segunda-feira, maio 6

Que curso escolher?




Escolher um curso foi sempre uma decisão determinante, mas o atual mercado de trabalho leva a que jovens estudantes analisem cada vez mais o peso da paixão e da empregabilidade.
Ambiente, Saúde, Turismo e Informática são as áreas com mais futuro, de acordo com as análises conhecidas, mas será sensato escolher uma área de formação só pelas saídas profissionais?
E a escolha da universidade é ou não determinante? Estudar lá fora pode ser uma mais valia? Na reta final do ano letivo: que curso escolher? Onde obter aconselhamento? Que fatores ter em conta?

2 comentários:

Patrícia Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Pereira disse...

Esta é uma questão muito delicada. Eu acho que devemos fazer o que gostamos, mas está em causa a sobrevivência do ser humano. Um indivíduo que goste de dança ou opta por procurar no estrangeiro uma companhia, ou então em Portugal tira o curso e depois fica na casa dos pais.
Não vejo uma solução para este problema, a não ser na criação de postos de trabalho - e para isso seria necessária uma mudança estrutural na nossa sociedade. Estes dilemas colocam os indivíduos num mecanismo interno de constante inquietude... e ansiedade, e frustração, e depressão...