tirado do mercado ( acho que era o Lipoby, salvo erro). Desde aí, não consigo sequer aceitar a ideia de tomar medicamentos para este problema, acho que é mais saudável as medicinas alternativas, como a acupunctura, por exemplo, é pena ser tão cara e não comparticipada pelo Estado.
Sabiam que a melancia é um óptimo fruto para a circulação sanguínea e como tal, para o coração? As nozes também são boas. E dizem que a cerveja também, mas eu bebo sem álcool e muito raramente.

Concordo com o lema da prevenção: "mais vale prevenir que remediar!"

Gostava que respondessem a estas duas questões, por favor:

O colesterol alto pode aumentar também as possibilidades de vir a sofrer de Parkinson?
A contracepção "química" aumenta o colesterol?
É verdade que as mulheres depois da menopausa, ficam mais susceptíveis a problemas cardíacos?

JB disse...

São de facto as estatinas uma opção dados os enormes efeitos secundários previstos? Não há demasiadas farmacêuticas metidas ao barulho? O ganho é superior ao risco?

Fonseca disse...

E os iogurtes líquidos e margarinas que dizem reduzir o colesterol? Acho que é mais uma mentira...
Cumprimentos,
Eugénia

Miguel disse...

Eu tenho colesterol alto,ou pelo menos da ultima vez que vi tinha 230.tenho 31 anos e um pouco de excesso de peso.quando fui ao medico achei engraçado que a primeira coisa que vez foi passar medicamento.porque?não seria mais aconselhavel pedir para fazer exercicio ou melhorar alimentaçao?agora ando de bicicleta e ainda nao voltei a medir o colesterol.espero que o meu colesterol nao seja muito grave.o que achei tambem esquisito e ter acido urico alto quando eu nao bebo quase nada e nao como pequenezas ou molhos.

Lurdes Alves disse...

Qual a influência de triglicerideos altos versus colesterol.E colesterol baixo triglicerideos altos?
Qual o risco.

Antístenes disse...

Boa tarde,
o colesterol é uma molécula essencial às células animais - as vegetais não o têm - pois sem ele morrem.

O figado produz a maior parte desta molécula que é, injustamente, acusada de causar problemas.

Aquilo a que se chama "colesterol" não o é!

HDL high density lipoproteins ou LDL low density lipoproteins são moléculas transportadoras da molécula colesterol e não o próprio colesterol!

Logo, chamar-lhes "bom ou mau colesterol" não é quimicamente correcto!

Portanto o problema está nos transportadores e nos lípidos do sangue, e não na molécula "colesterol".

Quanto às gorduras vegetais não têm colesterol.
Logo, o nº. de frituras é irrelevante para o colesterol do alimento que foi frito.
O problema das frituras multiplas está relacionado com a degradação dos lípidos.

Ju disse...

Existe relação de colesterol elevado e o uso continuado de corticoides? obrigada

Fonseca disse...

Também ouvi que o chá verde era bom...E o chá de pau de arco e de erva mate? Também faz bem, não faz?

lulinho disse...

boa tarde,

Sempre ouvi dizer, que o consumo de ovos se deveria restringir a um por semana.

Vi agora no vosso programa que 11% da população consome diariamente este produto

gostaria de saber quais os riscos do consumo excessivo deste produto.

sérgio Barradas

Patricia disse...

Quais os niveis de colesterol aceitaveis nas crianças??

Alcina Nogueira disse...

Boa Tarde,

Gostava de acrescentar a alimentação light que muitas vezes as pessoas consomem para se auto-desculparem e que esquecem as calorias associadas não apenas em número, mas no tipo de nutrientes nomeadamente os hidratos de carbono, que em excesso aumenta a reserva a nível muscular e não só...

Isabel disse...

tenho um elevado teor de HDL e um normal teor de LDL o colesterl total no entanto ultrapassa o valor recomendado, é perigoso?
Por favor comentem a afirmação feita pela Eunice

Antístenes disse...

O azeite é uma "gordura cis".

Antístenes disse...

As gorduras TRANS têm este nome pela posição da cadeia carbonada em torno duma ligação dupla entre 2carbonos - chamada de "ligação insaturada". Daqui chamarem-se "gorduras insaturadas" as que têm esta ligação dupla na cadeia.
As gorduras insaturadas boas são as "CIS".

Fonseca disse...

Esqueci-me de sugerir: não coloquem açúcar nos chás, tira o efeito benéfico e engorda! Há anos que não coloco açúcares e já antes era o mínimo e em forma de mel.
Eu uso, de vez em quando, medicamentos anti-histamínicos, não me lembrava que afectava o colesterol...

Errata: (não se riam...)
Mais acima, enganei-me a escrever acerca dos sapatos, queria dizer que não uso sapatos com mais de 5 cm de salto. Li algures que faz mal à circulação, aos pés,se forem muito estreitos e bicudos, e à coluna vertebral.

Isabel disse...

se o colesterol total está elevado devido à contribuição de um alto HDL e um normal LDL é preocupante?
Obrigada

Rishi disse...

Faz sentido admitir que o consumo de cereais integrais, aumenta a probabilidade de absorção de fito-farmacêuticos (pesticidas,insecticidas,fungicidas),
pelo facto de serem ingeridos com casca, onde estão as maiores concentrações dos mesmos?

Obrigado

Oscar disse...

Meu nome é Óscar, tenho 39 anos e faz hoje duas semanas que tive um enfarte do miorcado. Gostava de saber qual é a quantidade de azeite que deveremos consumir por dia e qual é o risco de quem teve um enfarte de vir a ter um AVC.

Ritex disse...

Estive a ver o programa e reparei que recomendaram algusn livros, mas não tive tempo de apontar os títulos... Alguém apontou a bibliografia?

Obrigada!

Pinto da Costa disse...

Agradecia a informação sobre qual a diferença efectiva entre o colesterol (LDL) e a calcificação das artérias. Tenho uma calcificação a 30% e sintomas. No entanto o médico não deu solução, dizendo que só é preocupante a partir dos 50%.

Amar e ser amado é a melhor solução, mas neste mundo “interceiro” actual é impossível, ah! e ter um razoável emprego!?

Como obter a informação se não estou a ver TV, pois tive de vir a um espaço Net para enviar esta msg.

O Primitivo disse...

Algumas ideias sobre colesterol - http://www.canibaisereis.com/tag/colesterol/