quinta-feira, junho 24

Boa imagem = sucesso profissional?

Está cientificamente provado que quem tem boa figura vinga mais facilmente na carreira. Mas o que é que se entende por “boa imagem”? É acompanhar as tendências? Vestir roupa da última colecção? Ter um sorriso branqueado?
E quando se está à procura de emprego, como podemos usar o argumento da imagem a nosso favor? O que conta na hora de contratar? Conta mais a competência ou a aparência?
Os melhores especialistas aconselham e dão dicas para ser bem sucedido numa entrevista de emprego.

Convidados:
Xana Nunes
, Directora-geral de agência de comunicação
Z. Biscaia Fraga, Especialista de Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética
Isabel Viegas, Diretora-Coordenadora de Recursos Humanos de Banco
Manuel Albano,Vice-presidente CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género

16 comentários:

Vitor disse...

Sou considerado pelos outros, que tenho uma excelente imagem.
Mas isto realmente só interessa, se seguir uma profissão de modelo.
Sou Licenciado com boa média de curso e experiência profissional, tenho enviado montes de currículos e ido a várias entrevistas, e até agora nada.
Cheira-me, que isto é mais uma manobra para desculpar a carência efectiva da economia, e o consequente desemprego em Portugal.
Temos sido governados por incompetentes ou vigaristas.

Joel Pinto disse...

Mais até do que uma boa imagem, todas as pessoas devem saber expressar-se correctamente respeitando a nossa língua. De que me adianta ter uma imagem fantástica, se numa entrevista de emprego cometo um daqueles atropelos crassos ao nosso português?

Pedro_D disse...

Depende de que boa imagem, se fala. Há boa imagem e há causar boa impressão, boa imagem pessoal. Não sou hipócrita, claro que a beleza física exterior é apelativa, mas ñ é tudo. No trabalho, deves ser contratado pela capacidade profissional e ñ pela aparência física, excepto q seja um trabalho, q trabalhe com a imagem física. Mas lá está, prefiro causar uma boa impressão da minha pessoa, pq beleza é subjectiva.

João disse...

JOÃO

Uma boa imagem facilita o acesso e o sucesso mas não substitui a competência.
Uma boa imagem é ter um sorriso Pepsodent não ser calvo e ter umas feições uniformes.
Algumas empresas de publicidade refinam ainda mais a contratação de manequins com padrões previamente definidos roçando até o erótico, tudo depende da área.
Se meterem o brad pitt ao lado do tino de rãns a calceteiros produzem e ganham o mesmo.

rent disse...

Boa tarde,
Acho interessantíssimo estarem a abordar este tema no vosso programa. Sou finalista de arquitectura e de momento procuro estágio, e penso que a imagem é realmente muito importante na hora da decisão, no entanto acho que uma boa imagem sem uma atitude que acompanhe essa imagem poderá resultar num autêntico "fiasco". Penso que é muito importante ser-se espontâneo de forma a que a imagem geral não pareça artificial e isso só se consegue quando a imagem que aparentamos é aquela com que nos sentimos bem e que tem tudo a ver connosco (claro que é necessário adequa-la à situação em questão).
Cumprimentos a todos os presentes,
Isabel Aires

Miguel Antunes disse...

Boa tarde Fernanda.

A imagem é sem dúvida muito importante em Portugal. Tal como já foi dito no programa, a imagem de uma pessoa representa a imagem da empresa que representa.

Mas há que dizer que em Portugal a mentalidade também é algo mesquinha a esse respeito: alguém que use fato consegue tudo (ainda que seja um grande burlão). Em Londres, podemos enrar num banco e termos alguém com rastas ou piercings a atender-nos ao balcão. Valoriza-se mais a pessoa pelo que é e pela sua competência, e não tanto pelo que parece.

Obrigado e boa tarde.

Miguel Maia disse...

Boa tarde!
Obrigado por mais um muito interessante programa!

Ao ver-vos lembrei-me de um sábio. Vejam:

Sérgio Godinho : Arranja-me um emprego (Letra e música)

Tu precisas tanto de amor e de sossego
- Eu preciso dum emprego
Se mo arranjares eu dou-te o que é preciso
- Por exemplo o Paraíso
Ando ao Deus-dará, perdido nestas ruas
Vou ser mais sincero, sinto que ando às arrecuas
Preciso de galgar as escadas do sucesso
E por isso é que eu te peço

Arranja-me um emprego
Arranja-me um emprego, pode ser na tua empresa, concerteza
Que eu dava conta do recado e pra ti era um sossego

Se meto os pés para dentro, a partir de agora
Eu meto-os para fora
Se dizia o que penso, eu posso estar atento
E pensar para dentro
Se queres que seja duro, muito bem eu serei duro
Se queres que seja doce, serei doce, ai isso juro
Eu quero é ser o tal
E como o tal reconhecido
Assim, digo-te ao ouvido

Arranja-me um emprego
Arranja-me um emprego, pode ser na tua empresa, concerteza
Que eu dava conta do recado e pra ti era um sossego

Sabendo que as minhas intenções são das mais sérias
Partamos para férias
Mas para ter férias é preciso ter emprego
- Espera aí que eu já lá chego
Agora pensa numa casa com o mar ali ao pé
E nós os dois a brindarmos com rosé
Esqueço-me de tudo com um por-do-sol assim
- Chega aqui ao pé de mim

Arranja-me um emprego
Arranja-me um emprego, pode ser na tua empresa, concerteza
Que eu dava conta do recado e pra ti era um sossego

Se eu mandasse neles, os teus trabalhadores
Seriam uns amores
Greves era só das seis e meia às sete
Em frente ao cacetete
Primeiro de Maio só de quinze em quinze anos
Feriado em Abril só no dia dos enganos
Reivindicações quanto baste mas non tropo
- Anda beber mais um copo

Arranja-me um emprego
Arranja-me um emprego, pode ser na tua empresa, concerteza
Que eu dava conta do recado e pra ti era um sossego

Comércio Electrónico disse...

boa Tarde, sem duvida que a imagem é importante.
fui entrevistada para estágio numa loja de desporto e o facto de ir com roupa desportiva era fundamental.
mas as perguntas efectuadas eram algo estranhas. "se vi-se a sua mãe a roubar, denunciava-a?" " e denunciava uma pessoa tao proxima?" acho que nao é adquado. e embaraça o entrevistado.

ana paula disse...

Boa tarde a todos!
Acho importante ter uma boa imagem. Sou professora de matemática e tenho uma imagem completamente diferenciada de um professor de matemática. Acho importante para os alunos perceberem que gostar de matemática não quer dizer está escondida atrás de um par de óculos ou ter uma imagem descuidada. Aposto numa boa imagem e isso reflecte positivamente no resultado que tenho em relação ao aprendizagem dos meus alunos.

david disse...

Realmente é importante que o modelo ou o actor tenha o factor X, mas se esse modelo ou actor não se inserir nos padrões que o mercado nos exigem minguem nos vais contratar.
Existe um modelo estereotipado com o qual temos inevitavelmente de tentar alcançar, caso contrario corremos o risco de ficar no desemprego ou de nos rotularem para um papel especifico, ou para uma marca especifica.

john_faria disse...

acredito piamente que a imagem é, nos nossos dias extramamente importante. no entanto, e ainda em relação aos piercings e ás tatuagens, a minha geração é e será a nova onda de colaboradores a empregar. sendo que esta se trata de alguma forma uma forma de expressão, não será a rejeição profissional com base nesses conceitos uma forma de descriminação?afinal, não deverão ser as empresas empregadoras a deverem adaptar-se ás novas tendencias e não o contrário? se as novas tendencias são aceites pela maioria da população porque não ha-de ser aceite pelos empregadores?

vera disse...

A imagem depende do trabalho que se tem. Embora tente andar sempre com bom ar, como fiscal de obra nem sempre consigo uma imagem 100% feminina uma vez que evito decotes e óbvio que os sapatos giros de verão ficam de fora em virtude de umas biqueira de aço.
Mas sem dúvida que a imagem e um sorriso simpático continuam a ser a chave mestra do sucesso.

Joana Costa disse...

Boa tarde,
Estou a assistir a vosso programa que acho muito interessante.
Na minha opinião a aparência fisica é fundamental numa entrevista de emprego, mas mais do que isso contam as ideias, a personalidade e a motivação do potencial candidato.
Julgo que podiam tambem abordar no programa, como manter as pessoas "bonitas" i.e. a responsabilidade social das empresas enquanto empregadoras - fazer com que as pessoas estejam motivadas e felizes no seu local de trabalho. De que adianta contratar alguem super motivado se a seguir a empresa não tem condições de trabaho.
Existem no nosso pais muitas empresas que apregoam a responsabilidade social mas que depois violam grosseiramente a legislação de trabalho e as condições de higiene e segurança no trabalho.
obrigada.

Ricardo disse...

tudo existe em reverso
quando se fala da imagem a cegueira é muita
ninguem se acha escravo dos outros

ninguem ve que a beleza da imagem esta no observador

o "power point" no que toca a uma professora como foi exemplificado
é o proprio individuo.
ou seja é o proprio individuo que primeiramente define a sua imagem
o seu mundo apenas espelha essa "apresentação" quando visto o "power point" ser ignorado
o ser define.se pela percepção dos outros maior que si
automaticamento é rejeitado .. a apresentação torna-se inferior
isto é o que se chama "ver em separação"

pode se comprovar em pessoas que segundo o sistema de beleza sao feias.
simplesmente como dentro de si isso não é aceite.. por fora no seu mundo nada existe que o confirme - ninguem o ataca

"power point - visao interior de si mesmo"
é exactamente o que se passa com o outro exemplo dado como espelho. o profissional de sucesso ter melhor aparencia... não é nada mais nada menos do que olhar a si mesmo como válido, por ter tido sucesso. isso automaticamente projecta.se no seu mundo. é o exemplo contrario ao da professora em que o power point... não é usado para auto estabilidade.

ou seja o ponto realmente fulcral e que importa saber é que...
"beauty is always in the eye of the beholder"
beauty is not real. it is an ilusion...
implica .. percebe-se que; a sociedade vive uma ilusão.
vive e cria a polaridade.. é nestes termos que consciencia humana existe
sempre em polaridade.. VIDA em pura expressão incondicional simplesmente não é permitida
e como foi dito no inicio... o seres em sociedade julgam que andam a viver...
ou seja, tudo existe em reverso.
no fundo andam apenas a escravizar-se e a recriar um sistema de percepções e aceitações que é maior que eles individualmente (crença) eles é que se tornam pequenos ao julgar que existe algo maior que eles.
(falado em termos de beleza) escravidão da beleza é tida e vista cegamente como vida e aspiração ultima. simplesmente ridiculo.
no entanto o power point (apresentação) é interior. não exterior.
O interior determina a vida que vivemos. nao o contrario (crença que todos discutem no programa como aceitação = "deus"= consciencia)
o grande trabalho em discussão que está em falta é feito nesses termos.

manuelantonio disse...

Viva. Penso que é uma pena associar a imagem de uma pessoa com a sua competência e ou capacidades. Se repararem no meio da música está-se a promover a imagem em contrate com a qualidade, parece-me óbvio. Serão as aparências assim tão importantes. Desculpamos a incompetência de uma pessoa só porque ela tem boa aparência? Estamos, no meu entender, a deturpar os valores que devíamos valorizar mais - a competência laboral, o profissionalismo, as capacidades inerentes ao trabalho. As aparências são fúteis, estereótipos da nossa imaginação alimentados pela ignorância e pela ficção.

Sobreviver.....dia após dia disse...

Que raio de sociedade é esta em que vivemos.........a imagem conta mais do que tudo.Agora que "naufragamos" nesta crise global,não é só mudar a Europa que temos, o mundo que temos, mas as mentalidades, e isso é mesmo o mais dificil.
........cada vez que vejo os nossos deputados de fato e gravata!!!!!Tambem é para melhorar a imagem? Olhem o conceito que a maioria dos portugueses têm acerca deles(gente que nada faz, malandros, calaceirões, etc)