quarta-feira, junho 13

Santo António ainda é casamenteiro?


Em 2011 houve menos quatro mil casamentos do que no ano anterior. A quebra mais significativa desde 2004.
Neste dia de Santo António, o Sociedade Civil junta os melhores especialistas e faz uma análise desta tendência demográfica no país.
O certo é que um casamento tradicional custa milhares de euros, motivo que pode afastar os mais apaixonados.
Estaremos realmente perante uma mudança de mentalidades e de costumes? Ou que outros motivos podemos apontar para esta quebra no número de uniões?
Terá o santo casamenteiro perdido o poder de juntar casais?

1 comentário:

Daniel Martins disse...

Quando é que os casamentos de Santo António vão estar abertos a casais do mesmo sexo? Tratar as pessoas de forma igual é dar-lhes acesso a todo o tipo de direitos..

A Igreja, que tanto apregoa pelo respeito pelo próximo, deveria ser a primeira a defender os valores da igualdade..