quinta-feira, novembro 19

Histórias da lua nova

Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse, Amanhecer: livros que trouxeram o mundo dos vampiros de novo para a ribalta. Drácula renasce igualmente pela mão do sobrinho-neto de Bram Stoker, que escreve a sequela a partir de notas manuscritas do autor deste clássico. E até conceituados escritores portugueses se renderam ao tema dos mortos-vivos.
A “crendice” popular deu lugar a um verdadeiro culto em todo o mundo. O cinema também não resiste a este tema e os vampiros são, hoje em dia, figuras sexy que povoam os ecrãs. Mas afinal o que leva tanta gente a interessar-se por estes seres que vivem de noite, temem crucifixos e alhos e adoram morder um pescoço? Será a sua imortalidade o factor que mais fãs conquista? Ou vivemos ainda com medo das criaturas da noite?

Convidados:
José Garrucho Martins
, Sociólogo
Ana Paula Tavares, Escritora e colaboradora no livro Contos de Vampiros
António Pascoalinho, Professor, crítico e historiador de cinema
Pe. Inácio Belo

26 comentários:

Vitor Frazão disse...

O fascínio por vampiros não é novo, aliás para o sucesso de livros mais recentes, assim como para a visão mais humanista dos vampiros, muito contribuíram a autora Anne Rice e o conhecido RPG “Vampire” da White Wolf.

A base do sucesso está precisamente nessa interpretação dos mitos e lendas. Os vampiros dos livros de hoje são pessoas vulgares que foram livres dos grilhões das regras sociais e morais, assim como da mortalidade. Basicamente, colocando a questão: o que farias se não tivesses de seguir regras e pudesses viver para sempre?

Além do mais, não nos pudemos esquecer que toda a mitologia vampírica e em particular as secções aproveitadas pela actual cultura popular têm um forte cariz sexual.

http://cronicasobscuras.blogspot.com/

Juanlusz disse...

Olá Fernanda, olá Portugal. Chamo-me Juanlusz e sou professor de português língua estrangeira em Mérida, na Extremadura espanhola.
No meu blogue pedagógico Escolaugusta, publiquei agora em Novembro um micro-conto e um slideshow "crepusculares" ;-) A história, inventada, acontece em Alcobaça. Nem sempre hão de ser os grandes filmes e os grandes livros os "veículos do medo" ;-) Espero que gostem.
Um abraço e parabéns pelo programa. Recomendo aos meus estudantes. Eles adoram.

Juanlusz disse...

Olá outra vez, sou o Juanlusz. Esqueci mandar o endereço do blogue:
http://escolaugusta.blogspot.com/
Já agora, aproveito para mandar o micro-conto:
"Perto da apaixonada Alcobaça, lá onde o Casal do Abegão encontra o fértil campo, na Rua da Capela, há uma cruz em pedra que lembra como, há muitos anos, João Sombra matou o seu cunhado António Careto, à enxadada. Há quem diga que foi por ciúmes; outros, por brigas acesas depois de uma herança mal herdada; há pessoas que afirmam que os cunhados vinham com os copos, de candeias às avessas. Da imaginação ousada de alguns vizinhos voam palavras a sugerir que, nas noites frias de Novembro, (já as encarnadas maçãs não enfeitam as maternais árvores) o espírito de João Sombra anda por aquelas terras, de enxada às costas e garrafa na mão ...".
Em último lugar, Fernanda, para quando um programa sobre o ensino e a aprendizagem do Português Língua Estrangeira, em Portugal e em Espanha? ;-)
Abraço.

Portugal Decosta disse...

Gostaria de lembrar que a ideia dum "vampiro bom" não é nova. Na já clássica serie "Buffy - The Vampire Slayer" a heroina era ajudada por um vampiro regenerado e bem parecido. Quanto ao bom aspecto dos vampiros isso é inerente a estas personagens desde Drácula, pois ao ataque do vampiro está associada sedução e sensualidade.

joana disse...

Muito Obrigada pr abordarem este assunto.
Eu sou fã da Saga Luz e Escuridão, e sinto-me triste por em Portugal nao se falar nada sobre este assunto.
Mais uma vez obrigada

Pedro Glória | disse...

Tal como outras tradições pagãs que foram deturpada e/ou adaptadas pela cristianização, também a imagem dos vampiros foi deturpada. Histórias sobre vampiros são bastante antigas e aparecem na mitologia de muitos países, principalmente dos da Europa e do Médio Oriente, na mitologia da Suméria e Mesopotâmia, onde surge como filho de Lilith, se confundindo com Incubus. Contudo as referências mais antigas a seres vampíricos vêm do Antigo Egipto, destacando-se nesta mitologia a sanguinária Sekhmet e o Khonsu do Pre-Dinástico, como é bem visível na tradição vampírica da Aset Ka. (in wikipedia)

CookieArmstrong™ disse...

Olá Fernanda , não concordo com o pequeno anuncia que passas-te , com os MoonSpell , porque não são a unica banda Goth Punk , simplesmente mais uma .
O uso de roupas , pretas , colares de picos , etc , não faz de uma pessoa vampiro , alis eu uso !
É preciso também dizer que o '' Crepusculo '' é um filme de vampiros , mas não é um filme violento !
Até porque o ROB , é muito solicitado pela a sua beleza e não por ser um '' vampiro '' .
Beijos , fiquem bem =)
Punks not dead +.+

Danyela ☾ disse...

Devido aos livros de vampiros, não que sejam sobre vampiros, mas por ser um tema interessante dos tempo de hoje, leva a muitos adolescentes a lerem e isso faz muito bem, que foi o meu caso, eu detestava ler, mas após descobrir crepusculo eu queria saber a continuação e só pensava: Quero mais e mais e fui obrigada a ler os restantes livros e amei, agora adoro ler livros e quanto mais grandes eles forem melhor, principalmete se for sobre vampiros.
Já li os dois livros que existe em portugal da casa da Noite (marcada e traída) e estou ansiosa pelos restantes.

Parabens pelo exelente programa.
Daniela

Helder disse...

Em Portugal já existem varios movimentos/grupos de vampiros..

são grupos em crescimento graças a internet e filmes...

a realidade é diferente do que dizem...

pena nao haver alguem do movimento no programa

CookieArmstrong™ disse...

*anuncio
*alias

Helder disse...

Vampiros??? Nos grupos que existem são é pessoas que não tem lugar nenhum na sociedade!

Pessoas revoltadas que so vêem sangue À SUA frente!

Ticha_VG disse...

Olá.

Fazendo parte de um blogue alusivo a esta temática não posso deixar de ver este programa e de agradecer por abordarem este tema. Fiz também questão de divulgar o programa no nosso blogue, como podem ver aqui: http://volturiguard.blogspot.com/2009/11/vampiros-no-programa-sociedade-civil.html

Continuação de bom trabalho.

Patrícia Moreira (Administração Volturi Guard).

Helder disse...

A historia dos vampiros é so para vender!

Pedro Glória | disse...

Meus caros,

Estão apenas a referir-se á história após a cristianização.

Não esqueçam a história antes da cristianização.

Todos os símbolos de que falam vêm das religiões pagãs anteriores á cristianização.

Foi a cristianização que as adaptou e/ou deturpou.

Beatriz Pereira disse...

Tenho 20 anos e sou o público-alvo desta nova ideia dos Vampiros. Gosto imenso de ler, cinema e tv, e os vampiros não me passaram ao lado. Começando por Buffy, Twilight, Marcada, Vampire Diaries e a minha preferida, que ainda nao foi referida no programa, a série True Blood, já com 9 livros publicados em inglês. A actriz principal ganhou o Emmy para melhor actriz, a Anna Paquinn, que também tem um oscar, e isto mostra logo a cultura imensa atrás dos vampiros, a excelência desta série.

Beatriz Pereira

Beatriz disse...

E true blood?! Vampiros com alternativa, não?
Quanto à Buffy, a caçadora era ajudada por um vampiro "bom" que, curiosamente, dava pelo nome de Angel e com quem ía andando aos amassos embora também existisse o vampiro "mau" com quem a rapariga dava umas "voltinhas".
Li toda a colecção do Twilight mas, mais do que o amor entre a Bella e o Edward, é a personagem do jovem vampiro que cativa, aquela ideia "ai... se todos os homens do mundo fossem assim... (mesmo com presas...)"

Vsg disse...

Boa tarde,

Eu sou uma jovem de 24 anos e "devorei" os livros da saga crepusculo em poucos dias.
Uma colega minha de 50 anos, aconteceu-lhe exactamente a mesma coisas.. Isto não é só para adolescentes..
Estes livros.. conseguem "prender" uma pessoa de tal forma com a história.. que não conseguimos parar de ler.
As histórias de vampiros não de agora, é verdade, mas a escritoria com esta história criou digamos, uma versão diferente de vampiros.
Pequenas diferenças que os torna especial!

Danyela ☾ disse...

Bem ja deixei aqui um comentario, mas queria apenas dizer o quanto acho importante ler (mais uma vez) e relembrar a minha deixa, já que li o Amanhecer (que á bocado estavam a contar as paginas) e é muito grande, eu li-o em apenas 2 dia e adorei, neste momento ja li a saga toda umas 5 vezes e sem parar, amo esta saga e entre outras, inclusive a Casa da Noite.

Devido ao tema eu divulguei no blog do TP (Twilight Portugal) http://twilightportugal.blogs.sapo.pt o vosso programa, já que faço parte da equipa.

Muitos parabens pelo programa.
Daniela Cristovao

Mara disse...

Boa tarde,

Para começar gostava de lhes dar os parabéns pelo programa.
Eu sou uma adolescente que raramente lia. Sentia curiosidade em relação á saga da stephenie Meyer, e comecei por ler o primeiro. Posso dizer-lhe que o li em apenas um dia. Como practicamente, todas as pessoas que leram o primeiro, tive de ler os restantes. Graças a eles adoro ler, não só sobre vampiros.
Acerca do vestimento, acredito que um adolescente tenha alguma dificuldade em "descubrir-se" a si mesmo. Vestirem-se de preto ou ,como seja, é apenas uma das fases de descubrirem-se. " è mais fácil saber quem se quere ser, do que quem se é realmente." Não acredito que tenha muito a haver com vampiros.

Obrigado

Sylvie disse...

Boa tarde! Eu sempre tive um grande fascínio pelo vampiros!
A amor entre eles é sempre tão verdadeiro e eterno! é uma visão muito romântica...
Cmp
Sylvie

Sylvie disse...

E porque não sonhar? e porque não abrirmos um livro e deixarmo-nos levar por toda aquela mítica, por todo aquele mundo vampiresco?
:)

Sylvie disse...

A série True Blood é linda!

Sociedade Civil disse...

os livros são um universo adverso ao real, mas de certa forma igualmente verdadeiro. Já li o crepusculo cerca de 28 vezes, a lua nova cerca de 20, o eclipse 15, e o amanhecer 14
ines/ por mail

Sylvie disse...

Peço desculpa pelas minhas intervenções soltas e já fora de horas acontece que estou a ver o programa só agora (em diferido) e não consigo deixar de comentar o que vou vendo.
Quero dar os meus parabéns ao jornalista, pela selecção musical que fez! Theatre des Vampires, Moonspell e Bauhaus! (das minhas bandas preferidas!). Claro que há muitas mais!...

OFF TOPIC
É uma pena este blog "morrer" assim que acaba o programa!

Sylvie disse...

Detesto a série Buffy. Não tem qualidade nenhuma!

A Fernanda tem razão quando diz que assim ao menos toda a gente lê muito mais livros! concordo! :)

Ultimamente só se fala em vampiros porque é moda. Vem de fora. Aliás segundo me parece lá fora já é "out" ;)
Acho que "esta onda" dos vampiros é mais ou menos como a recente comemoração do Halloween! veio de fora também. Cenas á Americana lol
:)

Cmp a todos.
O programa foi, como sempre, muito bom!

l.miguens disse...

Vampiros! Adoro-os! Tenho 14 anos e o meu fascínio por vampiros não veio da saga Twilight (apesar de adorar o filme e os livros, li os 4)! Começou com Blade, aos 10 anos, mas já não é o meu favorito! Depois, aos 13 anos começei a ver o Moonlight, uma serie de vampiros transmitida pela FOX e o Angel! E depois, veio então, o maravilhoso Twilight! Abraços e beijos para todos os Amantes dos Vampiros!! =D